Entrevista da Camille Paglia | Vitor Diel | Digestivo Cultural

busca | avançada
37376 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Crítica à arte contemporânea
>>> A literatura feminina de Adélia Prado
>>> Jorge Caldeira no Supertônica
>>> A insustentável leveza da poesia de Sérgio Alcides
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Millôr e eu
>>> As armas e os barões
>>> Quem é o autor de um filme?
>>> Cyrano de Bergerac
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
Mais Recentes
>>> A Loucura de Tristão (La Folie Tristan) de Anônimo Francês do Século XII(Trad.? Autografo): G. D. Leoni pela Rassegna Brasiliana/ SP. (1965)
>>> A Religião viva do Cristo de Cesar D' Almeida Campos pela Livraria Cultura (1951)
>>> Evangelho da Solidão de Eduardo de Oliveira pela Cupolo (1969)
>>> Villa-Rica de Alcibiades Delamare pela Nacional (1935)
>>> Revista do Arquivo Municipal Clxvii (167) de Nicanor Miranda/alceu Maynard Araújo pela Depart. de Cultura (1962)
>>> La Celestina de Fernando de Rojas pela Madrid (1959)
>>> Economia e Sociologia de Adolf Lowe pela Revista Forense (1956)
>>> Movimento Praieiro:imprensa, Ideologia e Poder Politico de Izabel Andrade Marson pela Contemporanea (1980)
>>> Perfil do Mercado Consumidor:de Santo André e da Grande São Paulo de Felicio P. Benatti pela Fund. Santo André (1969)
>>> A Força Invisível de Wayne W. Dyer pela Sextante (2007)
>>> Revista de Educação:AEC, A Atualidade do Começo. Ano. 35 julho / Se... de Olmira Bernadete Dassoler pela Salesianas (2006)
>>> As Tres Prosas: a Pobre, a Rica e a Nova- Rica (conferência...) de Agostinho de Campos pela Livr. Ailaud e Bertrand/ Lisboa (1923)
>>> XXll de Agosto de Nelson de Souza Carneiro pela Nacional (1933)
>>> São Francisco de Sales de Abbe Jacques Leclerq pela Vozes (1957)
>>> Os Dogmas do Espiritismo de Rosalina Calmon dos Santos pela Arte Moderna
>>> La puerta Cerrada de Simón H. pela Esoteria (1981)
>>> Os Galos da Aurora de Hélio Pólvora pela Civilização Brasileira (1958)
>>> O Triumpho das Forças Mentaes de O. S. Marden pela América Latina (1929)
>>> Anuário Militar 1987 de John Pimlott pela Globo (1987)
>>> Cannaviaes de Alberto Deodato pela Rio de Janeiro (1922)
>>> Introdução á Poesia de Augusto dos Anjos de Júlio de Oliveira Martins pela Livraria Brasil (1958)
>>> Um dia depois do outro de Antonio de Almeida Prado pela Clube do Livro (1965)
>>> Um dia depois do outro de Antonio de Almeida Prado pela Clube do Livro (1965)
>>> As Tres Prosas: a Pobre, a Rica e a Nova- Rica (conferência...) de Agostinho de Campos pela Livr. Ailaud e Bertrand/ Lisboa (1923)
>>> Trinta Anos Depois da Volta de Octavio Costa pela Biblioteca do Exército (1976)
>>> 2194 Giorni Di Guerra de Mondadori pela Ediouro (1979)
>>> Encyclopedia of the Vietnam War de Stanley I. Kutler pela Charles Scribners (1996)
>>> O Encontro Marcado de Fernando Sabino pela Record (1988)
>>> Foguetes e Mísseis da III Guerra Mundial de Robert Berman e Bill Gunston pela Livro Técnico S/A (1983)
>>> A Segunda guerra mundial (Vol. 2 Somente esse Volume) de Raymond Cartier pela Primor (1975)
>>> Os Aviões de Enzo Angelucci pela Arnoldo Mondadori (1975)
>>> lua de Mel em Portugal de Marco Antonio pela Pin
>>> A História de Fernão Capelo Gaivota de Richard Bach pela Nórdica (1970)
>>> Epigramário de J. Dias de Moraes pela O Autor
>>> O livro de Ouro da Poesia Religiosa Brasileira de Jamil Almansur Haddad pela Edições de Ouro (1966)
>>> São José do Rio Preto:1852 / 1894 de Agostinho Brandi pela Rio-Pretense (2002)
>>> A Abertura dos Portos do brasil de Pinto de Aguiar pela Progresso (1960)
>>> Hawaii Açucareiro de Apolonio Sales pela IPA (1937)
>>> Desidério Desiderávi de Frei Carmelo Surian O. F. M. pela Vozes (1957)
>>> Pearl Harbor de H.P. Willmott pela Livro Técnico S/A (1981)
>>> O Orfeão na escola nova de Leonila Linhares Beuttenmuller pela Irmãos Pongetti (1937)
>>> Robson Crusoé de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1988)
>>> O Comércio e o Desenvolvimento Economico do Brasil de José Papa Júnior pela Nacional (1983)
>>> No Hospital das Letras de Afranio Coutinho pela Tempo Brasileiro (1963)
>>> Fim de Primavera de Edvard Camilo pela Globo (1921)
>>> Corpos de Elite do Passado de Dominique Venner pela Ulisseia (1972)
>>> Tonico de José Rezende Filho pela Ática (1984)
>>> A brigada portyguara 1a Edição de Almicar Salgado dos Santos pela Nacional (1925)
>>> La France en Gènèral de André Frossard pela 'Plon (1975)
>>> O Comércio e o Desenvolvimento Econômico do Brasil de José Papa Júnior pela São Paulo (1983)
COLUNAS

Quinta-feira, 26/5/2011
Entrevista da Camille Paglia
Vitor Diel

+ de 3300 Acessos

Juca Böes: Essa mulher tem quantos anos, 97?

Vitor Diel: Ah, vai. Ela tem razão.

Juca Böes: Se por "razão" tu quer dizer "papo totalmente retrógrado", concordo plenamente.

Vitor Diel: Hehehehe. Boa. Mas leia a íntegra da entrevista. Vais entender por que concordo com ela.

Juca Böes: Fã de Daniela Mercury e que vai lançar um livro onde "cada capítulo tem uma bela ilustração colorida". PASSO.

Vitor Diel: Ah, cara. Que preconceito bobo. Camille Paglia é uma das maiores pensadoras do feminino no século XX. Dê uma chance, vai.

Juca Böes: Sim, eu li a entrevista.

Juca Böes: Preconceito bobo é o dela com as artes atuais. Fala mal da fotografia nos filmes. LOUCA

Juca Böes: E o papo sobre videogame, tem que ver isso aí.

Vitor Diel: Em 2009, fui a um debate na Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre sobre adolescência. Uma das pautas era a influência do videogame na visão de mundo dos jovens: a virtualização da vida, a perda de referências sobre o outro, a popularização dos vídeos feitos em celular com embates físicos em escolas e sua relação com os jogos eletrônicos. É algo muito sério e inédito na história da humanidade que está formando nossos jovens. Isso é um pouco do que ela pretende discutir.

Juca Böes: Concordo em partes com essa história toda que tu cita, mas me referia à outra parte na qual ela cita o videogame:

Juca Böes: "Eu me preocupo com essa geração que cresceu com os videogames. Eles veem o mundo em termos de ciberespaço. Não com o material concreto, pintura, escultura. Eu estou escrevendo esse livro e me pergunto: onde estão os principais artistas?"

Juca Böes: Há pouco tempo, a NEA colocou o videogame como uma forma de arte.

Vitor Diel: Báh, concordo absolutamente com ela. A popularização do virtual se sobrepôs às artes clássicas que trabalhavam com o material, a pedra, o barro, coisas tangíveis com limitações claras. A pós-modernidade acabou com os limites e os videogames como uma referência cultural é um reflexo disso. Também acho videogames uma forma de arte, mas muito mais arte aplicada do que qualquer outra coisa. Usa técnicas de cinema, composição musical, fotografia ― elementos que, por si só, são arte, mas os APLICA como instrumentos de um produto. A Publicidade faz isso o tempo inteiro.

Juca Böes: ‎"Num bosque pode haver 30 tons diferentes de verde. Os jovens nunca viram isso. Isso é um problema enorme. As sutilezas, as sombras na pintura."

Juca Böes: SÉRIO? O que ela vê? Filmes, fotos e o próprio videogame trabalham muito bem com tudo isso que ela cita.

Vitor Diel: Ela tá falando do material em oposição ao virtual. São suportes diferentes que influenciam na obra. O meio altera a mensagem.

