Jovens blogueiros, envelheçam | Rafael Rodrigues | Digestivo Cultural

busca | avançada
28528 visitas/dia
922 mil/mês
Mais Recentes
>>> Comédia dirigida por Darson Ribeiro, Homens no Divã faz curta temporada no Teatro Alfredo Mesquita
>>> Companhia de Danças de Diadema leva projeto de dança a crianças de escolas públicas da cidade
>>> Cia. de Teatro Heliópolis encerra temporada da montagem (IN)JUSTIÇA no dia 19 de maio
>>> Um passeio imersivo pelos sebos, livrarias e cafés históricos do Rio de Janeiro
>>> Gaitista Jefferson Gonçalves se apresenta em quinteto de blues no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho
>>> Numa casa na rua das Frigideiras
>>> Como medir a pretensão de um livro
>>> Nenhum Mistério, poemas de Paulo Henriques Britto
>>> Nos braços de Tião e de Helena
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
Colunistas
Últimos Posts
>>> Juntos e Shallow Now
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
Últimos Posts
>>> Pós-graduação
>>> Virtuosismo
>>> Evanescência
>>> Um Certo Olhar de Cinema
>>> PROCURA-SE
>>> Terras da minha terra
>>> A bola da vez
>>> Osmose vital
>>> Direções da véspera V
>>> Sem palavras
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco
>>> Lulu Santos versus Faustão
>>> Aperte o play
>>> Banana Republic
>>> Em terra de cego, quem tem olho é Pelé
>>> O MP3 aconselha
>>> Cultura pop
>>> Monteiro Lobato: fragmentos, opiniões e miscelânea
>>> Super-heróis ou vilões?
>>> Borges: uma vida, por Edwin Williamson
Mais Recentes
>>> O Modernismo de Affonso Ávila pela Perspectiva (2002)
>>> Sempre é Tempo de Wanda A. Canutti pela Eme (2007)
>>> Não leve a Vida tão a Sério de Hugh Prather pela Sextante (2003)
>>> Gestão da Emoção de Augusto Cury pela Benvirá (2015)
>>> Sem medo de ser Feliz de José Carlos De Lucca pela Petit (1999)
>>> Schifaizfavoire de Mário Prata pela Planeta (2011)
>>> Casais Inteligentes Enriquecem Juntos de Gustavo Cerbassi pela Gente (2004)
>>> O Mulato de Aluísio Azevedo pela Ática (1998)
>>> Senhora de José de Alencar pela Ática (1996)
>>> Fome de Milagres de Virgil Gheorghiu pela Difusão Europeia do livro (1959)
>>> O Maior Vendedor do Mundo - 2ª parte de Og Mandino pela Record (1988)
>>> Monsehor Quixote 4ªed. de Graham Grene pela Record (1982)
>>> Mrs Polifaz e o Triângulo Dourado de Dorothy Gilman pela Casa Maria (1988)
>>> O Dossiê Pelicano de John Grisham pela Rocco (1993)
>>> Introdução à Economia Solidária de Paul Singer pela Perseu Abramo (2013)
>>> Tchapaiev - Coleção Romances do Povo - Direção de Jorge Amado de Dimitri Furmanov pela Vitoria (1954)
>>> O Dia do Chacal - Clássicos Modernos 6 de Frederick Forsyth pela Abril Cultural (1974)
>>> Drácula de Bram Stoker pela Nova Cultural (2002)
>>> Don Juan ou a Fascinante Vida de Lord Byron de André Maurois pela Nova Fronteira (1966)
>>> Resistência de Agnés Humbert pela Nova Fronteira (2008)
>>> Episódio da Vida de Tibério de J. W. Rochester psicografado por Wera Krijanowsky pela Lake (1999)
>>> Tutaméia - Terceiras Estórias de João Guimarães Rosa pela José Olympio (1979)
>>> Dias Perdidos de Lúcio Cardoso pela Civilização Brasileira (2006)
>>> Fauna Terrestre no Direito Penal Brasileiro de Luciana Caetano da Silva pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2001)
>>> Filosofia do Estado Em Hegel (Capa dura) de Célio César Paduani pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2005)
>>> Filosofia do Estado Em Hegel (Capa dura) de Célio César Paduani/ Autografado pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2005)
>>> Criação de Alister Mcgrath pela Hagnos (2011)
>>> Processo de Hermenêutica na Tutela Penal dos Direitos Fundamentais de Eugênio Pacelli de Oliveira pela Del Rey/ Belo Horizonte (2004)
>>> Organismos Geneticamente Modificados de Marcelo Dias Varella/ Ana Flávia Barros- Platiau pela Del Rey/ Belo Horizonte (2005)
>>> Constituição e Hermenêutica Constitucional de Márcio Augusto Vasconcelos Diniz pela Mandamentos (2002)
>>> O Eden Perdido de Poliana R. Ramos pela Casa Publicadora Brasileira (1974)
>>> Servidor Público: Doutrina e Jurisprudência/ Capa Dura de Reinaldo Moreira Bruno e Manolo del Olmo pela Del Rey/ Mandamentos (2006)
>>> O Homem no Teto de Jules Feiffer pela Companhia das Letras (1995)
>>> Mais Veja Como se Faz de Derek Fagerstrom / Lauren Smith pela Sextante (2013)
>>> O Grupo de Empresas no Direito do Trabalho de Carine Murta Nagem Cabral: Coord. pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2019)
>>> Aspectos Semiológicos do Direito do Ambiente de Patrícia Bressan da Silva pela Del Rey/ Belo Horizonte (2004)
>>> Mulheres de Marilyn French pela Rio Gráfica (1986)
>>> Politicos do Brasil de Fernando Rodrigues pela Publifolha (2006)
>>> Hermenêutica Jurídica Clássica de Glauco Barreira Magalhães Filho pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2003)
>>> Instituições de Direito Eleitoral (capa Dura) de Adriano Soares da Costa pela Del Rey/ Belo Horizonte (2006)
>>> A Fúria de John Farris pela Record (1980)
>>> O Quebra-Ossos - A Obstinação de um milionário louco agita o mundo do turfe de Dick Francis pela Nova Fronteira (1988)
>>> Caçada Sem Fim de Bryan Forbes pela Best Seller (1986)
>>> Nasce um povo de Michel Bergmann pela Vozes (2019)
>>> Teatro Flutuante 1º Vol. de Edna Ferber pela Saraiva (1962)
>>> Isso sim, é real ... de César Azambuja pela Do autor (2004)
>>> Viva Melhor! Com a Medicina Natural - Edição e Luxo de Luiz Carlos Costa pela Vida Plena Edições/ Sp. (1996)
>>> Noções de Psicofarmacoterapia na Prática de Jair Salim pela Educ/ EPU/ SP. (1987)
>>> O poder que vem do seu nome de Aparecida Liberato - Beto Junqueira pela Sextante (2005)
>>> Formulaire Cosmétique et Esthétique (Avec figures dans le texte)/ (Enc de Paul Gastou (Le Docteur) pela J.- B. Baillière/ Paris (1939)
COLUNAS >>> Especial Blogueiros e Jornalistas

