Ele, Cardoso | Digestivo Cultural

busca | avançada
74383 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Povo Fulni-ô Encontra Ponto BR
>>> QUEÑUAL
>>> Amilton Godoy Show 70 anos. Participação especial de Proveta
>>> Bacco’s promove evento ao ar livre na Lagoa dos Ingleses, em Alphaville
>>> Vera Athayde é convidada do projeto Terreiros Nômades em ação na EMEF Ana Maria Benetti sobre Cavalo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
Colunistas
Últimos Posts
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
>>> Glenn Greenwald sobre a censura no Brasil de hoje
>>> Fernando Schüler sobre o crime de opinião
>>> Folha:'Censura promovida por Moraes tem de acabar'
Últimos Posts
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
Blogueiros
Mais Recentes
>>> The Matrix Reloaded
>>> Por que as curitibanas não usam saia?
>>> Jobim: maestro ou compositor?
>>> 7 de Outubro #digestivo10anos
>>> A insignificância perfeita de Leonardo Fróes
>>> Soco no saco
>>> De Siegfried a São Jorge
>>> O Paulinho da Viola de Meu Tempo é Hoje
>>> Pelas curvas brasileiras
>>> A pintura admirável de Glória Nogueira
Mais Recentes
>>> Ao Redor do Mundo de Fernando Dourado Filho pela Fernando Dourado Filho (2000)
>>> O Administrador do Rei - coleção aqui e agora de Aristides Fraga Lima pela Scipione (1991)
>>> Memória do Cinema de Henrique Alves Costa pela Afrontamento (2024)
>>> Os Filhos do Mundo - a face oculta da menoridade (1964-1979) de Gutemberg Alexandrino Rodrigues pela Ibccrim (2001)
>>> Arranca-me a Vida de Angeles Mastretta pela Siciliano (1992)
>>> Globalizacão, Fragmentacão E Reforma Urbana: O Futuro Das Cidades Brasileiras Na Crise de Luiz Cezar de Queiroz Ribeiro; Orlando Alves dos Santos Junior pela Civilização Brasileira (1997)
>>> Movimento dos Trabalhadores e a Nova Ordem Mundial de Clat pela Clat (1993)
>>> Falso Amanhecer: Os Equívocos Do Capitalismo Global de John Gray pela Record (1999)
>>> Os Colegas de Lygia Bojunga pela Casa Lygia Bojunga (1986)
>>> Amazonas um Rio Conta Historias de Sergio D. T. Macedo pela Record (1962)
>>> A História de Editora Sextante pela Sextante (2012)
>>> Villegagnon, Paixaƒo E Guerra Na Guanabara: Romance de Assis Brasil pela Rio Fundo (1991)
>>> A Política de Aristóteles pela Ediouro
>>> A Morte no Paraíso a tragédia de Stefan Zweig de Alberto Dines pela Nova Fronteira (1981)
>>> Rin Tin Tin a vida e a lenda de Susan Orlean pela Valentina (2013)
>>> Estudos Brasileiros de População de Castro Barretto pela Do Autor (1947)
>>> A Origem do Dinheiro de Josef Robert pela Global (1989)
>>> Arquitetos De Sonhos de Ademar Bogo pela Expressão Popular (2024)
>>> Desafio no Pacífico de Robert Leckie pela Globo (1970)
>>> O Menino do DedoVerde de Maurice Druon pela José Olympio (1983)
>>> A Ciencia Da Propaganda de Claude Hopkins pela Cultrix (2005)
>>> Da Matriz Ao Beco E Depois de Flavio Carneiro pela Rocco (1994)
>>> Testemunho de Darcy Ribeiro pela Edições Siciliano (1990)
>>> Tarzan e o Leão de Ouro de Edgar Rice Burroughs pela Record (1982)
>>> Viagem de Graciliano Ramos pela Record (1984)
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 15/4/2005
Ele, Cardoso
+ de 2000 Acessos