Juca Böes: Sim, meu, mas tu consegue pegar todas essas nuances que ela coloca como material superior e colocar nas obras modernas. O que se produz hoje em dia não é feito no Paint.

Juca Böes: É aquele típico papo de "na minha época, a música que se escutava é que era A boa.".

Juca Böes: Daqui a pouco ela é contra as guitarras na música também.

Vitor Diel: Eu te entendo. Mas acho que ela tá apontando um caminho: talvez nossa cultura contemporânea tenha colocado o virtual, com seus mundo de videogames, Photoshop, CGI e ausência de limitações, como referência DO QUE EXISTE, em substituição à materialidade. É na materialidade que a vida humana acontece, é ali que, historicamente, nossos valores são construídos: valores de belo e justo. Acho que ela aponta para uma alteração nessa construção de valores de belo. É uma discussão necessária. E, a propósito, ela não é careta, não! Nos anos 90, era uma das maiores defensoras da Madonna. Elas romperam relações há alguns anos, mas Camille Paglia e Madonna era uma dupla que representava muito para a cultura popular.

Juca Böes: Hoje em dia ela crítica a Lady Gaga.

Juca Böes: Só li essa entrevista, nem conheço ela.

Juca Böes: De qualquer forma, uma tela pintada é tão intangível quanto uma tela de computador.

Vitor Diel: Ela diz ― e eu concordo ― que a Lady Gaga é vazia até não poder mais. Mas não condeno: é reflexo dos nossos tempos de virtualização, smartphones, videos feitos em celular, arquivos que são cópia da cópia da cópia da cópia. Isso tudo altera o SIGNIFICADO das coisas que constituem a experiência e a formação humanas. É de se pensar, velho. Talvez ela tenha, de fato, insistido demais na questão dos videogames, nesta entrevista. Mas é uma questão importante. ninguém sabe mais o que é a COISA porque tudo é REPRESENTAÇÃO da coisa. Essa parada é séria, velho

Juca Böes: Cara, acho que ela falou até pouco dos videogames. Só usei como exemplo de algo que tem um das coisas que ela crítica que falta, a paleta das cores, as sombras, o cuidado técnico.

Vitor Diel: Liga pra ela.

Juca Böes: Pega o Max Capacity, por exemplo. Certo que ela acha ele muito raso.

Juca Böes: Discordo sobre as multicópias.

Vitor Diel: Tu acordou a fim de discordar de mim. Eu entendo e aceito.

Juca Böes: DISCORDO.

Juca Böes: Eu discordei dela e tu discordou de mim.

Vitor Diel: Hahahaha. Desculpe, não quis te deixar nervoso, confuso e arrependido. Vou comer. Fui.

Para ir além
"Ensaísta Camille Paglia diz que internet empobrece cultura" (Leia também "Dash, dash") Texto originalmente publicado no blog de Vitor Diel


Vitor Diel
São Paulo, 26/5/2011


Mais Vitor Diel
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A IMIGRAÇÃO JAPONÉSA EM SÃO BERNARDO DO CAMPO
ADEMIR MEDICI
FAC
(1983)
R$ 100,00



MISTÉRIOS DA PINDORAMA
MARION VILLAS BOAS
BIRUTA
(2000)
R$ 21,59



CIDADE DOS ANJOS CAÍDOS (VOL.4 OS INSTRUMENTOS MORTAIS)
CASSANDRA CLARE
GALERA RECORD
(2014)
R$ 19,00



CRIATURA CONTRA CRIADOR
SARAH K.
SM
(2016)
R$ 10,00



UMA PROVA DE CORAGEM
RITA FOELKER
EME
(1993)
R$ 8,00



MEMORIAS DE UM SARGENTO DE MILICIAS
MANUEL ANTONIO DE ALMEIDA
OBJETIVO
(1997)
R$ 5,00



LOUCURAS DE UMA PAIXÃO
MARIA ESTELA ORLANDELI
PETIT
(2018)
R$ 18,00



MORTE E VIDA POSITHIVA
BETO VOLPE
REALEJO
(2016)
R$ 46,00



TERAPIA DA SOLIDÃO
DANIEL GRIPPO
PAULUS
(2005)
R$ 6,90



GO GIRL - TODA HISTÓRIA TEM DOIS LADOS - VERDADE OU DESAFIO?
MEREDITH BADGER
FUNDAMENTO
(2011)
R$ 34,50





busca | avançada
37376 visitas/dia
1,1 milhão/mês