Cinema: sintoma e remédio | Digestivo Cultural

busca | avançada
70622 visitas/dia
2,0 milhões/mês
Mais Recentes
>>> TEATRO & PODCAST_'Acervo e Memória', do Célia Helena, relembra entrevista com Nydia Licia_
>>> Projeto Cultural Samba do Caxinha cria arrecadação virtual para gravação de seu primeiro EP
>>> Designer e arquiteto brasileiro, Giovanni Vannucchi participa da VIIBienal Ibero-americana de Design
>>> Risorama anuncia retorno aos palcos com grandes nomes do humor nacional em São Paulo
>>> Inspirado nas Living Dolls, espetáculo de Dan Nakagawa tem Helena Ignez como atriz convidada
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Aquele apoio
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Pouca gente sabe
>>> O chilique do cabeleireiro diante da modelo
>>> Paradiso por Metheny
>>> A nova propaganda anda ruim
>>> A Erva do Diabo, de Carlos Castaneda
>>> Manual para o leitor de transporte público
>>> Ganha-pão
>>> Comunicação: conselhos para (jovens) pesquisadores
Mais Recentes
>>> Coleção Sinopses para concursos, v.7 - processo penal de Leonardo Barreto Moreira Alves pela Juspodivm (2014)
>>> A Escrita ou a Vida de Jorge Semprun pela Companhia das Letras (1995)
>>> Ante os Tempos Novos - Espirita de Suely Caldas Schubert pela Leal (2016)
>>> Modelagem matemática do controle biológico da mosca-das-frutas por parasitoide na fruticultura brasileira de Viviane de Lima Noronha, Carlos Eduardo de Souza Rodrigues, Rosana da Paz Ferreira e Tainara Miranda Campos pela Brazil Publishing (2020)
>>> Urdiduras: Memorial de Inês A. Castro Teixeira de Inês Assunção de Castro Teixeira pela Brazil Publishing (2020)
>>> Uma fera sempre à espreita – o que é fantasia em Freud de Ronaldo Manzi pela Brazil Publishing (2020)
>>> National Geographic Brasil Nº 224 de Diversos Autores pela National Geographic (2018)
>>> Esaú e Jacó / Memorial de Aires de Machado de Assis pela Nova Cultural (2003)
>>> National Geographic Brasil Nº 225 de Diversos Autores pela National Geographic (2018)
>>> Montaigne - Os Pensadores de Michel de Montaigne pela Nova Cultural (2004)
>>> National Geographic Brasil Nº 218 de Diversos Autores pela National Geographic (2018)
>>> Sociologia do sobrenatural de Luigi Sturzo pela Aster, Casa do castelo (1960)
>>> Do direito natural á sociologia de Jacques Leclercq pela Duas cidades
>>> Ciência x Espiritualidade de Chopra e mlodinow pela Sextante (2018)
>>> Ciência x Espiritualidade de Chopra e mlodinow pela Sextante (2018)
>>> Desvendando os Segredos da Linguagem Corporal de Allan Pease & Barbara Pease pela Sextante (2004)
>>> O Gerente Minuto de Kenneth Blanchard & Spencer Johnson pela Record (1981)
>>> Contabilidade Geral: Teoria e mais de 1.000 questões de Ed Luiz Ferrari pela Impetus (2013)
>>> Aulas de Direito Constitucional para Concursos de Vicente Paulo; Marcelo Alexandrino; Frederico Dias pela Método (2012)
>>> Finanças Públicas: Teoria e Prática no Brasil de Fabio Giambiagi; Ana Cláudia Além pela Elsevier (2011)
>>> Genética: Texto e Atlas de Eberhard Passarge pela Artmed (2004)
>>> Gestão por Processos: Uma Abordagem da Moderna Administração de José Osvaldo de Sordi pela Saraiva (2008)
>>> Gestão de Contratos: Melhores Práticas Voltadas aos Contratos Empresariais de Walter Freitas pela Atlas (2009)
>>> Desafios eclesiais e missionários da cooperação de Israel Batista (org) pela Sinodal (2007)
>>> Marketing de A a Z de Philip Kotler pela Campus (2003)
>>> Contos de Fadas e Suas Versões Originais - Sem Censura de Marina Avila (org.) pela Wish (2016)
>>> Cuidando de quem cuida de Roseli M. kuhnrich de Oliveira pela Sinodal (2007)
>>> Marketing 4.0 - do tradicional ao digital de Philip Kotler pela Sextante (2017)
>>> Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley pela Globo (2001)
>>> Crer: informações sobre fé de Helmut Thilicke (cord). pela Sinodal /EST (2007)
>>> Com Açúcar, Com Afeto: Fiz Seu Poema Predileto de Danci Ramos pela Edigal (2009)
>>> Missão e evangelização na América Latina e Caribe de Nilton Giese (org) pela Sinodal (2012)
>>> Estratégia de Richard Luecke pela Record (2009)
>>> A Homeopatia e Você de Ernst Grimm pela Plus Saber (2001)
>>> Onde está Deus? de Jon Sobrino pela Sinodal (2020)
>>> Desafios da Educação Municipal de Donaldo Bello de Souza; Lia Ciomar Macedo de Faria pela DP&A (2003)
>>> Gerenciando mudança e transição de Mike Beer ( Org. ) pela Record (2003)
>>> Eu Sou Eternamente Livre: Ensinamentos dos Mestres Ascensionados de Luiz Carlos Silveira Dias Júnior pela Divina Presença (2008)
>>> O Que Acontece em Londres - Trilogia Bevelstoke Volume 2 de Julia Quinn pela Arqueiro (2020)
>>> A autoridade da bíblia de Gottfried Brakemeier pela Sinodal, CEBI (2014)
>>> Conectando: Ciência, Saúde e Espiritualidade Volume 1 de Carlos Eduardo Accioly Durgante pela Francisco Spinelli (2012)
>>> Tentação de Diethich Bonhoeffer pela Sinodal (2007)
>>> Hagakure de Yamamoto Tsunetomo pela Hunter Books (2014)
>>> Principio de igualdade de Wilson Engelmann pela Sinodal (2008)
>>> A Vida Como Ela É Para Cada Um de Nós: Em Busca do Eu-caleidoscópio de Denise Aerts; Christiane Ganzo pela Age (2008)
>>> Orientações para a vida de Hans Jochen Boecker pela Sinodal (2004)
>>> Martim Lutero de Ricardo Willy Rieth pela Sinodal (2007)
>>> Da Revolução Francesa até Nossos Dias: Um Olhar Histórico de Samara Feitosa pela Intersaberes (2016)
>>> Tomando Decisões de Richard Luecke pela Record (2009)
>>> A diplomacia na construção do brasil: 1750 - 2016 de Rubens Ricupero pela Versal Editores (2017)
BLOG >>> Posts

