Comentários de Flavio | Digestivo Cultural

busca | avançada
55418 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Balé de repertório, D. Quixote estará no Teatro Alfa dia 27/1
>>> Show de Zé Guilherme no Teatro da Rotina marca lançamento do EP ZÉ
>>> Baianas da Vai-Vai são convidadas de roda de conversa no Teatro do Incêndio
>>> Airto Moreira e Flora Purim se despedem dos palcos em duas apresentações no Sesc Belenzinho
>>> Jurema Pessanha apresenta sambas clássicos e contemporâneos no teatro do Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Olavo de Carvalho (1947-2022)
>>> Maradona, a série
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
Colunistas
Últimos Posts
>>> O melhor da Deutsche Grammophon em 2021
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
Últimos Posts
>>> Brega Night Dance Club e o afrofuturismo amazônico
>>> Fazer o que?
>>> Olhar para longe
>>> Talvez assim
>>> Subversão da alma
>>> Bons e Maus
>>> Sempre há uma próxima vez
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Trágico e Cômico, o livro, de Diogo Salles
>>> Equipe econômica
>>> Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas)
>>> Jornais: conteúdo pago?
>>> Assum Preto, Me Responde?
>>> Assum Preto, Me Responde?
>>> Noturno para os notívagos
>>> A revista Bizz
>>> O elogio da narrativa
>>> Daumier, um caricaturista contra o poder
Mais Recentes
>>> O Livro da Psicologia - Coleção: As Grandes Ideias de Todos os Tempos de Vários Autores pela Globo Livros (2016)
>>> Siga Seu Coração: descobrindo um objetivo para sua vida e seu trabalho de Andrew Matthews pela Sextante (2007)
>>> Estado, organização e pensamento social brasileiro de Claudio Gurgel & Paulo Emílio Matos Martins (orgs) pela Uff (2013)
>>> Um Olhar Para o Vale: 100 Mensagens de Fé, Esperança e Amor de Osvino Toillier (Organizador) pela Ieclb (2001)
>>> Viver e Entender a Vida de Sarah Kilimanjaro pela Leb (2000)
>>> 813: Os Três Crimes de Arsène Lupin de Maurice Leblanc pela Lafonte (2021)
>>> Arsene Lupin contra Herlock Sholmes de Maurice Leblanc pela Lafonte (2021)
>>> Estação Carandiru de Drauzio Varella pela Companhia das Letras (1999)
>>> King of Thorns - Book Two of The Broken Empire de Mark Lawrence pela Penguin (2013)
>>> A Luz Através da Janela de Lucinda Riley pela Novo Conceito (2012)
>>> Emperor of Thorns - Trilogia dos Espinhos de Mark Lawrence pela Darkside (2014)
>>> Um Curso em Amor de Joan Gattuso pela Rocco (2000)
>>> Prince of Thorns - Trilogia dos Espinhos 1 de Mark Lawrence pela Darkside (2013)
>>> A Casa das Orquídeas de Lucinda Riley pela Novo Conceito (2014)
>>> Guia do Estudante: Universidade da Vida de César Castellanos D. pela Vision Art (2015)
>>> O Manuscrito de Chris Pavone pela Arqueiro (2015)
>>> The Sinner de Petra Hammesfahr pela Benvirá (2018)
>>> O Homem de Giz de C. J. Tudor pela Intrínseca (2018)
>>> Do Amor e Outros Demônios de Gabriel Garcia Marquez pela Record (2009)
>>> Star Wars: O Último Comando - Trilogia Thrawn 3 de Timothy Zahn pela Aleph (2015)
>>> Bíblia Sagrada Nova Versão Internacional de Bíblia pela Thomas Nelson (2022)
>>> Cidade de Vidro de Paul Auster pela Mistério Gráfico (1998)
>>> Terra Sagrada de Rose Tremain pela Rocco (1999)
>>> O Papai é Pop 2 de Piangers pela Belas Letras (2016)
>>> Mãos limpas, coração puro de Gregory Frizzell pela Aamp (2012)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quarta-feira, 21/4/2004
Comentários
Flavio


