Hackeando o Sistema Democrático | Ronaldo Lemos

busca | avançada
61479 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Ambulantes faz show de seu novo disco na Casa de Cultura Chico Science
>>> SESI São José dos Campos apresenta a exposição J. BORGES - O Mestre da Xilogravura
>>> Festival gratuito, diurno, 8o.Festival BB Seguros de Blues e Jazz traz grandes nomes internacionais
>>> Bruno Portella ' Héstia: A Deusa do Fogo ' na Galeria Alma da Rua I
>>> Pia Fraus comemora 40 anos com estreia de espetáculo sobre a vida dos Dinossauros do Brasil
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
>>> The Nothingness Club e a mente noir de um poeta
Colunistas
Últimos Posts
>>> Metallica homenageando Elton John
>>> Fernando Schüler sobre a liberdade de expressão
>>> Confissões de uma jovem leitora
>>> Ray Kurzweil sobre a singularidade (2024)
>>> O robô da Figure e da OpenAI
>>> Felipe Miranda e Luiz Parreiras (2024)
>>> Caminhos para a sabedoria
>>> Smoke On the Water (2024)
>>> Bill Ackman no Lex Fridman (2024)
>>> Jensen Huang, o homem por trás da Nvidia (2023)
Últimos Posts
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
>>> Ser ou parecer
>>> O laticínio do demônio
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Rita de Cássia Oliveira
>>> Bel Ami, da obra de Maupassant
>>> Os filmes de Frederico Füllgraf
>>> Cinema em Atibaia (III)
>>> Jornalismo de todos para todos
>>> Das boas notícias
>>> Sociologia de um gênio
>>> A arqueologia secreta das coisas
>>> Mahalo
>>> O iPad não é coisa do nosso século
Mais Recentes
>>> A Democracia Intolerante Dutra Adhemar e a Repressão ao partido comunista de Pedro Estevam da Rocha Pomar pela Imprensa Oficial (2002)
>>> Livro dos Patronos Coletânea Biográfica de Academia Campinense Maçonica de Letras pela Vitoria (2008)
>>> Blood of the Demon de Diana Rowland pela Bantam (2010)
>>> Vá Direto ao Assunto de Stuart R Levine pela Sextante (2009)
>>> Alexis o El Tratado del Inútil Combate de Marguerite Yourcenar pela Alfaguara (2014)
>>> Manuale Di Azione Cattolica Vol. 1: La Teorica de Mons. Luigi Civardi pela Letteraria (1933)
>>> Sistemas de Informações Contábeis: Fundamentos e Análise de Clóvis Luís Padoveze pela Atlas (2004)
>>> Casus Conscientiae Propositi a Card. de Lugo de A P. Beniamino Elbel a P. Ioanne Petro Gury pela Typographia Augustiniana (1901)
>>> Administração para Empreendedores de Antonio Cesar Amaru Maximiano pela Prentice Hall Brasil (2007)
>>> Novo Código de Processo Civil e Constituição Federal - 2017 de Vários Autores pela Saraiva Jur (2017)
>>> Eu Sei Que Vou Te Amar de Arnaldo Jabor pela Objetiva (2007)
>>> Garota do Calendario, a - Março de Audrey Carlan; Andreia Barboza pela Verus (2016)
>>> Florestas: Desmatamento e Destruição de Maria elisa Marcondes Helene pela Scipione (1996)
>>> O Drama da Puberdade de Alois Gruber pela Paulinas (1966)
>>> Você quer ser Diplomata? Concurso de Admissão á Carreita de Diplomata de Instituto Rio Branco pela Fundação Alexandre de Gusmã (2007)
>>> The Prisoner of Zenda de Anthony Hope pela Oxford University Press (2000)
>>> Ensaios Sobre História, Ciência e Educação de Livia Diana Rocha Magalhaes; e Outros pela Alinea (2011)
>>> Infância e Recreio da Vida de Gisele Donato pela Da Autora (2017)
>>> Sucesso Em Português e Redação - Vestibulares, Enem, Concursos Diverso de Álvaro Ricardo de Mello Gouveia Veiga pela Litteris (2016)
>>> Againts All Odds de Danielle Steel pela Sean (2020)
>>> 2020- O ano que não começou de Editora Reformatório pela Reformatório (2021)
>>> Português Com Professor Pasquale: Concordância Verbal de Professor Pasquale pela Publifolha (2000)
>>> Poeticamente Modificado de Paulo Eduardo da Rocha pela Age (2009)
>>> Viagens de Gulliver de Jonathan Swift pela Companhia das Letrinhas (2009)
>>> Recados Que A-mails Com Minicrônicas Virtuais de Saulo Mendonca pela A União (2017)
ENSAIOS

