Twitter versus Facebook | Ricardo Freire

busca | avançada
55403 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Nos 30 anos, Taanteatro faz reflexão com solos teatro-coreográficos
>>> ‘Salão Paulista de Arte Naïf’ será aberto neste sábado, dia 27, no Museu de Socorro
>>> Festival +DH: Debates, cinema e música para abordar os Direitos Humanos
>>> Iecine abre inscrições para a oficina Coprodução Internacional para Cinema
>>> MAB FAAP recebe a exposição Ensaios de Inclusão
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
Últimos Posts
>>> Desigualdades
>>> Novembro está no fim...
>>> Indizível
>>> Programador - Trabalho Remoto que Paga Bem
>>> Oficinas Culturais no Fly Maria, em Campinas
>>> A Lei de Murici
>>> Três apitos
>>> World Drag Show estará em Bragança Paulista
>>> Na dúvida com as palavras
>>> Fly Maria: espaço multicultural em Campinas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Lee Aaron: de Metal Queen a Diva do Jazz
>>> Ensaios de Literatura Ocidental, de Erich Auerbach
>>> Pink Floyd 1972
>>> Borges e Osvaldo Ferrari, Diálogos
>>> The Book of Souls
>>> Cidade de Deus, de Paulo Lins
>>> O melhor de 2008 ― literatura e cinema
>>> Depressão
>>> Útil paisagem
>>> Tradução e acesso
Mais Recentes
>>> Rei Lear de William Shakespeare pela Scipione (2002)
>>> A Matamorfose - seguindo de o veredicto de Kafka pela L&pm (2001)
>>> Terras de Sombras de Alyson Noel pela Intrínseca (2009)
>>> 15 Minutos Inglês de Publifolha pela Publifolha (2012)
>>> Êxtase 4 de Lauren Kate pela Galera Record (2013)
>>> Cultura e Sociedade no Brasil Colônia de Júnia Ferreira Furtado pela Atual (2000)
>>> Tempo Seco de Clara Arreguy pela Geração (2009)
>>> Comédias para se ler na Escola de Luiz Fernando Verissimo pela Objetiva (2001)
>>> Renovar Ideias de Diala Vidal e Ana Maria Pacheco ( Org) pela Barcarolla (2005)
>>> Matendo os Talento da sua empresa de Harvard Business Revien pela Campus (2007)
>>> Mulheres Maravilhas de Ana Carla Tolentino pela Leitura (2002)
>>> o Noviço - Coleção Prestigio de Martins Penna pela Ediouro (1996)
>>> Marketing Promocional de Antonio R Costa e Outros pela Atlas (1996)
>>> Minha História de Michele Obama pela Objetiva (2020)
>>> Harmonia Conjugal - Coleção Lar Cristão 5 de J. Viollet pela Paulinas (1962)
>>> Arte e Cura - Pasado, Presente e futuro de Eurico de Aguiar pela Casa do novo Autor (2015)
>>> Uma terra prometida de Barack Obama pela Companhia Das Letras (2020)
>>> Maigret e o ladrão Preguicoso de Marigret Simenon pela L&pm (2009)
>>> A Trilogia do Mago Negro de Trundi Canavan pela Novo Conceito
>>> Milagres a Luz do Espírito Aloha de Carmen Balhestero pela Madras (2014)
>>> Box A Divina Comédia de Dante Alighieri pela Principis (2020)
>>> Documento de Aparecida de Cnbb Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil pela Paulinas (2007)
>>> Crescer em Comuninhão- catequese Eucarista Livro 1 de Celio Reginaldo Calikpski e Outros pela Vozes (2013)
>>> Administração de Materiáis de João José Viana pela Atlas (2000)
>>> A Travessia do Albatroz de Marcia Camargos pela Geração (2007)
ENSAIOS

Segunda-feira, 21/6/2010
Twitter versus Facebook
Ricardo Freire

+ de 5400 Acessos


LIANA TIMM© (http://timm.art.br/)

Um dia qualquer, lá no início do remoto ano de 2004, o Rui, um colega nerd-chique que era meu vizinho de mesa, me apresentou a um site revolucionário que tinham acabado de lançar. Você se inscrevia e podia encontrar pessoas importantes de qualquer área, que respondiam às suas dúvidas e ajudavam nas suas pesquisas como se fossem velhos amigos. O site tinha um nome esquisitíssimo: Orkut.

Sim. Entrei no Orkut nos primórdios daquilo que veio a ser conhecido como "mídias sociais". Meu perfil orkutiano está preenchido em inglês não por pedantismo, mas porque essa era a única língua disponível. Não, nem tente me achar: deve haver mais ou menos uns 4.981 Ricardos Freires no Orkut.

Nunca entendi direito para que aquilo servia, fora me ver obrigado a dar feliz aniversário para todo mundo e ser constantemente ameaçado com convites para reuniões da turma da escola. No fim daquele ano iniciei meu blog, para onde acabei desviando toda a minha vida social on-line.

Assisti de fora a invasão brasileira ao Orkut, sua massificação e declínio. No ano passado, no entanto, resolvi dar uma chance a seu sucedâneo, o Facebook. E, num surto de socialização virtual, acabei entrando na mesma hora no Twitter.

O Twitter e eu nos entendemos desde o instante zero. Descobri nele um substituto perfeito para o telefone, o e-mail e as homepages dos grandes portais. Encontrei gente bacana, fui descoberto por outros tantos, ganhei um lugar para falar bobagens descartáveis e ensaiar textos maiores.

Enquanto isso, no Facebook. me sinto enganando os 863 amigos que gentilmente me procuraram para celebrar nossa amizade on-line. São pessoas não apenas queridas, como entusiasmadas, que me mandam convites, presentes, solicitações para eventos tanto físicos quanto virtuais.

Precisei ver o número de demandas empilhadas na minha página inicial do Facebook para descobrir por que gosto tanto do Twitter. O Facebook é mais um escaninho para armazenar tarefas que não poderei cumprir. Já no Twitter tudo é instantâneo. O que passou, passou.

Não adianta: ou bem você feicebuca, ou bem você tuíta. (Ops: preciso tuitar isso.)

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no Estado de São Paulo em 30 de abril de 2010.


Ricardo Freire
São Paulo, 21/6/2010

Mais Ricardo Freire
Mais Acessados de Ricardo Freire
01. Para você estar passando adiante - 23/3/2009
02. Baixíssima gastronomia - 23/1/2006
03. O que é o Twitter? - 24/8/2009
04. Twitter versus Facebook - 21/6/2010
05. iAnta - 8/3/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Atentado do Pudor
Tom Sharpe
Rocco
(1999)



Os Hérois Mais Poderosos da Marvel
Marvel
Salvat
(2015)



A Energia das Mãos
Matthias Mala
Pensamento
(1999)



Lorotas, Caretas e Piruetas
Cyro de Mattos; Luis Sartori do Vale
Rhj Livros
(2011)



Cadernos da Comunicação 3 - Série Estudos
Regina Stela Braga
Cadernos da Comunicação
(2011)



As Origens do Ritual na Igreja e na Maçonaria
H. P. Blavatsky
Pensamento



O Meio Ambiente em Debate
Samuel Murgel Branco
Moderna
(2004)



Reflexiones Sobre Ecologia, Medio Ambiente y Cambio Climático
Oswaldo Báez Tobar
Opción
(2011)



O Amor Supera o Castigo
Masaharu Taniguchi
Seicho no Ie
(2011)



Druckgrafik
Liebermann Slevogt Corinth
Ifa
(1980)





busca | avançada
55403 visitas/dia
2,2 milhões/mês