Leia, relaxe e... pense | Digestivo Cultural

busca | avançada
114 mil/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Joca Andreazza dirige leitura de Auto da Barca de Camiri na série 8X HILDA
>>> Concerto Sinos da Primavera
>>> Aulas on-line percorrem os caminhos da produção editorial
>>> Rapsódia capital de Mário de Andrade resgata a grandeza do modernismo nacional
>>> Livro: Os Festivais de Rock - Uma Vida Rock n Roll
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
>>> Notívagos
>>> Sou rosa do deserto
>>> Os Doidivanas: temporada começa com “O Protesto”
>>> Zé ninguém
>>> Também no Rio - Ao Pe. Júlio Lancellotti
>>> Sementinas
>>> Lima nova da velha fome
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Erudição e humor na ficção de Ruy Castro
>>> Stay Hungry. Stay Foolish.
>>> 30 años de Apple
>>> Twitter: A Crítica Como Vocação
>>> John Lennon, o homem
>>> 1998 ― 2008: Dez anos de charges
>>> I-ching-poemas de Bruna Piantino
>>> Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas)
>>> A busca
>>> Eu quero é rosetar
Mais Recentes
>>> Presença Pedagógica V.19 N.110 (Jovem do ensino médio) de Vários pela Dimensão (2013)
>>> A Metamorfose de Franz Kafka pela Ciranda Cultural (2019)
>>> O Mundo Perdido de Arthur Conan Doyle pela Ciranda Cultural (2019)
>>> O Peregrino de John Bunyan pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Imitação de Cristo de Tomás de Kempis pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Revista de História da Biblioteca Nacional Ano 8 Nº91 de Vários pela Sabin (2013)
>>> Bolos Decorados, volume 1,2 e 3 de Editora Três pela Três (2002)
>>> Psicologia Legislação de Conselho Federal de Psicologia pela Conselho Federal de Psicologia (1982)
>>> Boitempo & A Falta Que Ama de Carlos Drummond de Andrade pela José Olympio (1979)
>>> O Dom Supremo de Henry Drummond, adaptação de Paulo Freire pela Rocco (1994)
>>> Psicologia Educacional de Robert S. Ellis pela Nacional (1967)
>>> Jesus, A Dor e a Origem de Sua Autoridade Volume II de Paiva Netto pela Elevação (2016)
>>> Restaurante Chinês e Outras Histórias de Vários Autores pela Nova Prova (2002)
>>> Condição Física de José Antônio Pires Gonçalves pela Imprensa do Exército (1968)
>>> Taxitramas – Diário de um Taxista de Mauro Castro pela Sulina (2006)
>>> Comunicação Incomunicação no Brasil de Vários Autores pela Loyola (1976)
>>> Os Versos do Capitão de Pablo Neruda pela Bertrand Brasil (1997)
>>> Lira e Antilira - Mário, Drummond, Cabral de Luiz Costa Lima pela Civilização Brasileira (1968)
>>> A Arte de Educar de Flávio Gikovate pela Mg (2002)
>>> Recados da Lua (Coleção Amores Extremos) de Helena Jobim pela Record (2001)
>>> O Homem no Cotidiano - Alicerce do Paraíso 4 de Meishu-sama pela Immb (2007)
>>> Bíblia Sagrada de João Ferreira de Almeida pela Sociedade Bíblica do Brasil (1999)
>>> Bíblia Sagrada de João Ferreira de Almeida pela Sociedade Bíblica do Brasil (1999)
>>> Histologia de Leon O Weiss e Roy O Greep pela Guanabara Koogan (1981)
>>> Embriologia e Taxonomia das Malformações Cardiovasculares de José Hortencio de Medeiros Sobrinho pela Dante Pazzanese (1977)
BLOG >>> Posts

Quinta-feira, 6/12/2007
Leia, relaxe e... pense

+ de 1100 Acessos

Tenho passado meu horário de lanche praticamente todo numa livraria. Tomo um café com rocambole — de queijo e presunto ou de quatro queijos ou de frango com queijo catupiry (este muito pouco, só quando não tem um dos outros dois) — e fico por lá admirando os livros, respirando-os. Não há nada de mais interessante a fazer. Ao menos não em 1 hora de "descanso".

Dia desses uma garota estava de saída do café e comentou, em voz alta (até demais, pro meu gosto), que, quando entrava lá, ficava deprimida, por não ter dinheiro para comprar todos os livros que gostaria de ter.

Eu ri, ela viu e então falou diretamente pra mim que livro hoje é muito caro. Respondi dizendo que é verdade, mas que era pra ela ficar atenta a algumas promoções na internet, pois dá pra achar muita coisa boa por um preço bem legal.

Ela concordou e disse que comprou recentemente o O Código Da Vinci e que comprou barato. Eu retruquei dizendo (com um sorriso um pouquinho sarcástico, vá lá) que, se ela fosse comprar algo, que comprasse algo bom. Ela disse que comprou o livro para presentear uma amiga, e acrescentou que eu não deveria falar mal do livro, porque é uma leitura que relaxa; e que era justamente o que ela queria no momento. Arrematou dizendo que não quer ler nada que a faça pensar. Que já bastava os livros da faculdade consumindo sua mente (ela cursa enfermagem).

Ok, não sou eu quem vai brigar por causa disso. Mas eu já disse e vou continuar dizendo: tem literatura boa que também faz relaxar. E qual é o livro que não faz o leitor pensar? Até o O Código Da Vinci faz pensar, ué. Paulo Coelho faz pensar. Qualquer livro faz pensar. A não ser que seja o supra-sumo da picaretagem literária. Aliás, até estes últimos fazem pensar. Um exemplo de pensamento depois da leitura de um livro assim: "mas como é que fui perder meu tempo com uma porcaria dessas?".

Pôxa. Fante é divertido. Bukowski é divertido. Clarice Lispector, quando de bom humor, é super divertida. Fernando Sabino é divertidíssimo. Rubem Braga também. John Steinbeck tem um senso de humor refinadíssimo, mais refinado que os melhores açúcares do mercado. George Orwell também tem textos bem despojados e que nem por isso deixam de fazer o leitor pensar.

Pensar é bom. E pensar não significa ficar deprimido, passar uma semana chorando porque o protagonista do romance morreu ou cometeu suicídio.

Um livro que te faz pensar é um livro que pode te ajudar em algo. Pode até te ajudar a melhorar como pessoa, a ver o mundo com outros olhos ou te ajudar a tomar uma decisão. Ou pode, simplesmente, te fazer sorrir.

Há quem não concorde, mas essa é a minha opinião. Uma pena eu não poder ter dito isso para a garota. Pensei em dizer, mas meu rocambole estava me esperando — e esfriando, bem como meu café. Falei pra ela ler boa literatura policial, pelo menos. Mandei-a ela ler Conan Doyle e fui comer.


Postado por Rafael Rodrigues
Em 6/12/2007 às 04h33


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Na Casa Mário de Andrade de Julio Daio Borges


Mais Rafael Rodrigues no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Teorias de Desenvolvimento da Criança
Alfred L. Baldwin
Pioneira
(1973)
R$ 5,00



Cartas Entre Amigos: Sobre Medos Contemporaneos
Fábio de Melo
Ediouro
(2009)
R$ 5,00



Tristano Morre
Antonio Tabucchi
Rocco
(2007)
R$ 75,00



Os Irmãos Leme
Paulo Setúbal
Saraiva
(1959)
R$ 15,00



Histórias, Fatos e Parábolas do Evangelho de Jesus Vol 1
Públio Carísio de Paula
Minas
(2001)
R$ 7,16



Leyendas de los Pueblos Originarios ( Livro esta Todo Em Espanhol)
Diego Remussi
Lea
(2012)
R$ 78,40



Técnicas de Pintura e Desenho Desenho por Computador 1
Vários Autores
Ediciones Genesis
(1992)
R$ 10,00



O Anônimo Célebre
Ignácio de Loyola Brandão
Global
(2002)
R$ 5,00



Nazistas Entre Nós: a Trajetória dos Oficiais de Hitler .. - 1ª Edição
Marcos Guterman
Contexto
(2016)
R$ 35,95



Manual de Instruções dos Homens Como Entender o Complicado Universo M
Marcelo Puglia
Matrix
(2007)
R$ 26,00





busca | avançada
114 mil/dia
2,3 milhões/mês