Do maior e do melhor | Flávio Moreira da Costa

busca | avançada
77507 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Coletivo Mani Carimbó é convidado do projeto Terreiros Nômades em escola da zona sul
>>> CCSP recebe Filó Machado e o concerto de pré-lançamento do álbum A Música Negra
>>> Premiado espetáculo ‘Flores Astrais’ pela primeira vez em Petrópolis no Teatro Imperial para homenag
>>> VerDe Perto, o Musical Ecológico tem sessões grátis em Santo Antônio do Pinhal e em São Paulo
>>> Projeto Sinos volta a Teresópolis para oferecer aulas gratuitas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 2006, o ano que não aconteceu
>>> Com ventilador, mas sem educação
>>> Nem capitalismo, nem socialismo, nem morte
>>> O blog do Luiz Schwarcz
>>> Do Surrealismo
>>> Fórum das Letras 2007
>>> Um conto-resenha anacrônico
>>> Andaime, de Sérgio Roveri
>>> Um lugar para o tempo
>>> A nova queda da Bastilha
Mais Recentes
>>> O processo da educação volume 126 de Jerome bruner pela Companhia Nacional (1987)
>>> Livro Infanto Juvenis E O Palhaço O Que É? Série Arca de Noé de Guto Lins pela Ftd (2007)
>>> Livro Psicologia Liberte Sua Personalidade de Maxwell Maltz pela Best Seller (1971)
>>> As Aventuras De Sherlock Holmes - Contos - Volume 1 de Arthur Conan Doyle ; Leslie S. Klinger pela Zahar (2010)
>>> Quatro gigantes da alma de Mira y Lopez pela Lte
>>> Livro História do Brasil O Regime de Vargas Os Anos Críticos 1934-1938 de Robert Levine pela Nova Fronteira (1980)
>>> Como Confiar Em Si e Viver Melhor de Norman Vincent Peale pela Cultrix (1974)
>>> Livro Infanto Juvenis Lendas Negras de Júlio Emílio Braz, Salmo Dansa pela Ftd (2006)
>>> Livro A Economia Brasileira Em Marcha Forçada de Antonio Barros de Castro e Francisco Eduardo Pires de Souza pela Paz e Terra (1995)
>>> Homens São De Marte, Mulheres São De Vênus: Um Guia Prático Para Melhorar A Comunicação E Conseguir O Que Você Quer Nos Seus Relacionamentos de John Gray pela Rocco (1997)
>>> Livro Linguística Crise na Linguagem a Redação no Vestibular de Maria Thereza Fraga Rocco pela Mestre Jou (1981)
>>> The Battle of Britain - The Jubilee History de Richard Hough, Denis Richards pela Coronet Books (1990)
>>> Morte Invisível de Agnete Friis ; Lene Kaaberbøl pela Arqueiro (2015)
>>> The Traveller guide de Teresa Perez pela Suiça
>>> Gibis O Velho Logan Uma Nova Chance, Um Novo Recomeço... Volume 5 de Marvel pela Panini Comics (2016)
>>> Guia Turismo 10 São Francisco de Dk pela Publifolha (2007)
>>> Psicologia da Conduta de José Bleger pela Artes Médicas (1984)
>>> The Kamikazes - The Incredible Story of Japan's Most Desesperate Wartime Gamble de Edwin P. Hoyt pela Panther Books (1985)
>>> Livro Literatura Estrangeira O Que Toda Criança Gostaria Que Seus Pais Soubessem de Dr. Lee Salk pela Record (1972)
>>> Guia Turismo 10 Roma de Publifolha pela Publifolha (2007)
>>> Pokémon Firered & Leafgreen Vol. 1 de Hidenori Kusaka - Satoshi Yamamoto Ilustração pela Panini Comics (2006)
>>> Hitler's Secret War in South America, 1939-1945 de Stanley E. Hilton pela Ballantine Books (1981)
>>> Os Impostores de Chris Pavone pela Arqueiro (2013)
>>> Livro Infanto Juvenis O Guarda-chuva Do Vovô de Carolina Moreyra pela Dcl (2008)
>>> Eldorado de Michael Pye pela Circulo do Livro (1983)
ENSAIOS

Segunda-feira, 1/9/2008
Do maior e do melhor
Flávio Moreira da Costa
+ de 7700 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Se a frase de Drummond "Escrever é cortar palavras" faz sentido para alguns escritores, não faz para outros. É, para ficar na metáfora cortante, uma faca de dois gumes. (Imaginem Proust, Joyce ou Guimarães Rosa cortando na própria carne da escrita: seriam os mesmos?) A lâmina de Dalton Trevisan é bem afiada, e ele tem sido admirado e criticado por isso. Quem lê as primeiras edições de Novelas nada exemplares, Guerra conjugal ou O vampiro de Curitiba e vai lê-las de novo, a partir da edições revistas pelo autor, pode ficar confuso. O mesmo livro ou um outro, dizendo a mesma coisa com o mínimo de palavras? Afinal, o velho (neo?) realismo já era ("já conheço os passos desta estrada/ sei que não vai dar em nada..." ― Tom e Chico): é preciso dosá-lo com as tintas do hiperrealismo, chegando às vezes (e aqui entra o humor do autor) à quase caricatura de sentimentos e comportamentos. Ao velho cafageste municipal, com dentinho de ouro, anel de falso rubi no dedo mindinho e bigodinho que disfarça o riso de vampiro suburbano; as Marias seduzidas e abandonadas, "virgens porém grávidas" e que apanham, reclamam, mas gostam.

