Vamos encher a cara | Marli

busca | avançada
51145 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> ANUAL DE ARTE FAAP ABRE AO PÚBLICO NO DIA 30 DE NOVEMBRO
>>> JOSYARA FAZ SHOW NO SESC BELENZINHO
>>> Revista Úrsula na Copa
>>> Mostra Contemporânea de Natal - Vai na Fé - no Museu de Arte Sacra
>>> Feira Criativa Fuzuê será realizada diariamente a partir desta quinta, no Saltare Centro de Dança
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Desapega, só um pouquinho.
>>> Menos, Redentor. Menos
>>> Sou grato a Deus
>>> Água das águas
>>> Súplica
>>> Por que me abandonastes
>>> Política na corda bamba
>>> Aonde anda a liberdade
>>> Calar não é consentir
>>> Eu já morri, de Edyr Augusto
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Lost
>>> Eles vão invadir seu Orkut!
>>> Escrever não é trabalho, é ofício
>>> O filósofo da contracultura
>>> Sobre a vida no campo
>>> Orgasmo ao avesso
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Lendo Dom Quixote
>>> Defesa dos Rótulos
>>> O mundo aos olhos de um pescador
Mais Recentes
>>> Reunião de Família de Lya Luft pela Siciliano (1991)
>>> Blade - A Lâmina Imortal n║ 24 de Hiroaki Samura pela Conrad (2005)
>>> Os Homens Que Não Amavam as Mulheres de Stieg Larsson pela Companhia das Letras (2008)
>>> Cidades de Papel de John Green pela Intrínseca (2013)
>>> Anjos e Demônios - Edição Econômica de Dan Brown pela Arqueiro (2012)
>>> Star Wars - The Clone Wars - Abenteuer der Jedi de Simon Beecroft pela Dk (2013)
>>> Fundamentos de Matemática Elementar - Volume 10 - Geometria Espacial de Oswaldo Dolce; José Nicolau Pompeo pela Atual (2013)
>>> O Olho do Furacão de Murillo Nunes de Azevedo pela Civilização Brasileira (1973)
>>> A Pergunta Definitiva 2.0 de Fred Reichheld pela Campus (2011)
>>> She - A Chave do Entendimento da Psicologia Feminina de Robert A. Johson pela Mercuryo (1987)
>>> A Arte de Falar Bem - Retórica, Eloquência, Acadêmica de Silveira Bueno pela Brasilivros (1987)
>>> Confarad II - Congresso Sefaradi de Vários autores pela W-Edith
>>> Física 3 - Eletromagnetismo - Física Moderna - Ensino Médio de Bonjorno; Clinton; Eduardo Prado; Casemiro pela Ftd (2013)
>>> Die Schwarzen Musketiere - Das Buch der Nacht de Oliver Pötzsch pela Bloomoon (2015)
>>> Golfinhos e Tubarões - O Outro Mundo de Tais Cortez pela Chiado (2013)
>>> Meditações Metafísicas de Rene Descartes pela Folha de S.Paulo (2015)
>>> Ponte Para Terabítia de Katherine Paterson pela Salamandra (2006)
>>> Quem Manipula Quem? de Ciro Marcondes Filho pela Vozes (1991)
>>> A Mulher Que Amou Demais de Nelson Rodrigues (Myrna) pela Companhia das Letras (2003)
>>> Die Wörter de Jean-Paul Sartreª pela Rowohlt (1966)
>>> Uma Certa Justiça de P. D. James pela Companhia das Letras (1999)
>>> A Lista Vip de Zoey Dean pela Nova Fronteira (2005)
>>> Mera Fotografia de Magalhães, Carlos Eduard pela Rocco (1998)
>>> Html 5 - Embarque Imediato de Fabio Flatschart pela Brasport (2011)
>>> Seja Foda! de Caio Carneiro pela Buzz (2017)
COMENTÁRIOS

Quinta-feira, 6/12/2001
Comentários
Leitores


Vamos encher a cara
Estranho quando se esta fora do Brasil e se le um texto como o do Juliano. Um jovem massificado pelos "rudimentos dos rudimentos" da cultura de outros paises. Entao quinhentos anos de Brasil se torna uma baboseira mesmo. Espero que o Sr.Orlando Villas Boas nao tenha acesso a este texto. Em quinhentos anos de historia, estamos diante de um tipico brasileiro com ilusoes que outros paises sao bem melhores e suportaveis do que o Brasil, valorizando outras culturas ou o que sobrou delas. Garcom mais dois.

