O Tigre Branco | Digestivo Cultural

busca | avançada
82505 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Série 8X HILDA tem sessões com leitura das peças As Aves da Noite e O Novo Sistema
>>> Festival Digital Curta Campos do Jordão chega a todo o território nacional com 564 filmes inscritos
>>> Cia de Teatro Heliópolis realiza debates sobre Cárcere, projeto que celebra 20 anos de grupo
>>> Mentoria Artística Anti-análise com Pêdra Costa
>>> Dias 06,13, 20 e 27 de março terão apresentações circenses virtuais da Arca de Vandé
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Carles Camps Mundó e a poética da desolação
>>> O fim dos livros físicos?
>>> Sigmund Freud, neuroses e ciúme em destaque
>>> Em Busca da Terra do Nunca... e Johnny Depp
>>> O Conselheiro também come (e bebe)
>>> Tom Zé por Giron
>>> Solte o Timóteo
>>> As cores de Pamuk
>>> O que mata o prazer de ler?
>>> Ex-míope ou ficção científica?
Mais Recentes
>>> Ética e ideologia . Elementos para uma análise crítica em Lukács de J. Luiz Marques pela da Universidade (1991)
>>> Bendito Fruto do Ventre de Jorge Linhares pela Getsêmani (1996)
>>> A nova classe no poder de J. H. Dacanal pela Novo Século (1999)
>>> Legitimidade e Coação no Brasil Pós 64 de Lúcia Klein pela Forense Universitária (1978)
>>> Morte Súbta de J. K. Rowling pela Nova Fronteira (2012)
>>> A Profecia Romanov de Steve Berry pela Record (2006)
>>> Goya de Valeriano Bozal pela Alianza Cien (1996)
>>> Legitimidade e Coação no Brasil Pós 64 de Lúcia Klein pela Forense Universitária (1978)
>>> Discurso do Método - Col. Grandes Obras do Pens. Universal de Renée Descartes pela Escala (2008)
>>> Manual de Literatura - Guia Prático da Língua Portuguesa de Patricia Martins e Teresinha de Oliveira Ledo pela Dcl (2003)
>>> Politicas e Gestao da Educação Superior de Luiz Fernandes Dourado; Afrânio Mendes Catani pela Xama (2003)
>>> Câncer Tem Cura! de Frei Romano Zago pela Vozes (1998)
>>> A mágica de pensar grande - a força mágica do pensamento construtivo de David J. Schwartz pela Record (1994)
>>> Fundamentos de Matemática Elementar 10 de Osvaldo Dolce e José Nicolau Pompeo pela Atual (1993)
>>> A Exceção de Christian Jungersen pela Intrinseca (2008)
>>> Twilight director's notebook de Catherine Hardwicke pela Summit (2009)
>>> Plagio: Palavras Escondidas de Débora Diniz - Ana Terra pela Fiocruz (2014)
>>> Uma História da Vodca de W. V. Pokhlióbkin pela Ática (1995)
>>> Metodologia do trabalho científico PLT 494 - Marina de Andrade Marcone de Marina de Andrade Marcone pela Atlas
>>> Mestiço - Entre o Mito, a Utopia e a História - Reflexões Sobre a Mestiçagem de Eliane Garcindo de Sá pela Quartet (2013)
>>> Núcleo Educacional Jornalista Hermínio Milis - Resgatando... de Jacinta Szymkoviak pela Do Autor (2007)
>>> Nossa Senhora Pede - Fazei o Que Eu Vos Disser e Terei Paz de Sacerdote Francisco pela Rosário da Paz no Mundo
>>> Amar, Verbo Intransitivo de Mário de Andrade pela Novo Século (2017)
>>> Serviço Social e organização da cultura: perfis pedagógicos da prática profissional - Marina Maciel Abreu de Marina Maciel Abreu pela Cortez
>>> Vita Brevis de Jostein Gaarder pela Companhia das Letras (1998)
BLOG >>> Posts

Terça-feira, 24/2/2009
O Tigre Branco

+ de 2400 Acessos

Fala-se - e escreve-se - muito sobre os países emergentes na mídia. E, dentre eles, o de maior destaque é a Índia, imenso e tradicional país do ocidente asiático. Assim como no Brasil ou na Rússia, ou mesmo no México, a miséria, a ignorância e a corrupção estão impregnadas na sua história. Mas que importância tem isso face ao desenvolvimento econômico e tecnológico de um país emergente como a Índia? Respondo: a força e os interesses dos grupos dominantes mantêm o statu quo indiano para aumentar ou manter seu poder. E é isto que o estreante e desconhecido escritor Aravind Adiga denuncia neste romance único, diferenciado e cheio de humor negro, ironia e realismo cruel, abominável e inescrupuloso. Em O Tigre Branco (Nova Fronteira, 2008, 256 págs.) a Índia de Adiga desencanta e brutaliza a imagem da exótica pátria dos sáris coloridos, da ioga e da elevação espiritual, por mais força e tradição que tenham seus gurus ou líderes iluminados como Ghandhi. A corrupção, por exemplo, escorre entre as letras. Sua ficção é real - por mais incongruente que isto possa parecer -, extraída da mais honesta realidade de um país dividido socialmente entre o norte da Escuridão, onde um povo quase animal nasce, vive e morre às margens do lodo do Ganges, e o sul da Luz, do desenvolvimento calcado na exploração da miséria e da ignorância. Com Adiga, desmitifica-se e desmistifica-se a Índia: o glamour sobre o brejo.

