O computador de antigamente | Marcelo Maroldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
36458 visitas/dia
993 mil/mês
Mais Recentes
>>> ESCOLA PANAMERICANA REALIZA NOVA EDIÇÃO DO ARTESCAMBO
>>> Evento apresenta influência da gastronomia italiana na cultura de São Paulo
>>> Festival Cine Inclusão tem sessão de encerramento dia 23/9 na Unibes Cultural
>>> Exposição de Fábio Magalhães na CAIXA Cultural São Paulo termina dia 24 de setembro
>>> Vânia Bastos apresenta o premiado "Concerto para Pixinguinha", no Teatro Municipal Teotônio Vilela,
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
>>> Da varanda, este mundo
>>> Estevão Azevedo e os homens em seus limites
>>> Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> O indomável Don Giovanni
>>> Caracóis filosóficos
>>> O mito dos 42 km
>>> Setembro Paulista
>>> Apocalipse agora
>>> João, o Maestro (o filme)
>>> Metropolis e a cidade
>>> PETITE FLEUR
>>> O fantasma de Nietzsche
>>> O batom
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sartre e a idade da razão
>>> Encontros (e desencontros) com Daniel Piza
>>> Para você estar passando adiante
>>> Para você estar passando adiante
>>> Melhores Blogs
>>> Torce, retorce, procuro, mas não vejo...
>>> Apontamentos de inverno
>>> Rio das Ostras (III)
>>> Leonardo da Vinci: variações sobre um tema enigmático
>>> 29ª Bienal de São Paulo: a politica da arte
Mais Recentes
>>> Fé em Busca de Compreensão
>>> Carta aos Romanos
>>> Enciclopédia da Vida Selvagem - Animais da Selva III
>>> Mary Poppins
>>> Antologia Da Literatura Fantástica
>>> Saco de Ossos - 2 volumes
>>> Olhe Para Mim
>>> Guia Prático Enem - Matemática E Suas Tecnologias
>>> A Sombra Materna
>>> Histórias Da Vida Inteira
>>> Honoráveis Bandidos - Um Retrato Do Brasil Na Era Sarney
>>> Eternidade Mortal
>>> Ambientes Da Democracia Ambiental
>>> Trinta Anos Esta Noite - O que Vi e Vivi
>>> Pimenta Do Reino Em Pó
>>> Machu Picchu
>>> Cidade Escola - Série Jovens Utopias Livro 3
>>> Dr. Clorofila Contra Rei Poluidor
>>> Trio Enganatempo - Sua Mãe Era Uma Neanderthal
>>> Através Do Espelho
>>> Watchman nee ( O Poder latente da alma )
>>> Oh! Dúvida Cruel 2
>>> Felicidade Em Um Mundo Material
>>> Coleção Enem & Vestivulares Volume 7 - Física
>>> Para Homens Na Crise Dos 40
>>> O Elo Perdido- Classe E Identidade De Classe
>>> Progresso Editora: Tribuna e Paixão de Pinto de Aguiar
>>> Criando Clientes
>>> Coroa Cruel
>>> Aurora Boreal
>>> Práticas Corporais - Volume 3
>>> A Rainha Vermelha
>>> Espada de Vidro
>>> Botânica Criptogâmica Volume 2 - Briofitos E Pteridófitos
>>> Abominação
>>> Afinal Por Que Nossos Alunos Não Aprendem?
>>> Branca de Neve tem que morrer
>>> Sexo: Bloqueios E Desbloqueios
>>> Dezessete Luas
>>> A Googlelização de Tudo
>>> Português Série Novo Ensino Médio Volume Único
>>> Talento Para Ser Feliz
>>> A livraria 24 horas do Mr. Penumbra
>>> Os Deuses Subterrâneos
>>> Pequim em Coma
>>> Para Gostar De Ler 29 - Nós E Os Outros
>>> O homem que foge
>>> Lincha Tarado
>>> Silas Malafaia ( lições de vencedor)
>>> Alongamento - Uma Abordagem Anatômica
COLUNAS

