1000 Notas | Digestivo Cultural

busca | avançada
37091 visitas/dia
862 mil/mês
Mais Recentes
>>> Banda Matatag lança seu primeiro single '101'
>>> Affonso Romano de Sant'Anna lança série de reflexões sobre o universo artístico e a história da arte
>>> MIRACULOUS: AS AVENTURAS DE LADYBUG ESTREIA TEMPORADA NO TEATRO PROCÓPIO FERREIRA EM SÃO PAULO
>>> Exposição | Tão diferentes, tão atraentes
>>> O Humor na Intimidade: Manual - O que os homens jamais devem fazer na hora do sexo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A noite iluminada da literatura de Pedro Maciel
>>> Apontamentos de inverno
>>> Literatura, quatro de julho e pertencimento
>>> O Abismo e a Riqueza da Coadjuvância
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 4. Museu Paleológico
>>> Um caso de manipulação
>>> Brasil, o buraco é mais embaixo
>>> Nós que aqui estamos pela ópera esperamos
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 3. Um Jogo de Poker
>>> Retratos da ruína
Colunistas
Últimos Posts
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Ajudando um amigo
Últimos Posts
>>> Maturidade
>>> Ponto cruz
>>> Elevador divino
>>> Na hora do rush
>>> Cubica(mente)
>>> Adentrando o mundo humano - Pensamento
>>> Modelar(mente)
>>> Trans(corrente)
>>> Quanto às perdas III
>>> O pão nosso de cada dia
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Pagando promessas na terra do sol
>>> As Sobras do Banquete
>>> Intolerância
>>> A Lógica do Cisne Negro, de Nassim Nicholas Taleb
>>> A Lógica do Cisne Negro, de Nassim Nicholas Taleb
>>> Ter e Não Ter, de Hemingway
>>> Não contem com o fim do livro, uma conversa com Umberto Eco
>>> Metallica e nostalgia
>>> O País da Fila
>>> Edvaldo Pereira Lima
Mais Recentes
>>> A Latin Dictionary for High-School Students
>>> Fênix e Harpia - Faces míticas da poesia e da poética de Ivan Junqueira
>>> João do Rio
>>> Retórica do Silêncio - teoria e prática do texto literário - 2ª ed.
>>> Ascensão e Declínio do Estado
>>> O Rei dos Jagunços
>>> Equador
>>> Estudos de Filosofia do Direito
>>> Pé de guerra - memórias de uma menina na guerra da Bahia
>>> A dama e o unicórnio
>>> O atlas proibido
>>> Economia e Sociedade na Grécia Antiga
>>> O último Judeu uma Historia de Terror na Inquisição
>>> O declínio da URSS. Um estudo das causas
>>> A bruxa de Kepler
>>> Guia de alimentos da dieta de South Beach
>>> Novembro de 63
>>> Boca de Luar
>>> 1789-1808 O Império Luso-brasileiro e os Brasis
>>> Desabrigo 2ª tiragem
>>> O Direito na História - Lições Introdutórias
>>> O despertar da Irlanda
>>> Os príncipes da Irlanda
>>> Manual de teoria geral do direito civil
>>> A Vida do Barão do Rio Branco - 3ª ed.
>>> Princípios Básicos de Direito Penal
>>> Coleção Os Pensadores: Malinowski
>>> Coleção Os Pensadores: Adam Smith, Ricardo
>>> Coleção Os Pensadores: Jeremy Bentham, John Stuart Mill
>>> Coleção Os Pensadores: Saussure, Jakobson, Hjelmslev, Chomsky
>>> Coleção Os Pensadores: Wittgenstein
>>> Coleção Os Pensadores: Comte
>>> Coleção Os Pensadores: Kierkegaard
>>> Coleção Os Pensadores: Bachelard
>>> Coleção Os Pensadores: Bergson
>>> Coleção Os Pensadores: Rousseau
>>> Coleção Os Pensadores: Nietzsche
>>> Coleção Os Pensadores: Keynes, Kalecki
>>> Coleção Os Pensadores: Heidegger
>>> Coleção Os Pensadores: Jefferson, Federalistas, Paine, Toqueville
>>> Coleção Os Pensadores: Russel
>>> Coleção Os Pensadores: Durkheim
>>> Coleção Os Pensadores: Piaget
>>> Coleção Os Pensadores: Sartre
>>> Coleção Os Pensadores: Vico
>>> Coleção Os Pensadores: Montesquieu
>>> Coleção Os Pensadores: Benjamim, Habermas, Horkheimer, Adorno
>>> Hotel Atlântico
>>> Primos entre si- Temas em Proust e Machado de Assis
>>> Orson Welles
EDITORIAIS >>> Quase 5 anos...