Domingo, 22/7/2012
Cinema: sintoma e remédio

+ de 1600 Acessos

O filósofo romeno Constantin Noica, em seu livro As Seis Doenças do Espírito Contemporâneo, discorre sobre a acatolia, "doença" que ataca o homem europeu e, por conseguinte, o ocidental. A acatolia seria a rejeição a todo sentido geral, a toda ordem universal, atitude tão comum ao homem contemporâneo, que já não aceita Deus ou qualquer outro princípio geral organizador da realidade e das vontades humanas. Tudo é contingência, acaso, evento particular, acontecimento isolado. Noica chega a afirmar que foi graças a esse consciente menosprezo pelo geral que o anglo-saxão debruçou-se tão intensamente sobre as coisas individuais, desenvolvendo a técnica em alto grau, o que nos levou, entre outras coisas, a gêneros artísticos inéditos, tal como o cinema. Contudo, o cinema vive o duplo destino de ser tanto um sintoma de acatolia quanto um possível remédio para o vazio espiritual.

Nas palavras de Noica:
À alegria de fazer justiça ao real imediato corresponde plenamente uma das modalidades de criação do homem enquanto artista, modalidade aliás que a técnica moderna veio favorecer dia a dia. Com o homem moderno, a acatolia [a negação de um sentido geral] encontrou seus próprios meios e sua própria arte. Criar pode significar não somente obter a projeção do individual em algo geral mas também, na indiferença por todo geral, condensar um mundo de manifestações e até de simples miragens em destinos e em figuras individuais que as sejam capazes de fixar. E, como a visão é o principal sentido fixador (tendo os quatro outros como uma propensão para o que é difuso) e o que parece verdadeiramente dar ao homem o poder de delimitar tanto a idéia (que também para os gregos era ligada à visão) como a imagem real, esse gênero de criação será o do visual. Tudo se pode traduzir em imagens, como se o ato criador consistisse em transportar ou transpor um mundo para uma tela. Por isso, num mundo acometido de acatolia, aparecem as novas artes da tela, sobretudo a cinematografia, com suas veleidades de fixar tudo no individual, incluindo a imaginação mais desenfreada, mas também com a miséria de sua condição: não encontrar seu equilíbrio artístico último - e igualmente ontológico -, que é o dos sentidos gerais.

Com efeito, por que essas determinações, livres como são, se fixariam em tais realidades individuais e não em outras? Há nessa fixação em simples imagens como uma forma de fundamento não-fundado. As manifestações que demandavam fixação terminam, ao fim e ao cabo, na instabilidade de casos particulares (como aliás no romance moderno) condenados a proliferar ao infinito, para responder assim, com algo da ordem da quantidade, à carência fatal de sentido. Onde falta até o eco do sentido geral, tudo soçobra no mau infinito dos particulares. A alegria de fazer justiça ao real transforma-se - tal como nossas vidas vazias de sentido - em sentimento do nada.

(.)

Não obstante, assim como a música nos parecia caracterizar a atodecia [a negação da ordem individual], agora é a arte nova, a cinematografia, e não os expedientes das artes tradicionais, que nos pode dar a medida e a cor (cinzenta) da acatolia. Marcada pelo signo da precariedade (ontológica, afinal de contas) de não ter nascido do geral, como as outras artes da espiritualidade religiosa ou humana em sentido amplo, a cinematografia encontrou para si uma extraordinária função artística, sem no entanto tornar-se uma verdadeira arte. Na verdade, ela, desde o início, cumpriu duas funções: adquiriu tanto um sentido de arte popular - como o tinha, segundo se diz, antes da Renascença, e até na Antigüidade, o teatro, que não fazia nenhuma distinção de classe - como a função de servir de campo de experimentação artístico a criadores que já não se sentem a gosto nas artes tradicionais. Em ambos os casos, a cinematografia corresponde a um mundo onde prepondera a acatolia. Hoje as massas já não querem ensinamento nem sentido, recusando instintivamente o geral que lhes ofereciam outrora as grandes obras e os grandes livros de sabedoria da humanidade, mas, "esclarecidas" como são, reclamam, na falta de sentidos gerais diretores na arte, a simples "evasão" pelo espetáculo; e é certo que, por este fato e sob o impacto cada vez maior da acatolia de nossa civilização técnica, a cinematografia conservará sua popularidade. A partir de agora essa semi-arte se mantém generosamente à disposição do criador para novas experiências artísticas, ali onde a profusão de imagens e de pensamentos não cessa de preencher o vazio deixado pela deserção da "idéia": É provável que precisamente na cinematografia se tente em futuro próximo, com o máximo de felicidade, dar estatuto artístico às exigências espirituais impostas pela acatolia da civilização técnico-científica. E quem sabe se, mergulhando no individual, no humano e no contingente, o espírito ocidental não reencontrará um dia, às avessas talvez, o céu?

Nesse ínterim, vivemos num mundo onde o instrumento artístico mais difundido, o cinema, não produz arte, onde as realidades e os objetos mais numerosos, as criações técnicas, não têm investidura ontológica, e onde os conhecimentos locais menos incertos e mais indispensáveis ao homem moderno, a saber, os conhecimentos históricos e sociais, já não têm leis. Algo está desabando no mundo da acatolia, apesar de suas muralhas de exatidão. Já não resta ao homem, sobretudo o europeu, senão reencontrar, graças à contribuição de outros mundos do planeta - o oriental, o sul-americano e até, talvez, o infra-europeu - e ao contato com as demais doenças, sua própria riqueza espiritual, a fim de trilhar assim, ultrapassando o espírito de exatidão, alguns caminhos para a verdade, e reencontrar seu lugar de homem verdadeiro, não de laboratório, no mundo do espírito.


Postado por Yuri Vieira
Em 22/7/2012 às 17h27


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Elena Landau e o liberalismo à brasileira de Julio Daio Borges
02. Fred Leal no Digestivo de Julio Daio Borges
03. 12 de Outubro #digestivo10anos de Julio Daio Borges
04. Todo tipo de texto de Ana Elisa Ribeiro
05. El fin de la inocencia de Julio Daio Borges


Mais Yuri Vieira no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DANS LES COULISSES DU CANCER
VIEIRA-MONTFILS MARIA DO CARMO
KBR
(2015)
R$ 28,99



NA PAUTA: O DOVÓRCIO - UMA HISTÓRIA DE AMOR SOBRE O DIVÓRCIO
STEPHEN GREENLEAF
IMAGO
(1987)
R$ 5,00



OCULISTICA DO MÉDICO PRÁTICO VOL 1
ABREU FIALHO FILHO
LIVRARIA ODEON
(1937)
R$ 42,87



CORPOS ESCRAVOS, VONTADES LIVRES + POSSE DE CATIVOS E FAMÍLIA ESCRAVA
JOSÉ FLÁVIO MOTTA
ANNA BLUME
(1999)
R$ 25,00



QUÍMICA - NA ABORDAGEM DO COTIDIANO VOLUME 3
FRANCISCO MIRAGAIA PERUZZO; EDUARDO LEITE DO CANTO
MODERNA
(2008)
R$ 8,00



BUENA GENTE 3
ENCINA ALONSO ARIJA E OUTROS
MACMILLAN
(2018)
R$ 27,00



A VIDA DE ESOPO E GUERRAS DO ALECRIM E DA MANJERONA
ANTÔNIO JOSÉ, O JUDEU (CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1957)
R$ 8,82



CACHAÇA: HISTÓRIA, GASTRONOMIA E TURISMO
JAIRO MARTINS
SENAC
(2018)
R$ 64,00



LOGISTICA E GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS - ADMINISTRAÇÃO
KLEBER FOSSATI FIGUEIREDO E OUTROS
ATLAS
R$ 60,00



O CHEFÃO
MARIO PUZO
EXPRESSÃO E CULTURA
(1971)
R$ 5,00





busca | avançada
70622 visitas/dia
2,0 milhões/mês