Segunda-feira, 8/8/2005
O computador de antigamente
Marcelo Maroldi

+ de 9200 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Há muitos anos, ganhei meu primeiro computador. Eu era pré-adolescente e lembro que um amigo do meu irmão, mais velho, disse-me que eu iria apenas brincar nos joguinhos do computador, nada mais. Pensei, "cara besta, claro que não. Eu vou usar o computador, ora!" Mas, embora tenha aprendido uma ou duas coisas nesse período, eu não fiz nada além de me "divertir" com games. Naquela época, quando não existia Internet no Brasil, os garotos limitavam-se a jogar e brincar com uns softwares que alguém arrumava, distribuía, e que geralmente traduziam palavras do inglês para o português, ou faziam uma bolinha se mover na tela e mudar de cor, imitavam as notas musicais de um piano, jogo da forca (em inglês). Só isso... Daquele jeito, o computador não ensinava as crianças... e, embora eu tivesse tido um computador na minha época de escola, não posso dizer que fui educado com (ou pelo) computador.

Depois, a Internet comercial surgiu. E, creiam-me, o mundo mudou! Hoje, qualquer menino de 10 anos com acesso a Internet faz mais no computador em 6 meses do que eu o fiz nos meus primeiros 5 anos utilizando um PC. Alguns podem dizer que é porque o computador se popularizou, criaram-se softwares (educacionais, aliás), os pais ensinam os filhos. Concordo parcialmente. Se não fosse a Internet, o computador continuaria a funcionar como um videogame para as crianças, de modo geral. Seria mera diversão.

Mas o que as crianças fazem no computador hoje em dia? Bom, elas se divertem, é verdade, mas aprendendo. O computador passou a ser útil na alfabetização das pessoas (e, portanto, das crianças). E a indústria logo percebeu isso. Algumas das diferenças que destaco entre meu início com o computador e o início de uma criança hoje em dia:

* Social - O computador pode funcionar como elo de união entre pessoas, pais e filhos, por exemplo. O filho pode mostrar um site para o pai. O pai pode comprar um software que ensine francês para o filho dele (e acompanhar as aulas do menino). Juntos, eles podem participar do bolão virtual da copa do mundo, etc. Isso aconteceu porque hoje os pais sabem usar os computadores e os incorporaram à vida social da família. Além disso, ainda que algumas pessoas explorem o lado individualista da Internet e do computador, o que vejo é justamente o contrário. Alguém que gosta de cultivar amizades o fará ainda mais intensamente através da Internet. Ninguém jamais deixará de ter amigos e uma vida social (e de contato entre as pessoas) simplesmente porque "ficam" no computador. Aliás, muitos pais até preferem que os filhos fiquem navegando a ficarem na rua, longe de suas vistas (antes que você diga que na Internet eles também estão longe do controle dos pais, devo lembrá-los de que é possível controlar o acesso das crianças a sites indesejados, etc). O computador, segundo meu entendimento, pode aproximar as pessoas, em especial as que possuem interesses comuns. Penso, até, que ela pode potencializar as relações sociais, afinal, se quiser, posso arrumar nesse instante um amigo virtual que viva em Pequim, algo que seria impossível sem o computador.

* Educacional - É inegável a facilidade que o computador e a Web oferecem para o apoio educacional das crianças (pessoas de modo geral). Qualquer assunto que você queira estudar está na Internet, e são precisos apenas alguns conhecimentos simplórios para alcançar essa quantidade astronômica de informações, livros, mapas, museus virtuais, animações surpreendentes, imagens raras, bibliografias dos grandes (e dos pequenos) homens da História, etc. Pode-se, inclusive, fazer um curso de graduação reconhecido pelo MEC à distância. A Internet deve necessariamente ser usada pelos estudantes e pelos profissionais que querem se aprimorar em seus ofícios.