Segunda-feira, 8/8/2005
1000 Notas
Julio Daio Borges

+ de 2500 Acessos

Num sábado de sol, à beira da piscina, comemorando as 1000 Notas publicadas no Digestivo Cultural, o Editor do site concordou em responder a algumas perguntas da nossa reportagem...

Não acredito que você vai apelar, de novo, para o golpe da “auto-entrevista”?
Da outra vez funcionou, as pessoas gostaram, riram... Eu, como qualquer artista, sou sensível aos anseios do público.

“Artista”? “Público”? Bem, deixa pra lá... Qual é a sensação de ter produzido 1000 notas em mais de 200 Digestivos?
Não tem uma sensação específica. (Vocês, repórteres, sempre com essas perguntas tão batidas...) Você vai escrevendo e, de repente, chega no número 1000. Não tem nenhuma preparação; não tem nenhum rito. Você acredita que eu quase me esqueci?

Mas alguma coisa deve haver... você estava escrevendo 10, depois 100, depois 1000... alguma coisa muda, ou não?
Está bem; as Notas cresceram... No começo, eram quase frases soltas. Nos primeiros Digestivos, eu vivia de produzir aforismos sobre o que acontecia sobre o que me cercava, sobre o que eu via... Depois se tornou algo mais profissional, mais rigoroso.

Explique melhor...
Ah, começa quase como uma brincadeira: você vai escrevendo por diversão, depois vira trabalho. É sempre assim com os formatos “não-fixos” que depois, com a prática, viram “fixos” e exigem que você se adéqüe a certos limites (esse “adéqüe” está estranho mas estava no Houaiss).

Ainda está obscuro pra mim...
Vamos dizer que no início você se diverte, depois, se faz sucesso, você tem um compromisso, você tem de responder por aquilo, tem de dar continuidade...

Exemplifique...
Você, por exemplo, com essas suas “auto-entrevistas”: é divertido, agora que você não tem obrigação, escreve quase que por inspiração só... Digamos que amanhã as pessoas exijam que você produza uma série de auto-entrevistas: você tem um compromisso, a coisa muda de figura.

Houve momentos em que você pensou em parar?
Houve vários momentos. Quando eu escrevia todos os dias – foi um exercício –, era muito mais custoso... Na verdade, escrever todos os dias é uma maravilha; publicar todos os dias é que é o diabo.

Por quê? Qual a diferença? Não entendo bem...
É o seguinte: escrever todo dia é como escrever um diário: ninguém vai ler, você não tem compromisso, você escreve pra você... Já publicar todo dia é um compromisso mesmo que você não queira. É um compromisso com o seu público, por menor que ele seja... E essa pressão existe; não adianta negar. É mais uma pressão interna do que externa, mas ela está ali. Eu até acho que escrever todos os dias seja algo natural e que publicar todos os dias seja antinatural.

E os Leitores, o que eles pensam?
Bem, isso você tem de perguntar a eles... Eu acho difícil alguém que tenha acompanhado todos os Digestivos desde o início. Eu sei de uma meia dúzia de pessoas... Acho que entenderam as mudanças. Prestaram atenção. No fundo, eu tenho sorte de ter Leitores prestando atenção...

Tem gente que reclama das mudanças?
Em geral, não. Eu entrego um bom produto. Eu sou um bom prestador de serviço.

Lembra de alguma passagem engraçada em todos estes anos?
Lembro de várias... As pessoas se sacudiam mais quando eu falava de política. Uma vez a Zélia Duncan veio reclamar que eu falei mal da Marta Suplicy (hoje, ela ia me dar razão...). Depois, alguém veio dizer que havia algo de “pessoal” quando critiquei o Caetano Veloso (como vai haver algo assim se eu nem o conheço?). As pessoas, em geral, não gostam quando você destrói seus ídolos de barro... Aconteceu o mesmo no caso do Chico Buarque com a moça no mar.