Segunda-feira, 30/6/2008
Hackeando o Sistema Democrático
Ronaldo Lemos
+ de 5000 Acessos
+ 4 Comentário(s)

Perto da complexidade do software livre, a interface da democracia é de uma simplicidade franciscana ― o que pode explicar por que os jovens não se interessam por ela

Há pouco tempo aconteceu no Brasil o Campus Party. Para quem não acompanhou, trata-se do noticiado evento no Parque Ibirapuera em São Paulo que por uma semana reuniu alguns milhares de jovens acampados, não em torno de uma fogueira, mas sim de uma conexão de internet ultrapoderosa. Esta foi a primeira edição nacional de um evento que há oito anos é realizado na Espanha. As diferenças entre o que acontece no evento espanhol e o que ocorreu na versão brasileira dizem muito sobre o significado da "tecnologia" para os jovens daqui e de lá.

Na Espanha, a maior parte dos jovens vai ao Campus Party atraída pelo universo dos games: os participantes vão passar o tempo com os amigos jogando (aliás, nada contra). Por aqui a história é outra. A comunidade que mais atraiu participantes no evento brasileiro foi a do software livre, que somou 23% de todos os participantes. O segundo maior grupo foi o da área de música/criatividade, com 20%. Em terceiro lugar, aí sim, ficaram os games, atraindo 16% dos participantes.

Enquanto na Espanha os jogos, uma atividade essencialmente de lazer, dominam (o que se reflete até no marketing do evento), no Brasil a maior atenção do público foi dirigida a outras atividades que envolvem interesse público ou comunitário. Considerando que a média de idade do evento aqui foi de 23 anos, isso acaba contradizendo o senso comum que distancia jovens de atividades de interesse público. Nesse sentido, é preciso perceber que as próprias formas de participação pública estão se modificando com a tecnologia.

Crackeamentos
Curiosamente, a mesma discussão sobre juventude e interesse público reaparece poucas semanas depois do Campus Party, em um seminário organizado no Rio de Janeiro pela TV Futura. O tema em discussão era "democracia". Entre os palestrantes encontravam-se pesos pesados como o historiador José Murilo de Carvalho, o filósofo Renato Janine Ribeiro, o psicanalista Jurandir Freire Costa e o deputado Fernando Gabeira. Nos debates, foi enfatizado uma vez mais o distanciamento dos jovens em relação à democracia, à formação política e por conseqüência, ao interesse público.

Na minha participação, fui obrigado a discordar. Chamei atenção justamente para o uso da palavra "sistema", que aparece tanto quando se discute democracia como quando se discute um programa de computador (fala-se tanto de "sistema democrático" como se fala de "sistema operacional" ou "sistema Linux"). E, como todo bom participante do Campus Party sabe, sistemas são sempre "hackeáveis".

E, de fato, o "sistema" democrático está sendo hackeado hoje das mais diversas maneiras. Entre elas, pelos movimentos sociais, que geram seus próprios canais representação. Ou pela descentralização radical da produção do conhecimento e da cultura, que faz surgir a chamada "inteligência coletiva" (da qual surge, por exemplo, o software livre). Outros "hackeamentos" menos nobres (que na verdade poderiam ser chamados de "crackeamentos", por efetivamente desvirtuarem o sistema) materializam-se nas relações complicadas entre a democracia e o sistema econômico, em que um disputa as decisões do outro. E, por fim, no pior "crack" de todos para o sistema democrático, a corrupção.

