Não é assim um smartphone | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
39219 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 5/2/2010
Não é assim um smartphone
Marta Barcellos

+ de 3100 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Quando comprei meu primeiro smartphone, há quase três anos, não tinha grandes expectativas. Queria apenas aproveitar uma promoção da minha operadora, que entrava atrasada neste nicho, então voltado para executivos (isso foi antes do iPhone), e oferecia um plano atrativo, com internet ilimitada.

Que surpresa. Nas primeiras semanas, mal podia acreditar que eu passara a levar um pequeno computador na bolsa. Com e-mail e consultas ao Google. Deslumbrada, fazia demonstrações para os amigos, que tendiam a desprezar um celular tão grande. O máximo, na "época" (três anos atrás!), eram os celulares mínimos, que cabiam na palma da mão.

Longe de mim querer me insinuar como uma dessas pessoas que antecipa tendências tecnológicas. Muito pelo contrário. Especialmente no caso de telefone celular, nunca fui chegada, sempre achei invasivo ― o que de certa forma pode explicar o meu encantamento pelo silencioso smartphone. Demorava a trocar de celular e lembro de achar uma bobagem as primeiras câmeras acopladas, que encareciam horrores os modelos novos.

Numa reunião de pauta, quando eu ainda trabalhava em jornal diário, lembro de ter discordado com veemência da chefe da sucursal, que previu todos os celulares com câmeras. "Imagina", eu disse. "Ninguém vai deixar de levar uma boa máquina fotográfica digital para as férias ou para uma festa." E não é que, com a câmera ali no celular, tudo virou festa?

Foi com o entusiasmo do smartphone, e não com a indiferença inicial aos celulares, que decidi adquirir um netbook, há nove meses. Quando o aparelho chegou ao preço e ao peso (um quilo) que eu considerava ideais, corri para comprar. Imaginei que seria a minha independência completa do escritório: além do acesso à internet, como no smartphone, eu teria um teclado para escrever e uma tela maior para navegar.

No meu mundo ideal, haveria redes wireless gratuitas para conectar a internet em todo lugar. O depoimento de um conhecido dava conta de sinal abundante em cidades europeias ― era só sentar no café mais simpático e se plugar. Como o shopping center mais perto da minha casa, o Shopping Leblon, tinha rede wi-fi em toda parte, imaginei que os outros também fossem assim.

Na minha primeira viagem bate-volta para São Paulo, com o netbook a tiracolo, o meu sonho de liberdade começou a ruir. Lembro de ter percorrido o Shopping Villa-Lobos mendigando uma internet gratuita, quem sabe numa lanchonete. Os seguranças me davam informações desencontradas sobre onde eu conseguiria me conectar, até que me vi na situação de "filar" o sinal do restaurante Viena, sentada em um banco de fora, graças à senha soprada pela recepcionista da casa. No shopping Morumbi, semanas depois, não foi muito diferente.

Ainda no meu mundo idealizado, um quilo de netbook não pesaria na bolsa. Mais uma vez, não era bem assim. Costumo caminhar muito pelo Rio (pelo menos dois dias na semana vou ao trabalho a pé) e como convivo com dores lombares, minha bolsa não é um exemplar típico do gênero feminino: graças a faxinas constantes, só carrego o estritamente necessário. Como o "necessário" pesava um quilo, passei a questionar a sua real utilidade. Sem falar no peso extra da fonte de alimentação (quantos gramas?), essencial para garantir que a bateria não morresse pelo caminho.

Quando dei por mim, estava comparando o peso e o volume de um netbook aos de... um livro! Ora, quantas vezes a bolsa não tinha pesado por causa de um livro grosso que não tive oportunidade de ler? Depois do smartphone, no entanto, as leituras rápidas, para me distrair numa fila ou sala de espera, ficaram resolvidas. É nessa hora, por exemplo, que coloco em dia as colunas do Digestivo, feliz de poder dispensar as revistas gordurosas com celebridades retocadas.

Foi em meio a essa experiência repleta de emoções (onde está a rede wireless? Minhas costas doem! Eu amo meu smartphone...) que a discussão sobre o Kindle, recém-chegado ao país, começou a pegar fogo. Tinha colocado-o na minha lista de desejos, logo que soube da novidade, empolgada com a ideia de ter mil livros em dispositivo levinho. De repente, porém, passei a desconfiar de sua praticidade. Para que carregar outro aparelho na bolsa sem internet? Se for para ler em casa, melhor continuar com os livros, pelo menos enquanto forem mais baratos do que comprar um e-reader.

O netbook (ótimo para usar dentro de casa ou em viagens longas, depois de checar como é a internet no hotel) me mostrou que, nessas alturas, não dá para pensar em leitura digital sem garantia de conexão à internet, rápida e sem limitações. Afinal, há três anos eu disponho de um aparelhinho ultraportátil no qual consigo ler o que quiser, e até escrever um pouco.

Mas, se não é o Kindle nem o netbook, qual será o novo sonho de consumo de quem gosta de ler, escrever, navegar e não ficar preso ao escritório? As reportagens especializadas me dizem que pode ser o tablet da Apple, ou que vão surgir opções de smartbook (o que será isso?). E lá vou eu tentar me manter informada sobre as novidades tecnológicas. Logo eu, que odiava celular.

Nota do Editor
Marta Barcellos mantém o blog Espuminha de leite.


Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 5/2/2010


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2010
01. Palmada dói - 6/8/2010
02. Com ventilador, mas sem educação - 12/3/2010
03. A suprema nostalgia - 15/10/2010
04. Pelas mãos habilidosas dos grandes escritores - 17/9/2010
05. O futuro do ritual do cinema - 9/4/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/2/2010
08h55min
Vivemos o período da absolescência da mercadoria, tudo tem curto prazo de validade, e sempre tem novidade no mercado, com embalagens que vêm para nos seduzir...
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




FISIOTERAPIA NEUROLÓGICA
DARCY ANN UMPHRED
MANOLE
(1994)
R$ 50,00



IGREJA NO BRASIL - DIRETÓRIO LITÚRGICO - 1996
CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL
CNBB
(1996)
R$ 7,00



NOVELA DAS SETE: 1986, O ANO QUE DEVERIA DAR CERTO
LINDINOR SÁ LARANGEIRAS
LITTERIS
(1986)
R$ 26,28



WHERED YOU GO, BERNADETTE: A NOVEL
MARIA SEMPLE
LITTLE BROWN AND COMPANY
(2012)
R$ 30,00



A IGREJA DOS TEMPOS CLÁSSICOS (I)
DANIEL ROPS
QUADRANTE
(2000)
R$ 75,00



ENGAGE LEVEL 2 STUDENT BOOK AND WORKBOOK
ALICIA ARTUSI; GREGORY J. MANIN
OXFORD DO BRASIL
(2011)
R$ 20,00



POR UM NASCIMENTO CONSCIENTE
HAROLDO E FLÁVIA DE FARIA CASTRO
GROUND
(1977)
R$ 10,00



ATLÂNTIDA O OITAVO CONTINENTE
CHARLES BERLITZ
CIRCULO DO LIVRO
R$ 16,80



CORAGEM. O PRAZER DE VIVER PERIGOSAMENTE
OSHO
CULTRIX
(1999)
R$ 20,00



EDUCAÇÃO - UM NOVO OLHAR
ROSANA ANDRÉIA
FOCO
(2019)
R$ 40,00





busca | avançada
39219 visitas/dia
1,2 milhão/mês