História ainda a se escrever
Caro Heitor, É claro que ganhamos as batalhas, mas perdemos a guerra. A mesma coisa aconteceu no Chile, no Uruguai e na Argentina, sendo que neste país houve, além disso, o problema das Malvinas, que representou um complicador. Nestes quatro países dominam, hoje, regimes de esquerda. Não se entenderá o domínio das esquerdas no Brasil, após o Regime Militar, sem se estudar o que se passou com nossos vizinhos. Ainda não há uma interpretação racional sobre a coerência deste surpreendente fenômeno. Um fato que merece aprofundados estudos é a coincidência do fim dos regimes comunistas na Europa ao mesmo tempo do ressurgimento de uma ideologia de esquerda vitoriosa, supostamente transformada, aqui na América Latina, fenômeno que ocorreu sempre após Regimes Militares de direita, ou de centro-direita. O campo desses estudos está a desafiar os mais argutos cientistas políticos, mesmo que tenham de se debruçar sobre esses nossos tão historicamente desconhecidos vizinhos. Quero deixar claro que este seu artigo refaz a versão difundida pela esquerda no Poder. No meu pensar, a História não consagrará, como clássica, esta versão dos derrotados nas batalhas, embora tenham ganho a guerra. Um primeiro passo já está sendo dado com a publicação dos tomos de depoimentos dos participantes do Regime Militar, recentemente anunciada pela Biblioteca do Exército, contendo os depoimentos prestados para o Museu de História Oral do Exército Brasileiro. Esta iniciativa pretende, pela força dos depoimentos dos participantes desta fase da História Nacional, se tornar uma referência definitiva dos acontecimentos. Meus cumprimentos, Flavio Figueiredo Jorge de Souza Cel Ex ( Recife )

[Sobre "Desfazendo alguns mitos sobre 64"]

por Flavio
21/4/2004 às
10h39 200.164.253.150
 
Quanto pedantismo
Dona Adriana, Veja isto que a senhora escreveu: "... pensei no atraso de algumas pessoas e de alguns lugares." Quanta ignorância e preconceito contra esses nordestinos sofredores, no meio dos quais, por motivos desconhecidos, a senhora veio viver, vindo de seu São Paulo branquelo. Esta sociedade onde a senhora vive deve tê-la recebido muitíssimo bem, como é costume desse povo, quando, por terra, em seu Mercedes, a senhora atravessou esse Brasil e veio arrotar o seu cosmopolitismo sobre a inocência dos paraibanos. Ao menos, pela maneira correta e até humilde, como esse povo sofrido a trata e respeita, merecia ele um pouco de consideração de sua parte,até como contrapartida das atenções que a senhora recebe diariamente dos paraibanos. Tome jeito, Dona Adriana, comporte-se como uma dama, mesmo que tenha de fazer certo esforço para consegui-lo. Pelo menos, disfarce seu pedantismo. E aproveite sua permanência nas terras da Paraiba para aprimorar sua humildade, pois a senhora não é melhor do que o mais humilde dos paraibanos. Retorno ao que disse antes: não beba cachaça, pois não fica bem para uma dama. Melhore o nível de seus drinques e não beba tanto. Passe bem. Doutor Flavio

[Sobre "Reflexões na fila"]

por Doutor Flavio
29/10/2002 às
17h22 200.164.251.85
 
Dona Sue ...V. não tem jeito
Onde está a Dona Sue está sempre a mesmice e a falta do quê fazer. Daqui a pouco vão dizer que os japoneses são todos loucos. Só falta citar o Wittgenstein para parecer intelectual. E haja saco...

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Flavio
30/9/2002 às
14h52 200.164.251.197
 
Correção
Alexandre, Como V. está vendo, a digitação saiu péssima. Somente quero fazer uma correção para não mudar o sentido de uma determinada frase: E NISTO RESIDE A GRAÇA DA POLÊMICA... E NÃO :A RAÇA DA POLÊMICA. Cansei. Abraço. Flavio

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Flavio
15/6/2002 às
18h04 200.164.250.74
 
Tô aqui...
Alexandre, Gostei de seu regresso. Educado, mas um pouco pretencioso. Deixa meu português em paz . Ele não é pior ou melhor que o seu. Olhe o que aconteceu com D. Sue. Não se pode dizer que qualquer resdposta minha tenha sido desrespeitosa. O que acontece é que muita gente não gosta da contardição . Deixe-me perguntar: Você já leu RAMALHO ORTIGÃO ( AS FARPAS ) ? É um livro exemplar para esse tipo de conversa crítica. Sei que V. saber, mas deixe-me dizer-lhe que Ortigão foi o mais célebre polemista da literatua de Portugal. Mas era absolutamente irônico. E nisto reside a raça da polêmica, que é um gênero literário excelente. O que eu quiz dizer e provocar, desde o início, era justamente isto: o debate, a contradição. Cada qual tem seu estilo: o meu é este. Agora lá vêm VV a quererem consertar os estilo e o português da gente, quando não se está a escrever para a posteridade. Se, for apurar, encomtram-se erros em todas as manifestaçõews desta página do Digestivo. às vezes isto representa uma maneira de fugir ao debate do conteúdo. Esquece. Gostei de seu regresso. Abraço Flavio

