Blue Jasmine, de Woody Allen, com Cate Blanchett | Digestivo Cultural

busca | avançada
77164 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Yassir Chediak no Sesc Carmo
>>> O CIEE lança a página Minha história com o CIEE
>>> Abertura da 9ª Semana Senac de Leitura reúne rapper Rashid e escritora Esmeralda Ortiz
>>> FILME 'CAMÉLIAS' NO SARAU NA QUEBRADA EM SANTO ANDRÉ
>>> Inscrições | 3ª edição do Festival Vórtice
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
Colunistas
Últimos Posts
>>> Glenn Greenwald sobre a censura no Brasil de hoje
>>> Fernando Schüler sobre o crime de opinião
>>> Folha:'Censura promovida por Moraes tem de acabar'
>>> Pondé sobre o crime de opinião no Brasil de hoje
>>> Uma nova forma de Macarthismo?
>>> Metallica homenageando Elton John
>>> Fernando Schüler sobre a liberdade de expressão
>>> Confissões de uma jovem leitora
>>> Ray Kurzweil sobre a singularidade (2024)
>>> O robô da Figure e da OpenAI
Últimos Posts
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
>>> Ser ou parecer
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Coleção Por que ler, da Editora Globo
>>> Realismo histérico
>>> Olga e a história que não deve ser esquecida
>>> 6 de Novembro #digestivo10anos
>>> Relendo clássicos
>>> O Presépio e o Artesanato Figureiro de Taubaté
>>> Era Meu Esse Rosto
>>> Do Comércio Com Os Livros
>>> E-mails a um jovem resenhista
>>> O Conflito do Oriente Médio
Mais Recentes
>>> El Desarrollo Del Capitalismo En America Latina. Ensayo De Interpretacion Historica (spanish Edition) de Agustin Cueva pela Siglo Xxi (2002)
>>> O Fantástico Homem do Metrô 8 edição. - coleção veredas de Stella Carr pela Moderna (1993)
>>> Missão Ninok: se tem medo do futuro não abra o livro de Bernardino Monteiro pela Artenova (1980)
>>> Os Bichos Que eu Faço - coleção girassol 1ª edição. de Telma Guimarães Andrade pela Moderna (1991)
>>> Enfermagem Médico-Cirúrgica em Unidade de Terapia Intensiva de Eliza Kaori Uenishi pela Senac (2008)
>>> Primeiras Linhas de Direito Processual Civil - Volume 1 de Moacyr Amaral Santos pela Saraiva (2002)
>>> O Cortiço de Aluísio Azevedo pela Estadão
>>> Um Certo Suicídio de Patricia Highsmith pela Best Seller
>>> Domine Seu Sistema Nervoso Pelo Treinamento Autógeno de Karl Robert Rosa pela Ediouro
>>> Introdução à Literatura no Brasil de Afrânio Coutinho pela Distribuidora de Livros Escolares (1975)
>>> Pedro Vira Porco-Espinho de Janaina Tokitaka pela Jujuba (2017)
>>> O Grande Livro dos Contrários. Das Formas e das Cores de Frederic Kessler pela Cortez (2018)
>>> A Perigosa Idéia de Darwin de Daniel C. Dennett pela Rocco (1998)
>>> Dicionário de Saúde de Carlos Roberto Lyra da Silva pela Difusão (2006)
>>> A Cidade e as Serras de Eça de Queiroz pela Folha de S.Paulo (1997)
>>> Fodor's Arizona 2001: Completely Updated Every Year de Fodor's pela Fodor's (2000)
>>> Herobrine - A Lenda (livro 1) de Mikhael Línnyker F Rodrigues pela Geracao Editorial (2020)
>>> Um Ano Inesquecivel de Paula Pimenta; Babi Dewet pela Gutemberg (2015)
>>> Aspectos Polêmicos da Atividade do Entretenimento de Vários Autores pela Apm (2004)
>>> Delta de Vênus de Naïs Nin pela Círculo do Livro (1989)
>>> O Processo de Franz Kafka pela Folha de S.Paulo (2003)
>>> Os Viajores - Agentes dos Guardiões de Robson Pinheiro pela Casa dos Espíritos (2019)
>>> Sonic The Hedgehog Vol. 3 - A Batalha por Angel Island de Sega pela Geektopia (2021)
>>> Os Turistas de Disney Especial pela Abril
>>> Joe Biden - A Vida As Ideias E Os Desafios Do Presidente Da Nacao Mais Poderosa Do Mundo de Evan Osnos pela Agir (2021)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Cinema

