O iPad, da Apple e de Steve Jobs | Digestivo Cultural

busca | avançada
49395 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Bossa Nova Mall homenageia músicos brasileiros com a programação especial Cantos e Encantos do Brasi
>>> SESC CARMO REALIZA CICLO DE OFICINAS VIRTUAIS SOBRE DIREITOS SOCIAIS E PRIMEIRA INFÂNCIA
>>> Tiras da Niara viram livro
>>> “Relatos da Era Digital”: novo álbum celebra a cultura sound system
>>> Abertas as Inscrições para a Oficina Conteúdo Audiovisual Infantil e Infantojuvenil
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Olavo de Carvalho (1947-2022)
>>> Maradona, a série
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
Colunistas
Últimos Posts
>>> O melhor da Deutsche Grammophon em 2021
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
Últimos Posts
>>> Brega Night Dance Club e o afrofuturismo amazônico
>>> Fazer o que?
>>> Olhar para longe
>>> Talvez assim
>>> Subversão da alma
>>> Bons e Maus
>>> Sempre há uma próxima vez
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Cegueira
>>> Blog da Petrobras como Napster
>>> Menos fé e mais razão
>>> Aluga-se um escritório
>>> Para gostar de ler
>>> A resistência é vermelha
>>> Wear Sunscreen
>>> Millôr no IMS Paulista
>>> Uma história da Chilli Beans
Mais Recentes
>>> Rumo ao Sucesso de Jorge Consedey pela Rumo (1999)
>>> Mad Nº 79 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Razão e sensibilidade / Orgulho e preconceito / Persuasão de Jane Austen pela Martin Claret (2019)
>>> Mad Nº 78 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Mad Nº 77 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Mad Nº 76 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Três Faces do Ontem de Três Faces do Ontem pela Dulce Leal de Souza (1967)
>>> Mad Nº 72 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Mad Nº 71 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Descentralización y Planificación de La Educación de Carlos N. Malpica Faustor pela Unesco (1994)
>>> Grande sertão: Veredas de João Guimarães Rosa pela Companhia das letras (2019)
>>> Mad Nº 70 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Mansfield Park, Emma, A Abadia de Northanger de Jane Austen pela Martin Claret (2015)
>>> Mad Nº 69 de Vários Autores pela Record (1990)
>>> Histórias e prática do Hebeas-Corpus de Pontes de Miranda pela José Konfino (1951)
>>> Mad Nº 67 de Vários Autores pela Record (1990)
>>> Roosevelt e Hopkins de Robert E. Sherwood pela Nova Fronteira (1998)
>>> A Porta de Magda Szabó pela Intrínseca (2021)
>>> Mad Nº 65 de Vários Autores pela Record (1990)
>>> Preconceito linguístico: O que é, como se faz de Marcos Bagno pela Loyola (1999)
>>> Preconceito linguístico: O que é, como se faz de Marcos Bagno pela Loyola (1999)
>>> Mad Nº 64 de Vários Autores pela Record (1990)
>>> Gestão de Contratos Em Regime de Consórcio de Paulo Matos pela Mazz (2011)
>>> Amar ou depender? de Walter Riso pela L&PM pocket (2018)
>>> L'Architettura in oltre 200 catalochi- CD de Vários autores pela Eletronica
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Internet

Sexta-feira, 5/2/2010
O iPad, da Apple e de Steve Jobs
Julio Daio Borges

+ de 4500 Acessos




Digestivo nº 452 >>> A espera terminou. As especulações sobre o tablet da Apple — por mais que Steve Jobs negasse — eram fundamentadas. Até o nome "adivinharam", iPad. Só não foi um clímax total, porque foi, igualmente, confirmado que se tratava de um "iPhone grande". E o anticlímax também veio porque Steve Jobs pareceu não dar muita bola para a capacidade do iPad de "armazenar" livros eletrônicos (ainda que tenha prestado sua pequena "homenagem" ao Kindle e à Amazon). O iPad, também conforme previsto, foi vendido como uma nova tentativa de salvar o mainstream da imprensa. E, nesse sentido, a apresentação de representantes do New York Times foi emblemática. Acontece que a grande vitoriosa, na criação desse aparelho, é, novamente, a Web. Acessar softwares de fotos, de música ou até vídeos manualmente, numa tela maior, não é propriamente uma novidade (depois do iPhone). Mas navegar na internet, com uma tela portátil, mais próxima de um notebook, com a ponta dos dedos, e sem mouse, vai ser uma revolução. Esse era o tablet que todos estavam tentando desenvolver; agora, podem abandonar seus projetos; ou até continuá-los, mas se conformando com o "segundo lugar". Voltando aos livros: do que se viu, o iPad não conflita diretamente com o Kindle, porque, evidentemente, parece outra proposta. O "leitor" de Steve Jobs é uma tela, de excelente qualidade de imagem, mas uma tela — e, como tal, pretende emular, o melhor possível, a aparência de um livro real (de papel). Não é um novo conceito, de livro verdadeiramente eletrônico; é praticamente um livro digitalizado; preservando, se for adotado, o establishment editorial (sem focar em editores independentes ou, até, em "blogueiros" — como o Kindle e a Amazon). Jobs repetiu a estratégia que usou com as grandes gravadoras, as redes de televisão e os estúdio de cinema: "Minha tecnologia é inovadora, mas eu não quero acabar com o negócio de vocês". A disputa entre plataformas "abertas" de desenvolvimento (a Web e o PC) e "fechadas" (a Apple, sua linha de dispositivos e "lojas" on-line) entra num outro estágio com o iPad. Se a Microsoft, através do Windows, foi a plataforma de desenvolvimento por décadas, Steve Jobs parece afirmar que, finalmente, chegou a sua vez — mas, além da plataforma de software, ele quer controlar o hardware também. Por melhor que seja o novo aparelho, deveríamos pensar, como sempre sugere Tim O'Reilly (e Jonathan Zittrain, em seu livro premonitório), se é este o futuro que desejamos para a nossa velha "Rede Mundial de Computadores"...
>>> Steve Jobs apresentando o iPad
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Philip Seymour Hoffman (1967-2014) (Cinema)
02. A Vida e o Veneno de Wilson Simonal, por Ricardo Alexandre (Música)
03. Trauma, de Ana Maria Rudge (Além do Mais)
04. Para entender a internet, por Juliano Spyer (Internet)
05. Cartas, de Antônio Vieira (Literatura)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Ivanhoé (Literatura Escocesa/Britânica)
Walter Scott
Nova Cultural
(2003)



Quase Noite
Alice Sebold
Agir
(2008)



Hotel Glória um Tributo à era Tapajós
Maria Clara Pereira dos Santos Tapajós
3r Studio
(2009)



Suando em Bicas
Regina Lunkes Diehl
Nobel
(2004)



Teoria Geral da Administração - Aplicação e Resultados... -
Luis César G. de Araujo
Atlas
(2014)



Fire in the Forest
Eduardo Amos e Elisabeth Prescher e Ernesto Pasqua
Moderna
(2000)



Diários do vampiro: Reunião sombria (Vol. 4)
L J Smith
Record Galera
(2010)



Sugestões para Natal de Artesana- Seu Lar Em Festa
Sara Tamayo de Gibelli
Aggs



A Arte de fazer Artes - Como escrever histórias para crianças e adolescentes
Glória Pondé
Nórdica
(1985)



Calunga um Dedinho de Prosa
Luiz Antonio Gasparetto
Vida & Consciência
(1997)





busca | avançada
49395 visitas/dia
1,9 milhão/mês