Com isso, levantei a hipótese de que talvez o desinteresse dos jovens pela democracia esteja ocorrendo justamente porque, do ponto de vista da informação, o sistema democrático é um sistema muito pobre. A "interface" dele com o "usuário" é de uma simplicidade franciscana (basicamente compreendida por operações de 1+1). Jovens de todo o mundo, ricos e pobres, estão cada vez mais se acostumando a lidar com "sistemas" infinitamente mais complexos. Isso explica, por exemplo, o interesse despertado pelo software livre, um sistema que, com toda sua complexidade, coloca nas mãos do indivíduo a capacidade de produzir resultados imediatos, de interesse público e que afetam a vida de milhões de pessoas. Resta saber se as futuras gerações digitais irão dar início à tarefa de aperfeiçoar o sistema democrático, transferindo para ele parte da complexidade de outros sistemas com os quais já estão habituadas a lidar.

Quando apresentei todas essas reflexões no seminário da TV Futura, consegui despertar um bom nível de espanto nos participantes. Naturalmente, 99% deles não tinham ido ao Campus Party. No próximo ano, recomendo.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado na revista Trip. Ronaldo Lemos é diretor do Centro de Tecnologia e Sociedade da Escola de Direito da FGV-RJ e um dos fundadores do Overmundo.


Ronaldo Lemos
Rio de Janeiro, 30/6/2008
Mais Ronaldo Lemos
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
2/7/2008
00h33min
Porém, a gente tem que considerar o aspecto menos institucional e mais pessoal das novas gerações, já que elas se deram conta de que as críticas sociais não levaram o mundo muito longe. A alienação pode ser um ponto de perspectiva. Não poderia o jovem de hoje ter por alienado aquele indivíduo que se recusava a entender a vida de modo mais transcendente? A geração atual não poderia considerar o jovem do passado como alguém que, ao criticar o sistema, olhava só para fora e pouco para dentro, encontrando um boi de piranha para continuar o mesmo, velho? Não poderia dizer ao antigo jovem "ei, meu, melhore-se que vai melhorar muito mais gente ao seu redor"? Ou: "cara, não é engraçado querer mudar os homens a quem toma por ditadores, se você não suporta ser contestado?" Ou: "velho, se o cara é ditador, você não devia fazer o caminho contrário para contradizê-lo, ou seja, se colocar em posição de quem aprende?"
[Leia outros Comentários de mauro judice]
2/7/2008
00h36min
Digam o que disserem, mas fica a impressão de que a geração atual é, pelo menos, mais humilde. Quantos discursos começaram socialistas e acabaram societários de homens que tomaram posse e se apossaram...
[Leia outros Comentários de mauro judice]
2/7/2008
00h54min
Grata surpresa esbarrar com um texto de Ronaldo Lemos aqui no Digestivo. Por ter acabado de finalizar um trabalho acadêmico sobre construção de subjetividades no Movimento do Software Livre, não me contive em postar este comentário só para registrar que o tema é atual e riquíssimo. Mandou bem, Editor!
[Leia outros Comentários de Eduardo Barros ]
2/7/2008
12h44min
Os jovens não se interessam pela democracia. Eles não vêem nela nada que possam aproveitar em seu interesse. Vivemos um momento em que os seres humanos são parasitários da espécie humana. Tudo o que interessa é o que traz ganhos imediatos. Fora disto, nada mais existe. É o "eu" superlativado ao extremo.
[Leia outros Comentários de Edson Bueno de Camar]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Cara Ou Coroa - uma Fábula Republicana
Chico Alencar
Moderna
(1996)



Travesti
Roberto Freire
Símbolo
(1978)



Meninas Inseparáveis
Lori Lansens
Globo
(2007)



Livro Literatura Estrangeira Cartas Lacradas 1850-1917
Dora Openheim
Record
(2013)



O Menino Narigudo
Walcyr Carrasco
Moderna
(2007)



Livro Teatro Lilia Cabral Descobrindo Lilia Cabral Coleção Aplauso Perfil
Ana Lúcia Ribeiro
Ana Lúcia Ribeiro
(2007)



Transformando Grama Em Ouro
Julio Casares
Gente
(2014)



Amanhã - no Terceiro Dia, a Geada
John Marsden
Fundamento
(2009)



Perda de Entes Queridos
Zilda Giunchetti Rosin
Comunhão Espírita de Brasília



A idade Média Narrada por um Vampiro II
Marcia Medeiros
Luva
(2018)





busca | avançada
61479 visitas/dia
2,0 milhão/mês