Sexta-feira, 18/4/2008
Jovens blogueiros, envelheçam
Rafael Rodrigues

+ de 6600 Acessos
+ 18 Comentário(s)

A blogosfera brasileira é, abrindo poucas exceções, irrelevante. Não adianta espernear, tentar argumentar. Esta é a realidade: a grande maioria dos blogs brasileiros não tem importância nenhuma. São bobos, cheios de conteúdo descartável e, o que é pior, muito mal escritos. Basta ver a lista dos 100 blogs mais acessados do Brasil, segundo o Technorati. Há, sim, endereços com bom conteúdo. Mas o que vemos entre os 20 primeiros colocados são blogs de humor e de cultura pop ou trash, todos descartáveis. Dentro das exceções, de conteúdo relevante, estão alguns blogs sobre informática e tecnologia, e um coletivo.

Se continuarmos a observar a lista, veremos blogs de jornalistas (Ricardo Noblat, Reinaldo Azevedo e outros) que, na minha opinião, são os espaços que realmente valem ser visitados. Além de informar, eles apuram as notícias que divulgam, têm fontes. Ou seja: fazem jornalismo. Nada contra os blogueiros que escrevem diários, de forma alguma. Diversos amigos meus têm blogs, os visito com alguma regularidade (mesmo que pouca) e gosto de lê-los. Minha crítica é dirigida àqueles blogs com uma série de posts vazios, que não provocam nenhum tipo de reflexão. Você lê, tem alguns acessos de riso, lembra de alguns fatos da sua infância e só. Sem contar o fato de alguns deles serem tremendamente mal escritos.

Os jornalistas, tanto faz se em jornais, revistas ou blogs, ao menos escrevem bem. É certo que alguns deles escrevem pior que blogueiros, mas não se trata da maioria, e sim de uma minoria.

Não vale aqui dizer que "blog é entretenimento" e "jornalismo é informação". Afinal, uma das razões deste Especial é refletir sobre o fato de a blogosfera brasileira estar incomodada com o descaso que a imprensa tradicional faz (?) dela. Mas como não "ignorar" os blogs brasileiros, se a maioria deles é mal escrita, vazia de conteúdo e descartável?

Blogueiros brasileiros não fazem notícia, não apuram dados. Os que fazem isso são poucos. E, no meio desses poucos, estão muitos jornalistas com anos e anos de estrada. Trocando em miúdos: o que há de conteúdo relevante nos blogs brasileiros é produzido, em grande parte, por jornalistas.

É bom deixar claro que eu tenho um blog. E admito que não há nada de muito relevante nele, nem nenhuma novidade. No mais das vezes, escrevo sobre livros ou sobre o meu dia-a-dia, que nada tem de interessante. Mas não tenho nenhuma pretensão com ele, ao menos por enquanto. Então, não vejo mal nenhum em reconhecer que o meu blog é só mais um entre milhares de outros por aí. É por isso que não consigo entender toda essa birra, essa briga boba entre blogueiros e jornalistas.

Aliás, acho que entendo. A audiência na rede tem aumentado, e muito. Até alguns anos atrás os blogs eram dominados por jovens que escreviam seus diários virtuais ou por profissionais especializados. Havia concorrência, competição, entre os próprios blogueiros, mas nada semelhante ao que vemos agora, com os jornalistas. Parece que, depois que a grande imprensa acordou e viu na internet uma oportunidade de atrair leitores para os veículos impressos, a competição se tornou uma questão de orgulho, de honra, de respeito.

Mas, seja sincero comigo, por favor. Como respeitar um blog que, entre os 10 últimos posts, 08 são vídeos engraçadinhos encontrados no YouTube? Ou um outro que faz propaganda de sites pornográficos? Não dá pra respeitar.

Isso não significa, de maneira alguma, que a blogosfera brasileira inteira não mereça respeito. Os blogs são de extrema importância, hoje. Não só aqui no Brasil, mas em qualquer país do mundo. Há algumas décadas os intelectuais brasileiros criavam suplementos literários ou revistas irreverentes para expressar suas opiniões e fazer oposição aos governos vigentes. Isso exigia uma boa quantia de dinheiro, e quase todas essas manifestações intelectuais foram ceifadas pela falta dele. Além de esses veículos ficarem restritos a geralmente apenas uma cidade. Hoje um coletivo de blogs desempenha o mesmo papel que essas iniciativas do passado, com muito menos gastos e com um alcance bem maior. Sem a mesma contundência, é verdade, mas ainda assim com sua devida importância.

Também não podemos dizer que os jornalistas, todos eles, são corretos, íntegros e responsáveis. Basta ver a quantidade de matérias parciais e pessoais publicadas todos os dias, todas as semanas. Muito do que falta à maioria dos blogueiros, falta também a um considerável número de jornalistas: critério, honestidade e bom senso, para ser bastante breve e superficial. E maturidade, é claro, para aceitar as críticas e aprender com elas.

