Aprendendo e aprendendo | Erick Oliveira

busca | avançada
68231 visitas/dia
2,5 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Experiência Quase Morte é o tema do Canal Angelini
>>> 20 anos de Bicho de Sete Cabeças: Laís Bodanzky, Rodrigo Santoro e Gullane se reúnem em bate-papo
>>> Arquivivências: literatura e pandemia
>>> Festival Mia Cara promove concurso culinário “Receitas da Nonna”
>>> Joelmir Beting – O jornalista de economia mais influente da história do Brasil
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Em um tempo, sem tempo
>>> Eu, tu e eles
>>> Mãos que colhem
>>> Cia. ODU conclui apresentações de Geração#
>>> Geração#: reapresentação será neste sábado, 24
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 20 de Dezembro #digestivo10anos
>>> Poesia e Guerra: mundo sitiado (parte II)
>>> Notas Obsoletas sobre os Protestos
>>> Uma norma para acabar com os quadrinhos nacionais?
>>> Pode guerrear no meu território
>>> Aconselhamentos aos casais ― módulo II
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Na CDHU, o coração das trevas
>>> A Vida e o Veneno de Wilson Simonal, por Ricardo Alexandre
>>> House, 6ª Temporada
Mais Recentes
>>> A Simbólica do Mal de Paul Ricoeur pela Edicoes 70 Brasil (2013)
>>> Um dia de chuva de Eça de Queiroz pela Cosac Naify (2011)
>>> Poesia de Pier Paolo Pasolini de Pier Paolo Pasolini; Alfonso Berardinelli pela Cosac & Naify (2015)
>>> Sos Truques Do Lar de Jeanne Margareth pela Ediouro (2008)
>>> O Olho Imóvel pela Força da Harmonia de William Wordsworth pela Ateliê Editorial (2008)
>>> Treasury of Humor de Isaac Asimov pela Houghton Mifflin (1991)
>>> Narrativa de A. Gordon Pym de Edgar Allan Poe pela Cosac & Naify (2002)
>>> Harmonia de Arnold Schoenberg pela Unesp (2011)
>>> Coleção zodíaco completa 1973 de Derek e Julia Parker pela Bloch (1973)
>>> Nano: Poética de um Mundo Novo de Victoria Vesna e James Gimzewski pela F.A.A.P (2008)
>>> Mikroprocessadores e Microcomputadores de Hans Peter Blomeyer Bartenstein pela Siemens
>>> Memórias de Humberto de Campos pela José Olympio (1935)
>>> Manual del Constructor de Máquina - Tomo 2 de H. Dubbel pela Labor (1960)
>>> Manual del Constructor de Máquina - Tomo 1 de H. Dubbel pela Labor (1960)
>>> Literatura: Textos & Técnicas de João Domingues Maia pela Ática (1995)
>>> Léquipage de Joseph Kessel pela Gallimard (1969)
>>> Leonardo de Lisa Degnen pela Manole (1998)
>>> Legislação Penal Especial - Volume 2 de André de Carvalho Ramos e Outros pela Premier Máxima (2008)
>>> Interesses Difusos e Coletivos - Caderno de Apoio 3º e 4º Módulos de Escola Superior do Ministério Público de São Paulo pela Espm
>>> Instalações Domiciliares de Celso Cardão pela Arquitetura e Engenharia (1963)
>>> Inside 3d Studio Max 3: Modeling, Materials, and Rendering de Ted Boardman e Jeremy Hubbell pela New RIders
>>> Home Remedies What Works de Gale Maleskey e Brian Kaufman pela Rodale Press (1995)
>>> Financial Management - Theory and Practice de Eugene F. Brigham e Louis C. Gapenski pela The Dryden Press (1997)
>>> Exame da Ordem de Rahal e Chiarella e Dias pela Quartier Latin (2004)
>>> Educação Sexual - Perguntas e Respostas de Deborah P. Matthews pela Eko (1992)
COMENTÁRIOS

Domingo, 8/6/2008
Comentários
Leitores


Aprendendo e aprendendo
Sempre tive idéias, mas não sabia como passá-las, de uma forma organizada, para o papel. Um tempo atrás havia desistido. Aí o impossivel aconteceu (é uma longa história sobre minha vida)... E novamente pude ver o mundo, os sentimentos e tudo o mais, sentindo a necessidade de tranformar isso em palavras. Agora venho me aperfeiçoando e, no decorrer do tempo, me torno mais e mais, digamos, capaz de realizar isso...

[Sobre "Como escrever bem — parte 1"]

por Erick Oliveira
8/6/2008 às
20h39 201.50.65.45
(+) Erick Oliveira no Digestivo...
 
