Agora, eu era herói | Digestivo Cultural

busca | avançada
34463 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Cinema

Sexta-feira, 18/4/2003
Agora, eu era herói
Julio Daio Borges

+ de 1200 Acessos




Digestivo nº 130 >>> Babenco não esperava, mas “Carandiru” bateu o recorde de bilheteria logo no primeiro fim de semana. E o que isso significa? Provavelmente uma curiosidade enorme pelo filme e, não podemos negar, uma “campanha” bem estruturada. É, no fundo, o que salva e o que condena a produção. Salva porque a faz viável, e legitima suas reivindicações junto à sociedade. Afinal, o longa merece ser visto pelo maior número de pessoas. Mas a inserção de “Carandiru” na lógica de mercado o condena porque, ao se transformar em produto, perde o seu grande diferencial: o choque de realidade. Assim, o espectador já se senta na cadeira sabendo que vai assistir a uma superprodução, que vendeu milhares (daqui a pouco, milhões) de ingressos, relaxa e não acredita mais em nada. O aspecto bem cuidado (por exemplo, na fotografia de Walter Carvalho) reforça essa tese. O maior presídio da América Latina (como estão repetindo a torto e a direito), de repente, se revela colorido, engraçado e até alegre. O massacre, então, converte-se em videoclipe, e em efeito cinematográfico de filme de ação hollywoodiano. Só para não ter um final feliz (uma vez que poderia: com presos tão simpáticos, tão sábios e tão “cheios de vida”). A humanização da figura do marginal (em realidade, o objetivo maior desde o livro) ultrapassa o limite do aceitável e transforma as personagens em caricatura, de um grande conto de fadas. É natural: o Brasil não absorveria o Carandiru (a casa de detenção) em toda a sua crueza, e a opção (involuntária?) de Babenco foi embalá-lo para presente. Os inquilinos do Pavilhão 9 foram finalmente admitidos em nosso círculo, como os idealizadores queriam, e em breve, com o DVD, também em nossa casa. Não é raro escutar, de alguém que acabou de sair da sessão, que faltou “realidade”. Afinal de contas, como competir, digamos, com o noticiário sensacionalista da televisão, que, outro dia, mostrou via satélite o suicídio do policial; há meses, a reconstituição do crime da garota que matou os pais; e que já rendeu um longa, por ocasião do seqüestro que terminou em morte, no Rio, o tal “Ônibus 147”. Babenco, por mais bem intencionado que esteja, chega atrasado. Ao contrário de Drauzio Varella, que com o seu “Estação Carandiru” (1999) chegou na hora certa. Nada contra a fita em si, que é imperdível, mas que, infelizmente, não vai conseguir escapar desse estigma.
>>> Carandiru
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Abraços Partidos, de Pedro Almodóvar (Cinema)
02. Como ganhar US$ 1 milhão na internet, de Ewen Chia (Internet)
03. Metafilosofia e ficção (Literatura)
04. A inocência é minha culpa (Literatura)
05. O Encoberto (Além do Mais)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O NOSSO REINO
VALTER HUGO MÃE
34
(2012)
R$ 20,00



ARQUITETURA CONTEMPORÂNEA NO BRASIL
YVES BRUAND
PERSPECTIVA
(1999)
R$ 90,00



MÉDICO DE ALDEIA
A. J. CRONIN
RECORD
(1978)
R$ 7,19



POEM-ANDO ALÉM FRONTEIRAS: DEZ POETAS CONTEMPORÂNEAS IRLANDESAS E PORT
GISELE GIANDONI WOLKOFF (ORGANIZAÇÃO E TRADUÇÃO)
PALIMAGE
(2011)
R$ 20,00



CURSO DE DIREITO CONSTITUCIONAL
MANOEL GONÇALVES FERREIRA FILHO
SARAIVA
(1981)
R$ 25,00



BAÍA DOS TIGRES 2A. EDIÇÃO
PEDRO ROSA MENDES
PUBLICAÇÕES DOM QUIXOTE
(2000)
R$ 66,78



EM DISCUSSÃO O BRASIL
RUY MESQUITA
CIP
(1981)
R$ 10,00



TESTE DEINE INTELLIGENZ
PETER LAUSTER
HT
(1974)
R$ 15,00



CONTEMPORARY AMERICAN ARCHITECTS VOL. III
PHILIP JODIDIO
TASCHEN
(1997)
R$ 49,90



FRAGMENTOS DA PALAVRA PERDIDA
ARNALDO MARCÉU
SOMA
(1984)
R$ 18,00





busca | avançada
34463 visitas/dia
1,3 milhão/mês