[Sobre "Diário"]

por Marli
6/12/2001 às
03h55 63.178.212.59
(+) Marli no Digestivo...
 
A resposta a resposta
A TV americana para mim e horrivel de assistir (nao tenho TV paga mas gostaria de assinar pelo menos para ver o Discovery, os documentarios da National Geographic). Tambem nao sabia que Hitler era um genio (acho que era sim para matar tanta gente em tao pouco tempo). Detesto as comedias americanas e mesmo os americanos por aqui dizem que nao aguentam mais tanta falta de assunto. A Fox um horror em comerciais. Mas gostava de assistir a TV Cultura, os documentarios excelentes que eles sempre mostram (a PBS realmente mostra bons documentarios mas isso uma vez ou outra e voce tem que ficar ligado porque anunciam tudo na ultima hora). Gostava das novelas da Globo (as novelas americanas nao tem fim, sao exibidas por longos e longos anos com o mesmo titulo, General Hospital). Os Simpsons, nossa Senhora, todos os dias, repetem durante o ano inteiro... Ai meu Deus que saudade da terrinha.

[Sobre "Digestivo n║ 58"]

por Ethel
6/12/2001 às
02h42 63.178.212.59
(+) Ethel no Digestivo...
 
Boas intencoes
Muito bom o comentario sobre a PBS, mas parte da programacao as vezes se torna chatissima de assistir, mas exibem de tempos em tempos otimos documentarios como os da National Geographic. Quanto as ideias de Hitler, no que se refere a televisao realmente ele teve boas intencoes porem nao devemos nos esquecer que o inferno esta cheio de gente com boas intencoes. A TV Cultura tal como a PBS americana tambem tem muitas falhas mas eu acho que eles chegam la, o brasileiro eh muito criativo (diga-se de passagem alguns comerciais brasileiros tem sido premiados no exterior).

[Sobre "Digestivo n║ 58"]

por Marli
6/12/2001 às
02h07 63.178.212.59
(+) Marli no Digestivo...
 
longa vida à lygia
Caro Julio, você e seus colunistas estão de parabéns pelo "Digestivo". Com um abraço, Ruy Goiaba São Paulo/SP, 5.dez.01

[Sobre "Digestivo n║ 59"]

por Ruy Goiaba
5/12/2001 às
18h53 200.221.28.204
(+) Ruy Goiaba no Digestivo...
 
Parabéns ao idealizador
Parabéns ao editor pela abertura democrática de seu site cultural, que publicou rapidamente minha resposta e minha réplica a Paulo Salles, além é claro da tréplica do próprio. Continuem assim. Quanto a esse assunto, eu paro por aqui. Carlos S.D.Ribeiro

[Sobre "Sacerdos in Šternum"]

por Carlos S. D. Ribeiro
5/12/2001 às
18h18 200.250.162.158
(+) Carlos S. D. Ribeiro no Digestivo...
 
Minha gata, Mininha.
Sergio, Donde é que vc veio, nesta manhã de sol, que, eu, te contrariando, adoro??? Que texto divertido, leve, e, ao mesmo tempo, cheio de significados...De onde quer que tenha vindo, benvindo seja! A propósito, a história do seu galinho, me trouxe uma doce lembrança. Eu morava no interior e tinha (no fundo ainda tenho, mas a minha logística paulistana atual não permite) a mania de levar pra casa tudo que era bicho que achava abandonado na rua. Tinha cachorro, papagaio, tartaruga, etc.. Um dia encontrei uma gatinha com algum problema, nas patas trazeiras, que a impedia de andar normalmente. Ela se arrastava. Morri de pena e, correndo risco de ser expulsa (minha mãe já andava de saco cheio do meu "zoológico delinquente"), a levei pra casa. Suportei a bronca da mãe, tratei a gatinha a leite e mel, por assim dizer, e ela foi melhorando, melhorando, até que um dia, quando estava realmente forte e curada, ela simplesmente pulou o muro e sumiu! Nunca mais a vi. Gatos são assim, pertencem a ninguém e, por isso mesmo, eu realmente os adoro. A fuga da Mininha me chateou naquela época. Mas hoje, lembro, com ternura e saudades, do tempo em que ela acompanhava minha solidão adolescente. E fico feliz constatando que a docura sobreviveu mesmo à sua ingratidão. Abraços, Ana.

