Roubada Cultural | Digestivo Cultural

busca | avançada
39929 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 11/5/2007
Roubada Cultural

+ de 3400 Acessos
+ 4 Comentário(s)

Ainda estou chocada com o que foi essa Virada Cultural em São Paulo. Este é o primeiro ano em que vou e ainda estou espantada com a minha ingenuidade em querer "assistir" a um show, sem nem pensar que isso tudo não viria a ocorrer... Pensando agora, era óbvio: evento gratuito, com diversidade de opções para todos os gostos, em um lugar sem estrutura nenhuma para abrigar um show? É claro que nem o Exército daria conta, nem uma tonelada de caixas de som... nada faria diferença. Essa combinação não dá certo.

Pra completar, a Virada botou os Racionais MCs, um grupo de rap polêmico, pra tocar na Praça da Sé, marco zero de São Paulo. Local cercado por policiais e lotado de gente de todos os tipos: fãs, admiradores, curiosos e baderneiros. Mais uma vez, repito: essa combinação definitivamente não dá certo.

Um acontecimento desse porte chama a atenção de muito mais gente, além daqueles apreciadores de cultura que batem cartão em eventos do gênero. Entretanto, um evento desse porte não poderia falhar. Mas falhou. A grande virada não foi a passagem de sábado pra domingo, mas a confusão que resultou de todos esse elementos juntos.

Minha Virada
Quando cheguei lá, fui direto à Praça da Sé encontrar alguns amigos para assistir ao show da Nação Zumbi, que começou pontualmente à zero hora desse domingo [6 de maio]. Bom, como já havia dito, lá não é um local apropriado para shows desse tamanho e, como a Virada Cultural acontecia em vários pontos do centro da cidade ao mesmo tempo, a "platéia" também virou ponto de encontro, e local de passagem para outros palcos montados por ali. O empurra-empurra, que já é comum em qualquer apresentação musical, ocorria de forma muito mais intensa. Pra completar, não se ouvia o som energético das guitarras e dos batuques da banda com a mesma força que costumamos ouvir nos CDs ou em outros shows: o som estava muito baixo "para um evento daquele porte".

Pra não dizer que não tive momentos divertidos, cito aqui um deles que, para mim, foi praticamente histórico. Enquanto aguardávamos a banda pernambucana subir no palco, alguns meninos desafiavam uns aos outros para subir nos postes do meio da praça. Um a um foi tentando chegar ao topo, sem sucesso, enquanto a torcida aumentava e os candidatos a macacos da Virada se multiplicavam. O primeiro que conseguiu chegar lá em cima, foi ovacionado, jogado para o alto, uma festa.

Depois de rodar pelo centro e ver um pouco do Cisne Negro e do Ed Motta, voltamos para aguardar os Racionais MCs. Foi aí que começou tudo... Fomos lá pra frente e tinha muita, muita gente, mal dava para se fixar em um pontinho com meu grupo de amigos. Ao nosso lado, havia uns quinze caras em cima de uma banca de jornal cantando. A fumaça de maconha, o cheiro de xixi e o bafo de pinga das pessoas que passavam por mim já estava no auge, insuportável. Daí para eu ficar com pressão baixa, claustrofóbica e com vontade de vomitar foi um pulo e acabei fazendo toda a turma ir embora, até porque o show já estava bem atrasado e era inviável continuar ali. Me senti super mal de acabar com a festa dos meninos, mas mal sabia eu que estava salvando a pele da galera...

O confronto
O cenário era de guerra, com "Vida Loka" como trilha sonora. Li na Folha Online que o show dos Racionais só começou às 4h30. E que depois de algumas poucas músicas, os PMs tentaram tirar o pessoal que estava em cima da banca (aquela que estava antes ao nosso lado) de lá... Aí, começou: cacetetes pra cá, garrafadas pra lá, tiros pro alto, gritaria, tumulto, confusão. O repórter Diógenes Muniz da Folha escreve: "Mano Brown ora apaziguava os ânimos, ora cutucava a polícia. 'Aí, vamos ignorar a polícia. A festa é nossa', gritou, antes de tentar prosseguir com as músicas, sem sucesso".

Uns acreditam que toda a confusão gerada foi decorrente do atraso da banda, outros culpam a própria banda, além dos que defendem que a Polícia exagerou na atitude repressiva. "É só ver o histórico do Racionais. Acaba sempre assim. Mas nós já estávamos preparados para isso acontecer", afirmou o tenente da PM Jackson, responsável pela ação policial na Sé. "Nunca tinha visto a Praça da Sé tão cheia. Mas, olha, os PMs estavam mais nervosos que o público e usaram mais força do que necessário", disse o senador Eduardo Suplicy (PT), que já acompanhou a banda em outras apresentações.

Não acredito que seja culpa nem da banda nem da Polícia. Como já havia dito, essa combinação não funciona. Claro, as letras das músicas da banda são polêmicas e muitos que vão a seus shows não estão 100% de acordo com a ideologia da banda. E claro, novamente, todo mundo sabe que algumas atitudes de policiais são suspeitas, existe corrupção e abusos.