Seria injusto terminar este texto sem citar o principal personagem desta "briga": nós, leitores. Afinal, somos nós que compramos os jornais e revistas, e acessamos os blogs. Nós é que decidimos quem são os "melhores". Precisamos ter também um pouco mais de maturidade, critério e bom senso, separar o que é importante do que não é, saber a diferença entre um comentário mais longo e uma matéria bem feita, distinguir um blog de um site de entretenimento em formato de blog.

A única certeza que temos é que a blogosfera brasileira ainda tem muito para aprender e crescer. É bem provável que daqui a alguns anos os blogs realmente assumam o papel ― sem trocadilho ― dos veículos de imprensa tradicionais. Mas, daqui até lá, os blogueiros têm muito que aprender com os jornalistas. E, em menor escala, vice-versa.


Rafael Rodrigues
Feira de Santana, 18/4/2008


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Dilúvio, de Gerald Thomas de Jardel Dias Cavalcanti
02. Crônica de Aniversário de Julio Daio Borges
03. Super Campeões, trocas culturais de Brasil e Japão de Luís Fernando Amâncio
04. Conto de amor tétrico ou o túmulo do amor de Jardel Dias Cavalcanti
05. As sobras completas, poesias de Jovino Machado de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Rafael Rodrigues
Mais Acessadas de Rafael Rodrigues em 2008
01. Caio Fernando Abreu, um perfil - 28/10/2008
02. Meus melhores filmes de 2008 - 30/12/2008
03. As horas podres, de Jerônimo Teixeira - 21/3/2008
04. Jovens blogueiros, envelheçam - 18/4/2008
05. A literatura e seus efeitos - 29/2/2008


