Otto Lara Resende sobre Vinicius de Moraes | Digestivo Cultural

busca | avançada
79550 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Clássico de Charles Dickens retrata as misérias sociais da industrialização inglesa
>>> Clube latino-americano de Jazz por streaming terá transmissão gratuita no Brasil
>>> Fora da Casinha realizará apresentações circenses virtuais voltadas para toda família
>>> As Clês narram as vozes femininas do mundo
>>> Programa DIVERSAS estreia na Rádio USP dia 11 de março
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Tiro ao alvo
>>> A TETRALOGIA BUARQUEANA
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Cinema onde os fracos não tem vez
>>> Kardec, A Biografia, de Marcel Souto Maior
>>> O Hobbit - A Desolação de Smaug
>>> Itinerário de leituras off-line
>>> Paying debt to karma
>>> O Riso dos Outros
>>> Brazil, por Django Reinhardt
>>> A crítica musical
>>> A melhor versão shakespeariana de Kurosawa
>>> Cultura às moscas
Mais Recentes
>>> O Mito da Beleza de Naomi Wolf pela Rocco (1992)
>>> Pra que serve Matemática ? Geometria de Imenes- Jakubo - Lellis pela Atual
>>> Mário Pedrosa, Retratos do Exílio de Carlos Eduardo de Senna Figueiredo pela Antares (1982)
>>> Pra Que Serve Matemática ? Semelhança de Imenes- Jakubo - Lellis pela Atual
>>> Pra Que Serve Matemática ? Equação do 2º Grau de Imenes- Jakubo - Lellis pela Atual
>>> Pra Que Serve Matemática ? Álgebra de Imenes- Jakubo - Lellis pela Atual
>>> A Viagem de Uma Alma de Peter Richelieu pela Pensamento (1972)
>>> Harry Potter e a Ordem da Fênix de J. K. Rowling pela Rocco (2003)
>>> O Sorriso do Lagarto de João Ubaldo Ribeiro pela Nova Fronteira (1989)
>>> As 10 Mulheres Que Você Vai Ser Até os 35 de Alison James pela Best Seller (2009)
>>> Histórias Extraordinárias de Edgar Allan Poe pela Martin Claret (2001)
>>> Cascata de Luz de Irene Pacheco Machado pela Recanto
>>> O Amanhã a Deus Pertence de Zibia Gasparetto pela Vida & Consciência (2006)
>>> A Insustentável Leveza do Ser de Milan Kundera pela Rio Gráfica
>>> Sheila Levine Está Morta e Vivendo Em Nova York de Gail Parent pela Bertrand Brasil (2007)
>>> Espelho Meu de Edgar J. Hyde pela Ciranda Cultural (2010)
>>> A 2ª Morte de R a Ranieri pela Edifrater (1997)
>>> O Melhor de Mim de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2014)
>>> Cem Melhoramentos Crônicas (que, na Verdade, São 129) de Mario Prata pela Planeta (2007)
>>> Pare de Sofrer de Zibia Gasparetto pela Vida e Consciência (1997)
>>> Harmonização de Francisco Cândido Xavier pela Geem
>>> Mulheres Alteradas 1 de Maitena pela Rocco
>>> Vernon God Little de Dbc Pierre pela Record (2004)
>>> Seja Líder de Si Mesmo de Augusto Cury pela Sextante (2004)
>>> Crônicas para Gostar de Ler Volume 5 de Carlos Drummond de Andrade pela Atica
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Literatura

Sexta-feira, 24/4/2009
Otto Lara Resende sobre Vinicius de Moraes
Julio Daio Borges

+ de 6700 Acessos
+ 3 Comentário(s)