Show do Racionais não combina com Virada Cultural. Aliás, a Virada Cultural em si não tem sentido, pelo menos da maneira como foi realizada. O erro, para mim, foi conjunto. O triste é ver cenas como essas, que mostram vandalismo gratuito, violência sem justificativas, essa raiva que fica contida dentro de muitas pessoas, sendo externada de uma forma tão brusca...

A Polícia já divulgou sua posição, ou melhor, sua versão dos fatos, no site da Secretaria de Segurança Pública: mais uma vez, como num conto de fadas, os policiais são "heróis" prendendo "vilões". O portal de esquerda Vermelho, por outro lado, saiu na defesa dos vândalos. Cada um que tire suas própria conclusões, mas para mim fica bem claro que essa "Roubada Cultural" começou e terminou muito errada!

Nota do Editor
Débora Costa e Silva é estudante de jornalismo e mantém o blog Vagamundo Vago, onde este texto foi originalmente publicado.


Postado por Débora Costa e Silva
Em 11/5/2007 às 19h21


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Mauro Henrique de Julio Daio Borges
02. José Serra fala de Julio Daio Borges
03. Chico Buarque roqueiro de Julio Daio Borges
04. Estático de Daniel Bushatsky
05. Documentário de Marcelo Barbão


Mais Débora Costa e Silva no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
12/5/2007
15h51min
Gostaria de dar os parabéns à autora desse comentário, estão realmente divinas as colocações e principalmente a forma de relatar um fato que a cada dia nos assola mais, que é a vontade de fazer coisas sem a menor organização. Abraços à todos
[Leia outros Comentários de Cesar]
12/5/2007
21h12min
Concordo com o texto em partes, mas sou obrigada a discordar da parte em que é impossivel assistir a um show de qualidade. Nesta virada cultural, tive a oportunidade de assistir a inúmeros ótimos shows, entre eles cito: O Teatro Mágico, Nação Zumbi, Pato Fu, Ratos de Porão, Garotos Podres, entre outros... Todos de ótima qualidade apesar da curta duração, considero este evento exemplar, e deve ser continuado, porém tomando precauções com segurança, tipo de bandas que vão tocar e horário. Eu acredito que se o show do Racionais fosse logo às 18h do sábado, nada disso teria acontecido, pois o povo ainda não teria usado tanta droga e tanta bebida...
[Leia outros Comentários de Monica Rangel]
14/5/2007
10h21min
Olá, Débora. Discordo em vários pontos do seu texto. Se em muitos momentos a organização do evento deixou a desejar, e o show do Racionais foi um deles, é grande exagero, no entanto, dizer que foi de todo uma confusão. Pelo contrário, acho que a organização teve grandes acertos para um evento tão grande. Como a Monica disse, houve shows maravilhosos, com bom som e platéias contentes, houve boas exposições e uma série de outros pontos positivos. Também acho fácil jogar a culpa na banda de RAP da periferia. Também acho fácil jogar a culpa na polícia corrupta e despreparada.
[Leia outros Comentários de Tomaz Amorim]
14/5/2007
11h27min
"Vandalismo gratuito, violência sem justificativas, essa raiva que fica contida dentro de muitas pessoas, sendo externada de uma forma tão brusca..." Pode acreditar que essa violência tem justificativa. E, com um pouco mais conhecimento, nessa juventude excluída, muitas cabeças rolariam neste país...
[Leia outros Comentários de Fábio Rodrigues]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




UNIVERSO ELÉTRICO
DAVID BODANIS
RECORD
(2008)
R$ 95,00



INICIAÇÃO À MÚSICA
MAURICE EMMANUEL
GLOBO
(1954)
R$ 15,00



PINTANDO COM AQUARELA - MAGALI E CASCÃO
MAURÍCIO DE SOUSA
ONLINE
(2016)
R$ 22,00



PREPARAÇÃO À LINGUÍSTICA ROMÂNICA
SILVIO ELIA
AO LIVRO TÉCNICO
(1979)
R$ 20,00



CHUTA O JOÃOZINHO PRA CÁ
PEDRO BLOCK
EDIOURO
(1978)
R$ 6,00



TÚNEIS
RODERICK GORDON / BRIAN WILLIAMS
ROCCO
(2008)
R$ 25,32



LAVAGEM DE DINHEIRO
LEVY EMANUEL MAGNO; CASSIO ROBERTO CONSERINO
ATLAS
(2011)
R$ 50,00



VIDA E SEXO
FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER
FEB
(1971)
R$ 10,00



AS ORIGENS DA RELIGIÃO
CHARLES HAINCHELIN
HEMUS
(1971)
R$ 25,82



INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE 5
ESCOLA POLITÉCNICA DE SAÚDE JOAQUIM VENÂNCIO
FIOCRUZ
(2010)
R$ 9,80





busca | avançada
39929 visitas/dia
1,1 milhão/mês