Mais Especial Blogueiros e Jornalistas
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/4/2008
12h06min
Rafael, tem uma coisa crucial que vc trouxe no rodapé do seu artigo: leitores. Acho que, na atual dispersão da informação, não há mais os "top" da vida, os "melhores", os "grandes campeões", porque, justamente, esses julgamentos estão caindo por terra. O que é bom para jornalista pode ser péssimo para blogueiro, e vice-versa. O que é perfeito para um escritor pode ser incompreensível para uma dona-de-casa. Acho que a vida é um aprendizado, mas não sei se, no futuro, teremos os mesmos MELHORES para todos... Porém, haverá melhores para seus respectivos públicos.
[Leia outros Comentários de Ceila Santos]
17/4/2008
13h56min
Rafael, qdo vc diz que grande parte dos blogueiros não "corre atrás" da notícia, me sinto forçada a concordar com vc. Eu mesma, qdo comento algum fato noticioso em meu blog, costuma garimpá-los no Weblog, do Pedro Dória, e no blog da revista Época, O Filtro. Apenas discordo qdo vc diz que os blogs de entretenimento não são relevantes, um pouco de risada sempre faz bem, senão o que seria das revistas em quadrinhos, por exemplo?
[Leia outros Comentários de Gelsa Mara]
17/4/2008
14h26min
O blog em si pode veicular o conteúdo que quiser, é só uma ferramenta. Não se pode julgar a ferramenta em relação aos produtos que ela propicia. Existem hoje blogs altamente profissionalizados, e de conteúdo de qualidade, blogs pessoais de conteúdo relevante somente para pequenos grupos e também blogs oportunistas que se entopem de lixo pra ganhar alguns trocados com Adsense (talvez esse tenha sido o propósito do seu artigo). A ferramenta blog é revolucionária, fica e ganha respeito quem faz bom uso da mesma.
[Leia outros Comentários de Diego Gomes]
17/4/2008
19h35min
Xará, larga mão de ser trouxa. Agora conteúdo relevante é aquele que você JULGA? Complicado isso, hein? Existem diversos blogs por aí, conhecidos e desconhecidos, que para mim são muito relevantes. Mas nem por isso saio dizendo que só eles têm relevância. Daqui a pouco volta aquela discussão de "blog de qualidade", sendo que qualidade é subjetivo. Mas tenho certeza que para mudar um pouco o pessoal vai usar palavras como Efetivo, Eficaz e Eficiente. De qualquer forma, todo ano faço aniversário. Nem precisava pedir para envelhecer.
[Leia outros Comentários de Rafael Slonik]
18/4/2008
11h31min
Muito bem colocada a questão dos posts vazios, porque é o que mais existe, hoje. O interesse maior, sempre, será o sobre a vida privada. O post mais visitado é pessoal e, não, "patrocinado", na maior parte dos blogs que necessitam de mais de 5 segundos para serem lidos...
[Leia outros Comentários de Daniel Bastos]
18/4/2008
14h10min
Bem, não deixa de ser polêmico. Só posso dizer que o blog é do autor e lê quem quer. É uma questão de opção. Bj
[Leia outros Comentários de Adriana Godoy]
18/4/2008
14h48min
"Blogueiros brasileiros não fazem notícia, não apuram dados. (...) Trocando em miúdos: o que há de conteúdo relevante nos blogs brasileiros é produzido, em grande parte, por jornalistas." Para escrever ou ter um blog é preciso ser jornalista? É preciso ter fontes? Conteúdo relevante para quem? Para um júri de jornalistas? Respeito sua opinião e tenho a minha. Sendo assim, prefiro permanecer jovem para sempre a escrever da forma chata e cansativa de um Reinaldo Azevedo... O interessante dos blogs é o fato de eles serem tão diferentes, essa diversidade é que dá vida, e não aqueles textos formatados e até cansativos. A Adriana Godoy disse o certo: "lê quem quer".
[Leia outros Comentários de Evandro Cesar]
18/4/2008
20h06min