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Flavio
15/6/2002 às
17h43 200.164.250.74
 
Alexandre - O Grande
Alexandre, Você não chegou tarde não. Entre e sente-se, aceita um uísque ? Mas não ponha na minha boca as palavras que Vc não tem coragem de pronunciar contra seus próprios colegas .Portanto, Alexandre, fica quietinho aí no teu cantinho e se comporte.. Quem os chamou de "burros,bestas e desocupados" ?? Estas expressões não sairam do meu teclado. Sairam do seu. Toda discussão é esclarecedora. Apenas eu me referi ao tema em discussão: um punhado de gente a diagnosticar as patologias do psiquismo do Japão. Ora essa, não tem assunto melhor para conversar ? De estarrecer é ler aquele DENIS distratar a cultura nacional, quando ela se apresenta nordestina. Sei que externa a frustação por não ter São Paulo nada parecido com a riqueza folclórica do Nordeste. Olhe as expressões que ele usou "PETAPETAS, CARANAMAIOS, CARNAJUNHOS,CARANAJULHOS,CARAGOSTOS E INÚMERAS OUTRAS FESTANÇAS POPULARES, GERALMENTE COMANDADAS POR BRASILEIROS DE TURBANTES, COM TRAJOS AFRICANOS...BRASILEIROS QUE ACHAM ''LINDJU'' SER FILHO DE ''MAMA AFRICA'' E ATÉ TROCAM O NOME JOSÉ E RAIMUNDO POR ALULELÊ DE ORUBÁ E POMATURE DE ALAKETO. PARA MIM, SE QUER MESMO SABER O QUE PENSO, ESSA GENTE BATUQUEIRA É MUITO MAIS MALUCA DO QUE OS INVENTORES DO TAMAGOCHI. ESTOU CHEIO DE VER TANTA FESTA CRETINA COMEMORANDO PORCARIA NENHUMA.'' Pois é, Alexandre, grosseria é isso aí. Veja como o SR DENIS se refere ao povo : ""ESSA GENTE""". É uma expressão que, escapulindo por entre seus dentes, carrega toneladas de desdém, desprezo e ojeriza ao povo nordestino. E ainda o SR DENIS galopa seu ROCINANTE pela literatura nacional, desdizendo JORGE AMADO, este ícone literário que perpassa todo um século. Como talvêz não goste de bater em morto, dá um chute nos traseiros da mulher do escritor, e, ainda por cima, chama os imortais da Academia Brasileira de Letras de analfabetos e irresponsáveis. Isto porque não elegeram sua escritora predileta HILDA HILST para a cadeira da imortalidade literária. E você, meu caro XANDUBA, não protesta contra essa calamidade ??? SR DENIS dê graças a DEUS por não ter ainda encontrado um bom BAIANO ( aliás, todos são bons...pois o que seria da música popular brasileira sem os BAIANOS...???) Quando apedreja os Baianos por usarem no Carnaval suas fantasias chegadas ao espirito africano, está deixando escapulir seu RACISMO, seu horror contra os negros. Um zeloso Procurador encontraria elementos de sobra para levá-lo ao banco dos réus por discriminação racial. Esse DENIS deve ser um infeliz. Em poucas linhas que escreveu, olha sá quanta barbaridade e como revela seus sentimentos :HORROR às festas populares, HORROR às fantasias carnavalescas, HORROR à Jorge Amado, HORROR aos baianos e nordestinos de uma manera geral, HORROR à cultura popular, HORROR à alegria do povo, HORROR à HISTÓRIA DO BRASIL,HORROR aos inventores do TAMAGOCHI, HORROR a tudo e todos. Infeliz esse DENIS... Alex ( ou XANDUBA, como é que o DENIS o trata ??), aceita outro uísque ?? Vc parece triste hoje. Outra dose lhe fará bem... Ah!! Vc diz que está começando a refletir sobre o que disse o seu amigo DENIS ?? Mas eu lhe peço, ALEX, perdõa o Denis, ele só quer aparecer. Se Vc mora perto dele, por favor, diz a ele que não existe HER HITLER, mas sim HERR HITLER. Esse Denis...incorrigível. Ele que aguarde os baianos... Bem, hojé é sábado, e eu vou à praia, ver e sentir o povo. Mas Alex, não vá ao teclado agora , para não voltar a dizer tolices... Flavio