Numa história de forte ironia e repugnante sarcasmo, o protagonista Balram Halwai relata o trajeto bastante inusitado que percorreu para subir na vida e conseguir se tornar alguém importante no cenário nacional: assassinar e roubar seu patrão. Em cartas dirigidas ao primeiro-ministro chinês, Balram - ou Munna, como era chamado quando menino - revela uma visão crítica aguçada da sociedade indiana e do mundo contemporâneo, e justifica seu crime classificando-o como um ato de puro empreendedorismo. Com cinismo, ele desmonta o mecanismo da própria ascensão social. O leitor vai se surpreender a cada passo do primoroso romance de estréia do jovem autor indiano Aravind Adiga, vencedor do Man Booker Prize 2008, um dos maiores prêmios mundiais do meio editorial. Não sem motivo, O Tigre Branco foi considerado pelos jurados um livro de imenso valor literário e extremamente original, por apresentar aspectos da Índia normalmente ignorados e personagens que revelam um lado humano desconcertante. Realmente, nada a ver com a bazófia e a mesmice apresentadas no folhetim da rede Globo (Caminho das Índias), onde a autora denota ter pesquisado somente as tradições "sócio-culturais-religiosas" da incrível, inesgotável e incomparável Índia. Ao se falar dela, não se pode pecar por ser breve, principalmente quando se usa o nome do país - apropriadamente - no plural.

Tigre branco é um animal típico do país, raro por nascer um a cada geração, como um albino. O protagonista Balram Halwai é assim designado por sua família e amigos por ser, desde pequeno, uma pessoa diferenciada em sua casta. E ele próprio descobre e assume sua identidade predadora ao visitar e conhecer a fera num zôo local. Como escreveu a revista Veja, "Aravind Adiga constrói um personagem sem caráter, que se torna símbolo extremo de um impulso selvagem de liberdade. Um alerta para os que vivem na luz".

Segundo Florência Costa, correspondente de O Globo em Nova Déli, "A Índia que Adiga mostra é feia, inescrupulosa, escura como os apagões diários de horas a fio que atormentam a vida dos indianos nas metrópoles. Muito distante do glamour sugerido na propaganda 'a Índia que brilha', que ganhou o mundo há dois anos". Aravind Adiga nasceu em Madras, na Índia, em 1974 e, aos 34 anos, escreve sobre o que realmente conhece. Foi correspondente da revista Time na Austrália e Londres. É articulista do Financial Times, do The Independent e do Sunday. Atualmente vive e trabalha em Bombaim.


Postado por Valdemir Martins
Em 24/2/2009 à 00h32


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Levy Fidelix sobre o LGBT de Julio Daio Borges
02. Love Will Tear Us Apart 2009 de Julio Daio Borges
03. O amor é importante, porra de Julio Daio Borges
04. Maysa na Globo de Elisa Andrade Buzzo
05. A obra de Chico Buarque de Débora Costa e Silva


Mais Valdemir Martins no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Diálogos da História - Ensino Fundamental - 9º Ano
Flávio Salvari
Construir
(2015)
R$ 18,00



Jóias de Ouro Preto: Prosa e Poesia
Tobias Pinheiro (2ª Edição)
Autor
(1997)
R$ 26,28



Boas Maneiras & Sucesso nos Negócios – Um Guia Prático de Etiqueta Para Executivos
Celia Ribeiro
L&PM
(1993)
R$ 5,00



Anuário de Mídia 2006
Marcelo Salles Gomes
Meio & Mensagem
R$ 14,00



Ladroes de Tenis
Alvaro Cardoso Gomes
Ftd
(1994)
R$ 5,00



Minigramática
Jésus e Samira
Saraiva
(1998)
R$ 12,03



Quadros Paulistanos
Fabrício Corsaletti
Cia das Letras
(2013)
R$ 14,50



Lições de Cultura e Literatura Portuguesas v.1 (séculos XV,XVI e XVIII)
Hernani Cidade
Coimbra
(1959)
R$ 50,00



Reflexões a Criança o Brinquedo a Educação
Walter Benjamin
Summus
(1984)
R$ 25,00



Elektitaj Poemoj
Castro Alves
Universitato de Bahia kaj Ministerio de Edukado kaj Kulturo
(1959)
R$ 13,50





busca | avançada
82505 visitas/dia
2,1 milhões/mês