Concordo com seu texto. E sou muito sincero em dizer que meu blog é bem fraquinho. Acho que importante é reconhecer isso. Mas como a Internet democratizou a informação, tenho todo o direito de expor algumas idéias como quaisquer outros blogueiros. Mas nada que uma boa dose de treino, estudo e vontade ajude melhorar. Outro ponto é: se o blog é ruim, ninguém acessa, e pronto. Ele some por si só (que é o meu caso!!). Mas continuo a fazer meus posts, sem pretensão, e assim vou treinando. Não quero brigar com jornalistas ou blogueiros, apenas ter meu espacinho para digitar algumas idéias, exercitar minha escrita e, quem sabe, melhorar a ponto de fazer algum sucesso. Se der certo, ótimo. Sinceramente, toda essa briga que vem surgindo me parece mais o ego afetado do que qualquer outro motivo racional. Se todos ficassem "na sua" e ajudassem em vez de criticar, talvez tivéssemos conteúdos bem melhores.
[Leia outros Comentários de René]
18/4/2008
20h55min
Concordo com você. Muitos blogs não se preocupam com a informação publicada. Ao fazer o meu blog preocupei-me justamente com essa questão, apurar os dados, ir às ruas atrás de mais informações, procurar respostas de especialistas nos fatos etc. Geralmente, quando há atenção a esse caso, os blogs são gerenciados por jornalistas. O que está acontecendo hoje é justamente uma nova geração de blogs, feitos por jornalistas.
[Leia outros Comentários de Thaiza Murray]
18/4/2008
23h14min
Concordo fortemente com você, Rafael. Sou jornalista e blogueiro e fico impressionado com a falta de qualidade da grande maioria dos blogs. Só discordo quando menospreza os blogs de humor. Eu não sou o público desse tipo de proposta e acredito que nem você o seja, mas acho que tem seu mérito quem tem talento para o humor, escrachado, fino, inglês, seja qual for sua vertente. Não podemos esquecer o papel inquestionável que o humor teve na história da imprensa brasileira. Quanto à associação entre envelhecer e ganhar qualidade, não sei se é uma questão de idade. A idade nem sempre traz qualidade ou credibilidade aos textos, vide o próprio Reinaldo Azevedo, da Veja. Existem casos e casos. Conheço muitos blogs feitos por gente nova que dá banho em blogs de muitos marmanjos. A tempo: se puderem, leitores do Digestivo Cultural, visitem o meu blog, pois gostaria da opinião de todos.
[Leia outros Comentários de Guilherme Amado]
19/4/2008
08h24min
Você disse que sua "crítica é dirigida àqueles blogs com uma série de posts vazios, que não provocam nenhum tipo de reflexão". Não gosta? Não entra, amigão. É simples. Vai e procura algum outro blog que a linha seja de publicação de textos. Existem muitos bons, tenha fé. Muitos que escrevem até melhor que jornalistas. E já adianto, não tenho nada contra jornalista, estou estudando para ser um. E o que você me diz daquelas revistas e sites de fofoca. O que acrescentam? Aquilo tem credibilidade? Pelo que eu julgo, nenhuma. Então posso dizer que uma boa parte dos jornalistas não merecem atenção, pois publicam coisas irrelevantes... Acho que não perceber o potencial de certas coisas é coisa de velho. Não que envelhecer seja ruim, mas só estou analisando um fato corriqueiro. Tudo bem, acontece. Pelo menos eu vou saber envelhecer já sabendo, de antemão, o potencial de certas coisas e a hipocrisia que há em outras...
[Leia outros Comentários de Jovas]
19/4/2008
13h44min
Pois eh, como disse q faria, voltei (agora vou marcar a opção d publicar o comentário; soh reparei q tinha q ter feito isso qd apareceu a msgm do Julio Daio Borges -eh isso?-.). Am... Pois eh, os "top" (um milhão, q seja) nunca satisfazem. Fui ao seu blog e visitei 2 dos blogs do seu "blog roll" e parei por aih: realmente eh mt difícil achar algum blog relevante, "ngm pode negar"... Mas eles são tds relevantes p/ os seus autores (putz, isso eu realmente espero q sim!!!!!!!!!!) e isso dah mérito a eles;acho q eh isso.
[Leia outros Comentários de Gabriela Galvão]
19/4/2008
13. Rixa?
14h56min
