Cultura da hipocrisia | Digestivo Cultural

busca | avançada
58257 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Sessão Única com Jogo de Escape Game e debate do filme 'Os Bravos Nunca se Calam' em SP
>>> OBRAS INSPIRADAS DURANTE A PANDEMIA GANHAM DESTAQUE NO INSTITUTO CERVANTES, EM SÃO PAULO
>>> Sempre Um Papo com Silvio Almeida
>>> FESTIVAL DE ORQUESTRAS JUVENIS
>>> XIII Festival de Cinema da Fronteira divulga Programação
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Direita, Esquerda ― Volver!
>>> O menino mais bonito do mundo
>>> iPad
>>> iPad
>>> iPad
>>> Sátiro e ninfa, óleo s/ tela em 7 fotos e 4 movies
>>> poeta del vacío existencial
>>> Croft & Kidman
>>> Histórias de gatos
>>> Whitesnake, 1987
Mais Recentes
>>> O principe de Maquiavel pela Martin Claret (2010)
>>> Apanhador no campo de centeio de J D Salinger pela Não consta
>>> Raizes do Brasil 1 de Sergio Buarque de Holanda pela Jose Olympio (1975)
>>> The Black cat and other stories de Edgar Allan Poe pela Penguin (1991)
>>> Negociador de John Grishan pela Rocco (2009)
>>> Aprenda a velejar de João G Schimidt pela Ediouro (1979)
>>> Fundamentos da Mecânica dos Fluidos de Bruce R. Munson; Donald F. Young; Theodore H pela Blucher (2014)
>>> O livro dos nomes de Maria Esther Maciel pela Companhia Das Letras (2008)
>>> A Máquina de Fazer Espanhóis de Valter Hugo Mãe pela Cosacnaify (2013)
>>> Um perfil na sombra de Edgar Wallace pela Francisco Alves (1980)
>>> Estranheirismo de Zack Magiezi pela Bertrand Brasil (2020)
>>> Manifesto comunista em quadrinhos de Karl Max e Friedrich Engels pela Versus (1979)
>>> A Deusa Branca de Robert Graves pela Bertrand Brasil (2003)
>>> Comte - Os Pensadores de Auguste Comte pela Abril (1983)
>>> Introdução à Psicologia Fenomenológica de Ernest Keen pela Interamericana (1979)
>>> Teologia moral para seglares volume 1 de Antonio Royo Marin pela Biblioteca de Autores Cristianos BAC (1973)
>>> Espinosa - Os Pensadores de Benedito de Espinosa pela Abril (1983)
>>> Quarup de Antonio Calado pela Circulo do livro
>>> Revista Marco 3 de Varios Autores pela INstituto de Ciencias São Marcos (1979)
>>> Panorama do romance americano de Não consta pela Fundo de cultura (1966)
>>> Eslovênia de Carla Kinzo pela Megamini (2016)
>>> Direitos Reais de Guilherme Calmon Nogueira da Gama pela Atlas (2011)
>>> A Religiosa de Denis Diderot pela Abril (1980)
>>> Os Segredos Das Pessoas Que Nunca Ficam Doentes de Gene Stone pela Lua de Papel (2012)
>>> Viajaram Mais Cedo de Francisco Cândido Xavier pela Geem (2010)
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 21/12/2007
Cultura da hipocrisia

+ de 4300 Acessos
+ 9 Comentário(s)

Há um ano, no especial "Melhores de 2006", escrevi que o melhor do brasileiro, culturalmente falando, era a sua estática cultural. Dizia o artigo que o brasileiro gostava de ser inerte quanto ao que se passava à sua volta, tendo alguns relances de consciência sócio-cultural quando mexiam no seu bolso.

Infelizmente, meu artigo não serviu em nada!

Para provar minha tese com episódios recentes (já que dizem que brasileiro tem memória curta e tem, senão o Collor não teria sido reeleito), vou comentar três fatos deste final de ano que não levaram a população a nenhuma reação:

a) Renan Calheiros foi absolvido pelo Senado Federal. O que vamos ensinar aos nossos filhos? Que roubar é amplamente legal;

b) Uma menina é estuprada por 40 pessoas em uma cela que não cabem 4. Que lição tiramos disto? Que não aprendemos nada com o livro Dos delitos e das penas, escrito em 1764, por Cesare Beccaria e a Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU. O primeiro filosofa sobre o valor da pena e sua função, e o segundo "regula" a base legislativa penal para assegurar a dignidade da pessoa humana, que, desde 1948, de nada serviu aos brasileiros;

c) A fraude no concurso da OAB, secção São Paulo, e no concurso da polícia rodoviária federal, o que significa, desta vez sem retórica, o jeitinho brasileiro.

A partir destes acontecimentos, este ano mudei de idéia. Não acho que a população seja estática! Acho que ela é hipócrita. Não quer ver o que está à frente dela.

Puxa vida, nada dá certo no Brasil. Continuamos diariamente bombardeados com desgraças, planos econômicos públicos que viraram planos econômicos privados e um governo que subsiste à base do populismo.

A questão é: por que o futebol é tão mais importante do que discutir e se mexer, nem que seja um pouquinho, para acabar com as barbáries? Por que na frente do "país" falamos que está tudo ótimo, mas por trás reclamamos tanto?

Tenho minhas idéias. Falta, no brasileiro, competitividade. Somos ensinados, desde criança, a competir com moderação. Falar "eu sou o melhor", mesmo que você seja o melhor, soa esnobe e não realista. Assim, nos escondemos atrás da verdade, em prol da convenção social da hipocrisia.

Há culturas, como a norte-americana, onde as pessoas são incitadas a competir sem medo de "acusar" os incompetentes. Pelo contrário, sem apontar o desqualificado a criação de valores não vai para frente.

No Brasil, somos obrigados a conviver com desqualificados e preguiçosos, pois se apontarmos que determinada questão não se desenvolveu por causa de fulano ou sicrano somos "dedos-duros".

Cuidado: ser sincero, não é ser mal educado!

Ou mudamos nosso posicionamento ou teremos que conviver com as seguintes indagações: O Senado não tem culpa dos desvios morais de Renan? O delegado que acha que a menina se insinuou para os presos, realmente acha isto? E o jeitinho brasileiro, pode prejudicar a tudo e a todos?

A resposta: Sim, em nome da Hipocrisia! Chega de passar a mão na cabeça das pessoas...

Vamos tirar nossas máscaras!


Postado por Daniel Bushatsky
Em 21/12/2007 às 11h44


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Quatro anos de Orkut de Julio Daio Borges
02. Aguardando I'm Not There de Antônio do Amaral Rocha
03. Baratas de Julio Daio Borges
04. Esses foram dias felizes de Julio Daio Borges
05. 7 bilhões e um réveillon de Pilar Fazito