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Flavio
15/6/2002 às
11h23 200.164.250.74
 
Ainda loucuras e loucuras. E l
Sr DENIS,, ] Dizer desaforos não é rsponder a argumentos. Quando faltam argumentos, néscios vociferam desaforos. É isso aí. O sr DENIS ainda não destratou, ao menos em público, pobres, nordestinos, pretos e crioulos, mas não tardará em fazê-lo, em face da sua lógica caôlha. Que São Paulo se beneficiou históricamente dos subsídios dos governos é uma verdade que nem O SR DENIS pode destruir. Que o Brasil, por mais de um século, foi o mercado exclusivo da produção paulista é outra verdade que o sr DENIS NÃO QUER RECONHECER. Mas em quê isso fere ou atinge o sr DENIS ???!!! O forum de debates não existe para que pessõas com diferentes pontos de vista possamexterná-los democraticamente ??? e por que o SR DENIS se sente mal em um debate franco e democrático ??? Muito estranho esse SR DENIS... Dissertar sobre a "loucura" do povo japonês, buscando alicerçar argumentos falaciosos e pseudocientíficos, é, no mínimo, desrespeitoso a esse povo. O SER DENIS JÁ ESTEVE NO JAPÃO...??? Ora, SR DENIS, respeite o povo japonês, e respeite a todos nós também. E habitue-se a aceitar os pontos de vista alheios. Principalmente, SR DENIS, me respeite, não desrespeitando seus leitores. O meu enfoque, se considerado com mínima intelegência, era instigante ao DEBATE, que é o objetivo do forum. Vai ver que há algum resquício nazista na formação do SR DENIS... Louco era HITLER, que V. deve cohecer muito bem, pelo jeito... Desculpem ao SR DENIS... Abraço a todos. , Flavio

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Flavio
14/6/2002 às
11h20 200.164.250.9
 
MALUCOS E MALUCOS
Alô vocês todos, Será que não há mais nada de bom e proveitoso para fazer ?? Ora veja !!! Não sei como não meteram o páu ainda nos nordestinos, pretos e crioulos. Esse negócio de exaltar São Paulo é uma grandissíssima besteira. Pois nunca se diz que São Paulo teve durante todo o século XX o inteiro Brasil (150 milhões de pessõas, na média...) como consumidores exclusivos de suas indústrias, alimentadas com as burras do Banco do Brasil e o beneplácito dos governos, muitas vezes a fundo perdido. Exclusividade que se mantinha com as altas taxações aduaneiras, com as quais esses mesmos governos compravam sua permanência no Poder. Deixem de literatices MALUCAS (já que o assunto é maluquices...) e tratem de estudar (ao menos ler com inteligência...) a História do Brasil. Passem a vista na História da Formação Econômica do Brasil. Quando o fizerem, não continuarão a dizer tantas besteiras. E dizer que somente os "japões" são malucos... Ora essa...

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Flavio
13/6/2002 às
17h14 200.164.249.202
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo
Max Weber
Biblioteca Pioneira de Ciência
(2001)



Sindicalismo Rural Brasileiro Em Construção
Luiz Flávio Carvalho Costa
Forense Universitária
(1996)



Água e Areia
Lúcia Pimentel Góes
Ediouro
(1999)



Os Fantoches de Deus
Morris West
Record
(1981)



Ninguém É de Ninguém
Harold Robbins/ Nélson Rodrigues
Record
(1954)



Literatura Comentada Ziraldo
Samira Oussef Campedelli Benjamin Abdala Jr.
Nova Cultural
(1982)



A Certeza da Vitória
Eliana Machado Coelho; Schellida
Lúmen
(2015)



Principles of Global Marketing - Capa Dura
Warren J. Keegan / Mark C. Green
Prentice Hall
(1997)



Um Desconhecido
Danielle Steel
Record
(1981)



Meu Velho e o Mar. a Viagem de Pai e Filho
David Hays
Martins Fontes
(1996)





busca | avançada
55418 visitas/dia
1,9 milhão/mês