Isenta, mas jamais neutra | Digestivo Cultural

busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Nova Exposição no Sesc Santos tem abertura online nessa quinta, 17/06
>>> Arte dentro de casa: museus e eventos culturais com exposições virtuais
>>> “Bella Cenci” Estreia em formato virtual com a atriz Thais Patez
>>> Espetáculo teatral conta a história de menina que sonha em ser astronauta
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> A sétima temporada de 24 horas
>>> De olho neles
>>> Saudações cinemusicais
>>> 1998 ― 2008: Dez anos de charges
>>> The Book of Souls
>>> Carta ao pai morto
>>> Rousseau e a Retórica Moderna
>>> A vida mais ou menos
>>> Amores & Arte de Amar, de Ovídio
Mais Recentes
>>> Xy - Sobre a Identidade Masculina de Elisabeth Badinter pela Nova Fronteira (1993)
>>> Tai-chi Chuan por uma Vida Longa e Saudável de Roque Enrique Severino pela Ícone (1985)
>>> Revista Taschen, Spring 2014 de Vários pela Taschen (2014)
>>> Primeiras e Últimas Páginas de Vladimir Jankélévitch pela Papirus (1995)
>>> A Grande Pirâmide de Tom Valentine pela Nova Fronteira (1976)
>>> Formação do Estado Burguês no Brasil (1888-1891) de Décio saes pela Brasiliense (1989)
>>> A Vida de Shelley de André Maurois pela Companhia Ed. Nacional (1957)
>>> Novos Mistérios do Triângulo do Diabo de Richard Winer pela Record (1975)
>>> Wendy Matraca no Rabo de Crocodilo de Wendy Meddour pela V&R (2014)
>>> Caim e Abel de Jeffrey Archer pela Bertrand Brasil (1987)
>>> Rebelião em milagro de John Nichols pela Best Seller (1988)
>>> Não Contem com o Fim do Livro de Umberto Eco e Jean-Claude Carrière pela Record (2010)
>>> A Madona de Cedro de Antonio Callado pela Nova Fronteira (1997)
>>> Pc Linha Leste de Antonio Carlos Felix Nunes pela Livramento (1980)
>>> Princesa Margarida de Judith Krantz pela Supersellers (1980)
>>> Cidade dos confins de Vieira Simões pela Clube do Livro (1966)
>>> O ensaio de Eleanor Catton pela Record (2012)
>>> Catarinenses: Gênese e história de João Carlos Mosimann pela Fundação Catarinense de Cultura (2010)
>>> Vem 3 Libro de Ejercicios. Español Leugua Extranjera de F. Castro e S. Rosa pela Edelsa (1996)
>>> Notas Contemporâneas de Eça de Queiroz pela Llelo e Irmão (1951)
>>> Macunaíma de Mario de Andrade pela CBT Brasil (2021)
>>> Os Maias - Episódio da Vida Romântica Volume II de Eça de Queiroz pela Lello & Irmãos (1951)
>>> Cada segredo de Laura Lippman pela Record (2011)
>>> Vem 1 Libro del Aluno. Español Leugua Extranjera de F. Castro, F. Marin, R. Morales, S. Rosa pela Edelsa (1990)
>>> O Quarto Número 2 de Cida Simka e Sérgio Simka pela Uirapuru (2019)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Imprensa

Quarta-feira, 27/4/2005
Isenta, mas jamais neutra
Julio Daio Borges

+ de 1500 Acessos




Digestivo nº 224 >>> Primeira Leitura completou 4 anos. A revista, que é a mais independente politicamente, talvez junto com a cambaleante Caros Amigos, deixou de ser um empreendimento dos Mendonça de Barros, para receber a assinatura definitiva e total de Reinaldo Azevedo. Reinaldo, que assina igualmente o projeto gráfico, é diretor de redação e divide a edição com Rui Nogueira, egresso da Folha, uma presença jornalística marcante em Brasília. Como se não bastassem as mudanças e as reformas, Reinaldo toca ainda o site, um dos mais atualizados e movimentados de uma publicação impressa no Brasil, despejando conteúdo eletronicamente, discutindo com leitores de uma maneira firme, dando contribuições televisivas (por exemplo, no Roda Viva), para a inveja e admiração de seus ex-colegas de Bravo! e República. Para terminar, Reinaldo está no prelo com um livro pela editora Barracuda, de Alfred Bylik – uma súmula de todo esse trabalho de anos. Enquanto coroa essa trajetória, Primeira Leitura de aniversário nos chega, para variar, com uma reportagem corajosa de capa: a perseguição histórica, e cada vez mais sufocante, do governo em relação ao empresariado – via carga tributária, antecipando muitas das discussões e dos desdobramentos da MP 232, que se viu na imprensa diária muito depois. E por falar em política, a professora Mary Kaldor, em entrevista para a revista, faz uma análise das mais interessantes sobre o papel das ONGs no mundo de hoje, só comparável a um alentado caderno, sobre o mesmo assunto, desovado pelo Estadão, semanas antes. Raymond Aron, em texto de Ipojuca Pontes, recebe finalmente a merecida homenagem por seu centenário (alardeado, mas muito pouco explorado, pela mídia tupiniquim). Para encerrar, Flávia Rocha, também ex-Editora D’Ávila, talvez o nome mais forte da poesia brasileira atualmente no exterior, nos presenteia com “Algas à noite”, uma peça bilíngüe, justamente quando a literatura passa longe do sistemão das grandes publicações. Entre outros destaques (Hugo Estenssoro, Caio Blinder, Mario Vitor Santos,... – a lista é enorme). Em tempos estranhos como os nossos, que se feche um número dessa qualidade, nas bancas, já é um feito inestimável. Agora, que se tenha repetido o feito durante 4 anos é coisa de gente sobre-humana, como Reinaldo Azevedo, e de outros hoje extintos super-homens das rotativas nacionais.
>>> Primeira Leitura
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Emerging Adulthood ou 'Adultos Emergentes', por Jeffrey Jensen Arnett (Além do Mais)
02. PodSemFio, da Garota Sem Fio (Internet)
03. Orquestra Sinfônica da Galícia com Josep Colom (Música)
04. Patuscada (Internet)
05. Ostinato (Música)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




100 Obras Itaú
Itaú
Masp
(1985)



O Guarda Chuva Azarado
Alcides Goulart
Acaiaca Letras C e D Novos
(2006)



7 Clássicos Americanos
Poe, Melville, Faulkner, Hemingway e Outros
Duetto
(2010)



Flash Fora do Ar - Autografado
Amaury Júnior
Elevação
(1999)



O Brasil e a Nova Geopolítica Européia
Francisco de Assis Grieco
Aduaneiras
(1992)



Hyping Health Risks: Environmental Hazards in Daily Life and The
Geoffrey C. Kabat
Columbia University Press
(2008)



Intervenções Psicopedagógicas
Deborah Lucchini e Outros
Expressao & Arte
(2008)



O Imperio dos Sentimentos e a Ditadura do Prazer
Bayard Galvão
Sobre o Viver
(2007)



Assis Valente - Coleção Folha Raízes da Música Popular Brasileira 22
Folha de São Paulo
Folha de São Paulo
(2010)



Lunité Française - 2ª Edição
Régine Pernoud
Puf
(1949)





busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês