Eduardo Mineo, muito prazer | Eduardo Mineo | Digestivo Cultural

busca | avançada
71230 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Apresentações

Segunda-feira, 9/4/2007
Eduardo Mineo, muito prazer
Eduardo Mineo

+ de 6200 Acessos
+ 9 Comentário(s)

Levanto minha mão direita e digo "Olá, sou o Eduardo Mineo." Alguns me chamam de "Eduardo", outros de "Mineo". Os mais brabinhos me chamam de "Eduardo Mineo", assim, tudo junto, para indicar seriedade. Ou "Senhor Eduardo Mineo". Certos tipos, totalmente possuídos pela ira, usam "Este Senhor Eduardo Mineo Aí", apontando trêmulos para o monitor e espirrando saliva. Enfim, escolham o que mais agradar (menos "dudu", por favor, este é inadmissível).

Sou paulistano, mas gosto mais da palavra paulista. Sou paulista - bem melhor. Paulista, vocês, espertos que são, devem saber que é o sujeito que nasce no estado de São Paulo, mas fora da capital, ao passo que paulistanos são estes pobres diabos nascidos dentro da capital, possivelmente em alguma parte do caminho até a maternidade, uma vez que o trânsito não coopera. Mas evito falar de minha cidade. Uma vez já gostei sinceramente de São Paulo; hoje, apenas nos toleramos.

Estudei minha vida toda num colégio católico, num bom colégio católico, e que teve muita influência no meu caráter, embora religiosamente eu tenha sido um grande fracasso para ele. Mas, mesmo assim, teve muita influência no meu caráter e hoje gosto muito dos meus valores conservadores que formei lá, meio quadradões, mas charmosos e simpáticos. Todos eles são bonitinhos e bem comportados. Ouvem boa música, lêem boa literatura e jamais permitiriam que a conta de um restaurante fosse tocada por uma mulher. Alguns deles ainda ficam muito chocados quando vêem crianças falando sobre camisinha na MTV e isto sempre os deixa com vontade de bater na televisão, de fazê-la sofrer. Outros já se conformaram com o caminho das coisas. Às vezes, eu também.

Fui um adolescente besta, que é o que os adolescentes são. Mas nunca fui socialista (percebam meu semblante sereno de quem nunca foi socialista). Nunca fui socialista, mas já fui fascistinha e achei que uma ditadura no Brasil até que seria legal. Já castiguei meu organismo com tudo que existe de pior no mundo: miojo e punk rock. E já tive ódio pelos Estados Unidos - que é uma calça-boca-de-sino que ainda não saiu de moda. Estou contando tudo isto, mas, pelo amor de Deus, que o assunto morra aqui. Seria terrível admitir estas coisas. Terrível.

Descobri que a vida era mais do que McDonald's e bandas de rock quando, sem querer, prestei atenção numa aula de literatura do cursinho e fui contaminado por Machado de Assis. Foi horrível. Passei anos escrevendo "cousas" e "virou-se-lhe". Achava isso tudo muito erudito, muito distinto. Tentava escrever muito, muito difícil e ser todo profundo e essas coisas. Eu era muito ridículo. Fui ridículo até me dar conta de que só Machado de Assis tinha o direito de escrever "cousas". Escrever "cousas" não sendo Machado de Assis é patético, patético; parem com isso.

Então passei a tentar escrever como gente, como Paulo Francis. Me recordo de algum amigo me mostrando muito animado um jornal com uma coluna do Francis e tive muita vontade de ter escrito aquilo. Foi quando comecei a formar opiniões políticas um pouco mais elaboradas. Mais elaboradas até do que hoje eu consideraria saudável, é verdade, mas valeu como experiência e me sinto muito seguro sobre certos temas, embora eu estivesse disposto a dar minha vida para não ter de falar sobre Lula, sobre PSDB, sobre estes assuntinhos aí. Vamos falar sobre literatura; literatura é tão melhor...

Tudo que sei de literatura, de uma certa forma, é conseqüência das aulas daquele professor de cursinho. Jorge Luís Borges, Dorothy Richardson, Scott Fitzgerald, Bernard Shaw, Jane Austen, Tolstoi, tudo por causa de uma aula bem dada de classicismo. Provavelmente todos os problemas brasileiros com educação acabariam com uma aula bem dada sobre Camões. Sim, é possível. Antes, posso dizer, eu era analfabeto, espiritualmente analfabeto. Resolvi ler e escrever de verdade assistindo suas aulas. Gostei. Conheci amigos que também gostavam de ler e escrever sobre as mesmas coisas que eu gostava e fui melhorando com o tempo. Abri blogs, apaguei blogs e atualmente assino o Introibo ad altare Dei com o pseudônimo de Edward Bloom, com o qual até já publiquei alguns textos aqui no Digestivo Cultural.

Me perguntam sempre por que criei um pseudônimo e a única resposta que consigo inventar para isso é que não queria usar meu nome verdadeiro - muito coerente e tal. Escrevi algumas coisas boas usando meu nome, mas a maioria era muito ruim e eu achei melhor me desvincular até que eu sentisse segurança em meus textos, ou pelo menos até não sentir mais vontade de apagar tudo duas semanas depois. E como já fez um ano que escrevo como Edward Bloom e o índice de arrependimento foi razoavelmente baixo, acredito - creio é a vovozinha (imitando o Francis) - que esta seja uma boa hora para usar novamente meu nome.

Na semana passada, eu fui convidado para escrever regularmente no Digestivo Cultural, desde que não usasse meu pseudônimo. Aceitei, claro, todo comovido, etc. Portanto, me apresento como um de seus célebres colunistas. E me apresento com a mesma despretensão que tenho de um dia ainda comprar a Áustria e um carro anfíbio. Se quiserem falar comigo, sou o sujeitinho discreto e encolhido num dos cantos deste site. Posso ser tímido, mas sei fingir que sou extrovertido e interessante. Só não fumem do meu lado que eu sou um desses panacas que simulam tosse quando sentem cheiro de cigarro. E agora me deixem abaixar minha mão que está doendo. Tchau.


Eduardo Mineo
São Paulo, 9/4/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Eu blogo, tu blogas? de Fabio Gomes
02. O Novo Museu da Estação da Luz: uma Proposta de Heloisa Pait
03. Nunca fomos tão vulgares de Julio Daio Borges
04. O testemunho de Bernanos de Celso A. Uequed Pitol
05. Repensando a esquerda de Celso A. Uequed Pitol


Mais Eduardo Mineo
Mais Acessadas de Eduardo Mineo em 2007
01. O físico que era médico - 23/4/2007
02. A comédia de um solteiro - 3/12/2007
03. A propósito de Chapolin e Chaves - 24/9/2007
04. Eduardo Mineo, muito prazer - 9/4/2007
05. My fair opinion - 30/4/2007


Mais Especial Apresentações
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
4/4/2007
01h56min
Bom ou mau, esse é você. Ainda bem que você percebeu que se inspirar em Machado de Assis era de doer. Foi cruel ler seus textos de madrugada e fazer uma força sobre-humana pra tentar entender e ainda tecer algum comentário. Boa sorte com a nova coluna.
[Leia outros Comentários de Sayuri]
4/4/2007
10h31min
Olá, Mineo! Salve. Uma aragem nova soprando por aqui. Legal, deixando o Machado de Assis e com essa prosa particular que, devo confessar, eu acho muito boa. Tem a sua assinatura, ou seja, estilo. Muito fluente e, por que não confessar de novo, muito envolvente. Deus conserve. Pronto pros debates? Pronto pras esgrimas? Pronto pra guerra de mamona? Acredito que sim, claro. Mais pronto que isso é quase impossível, heheh. Espero que a fumaça do meu cigarro não chegue por aí. Achei ótima sua aquisição pelo DC. E vamos discutir umas coisas, claro. Abraço.
[Leia outros Comentários de Guga Schultze]
4/4/2007
10h33min
Boa sorte como colunista, cara. Gostei da apresentacao. Abcs! Eduardo
[Leia outros Comentários de Eduardo]
4/4/2007
11h58min
Boa sorte, Mineo!
[Leia outros Comentários de Vicente Escudero]
4/4/2007
13h55min
Agora, sim, tenho um bom motivo para visitar esse site. Pena que isso implique o falecimento do lendário Edward Bloom! Boa sorte, Dudu! hahahahaha
[Leia outros Comentários de Leo Melgaço]
6/4/2007
10h43min
Muito bacana a sua apresentação! Boa Sorte com sua coluna! [Abraços]
[Leia outros Comentários de Michelle Massatelli ]
9/4/2007
09h48min
Olá, Eduardo, boa sorte. Gostei do que escreveu e concordo: passei a gostar de História e Literatura devido às boas aulas durante todo o colégio (católico), também, e por causa de uma professora francesa (que havia sido extraditada) que dava uma senhora aula de literatura no cursinho. Seja bem-vindo.
[Leia outros Comentários de Vanessa]
9/4/2007
13h24min
Bom, Grande Peixe, embora o conheça como tal, fico feliz em saber que vai participar de um grupo tão seleto. Lógico que o mistério se perdeu um pouco, mas acho que vc fez um auto-retrato razoável e espero que o encantamento não se desfaça. Seja bem-vindo! Espero os seus textos. Ainda bem que moro em Belo Horizonte e a fumaça do meu cigarro não vai fazê-lo fingir tossir, como o Guga Shultze. Um beijo. Adriana
[Leia outros Comentários de Adriana]
24/6/2007
23h03min
Depois de algum tempo mantendo um contato (eu diria, remoto) com você, foi interessante ler esta pequena autobiografia. Considere-se um rapaz de sorte.
[Leia outros Comentários de Letícia Rocha]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O JAPÃO DE HOJE
THE INTERNATIONAL SOCIETY FOR EDUCATIONAL INFORMATION
JOSÉ OLYMPIO
(1990)
R$ 10,00



A HUMANIDADE É ISENTA DE PECADO
MASAHARU TANIGUCHI
SEICHO-NO-IE
(2004)
R$ 8,90



VIVER A VIDA
FREI LUIZ CARLOS DO NASCIMENTO
VOZES
(2004)
R$ 10,00



PRACTICE, PRACTICE, PRACTICE! MULTIPLICATION & DIVISION
CHRISTINE HOOD
SCHOLASTIC BOOKS
(2005)
R$ 15,00



O LIVRO DOS MANUAIS
PAULO COELHO
DO AUTOR
(2008)
R$ 17,00



CUIDADO COM O QUE DESEJA
JEFFREY ARCHER
BERTRAND BRASIL
(2017)
R$ 19,90



AS MEMORIAS DE CLEOPATRA A FILHA DE ISIS
MARGARET GEORGE
GERAÇAO
R$ 15,00



A COMÉDIA HUMANA
WILLIAM SAROYAN
PAZ E TERRA
(2002)
R$ 8,90



A VIDA ANTES DO NASCIMENTO - GESTAÇÃO DIRIGIDA - ILUSTRADO - 2ª EDIÇÃO
WILSON RIBEIRO
IBRASA
(1987)
R$ 20,00



INVENTEM - SE NOVOS PAIS
DANIEL SAMPAIO
CAMINHO
(1996)
R$ 7,00





busca | avançada
71230 visitas/dia
1,4 milhão/mês