Ah, os preconceitos juvenis!
No caso de Machado, até armar um júri de brincadeira para julgar Capitu serviu de incentivo para despertar neles o gosto pela LB. Dali saíram até advogados, depois. Um bom professor faz você gostar até de Paulo Coelho (eca!) e de física quântica. Pode estar certo disso! Te recomendo apenas que não fiques sisudo a esse respeito. Mesmo com tantas críticas ao teu texto; não as leve em consideração a ponto de nunca mais retirar um Machado da estante ou buscá-lo em uma biblioteca ou livraria e lê-lo, assim, descompromissadamente, sem reminiscências e recalques, se isso te der vontade um dia e depois sentires um prazer estranho, vindo de um lugar inexplicado e recôndito de teu cérebro. Aconteceu comigo recentemente; quase trinta anos depois de ter saído do ensino médio e com as obras de Machado mesmo! Livre de preconceitos naturais da juventude, aproveitei e senti muito prazer nisso. Um grande abraço e sucesso!

[Sobre "Não gostar de Machado"]

por Daubi Piccoli
http://www.daubi.jor.br
8/6/2008 às
15h06 189.38.101.10
(+) Daubi Piccoli no Digestivo...
 
Literatura daqui e de lá
Olá, Daniel! Embora seja um apaixonado pelas obras de Machado de Assis, concordo, em parte, com tua crítica. No entanto, o passar dos anos nos faz mudar de idéia, sim. Odiava Machado de Assis nos tempos de escola; do mesmo modo que odiava Erico Verissimo, devido aos primeiros livros (aborrecidos) que li, chamados "Clarissa" e "Música ao longe". Sendo gaúcho, sou proibido, veementemente, de não gostar dos Verissimo (Tem também o Luis Fernando; filho de Erico). No entanto, talvez hoje, relendo, entenderia aquele exagero de detalhes, uma vez que os uso em meus contos e meus leitores adoram. Sendo professor de LEM Inglês, com Especialização na Literatura Inglesa, prefiro muito mais o reino da magia, introduzido em quase 90% das obras, as quais fizeram a fama da LI no mundo. Trabalhá-la em sala de aula é muito fácil devido à ajuda dos filmes e os alunos adoram; muito mais do que a Brasileira. Mesmo assim, desenvolvi técnicas que os fazem gostar da LB também. (Segue...)

[Sobre "Não gostar de Machado"]

por Daubi Piccoli
http://www.daubi.jor.br
8/6/2008 às
15h03 189.38.101.10
(+) Daubi Piccoli no Digestivo...
 
o novo ghost writer de Sabrina
Os textos desse sujeito na Folha têm uma empolação errada. Não sou crítico literário e não vou aqui tentar parecer ter razões objetivas, mas ele sempre me parece estar fazendo uma análise com uma mulher desinformada: com uma mulher --- porque fala de sentimentos, durante tres folhas, num canal em que homens geralmente não toleram mais que tres palavras... Falo de homens da literatura: escritores e leitores. Mulher desinformada, porque ele explica demais: bons escritores têm elipses confortáveis e prazenteiras aos bons leitores. Acho ele o novo ghost writer da Sabrina, Julia, essas coisas... respeitadas as devidas proporções. O fato de o sujeito estar semanalmente num jornal talvez também me incomode. Grandes escritores, um Campos de Carvalho, são econômicos e sabem que todos temos poucas idéias boas para publicar na vida. Não suportam o ralo semanal e uma publicação livresca ao mesmo tempo... Raríssimas exceções. Baseado nas crônicas semanais: não li e não gostei.

[Sobre "O Conto do Amor, de Contardo Calligaris"]

por Pedro Gamba
8/6/2008 às
09h01 200.253.110.134
(+) Pedro Gamba no Digestivo...
 
Sherlock em carne e osso
Olá! Concordo com tudo que está escrito. Amo Sherlock Holmes, chorei até quando li a dura luta dele com o Prof. Moriarty, sem saber, é claro, que ele voltaria, o que me deixou muito feliz. Completei minha coleção e fico lendo e relendo sem me cansar. Imagino tudo: o prédio dele na Baker Street, seu físico e gestos. Pra mim, ele é realidade, já que foi inspirado numa pessoa real, o professor de Doyle, o Joseph... Valeu!

[Sobre "Sobre Sherlock Holmes"]

por Tamires Pereira
7/6/2008 às
23h15 200.234.103.12
(+) Tamires Pereira no Digestivo...
 
Machado: maior e melhor
Oportunas suas considerações acerca do Bruxo do Cosme Velho. Nós, brasileiros, deveríamos reconhecer em Machado a essência do maior e melhor escritor do mundo.

[Sobre "Caixa Machado de Assis, pela editora Globo"]

por Antônio P. Andrade
7/6/2008 às
19h55 201.8.175.21
(+) Antônio P. Andrade no Digestivo...
 