* Diversão - O computador continua sendo um instrumento de diversão tanto quanto você deseje. Ele pode funcionar como videogame, como cinema, telefone, rádio, jornal, televisão, ponto de encontro, diário, álbum de fotos, etc.

Portanto, acredito que muita coisa mudou com o surgimento da Internet. Conhecer este fundamental recurso que hoje temos disponível e obter o máximo proveito de sua utilização na nossa educação e de nossos filhos é nossa responsabilidade. Deixar de usá-lo por algum motivo (não gostar de computador, não querer usá-lo, por exemplo) pode fazer muita diferença no nosso desenvolvimento intelectual. É um acessório que veio para ficar (e para ajudar).

Torquato Neto

Torquato Neto está na moda. Bom, não sei dizer se ele saiu dela algum dia, mas, nesse momento, o poeta, compositor, jornalista e cineasta parece estar em todo lugar. Até um documentário sobre ele estão fazendo. Muito justo, aliás, porque sua obra é muito interessante e bela.

Torquatália - Do Lado de Dentro (Rocco, 368 páginas) e Torquatália - Geléia Geral (Rocco, 408 páginas), organizados por Paulo Roberto Pires, reúnem toda a obra conhecida desse sensacional personagem que se suicidou em 1972, aos 28 anos de idade, de uma vida agitada e com uma importante obra, sem nenhum livro publicado, porém.

Os livros contêm poemas, canções, roteiros, críticas musicais publicadas em jornais e alguns dos primeiros manifestos tropicalistas, do qual Torquato é sempre lembrado como um dos primeiros nomes a se manifestar.

Simplesmente imperdível!

Para ir além









Marcelo Maroldi
São Carlos, 8/8/2005


Mais Marcelo Maroldi
Mais Acessadas de Marcelo Maroldi em 2005
01. Como escrever bem — parte 1 - 13/6/2005
02. Como escrever bem — parte 2 - 27/6/2005
03. Como escrever bem – parte 3 - 11/7/2005
04. A ousadia de mudar de profissão - 28/11/2005
05. O que é ser jornalista? - 22/8/2005


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
16/9/2005
11h49min
adorei o texto sobre computador. flavia
[Leia outros Comentários de flavia]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ANDRÔMACA - JEAN RACINE (EDIÇÃO BILINGUE) - TEATRO FRANCÊS
JEAN RACINE
EDIOURO
(1964)
R$ 20,00



ABRAÃO- UMA JORNADA AO CORAÇÃO DE TRÊS RELIGIÕES
BRUCE FEILER
SEXTANTE
(2003)
R$ 28,90



PSICANÁLISE DE TRANSTORNOS ALIMENTARES - VOL. 2
CYBELLE WEINBERG
PRIMAVERA
(2016)
R$ 27,00



IMPECÁVEIS PRETTY LITTLE LIARS
SARA SHEPARD
ROCCO JOVENS LEITORES
(2012)
R$ 12,90



O CAVALEIRO INEXISTENTE
ITALO CALVINO
COMPANHIA DE BOLSO
(2009)
R$ 15,00
+ frete grátis



TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA - PRINCIPIOS FÍSICOS E APLICAÇÕES
ALEXANDRE ARAÚJO
CORPUS
(2007)
R$ 46,90



A PESSOA COMO CENTRO - CARL R. ROGERS
CARL R. ROGERS E RACHEL L. ROSENBERG
EDUSP
(1997)
R$ 34,00



A PASSAGEM DE MAEL: UM AMIGO
RICARDO AMBROSIO
ALL PRINT
(2014)
R$ 16,00



PARIS NO SÉCULO XX
JÚLIO VERNE
ÁTICA
(1995)
R$ 9,00



ADVOGADOS, PATOS E ASSOMBRAÇÕES
MAURO TAVARES CERDEIRA
KOMEDI
(2004)
R$ 6,90





busca | avançada
36458 visitas/dia
993 mil/mês