Sugeriram que eu me juntasse a essa mesa redonda bloguista. Vai ver e' porque eu nao entendo do assunto. Surrealista isso, quer dizer que entre blogueiros e jornalistas existe rixa, pe' de guerra e similares? Achei que blogosferas eram espacos diversos, onde 90% dos bloguistas escrevem para se expressar e relatar vivencias diarias, e 10% fazendo outra coisa. Isso de ser balde de opinioes eu achava ja' ha' muito tempo que era identidade do jornalismo brasileiro. Vai ver que e' porisso que eu nao estou entendendo essa historia de briga. Talvez eu esteja ficando uma velharia e deva me rejuvenescer. Ah dei uma olhada na lista dos 100 blogs brasileiros e entendo a sua frustracao, mas desde quando maior popularidade significa mais interessante e/ou relevante? Sobre os blogs que encontram coisas no youtube, eles estao apenas, e tao somente, cumprindo o esquema de marketing viral do youtube. Sao blogs bastante obedientes, sao um "buscador" alternativo para navegar o youtube e fazer o youtube ficar (mais) rico...
[Leia outros Comentários de tati]
19/4/2008
22h05min
Optar entre a reta e a curva? Escrever coisas relevantes ou não, fomentar uma possível crise de egos ou não, todas são escolhas. Prefiro a curva à reta, e a diversidade à classificação do que é melhor ou pior. Prefiro o erro à estandardização e entendo que o processo de criação, não raro, é melhor que a própria coisa criada. Que cada qual crie em seu espaço o que entender. Os leitores, mais ou menos qualificados, dirão de suas preferências. Muito presos a esquemas cartesianos, a estéticas normativas e normalizadoras, nos esquecemos de como é imensamente construtivo simplesmente vagar. Somos irrelevantes ou somos relevantes? A que nos obrigamos para sermos uma ou outra coisa? A que renunciamos para escrever deste ou daquele modo, para termos uma ou outra etiqueta de referência em nós mesmos? E, ao fim e ao cabo, valerá a pena?
[Leia outros Comentários de Hilton Besnos]
20/4/2008
02h40min
Se eu não conseguir ser imortal até o fim da vida, prefiro não morrer! O que seria do marrom, não fossem os daltônicos? Em terra de cego quem "diz" que tem um olho é o rei... Por outro lado, usar óculos significa enxergar mais? Dê-me um link e te direi quem és... Alguém tem um conteúdo pra emprestar???
[Leia outros Comentários de Guto Maia]
20/4/2008
11h40min
Bons blogs é coisa pra velhos, prefiro continuar jovem!
[Leia outros Comentários de Guto Maia]
23/9/2008
10h51min
agora vc falou besteira. jornalistas devem ir para jornais. texto de jornalista É CHATO PRA CACETE. o blog tem que ser livre mesmo. se existir 1 em um milhão que valha a pena, já tá valendo, pois os blogs são o único meio de expressão realmente livre. enfim, rafael, defenda o jornalista no jornal. na internerd, o jornalista é só mais um profissional corporativo chato.
[Leia outros Comentários de mão branca]
3/3/2010
18h50min
Rafael, temos duas verdades inexoráveis. O formato de blog vai se multiplicar cada vez mais, até mesmo para ser utilizado como recurso jornalístico. E o palco irá permanecer aceso, gigante, louco por plateias. Cabe a cada um de nós utilizá-lo como janela para apreciações mais profundas, mais pautadas em conteúdo. Se há nos homens a consciência do Espetáculo, fica muito mais fácil avaliar quando estamos sendo engolidos pelo jogo narcísico das vitrines. E não se pode agir com pessimismo, neste caso - devemos iluminar o lado bom. Quantos músicos, quantos escritores, quantos pintores nossos olhos poderão conhecer, com a democracia virtual? A ideia de que a nossa sociedade é a primeira capaz de superar a ditadura dos meios artísticos é maravilhosa. Eu também sonhei um dia em ser um livro. E utilizei o blog como ferramenta para me levar ao encontro dos meus leitores. Deu certo!
[Leia outros Comentários de Mariana Portela]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS RETIRANTES I
JOSÉ DO PATROCÍNIO
TRES
(1973)
R$ 9,20