[Sobre "Meu galinho Josué"]

por Ana Veras
5/12/2001 às
12h05 199.228.142.5
(+) Ana Veras no Digestivo...
 
Clonagem
Belo texto... A clonagem é um daqueles avanços onde não adianta alguém querer interromper... nem o papa... é como a globalização... O melhor é relaxar e aceitar. Daqui uns 10 anos vai ser um assunto normal, por mais que tenham uns protestos... como o aborto. Você pode gostar ou não gostar, mas vai continuar existindo. E aí, o que o papa ou os protestantes irão fazer quando tivermos um monte de moleques clonados, bochechudos e bonitinhos? Vão tratá-los mal? Vão tirar seus direitos? Acho que não. E nesse momento, a clonagem vencerá.

[Sobre "Replicantes em Gotham City"]

por Juliano Maesano
4/12/2001 às
22h49 200.158.22.241
(+) Juliano Maesano no Digestivo...
 
Abram as cortinas...
Oi, Kátia! Particularmente, adorei sua materia sobre o teatro e a idealização que as pessoas tem sobre o mesmo. Existe um ilusão muito grande dos que procuram os palcos em busca de fama, são pessoas que não sentem a essencia de se atuar, não sentem qual é o verdadeiro valor de estar em um palco, para uma ou mil pessoas. Hoje, as pessoas buscam o teatro, pelo que ela carrega, muitas vezes de um grande ator da novela das oito. Aliás, quantos não são os rostos bonitos da telinha, que não sabem o básico da interpretação? Inúmeros. E quanto não são os taletos que estão em palcos teatrais, e jamais "venderiam a alma a televisão". No fundo, ainda sou amante da era da cavalaria. Teatro ao ar livre ao povo. Muita paz, força e alegria. Anderson

[Sobre "O ator e o teatro hoje"]

por Anderson Soares
4/12/2001 às
14h06 200.182.49.34
(+) Anderson Soares no Digestivo...
 