Como eu cursava jornalismo há pouco menos de um ano e havia todo um FUZZ a respeito da INTERNET, houve a coincidência de haver arrecadado muito mais E-MAILS do que telefones dos meus COLEGAS. Certa tarde de ÓCIO, escrevi algo muito parecido com uma COLUNA e mandei para toda a minha lista de contatos. Eram comentários sobre livros, discos e filmes, além de alguns poemas, microcontos, opiniões sobre o mundo, filosofia barata e histórias que havia vivenciado nos últimos tempos. Por CHISTE jornalístico, eu montei o texto de modo a parecer algo que pudesse ter sido publicado em uma REVISTA, um jornal. No fundo, era uma forma ENGRAÇADINHA de me COMUNICAR ao mesmo tempo com todas aquelas pessoas, mas a resposta que eu obtive foi TÃO impressionante que resolvi fazer uma SEGUNDA edição, no dia seguinte. Dessa vez, dividi o e-mail em SEÇÕES, e incluí textos que os amigos me mandaram em resposta ao primeiro e-mail. Lá pelo QUARTO número, o genial FELIPE BECKER me disse que devia batizar aqueles DEVANEIOS diários de CardosOnline, em alusão ao meu APELIDO adquirido ainda nos primeiros dias de aula de maneira DEVERAS constrangedora. Pois batizei-o, e permaneci enviando os e-mails a uma lista que crescia progressivamente, à medida que os recipientes ORIGINAIS encaminhavam para os seus amigos, e para os amigos de seus amigos, e assim por diante. Um belo dia, Daniel Galera me respondeu um COL [CardosOnline] propondo que UNÍSSEMOS forças e montássemos algo naquele formato, mas de uma forma mais REGULAR. Convidei Marcelo Träsel, ele convidou Guilherme Pilla: estava criado o STAFF original. Uma vez estabelecido no formato de PUBLICAÇÃO, a popularidade do troço foi tomando proporções absurdas, e se espalhou de uma forma INCONTROLÁVEL. Dois COLaboradores destacaram-se logo nos primeiros números: Daniel Pellizzari (o popular Mojo) e Hermano Freitas. Após rápida CONFABULAÇÃO, decidimos incluir os dois no staff oficial. O troço continuou crescendo. Só o Pellizzari levou pro COL cerca de 300 assinantes, num fenômeno que ficou conhecido como EFEITO MOJO. Nos meses seguintes, procuramos loucamente por uma MULHER para escrever no zine, até que o próprio Mojo nos apresentou essa sua amiga recém-chegada de São Paulo. Era Clarah Averbuck. Pra fechar o time em número PAR, convidamos ainda o colaborador mais assíduo, Guilherme Caon. A essa altura o COL já havia virado um MONSTRO. Tínhamos mais de 4 mil assinantes em todos os estados brasileiros; jornais, revistas, rádios e TVs nos entrevistavam e havia dezenas de iniciativas semelhantes na rede.

Cardoso contando, ao Marcelino Freire, como tudo começou (uma dica do Inagaki, que lá do seu blog linca pro nosso).


Postado por Julio Daio Borges
Em 15/4/2005 às 08h37

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Paco de Lucía em documentário de Julio Daio Borges
02. Tributo a Paul McCartney de Julio Daio Borges
03. Bárbara Heliodora de Yuri Vieira
04. Festivais: enxurrada de filmes de Yuri Vieira
05. 2 de Julho #digestivo10anos de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Geografia Econômica Do Petróleo
Peter R. Odell
Zahar
(1966)



Máscaras e Murais de Minha Terra
Manoelito de Ornellas
Globo
(1966)



Livro Sociologia Dicionário Crítico de Sociologia
R. Boudon / F. Bourricaud
Ática
(1993)



Terra de Santa Cruz
Adélia Prado
Guanabara
(1986)



Hitler's Spy Against Churchill
Jan-Willem van den Braak
Pen and Sword Military
(2022)



O Cristo de Deus
Manuel Quintão
Federação Espírita Brasileira
(1955)



Cidadania e Participação
José Álvaro Moisés
Marco Zero
(1990)



Charbonneau Ensaio e Retrato
Alberto Martins
Scipione
(1997)



A Pipa
Roger Mello
Global
(2017)



Pétalas de Sangue
Ana Luisa Tavares
Do Autor
(2015)





busca | avançada
74383 visitas/dia
2,4 milhões/mês