Machado e heresia
Não gostar de Machado de Assis soa tão herético quanto criticar um livro de Jô Sares. Mas isso demonstra pelo menos três aspectos positivos: Machado e Soares foram lidos; qualquer unanimidade é burra; vivemos numa democracia... Talvez um quarto seria: gosto não se discute?

[Sobre "Não gostar de Machado"]

por Guto Maia
http://canaldonicolau.blogspot.com/
7/6/2008 às
17h04 189.78.115.252
(+) Guto Maia no Digestivo...
 
Livro não tem passaporte
Li esse texto agora de manhã e fui buscar uma passagem do "Como e por que ler" do Harold Bloom que estava folheando ontem à noite e que cai como uma luva (acho) aqui: "Exorto o leitor a procurar algo que lhe diga respeito e que possa servir de base à avaliação, à reflexão. Leia plenamente, não para acreditar, nem para concordar, tampouco para refutar, mas para buscar empatia com a natureza que escreve e lê". E acho que há dois tipos de literatura, assim como há dois tipos de música, ou de qualquer expressão artística: a boa e a ruim, sem necessidade de se olhar para o "passaporte" delas. E discordo quanto ao fato de ser difícil fazer com que alunos gostem de literatura. Acho que o bom professor, aliado a um bom livro e a uma boa comunicação com os alunos, pode, sim, fazer com que esse pavor aos livros seja, se não eliminado, ao menos diminuído - e, certamente, farão aqueles que têm pendor para a leitura descobrirem de forma rápida e prazerosa.

[Sobre "Não gostar de Machado"]

por Flavia Penido
http://ladyrasta.wordpress.com
7/6/2008 às
12h34 201.6.130.24
(+) Flavia Penido no Digestivo...
 
São vários pontos de vista
Fiquei extremante incomodado com a forma que o artigo foi escrito, bem tendencioso. Corri para os comentários dos leitores e me tranquilizei. Não é questão de gosto, prerrogativa de Salles, pois isso é evidente, como disse Juliana, é sentimento, mesmo adestrado. É justamente questão de, sem hipocrisia, defender o que se acredita. As palavras de Salles soam hipócritas quando este se coloca acima das opiniões diferentes. Se coloca em um grupo que está acima dos demais. Do seu ponto de vista, coerente, mas não há apenas um só ponto de vista. Faça o que Edimar Filho sugeriu, freqüente mais festivais, ou melhor, ouça mais música independente, eu não disse indie, e sim independente. Há muita coisa boa tocando, não nas rádios, mas sim em podcasts alternativos ou mídias alternativas. Procure, como crítico musical, não ser tendencioso, não defender apenas o seu ponto de vista. Há de se cultuar o tempo presente, mas não podemos esquecer o tempo passado e toda o seu legado.

[Sobre "A indigência do rock e a volta dos dinossauros"]

por Alexandre
http://www.oemissario.com.br
7/6/2008 às
11h26 201.62.130.70
(+) Alexandre no Digestivo...
 
AC/DC, the next big thing
Pois é, me pergunto toda vez que vou ao Brasil (moro fora mais de meia vida) como é que num país com uma qualidade musical tão exepcional, as mídias ainda tocam a mesma música que tocavam quando eu era criança? Os ditos classicos! Obrigada por exclarecer essa minha dúvida, agora sei que a fonte disso é a falta de curiosidade musical, falta de abertura e dificuldade de entender o que foi feito depois (e além) das canções de ninar do seu tempo...

[Sobre "A indigência do rock e a volta dos dinossauros"]

por tati
http://www.tatiweb.org/blog
7/6/2008 às
09h12 80.60.132.113
(+) tati no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Flash Fora do Ar - Autografado
Amaury Júnior
Elevação
(1999)



Dinossauros. Posteres Gigantes 50 Adevisos
Christiane Gunzi
Gaudí
(2012)



É Preciso Pouco para Ser Feliz!
Giuliano Milan
Novo Seculo
(2010)



Forma Literária e Processo Social: a Representação das Lutas Soci
Revista Terceira Margem Nº 12 (jan-jun 2005)
Univ Federal do Rio de Janeiro
(2005)



Contratos Estudos Sobre a Moderna Teoria Geral
Wellington Pacheco Barros
Do Advogado
(2004)



Anais do I Fórum de D Internacional Perspectivas do D Internacional
Varios
Edgraf
(1998)



Por que elas são (in)fiéis: histórias verdadeiras de mulheres e seus conflitos com a fidelidade
Leneide Duarte-Plon
Ediouro
(2018)



Exploradores do Espaço
Robert Silverberg
Simbolo
(1977)



Memorial de Maria Moura
Rachel de Queiroz
Folha de S. Paulo
(2008)



A Vida e o Sagrado - 6º Ano
Coleção a Vida e o Sagrado
Pax
(2012)





busca | avançada
68231 visitas/dia
2,5 milhões/mês