Quanto aos que o que criticam por isso tudo, ou por isso mesmo, seria como criticar João Gilberto por cantar as mesmas músicas. Sem notar que elas são as mesmas na essência, mas diferentes, porque aprimoradas, tanto nas ressonâncias da própria harmonia quanto nas reentrâncias e significâncias das letras: "Vou te contar: os olhos já não podem ver/ coisas que só o coração pode entender...." (Tom, salvo erro). Mas aqui também a faca-só-lâmina de Trevisan tem dois lados: se um é João Gilberto pela linguagem contida, o outro gume, não menos cortante, é Nelson Cavaquinho ― pelos personagens e o mundinho semi-trágico em que eles estão imersos. Há uma "luz negra de um destino cruel" envolvendo cada um deles, sem esperança e sem futuro: "Sempre só/ eu vivo procurando alguém/ que sofra como eu também..." ― e a conclusão, sem medo do patético, é o choro/chorinho contido (contido?): "estou chegando ao fim...".

Os contos de Trevisan são, quase sempre, se não sempre, sobre um desencontro ― de um homem e uma mulher. E a solidão, é "um abismo de rosas". Aliás, os próprios títulos do autor já inscrevem seu tema: Guerra conjugal, Crimes de paixão, Desastres do amor, A faca no coração, Lincha tarado, A trombeta do anjo vingador, O vampiro de Curitiba, Meu querido assassino.

Dezenas de livros, centenas de contos e um mundo só, cuja capital é uma cidade imaginária chamada Curitiba. Como Nova York (a Broadway dos anos 30) para Damon Runyon. Com a vantagem para esse brasileiro que, aos 83 anos (alô, alô, escritores-blogueiros), é um escritor novo ou um novo escritor. Em dezenas de livros e centenas de contos, um autor surpreendentemente (se isso não for novidade e surpresa, não sei, não...) fiel a um gênero e a si mesmo. Mesmo que fuja da imprensa como seus pequenos meliantes fogem da polícia. Incógnito? Nem a imprensa cultural fala dele como ele merece.

Impossível é o bom leitor de ficção fugir de um novo título de Dalton Trevisan. Fugir por que, se o melhor é acompanhá-lo? Só agora começo a falar de O maníaco do olho verde? Não, comecei antes: Trevisan não publica livros isoladamente; ele constrói uma obra. Sempre in progress. Como um Tchekhov nosso, primo-irmão de João Gilberto e Nelson Cavaquinho ("Sou um rei destronado/ sou um rei sem coroa..."). Repetitivos os 26 contos deste novo livro? Não, evolutivos; acompanham até a evolução (evolução? Bem...) dos costumes. Antes, o álcool é que infernizava e destruía a vida dos habitantes de seu mundo caído. Agora, o crack, como em "Tem um craquinho aí?", o primeiro conto.

O livro é pequeno, mas é amplo seu pequeno mundo. Acanhado, sem poesia, cruel? Vejam os inícios certeiros de alguns contos: "Esta história aí no papel não é verdade. Na época eu tive um caso com uma moça. Sentamos por acaso no mesmo banco da praça Osório. Foi como tudo começou." ("Amor de machão"). Ou: "Puta, não senhor. Garota de programa. Não sei de nada. Só que fui presa." ("Garota de programa"). Mais um: "O que aconteceu lá, sem mentira nenhuma, não é nada disso." ("A guria").

Não é nada disso. Sabem aquela história (que o brasileiro adora) do melhor e do maior? Pois é, o nome dele é Dalton Trevisan.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no Jornal do Brasil em agosto de 2008. Leia também "Deus".


Flávio Moreira da Costa
Rio de Janeiro, 1/9/2008
Mais Flávio Moreira da Costa
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
3/9/2008
16h58min
Você soube definir bem o mundo de Trevisan. A comparação com João Gilberto está primorosa. É um autor que leio sempre e cada vez gosto mais. Não sei por que é meio desconhecido ou pouco compreendido. Não conheço esse novo livro, mas certamente fará parte da minha biblioteca.
[Leia outros Comentários de Adriana Godoy]
12/9/2008
12h27min
Penso muito na relação da minha escrita com a música. Gostei especialmente das comparações que fez com as canciones populares. Agora, como vive um homem que só vive de escrever sem aparecer? Vive no Brasil mesmo?
[Leia outros Comentários de Gabriel Pardal]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Livro Literatura Estrangeira Teardrop Lágrima
Lauren Kate
Galera Record
(2013)



A guerra de Canudos
Francisco Martins
Atica
(1995)



Livro Infanto Juvenis Planeta Hulk
Greg Pak
Novo Século
(2018)



Gênero Mídia Sociedade
Angela Schaun/esmeralda Rizzo/maria Aparecida
Expressão & Arte
(2007)



Religião dos espíritos
Francisco Cândido Xavier
Federação Espírita Brasileira
(2001)



Box Literatura Estrangeira Trilogia Saga Encantadas 3 Volumes
Sarah Pinborough
Única



Livro Administração The Solution Centric Organization
Keith M. Eades e Robert E. Kear
McGraw Hill
(2006)



Livro Gibis Chonchu o Guerreiro Maldito Nº 3
Kim Sung Jae; Kim Byung Jin
Conrad



Visitante Estrangeiros Na Bahia Oitocentista
Moema Parente Augel
Cultrix
(1980)



Hinterkind - os Desterrados
Ian Edginton
Panini Comics
(2017)





busca | avançada
77507 visitas/dia
2,1 milhões/mês