Mais Daniel Bushatsky no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
21/12/2007
13h35min
Pois é, o ariculista puxou as orelhas de todo mundo! Só me pergunto se não valeria a pena, mensalmente, o Digestivo republicar as razões que levaram nossos senadores à absolvição... Pela repetição, talvez possamos entender essas razões.
[Leia outros Comentários de Jaques]
21/12/2007
17h34min
A resolução do problema não é tão fácil quanto responder a uma outra indagação. Imagino o completo desapontamento do autor com os resultados de protestos muito bem intencionados, porém o sistema não tem permitido grandes mudanças e enquanto o quadro de desigualdade alarmante se mantiver presente não serão visíveis grandes alterações, não.
[Leia outros Comentários de Fabinho]
22/12/2007
09h57min
Sartre dizia que o inferno são os outros. Não me sinto hipócrita, nem responsável pela escolha de quem quer que seja, em atos ou mesmo eleições. Também não advogo em favor de comportamentos que considero reprovavél, faço um esforço pessoal ao defender meus pontos de vista em situações específicas e ambientes onde isso seja possível. Daniel, discordo que esta hipocrisia seja cultural; de maneira geral constatamos que todos fazem oposição a barbárie exceto os substancialmente hipócritas. Os exemplos que você enumerou constrange qualquer brasileiro, mas a indiginação que pessoas como eu e você declaram explicitamente ajudam a direcionar outras opiniões e o debate com toda a diversidade é tão importante quanto a tomada de posição. Pouco tempo atrás estes hipócritas botaram o Collor para correr com o rabo entre as pernas para se exilar nos EEUU. Talvez a plebe ignara não saiba ainda o poder que tem, mas figuras como Collor temem a execração pública, logo, amigo, bata forte o tambor...
[Leia outros Comentários de Carlos E. F. Oliveir]
22/12/2007
21h35min
Gostaria de não ter lido tantas verdades. No entanto, o que vemos no Brasil que tanto amamos é um verdadeiro absurdo. Dá nojo! Eu tenho um colega de academia que diz: "algum dia serei como a Gelza, que fala o qque acha para o público sem medo da opinião deles". Nós, que também gostaríamos de assinar este texto, rezamos para o brasileiro sair do comodismo. Grite, faça alguma coisa! Parabéns, caro Daniel!
[Leia outros Comentários de Gelza Reis Cristo]
27/12/2007
09h47min
Tenho vergonha de ser brasileiro. E lá se vai mais um ano perdido, onde pouco ou quase nada se fez no paraíso tropical. Na política, não tivemos mais escândalos que em 2006, 2005... Quando que tudo começou mesmo? Na economia, tudo vai bem... Uh, salve a globalização! O brasileiro tem memória curta. Será? Nas rodas de conversa de futebol alguém comenta aquele lance aos 45 minutos do segundo tempo de um joguinho que ocorreu há mais de 40 anos. Putz, e o cara nem era nascido, e esse não foi o único lance..... Uau! Caro Daniel, você está certo. Estamos ilhados em volta de uma nação de hipócritas, preguiçosos e desqualificados. "Sou brasileiro e não desisto nunca" Esse deveria ter desistido quando nasceu. O que falta para a maioria é colocar a massa cinzenta pra funcionar e também um pouquinho de vergonha na cara! Ah, parabéns pelo artigo.
[Leia outros Comentários de Santiago Troyano]
27/12/2007
22h21min
Ao contrário de Santiago, não tenho vergonha de ser brasileira. Talvez, teria, se fosse norte-americana. Pense bem: como é que até hoje o povo americano é governado por um cara como Bush e não faz nada? Quem foi o grande culpado por tantas atrocidades cometidas no mundo, sob a capa de:"Estamos salvando esses países do terrorismo"? Bem, não quero entrar nesse tema, mas se formos comparar o Brasil com outros países, mesmo os de 1º Mundo, veríamos que não estamos tão mal assim. O que me envergonha é a humanidade de modo geral, seja no Brasil, ou em qualquer outro lugar. As maldades de que somos capazes são aterradoras, chocantes, inadmissíveis. Então, meu senhor, aproveitemos o que temos de bom, acreditemos em dias melhores, lutemos pelo que podemos e pelo que acreditamos. Ficar parado não adianta mesmo, mas não creio que o brasileiro seja preguiçoso, acredito que ele ainda não saiba de todo o seu poder. Vc já pegou um ônibus às cinco da matina ?
[Leia outros Comentários de Adriana Godoy ]
30/12/2007
16h16min
É, você tem razão, Daniel. Somos completamente hipócritas quando se trata de coisa séria a se resolver neste país. Futebol, aqui, é mais importante que a saúde pública ou a educação, por exemplo. Ninguém se une realmente para cobrar dos dirigentes melhoria real e definitiva nestes setores nacionais. Dizer que dinheiro falta para isso ou aquilo é mentira, com tantos impostos que se paga neste país. Agora, dizer que os impostos são desviados a bel prazer de seus dirigentes, que não se preocupam com o povo, exceto na hora do voto, é a mais pura verdade. Vide caso CPMF. Como você disse, aqui, entregar incompetentes ou amigos do "rei" é taxado de dedo-duro, e assim eles vão se perpetuando no poder indefinidamente, usufruindo dos nossos impostos e poder por nós outorgado. Precisamos dar um basta nisso, afinal estamos no século XXI. Chega de esquecimentos e mémorias curtas que só nós prejudicam.
[Leia outros Comentários de Delton L. Martins]
18/1/2008
10h23min
Não há nada mais que surpreenda nesse país... que está na ladeira, em queda livre rumo a decadência, a insolvência moral e cultural, etc etc etc. Não há um nível sequer que não demonstre sinais evidentes de ruína. Cada dia que amanheço neste lugar, e penso no que estou vivendo, mais chateada me sinto. A massa nem nota... e está muito longe de sair da letargia, se é que algum dia sairá. Em tempos de BBB e da maior festa hipnotizante do mundo, o caos prossegue. O Brasil é um país que está sedado e fortemente drogado. Poucos sentem e pensam um modo de criticar, de atuar e de mudar. A massa está adormecida e não estou vendo saída.
[Leia outros Comentários de Rita Cytryn]
26/2/2008
00h50min
É indigesto ver na TV a cara, a postura e a retórica cínica dos que nos representam no governo; pessoas muitas vezes sem formação alguma, incultas e ignorantes, 100% preparadas para roubar os cofres públicos e que usam uma ou outra verba à serviço público apenas para maquiar seus atos criminosos. Enfim, tudo o que minha geração cresceu escutando. Alguém se lembra do Sr.Severino? Meu Deus, o que era aquilo? Como se não bastasse, ainda elegemos cantores, costureiros, os "pinta de galãs"... É preocupante. Gente, por favor, assistam menos novelas, saiam da caverna! Se a solução está longe de acontecer façamos por nós mesmos, a política do paternalismo só nos deixará ainda mais estagnados.
[Leia outros Comentários de Ana Paula]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Um Novo Mundo - O Despertar de uma Nova Consciência
Eckhart Tolle
sextante
(2007)



Geografia Sociedade e Cotidiano Volume Unico 1ªed(2010)
F. Bigotto, Dada Martins, Marcio Vitiello
Escala Educacional
(2010)



A vida de Francisco - o papa do povo
Evangelina Himitian
objetiva
(2013)



Cultura e Poder
Estevão C. de Rezende Martins
saraiva
(2007)



Ele Veio do Céu Dentro de um Chapéu
Carlos Okawati
Midiograf



Tudo Sôbre Filtros - Enciclopédia Fotográfica Vol 4 - 2ªed
F. L. Wanderley
Iris
(1960)



Metodologia e Filosofia da Ciência
Ricardo Feijó
atlas
(2003)



As idéias de Reich
Charles Rycroft
Cultrix
(1971)



Os 55 Maiores Jogos das Copas do Mundo
Paulo Vinicius Coelho
Panda Books
(2010)



A Hora da Verdade - o Clássico Sobre Liderança Que Revolucionou A....
Jan Carlzon
Sextante
(2005)





busca | avançada
58257 visitas/dia
1,6 milhão/mês