E os feedbacks positivos?
Teve alguns importantes. Um da Andréa, por exemplo, quando ela era apenas uma ávida Leitora do Digestivo Cultural (e eu nem a conhecia)... Ela disse que eu havia mudado a maneira de ela ver o mundo, que eu havia ensinado ela a sempre desconfiar, que eu – de certa forma, não reparem na metáfora agora – havia provado o quão importante era “não baixar a guarda”, não deixar o senso crítico ir embora... Foi recompensador. Eu senti uma certa compreensão...

Existe alguma coisa que você gostaria de mudar?
Não sei; eu penso às vezes... Quando você escreve muito tempo, de repente, olha e acha que está perdendo a espontaneidade. Acontece com qualquer trabalho. Você pára e observa: the thrill is gone... (Eu usei essa frase já, outro dia, mas não tenho outra.)

O que você mudaria então?
Eu tenho pensado em inverter o processo mais uma vez: em seguir menos as assessorias e os compromissos jornalísticos e escrever mais sobre o que me dá na telha. No início, eu não recebia material e escrevia sobre o que me dava na veneta. Hoje recebo praticamente tudo mas tenho quase o “compromisso” de escrever. Queria voltar pro começo outra vez – e escrever com pautas totalmente livres.

Te deu um bode do mainstream media?
Me deu. E eu acho que vai ser cada vez menos importante falar do blockbuster da semana, do best-seller do mês, do último lançamento da major... Não vai haver mais novidade nisso e nós vamos nos voltar ao homemade: aos podcasts, aos blogs...

É mesmo?
É mesmo. É desses lugares que vão sair as novidades. É nesses lugares que a inteligência está pulsando hoje... Ou você acha que é no horário nobre, no jornalão de domingo, na fila do multiplex?

Pra terminar então, o que você pretende fazer com essas 1000 notas?
Eu pretendo reuni-las em livro. Mas precisaria reler e ver o que realmente vale a pena...

Algum projeto secreto para um próximo release?
O Podcast.


Julio Daio Borges
Segunda-feira, 8/8/2005


Mais Quase 5 anos...
Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




GEISY ARRUDA - VESTIDA PARA CAUSAR
RAMPAZZO FABIANO
MATRIX
(2010)
R$ 9,90



A CASA DO MORTOS - DOSTOIÉVSKI (LITERATURA RUSSA)
DOSTOIÉVSKI
EDIBOLSO
(2016)
R$ 12,00



CIDADES BRASILEIRAS - O PASSADO E O PRESENTE
ROSICLER MARTINS RODRIGUES
MODERNA
(1992)
R$ 10,00



SAÚDE - ENTENDENDO AS DOENÇAS, A ENCICLOPÉDIA MÉDICA DA FAMÍLIA
ALFREDO SALIM HELITO E PAULO KAUFFMAN
NOBEL
R$ 37,00



LINHA DÁGUA - ENTRE ESTALEIROS E HOMENS DO MAR
AMYR KLINK
COMPANHIA DAS LETRAS
(2006)
R$ 12,00



MADAME BOVARY - EDIÇÃO DE BOLSO
GUSTAVE FLAUBERT
MARTIN CLARET
(2013)
R$ 14,00



APRENDA A INVESTIR EM AÇÕES E A OPERAR NA BOLSA VIA INTERNET
CARLOS A H BRUM
CIÊNCIA MODERNA
(2007)
R$ 15,00



A FILOSOFIA DO MUNDO NOVO- SÉCULOS XVI E XVII- VOLUME 3
FRANÇOIS CHÂTELET ( ORG)
ZAHAR
(1974)
R$ 59,90
+ frete grátis



C. T. STUDD CRICKETER PIONEER
NORMAN P. GRUBB
MOODY PRESS
(1962)
R$ 40,00
+ frete grátis



ABRAÇO DE URSO
CLÁUDIA COTES
MELHORAMENTOS
(2013)
R$ 4,90





busca | avançada
37091 visitas/dia
862 mil/mês