Segunda-feira, 16/6/2014
Blue Jasmine, de Woody Allen, com Cate Blanchett
Julio Daio Borges
+ de 12100 Acessos




Digestivo nº 501 >>> Desde os anos 90 que Woody Allen alterna filmes "pastelão" com outros de humor mais denso, como Vicky Cristina Barcelona (2008), e até tragédias involuntárias, como Match Point (2005). Blue Jasmine (2013), com Cate Blanchett, é do último tipo, por isso merece atenção. Se se for observar o roteiro, o filme tinha tudo para cair no velho pastelão. Ex-socialite falida vai morar com a irmã pobre que sempre esnobou e tem de se adequar à nova realidade, que, naturalmente, é trágica e cômica. Cate Blanchett não é engraçada. Mas isso, para nós, é uma dádiva. Blue Jasmine ganha uma profundidade inesperada, justamente, por sua causa. "Jasmine", no caso, é o novo nome de Jeanette, que tinha vergonha de suas origens. Ao contrário da irmã Ginger, que continuou na Califórnia, Jeanette tinha mania de grandeza, casou-se com um homem de negócios, Hal Francis (Alec Baldwin), e ascendeu à alta burguesia de Nova York. Mulherengo incorrigível, contudo, Hal é denunciado pela própria esposa (farta de suas traições), termina preso e quebrado, suicidando-se na prisão. Cercada por dívidas, Jasmine perde tudo, inclusive as "amizades", e tem de recomeçar na Califórnia, com a irmã de criação. O fracasso não é um tema recorrente, no cinema, ainda mais se não for uma histórica edificante. Jasmine, ou Jeanette, é tão patética, em suas crises, em seus monólogos, em suas tentativas de adequação, que até chegamos a torcer por ela, em alguns momentos... Para que se reabilite, como um ex-viciado que tem de abandonar seus paraísos artificiais. Mas não é fácil... Um belo dia, apesar de tudo, Jeanette encontra um pretendente numa festa. Um homem mais jovem, em ascensão, que precisa de uma mulher, vivida, para abrir-lhe as portas da alta sociedade. O romance engata, mas, envergonhada, e querendo esquecer o passado, Jeanette mente, deslavadamente. Não demora, o passado vem à tona, na forma de um velho cunhado, o "ex" de Ginger, cujas economias o marido de Jasmine havia transformado em pó. Jeanette havia escondido até um enteado. E o pretendente não quer saber de perdoá-la: rompe a ligação. Três performances, no filme, são brilhantes. Quando Jasmine descobre as traições do marido, ou decide finalmente acreditar nelas, e o confronta. Depois, quando, em sua nova vida, tentando trabalhar como secretária, Jeanette é assedia pelo chefe, um dentista nerd, chato e repugnante, e tem de se desvencilhar à força. Por último, quando, face a face com suas mentiras, desmascarada pelo novo futuro marido, é abandonada no meio da rua, no calor de uma discussão. Perder tudo, em matéria de capitalismo hoje, é perder a própria honra. Preferível perder a vida? Hal Francis não tem dúvida e se suicida. Enquanto que Jasmine, sentindo-se vítima, prefere a morte em vida. Existe vida após a morte? E depois da bancarrota? São questões incômodas. Blue Jasmine, a "triste" Jasmine, nos lembra dos limites da vida, e da vida material.
>>> Blue Jasmine
 
Julio Daio Borges
Editor
Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Não foi suficiente (Internet)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Elizabeth Levanta Vôo
Elizabeth Taylor
Best Seller
(1988)



Projeto Buriti Ciências 5º Ano Com Dvd - 3ª Edição
Moderna
Moderna
(2013)



Rio de Janeiro Em Prosa e Verso - Volume tres
Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade
José Olympio
(1965)



Projetando espaços
Miriam Gurgel
Senac Sp
(2005)



Como Deus Manda
Niccolo Ammaniti
Bertrand



Independência Financeira. O Guia Para A Libertação
Robert T. Kiyosaki
Edit Alta Books
(2017)



Livro Ciência Política Sua Excrescência Senado
Sivirino Yumbad Baguun Parral
Parral
(2009)



Guiding Light: By God Through Me
Father Joe Robinson
Shepherds of Christ
(2014)



The Assault on Reason
Albert Gore
Penguin
(2007)



A esperança dos desesperados
Emmanuel Mounier
Paz e Terra
(1972)





busca | avançada
77164 visitas/dia
2,0 milhão/mês