Digestivo nº 412 >>> Otto — "o mineiro só é solidário no câncer" — Lara não gostava do primeiro livro de versos de Vinicius, O Caminho para a Distância, lançado em 1933, quando o poeta contava então 20 anos. Classificava-o ironicamente como "um caminho que se pretendia para a distância, mas não foi". Otto se incomodava com o que chamou de "a embriaguez causada pela vertigem das grandes alturas e abstrações". Eram muitas maiúsculas para o seu gosto (Verdade, Espírito, Mistério) e ele, inclusive, achava que o "poeta altíssimo", na sua compaixão pelo gênero humano, queria pairar acima dos homens. Antecipando uma tese — à qual Ruy Castro daria continuidade no verbete de Ela é Carioca sobre Vinicius de Moraes — Otto Lara sinalizava a mudança transformadora a partir de "Ausência": quando o lírico driblaria o "cipoal de angústias metafísicas" em que andara enredado. Direto do "reino do sublime", aterrissando no "plano do real", nasceria um novo poeta, um novo Vinicius. Deixaria então de se inspirar em Rimbaud, o "vidente", para aproximar-se de Neruda, "sensual e social", e de Lorca, "valorizado pelo martírio". Já a linguagem partiria para o natural, o coloquial, à moda dos modernistas, e a mulher — claro, a mulher — deixaria de ser "musa incorpórea" e passaria a ser "gente, companheira, amiga" (sem "nada de idealização"). Afinal, para Otto, os "eflúvios místicos", do jovem Vinicius, nunca passaram de "inequívocos arrancos sexuais" (reprimidos?). Voltando-se para o "tempo presente", o poeta abandonaria definitivamente as "profecias de timbre apocalíptico". E Vinicius de Moraes se estabeleceria como "um protagonista que nunca se esconde nos bastidores" (para o bem e para o mal). "Rompendo as últimas cadeias", depois do encontro histórico com Antonio Carlos Jobim, a palavra enfim se faria canto e o poema, canção. Vinicius não cederia mais à "tentação do refinamento" e se dissolveria no "sentimento geral" (do povo?). O poeta — outrora, altíssimo — estaria, finalmente, na boca das multidões... Este ensaio, belo e revelador, de Otto Lara Resende está na nova edição do Livro de Sonetos, de Vinicius de Moraes.
>>> Livro de Sonetos
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Revista Meio Digital (Imprensa)
02. Berio+ (Música)
03. Dublinenses (Além do Mais)
04. Resgatar o silêncio é o papel dos objetos (Literatura)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
24/4/2009
04h28min
De uma precisão sintética e elegância concisa - um micropanorama, essa nota; de rara felicidade pela forma como coloca em e-vidência a vidência de Lara e o encontro epifânico Vinícius-Tom Jobin. Parabéns!
[Leia outros Comentários de M. A, Araújo Bueno]
24/4/2009
10h16min
A frase do Otto, acabei conhecendo numa obra de Nelson Rodrigues que virou filme, e se não me engano era "Bonitinha mas ordinária". Quanto ao Vinícius, o endeusamento que ele fazia da mulher é algo exuberante, a ponto de usar toda a sua versatilidade de poeta trovador, com versos setessilábicos, combinando a primeira linha com a terceira, e sem pé quebrado, ou seja, versação completa. E isto eu acho um charme.
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
24/4/2009
20h52min
Vinicius não escrevia qualquer poema sem ter um violão à disposição. Tinha estilo próprio de tirar o verso da melodia poética que o violão captava. Antes dele declamar, cantava o verso pela melodia poética. Sua natureza era bem maior que a de um simples poeta. Era um compositor musical nato, que já acasalava versos a melodias. Apenas não sabia. Tom Jobim veio bem depois da amizade que tinha com outro pianista, Ernesto Nazareth, que percebendo a sua natureza o incentivava ao acasalamento de poesia com melodia. E foi desses incentivos que Vinicius criou coragem e compôs "Rancho das namoradas", muito antes de "Chega de saudade". Vininha sempre foi chegado num rabo de saia padrão, mas preferia, como todo poeta que se preza, compor para musas inatingíveis. Me surpreende o Otto dizer que ele abandonou a idéia da mulher mística. E a composição "São demais os perigos dessa vida", feita bem depois com Toquinho? Era uma homenagem à deusa grega Harmonia, à qual ele sonhava em desposar como Cadmo.
[Leia outros Comentários de Dalton]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Revolução Russa
Philip Clark
Ed. Ática
(1993)
R$ 5,50



Carícias de Fogo
Anne Mather
Nova Cultural
(1998)
R$ 6,27



Hex Hall - a Maldição
Rachel Hawkins
Galera Record
(2012)
R$ 29,00



Memórias de Aldenham House
Antonio Callado
Nova Fronteira
(1989)
R$ 4,30



Frei Luís Souza - Viagens na Minha Terra
Garrett
Difusão Européia do Livro
(1965)
R$ 20,00



Português Jurídico – Prática Aplicada
Marcelo Paiva
Fortium
(2007)
R$ 13,00



A Conquista das Américas
Paul Herrmann
Boa Leitura
R$ 17,99



Um Corpo de Mulher
Fernando Sabino
Atica
(2001)
R$ 10,50



Consolação Diante da Morte de um Ser Querido
Washington L. N. Fernandes
Madras
(2004)
R$ 12,00



Guida Della Certosa Di Pavia
Gino Chierici
Colombo
R$ 5,00





busca | avançada
79550 visitas/dia
2,1 milhões/mês