O Jornalista Imbecil III
Lamentavelmente, as análises feitas no Brasil sobre a televisão baseiam-se em estereotipos. Quando se fala em produções norte-americanas, logo se vem a mente aqueles enlatados horriveis: seriados, minisséries, filmes para TV, etc. Mas muita coisa boa é produzida pelas emissoras de lá. Exemplos? Ecce Homo - série produzida no Canadá, que poderia ocupar o horário nobre de nossa TV Cultura. Cada programa da série aborda um tema específico: humor, cidades, guerra, mulher, informática, etc. Apesar de apresentar a visão norte-americana a respeito do mundo, essa séria nos convida a fazer uma reflexão sobre o passado, presente e futuro da humanidade. Essa é a qualidade fundamental: a TV deve convidar o espectador a pensar, refletir, questionar o mundo em que vivemos, sem querer definir o que é certo ou errado. Séries e documentários da PBS - A Public Broadcast Service é a emissora pública dos EUA. A atual direção da TV Cultura, sempre muita criativa, tentou imitar o modelo adotado pela PBS. Acontece que a emissora pública dos EUA teve a sinceridade de assumir o papel de babá eletrônica, mantendo uma programação voltada para crianças de até 10 anos de idade. Coisa típica do pragmatismo norte-americano. Entretanto, durante o "horário nobre", a PBS exibe séries e documentários de excepcional qualidade. Recentemente, a emissora exibiu uma ótima série sobre a história do jazz. Neste mês de dezembro, a PBS está apresentando a produção Shaolin, que conta a história do místico templo chinês e o surgimento do Kung Fu. Já pensou a nossa TV Cultura mostrando a história das artes marciais? Seria um escândalo, um incentivo a violência, cultura inútil... Fox - esta emissora é considerada o SBT dos EUA, por causa de seus programas populares, tipo "mundo-cão": "Os Vídeos mais Incríveis...", "Os Criminosos mais Procurados...", "Quem quer se casar com um milionário...", etc. Entretanto, a Fox também possuí atrações que merecem elogios. Eu prefiro a crítica social contida nos desenhos animados da Fox do que aqueles enfadonhos debates exibidos na TV Universitária. NBC - Mais vale uma sitcom da NBC do que aquela psicóloga que está sempre presente nos programas da TV Cultura, falando o que os jovens devem ou não fazer. CBS/ABC - Pobre coitado do Jô Soares, seu programa não passa de uma imitação dos talk-shows destas duas emissoras. TV Paga - aí é uma festa. Quase toda grande instituição norte-americana mantêm algum programa de TV no ar. Veja, por exemplo, o velho Tradição Ocidental, atualmente em exibição na TV Câmara. Ou o Mecânica Popular, Invenções, Ciência Popular, National Geografic, Arqueologia, Nova, etc,etc,etc... No Brasil, o pessoal simplesmente preenche um estúdio com uma bancada e três cadeiras. Depois, afirma que está elevando o "nível da TV brasileira". É verdade que a TV norte-americana também exibe muita porcaria. Porém, o mais importante é que o espectador pode escolher o que quer assistir. Você não gosta de mundo-cão? Então muda de canal. Faça a sua escolha. Essa é a regra adotada nos EUA. No Canadá, a principal emissora, que é estatal, teve que popularizar sua programação para continuar mantendo a audiência, e os anunciantes. TV é entretenimento. Baixou o nível? E daí? Existem outros canais, com ótimas opções, alguns de "elevado nível cultural". Mas a maioria deseja relaxar, aliviar a tensão, rir, se divertir.... É assim que funciona... em todo o mundo... No passado, o computador só serviam para cálculos, controles, etc. Hoje é um vídeo-game, uma fonte diversão, lazer e entretenimento. Os mais antigos podem torcer o nariz. E daí? Assim também é a televisão, que já surgiu como um meio de entretenimento. Só na Alemanha de Hitler e nos países comunistas a TV foi usada como um meio de elevar o nível cultural da população (Nota: a Alemanha nazista foi o primeiro país a ter a TV como um eletrodoméstico acessível a maioria da população, pois era peça fundamental no processo de controle do cidadão. Hitler era um gênio, e gastou uma fortuna para fazer da TV um meio eficaz de controlar o Zé Povinho. O aparelho era dado de graça, lógico, para que todos fossem devidamente educados. Pena que ninguém gosta de relembrar essa história. Por que será?). Parece-me que querem implantar no Brasil o velho modelo nazista de Televisão. Sérgio Vieira

[Sobre "Digestivo n║ 58"]

por Sergio Vieira
4/12/2001 à
01h25 200.176.223.108
(+) Sergio Vieira no Digestivo...
 
Delícias que engordam
Olá Sonia O perigo não é engordar, muito peo contrário! O perigo é pegar uma intoxicação e definhar no hospital! Exageros à parte, é só saber os lugares confiáveis. O Mangai ainda existe, sim, e é uma delícia mesmo! Adoro o pão de macaxeira deles e a mousse de graviola. Imperdível!

[Sobre "Cultura no espeto"]

por Adriana Baggio
3/12/2001 às
22h44 198.81.9.140
(+) Adriana Baggio no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Magica da Arrumação
Marie Kondo
Sextante
(2015)



O Caminho
Michael Berg
imago
(2003)



As Conexões Ocultas
Fritjof Capra
cultrix
(2005)



Turismo e Ecologia
Sergio Molina E.
Edusc
(2001)



Nosso amigo chico Xavier
Luciano da Costa
eme
(1995)



Chicken Soup For the Teenage Soul (inglês) (2010)
Canfield Jack(editor)
Scholastic Inc
(2010)



O Casarão Solitário
Armando Fernandes de Oliveira
eme
(2001)



Enfermagem Médico-cirurgica - 03 Volumes Enfermagem Pratica
Sonia Regina de Souza ( Revisão Tecnica )
Reichmann & Affonso Editores
(2004)



Clone; os Caminhos para Dolly
Gina Kolata
Campus
(1998)



As Plantas Medicinais e o Coracao
Jaap Huibers
Hemus
(1983)





busca | avançada
51145 visitas/dia
2,0 milhão/mês