MULATO: NEGRO-NÃO NEGRO, BRANCO NÃO-BRANCO
ENEIDA ALMEIDA DOS REIS
ALTANA
(2002)
R$ 15,00



A INTERAÇÃO UNIVERSIDADE-EMPRESA E O DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO
DANIEL PEDRO PUFFAL
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 454,00



MARKETING MÓVEL
ALEXANDRE LAS CASAS
SAINT PAUL
(2009)
R$ 57,00



MUNICÍPIO QUE EDUCA APRENDIZAGENS SIGNIFICATIVAS
PADILHA, PAULO ROBERTO E MARQUES FILHO, ALBER
INSTITUTO PAULO FREIRE
(2013)
R$ 11,00



PORTUGUÊS VOL 2 LÍNGUA LITERATURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS
ERNANI TERRA E JOSÉ DE NICOLA
SCIPIONE
(2003)
R$ 4,00



O ORGULHO E A VERGONHA
BRIGITTE LABBÉ / MICHEL PUECH
SCIPIONE
(2004)
R$ 10,00



REVISTA OCCIDENTAL: ANO 14 NÚMERO 1 DE 1997
DIVERSOS AUTORES
IICLA (MÉXICO)
(1997)
R$ 26,00



PROBLEMAS? OBA! - 20ª EDIÇÃO
ROBERTO SHINYASHIKI
GENTE
(2011)
R$ 19,00



CARRASCOS DE PARIS: A DINASTIA DOS SANSON
BERNARD LECHERBONNIER
MERCURYO
(1991)
R$ 17,82





busca | avançada
28528 visitas/dia
922 mil/mês