O compositor e a imperatriz | Digestivo Cultural

busca | avançada
40144 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> A importância da água é tema de peças e oficinas infantis gratuitas em Vinhedo (SP)
>>> BuZum! encena “Perigo Invisível” em SP e público aprende a combater vilões com higiene
>>> Exposição de arte Dispositivos
>>> Cristina Guimarães lança EP Em Canto que marca seu reencontro com a voz cantada
>>> Desenhos de Tarsila do Amaral
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O batom na cueca do Jair
>>> O engenho de Eleazar Carrias: entrevista
>>> As fitas cassete do falecido tio Nelson
>>> Casa de bonecas, de Ibsen
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
Colunistas
Últimos Posts
>>> Uma aula sobre MercadoLivre (2023)
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
Últimos Posts
>>> Nem o ontem, nem o amanhã, viva o hoje
>>> Igualdade
>>> A baleia, entre o fim e a redenção
>>> Humanidade do campo a cidade
>>> O Semáforo
>>> Esquartejar sem matar
>>> Assim criamos os nossos dois filhos
>>> Compreender para entender
>>> O que há de errado
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A LIRA de Ricardo Aleixo
>>> Eitonilda rumo aos 100K
>>> A calça alta do Faulkner
>>> Rubem Braga e eu
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Dicas para você aparecer no Google
>>> This Week in Startups, com Jason Calacanis
>>> Vespeiro silencioso: "Mayombe", de Pepetela
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> A obra-prima de Raymond Chandler
Mais Recentes
>>> Paquetá imagens de Ontem e de hoje dedicatória do autor de Vivaldo Coaracy pela José Olympio (1964)
>>> O Diabo de João Uchoa Cavalcanti pela Vozes (1968)
>>> História do Brasil. 3 Volumes de Robert Southey pela Melhoramentos (1977)
>>> Maravilhas do Conto Infantl de Andersen; outros pela Cultrix (1961)
>>> O Jogo do Bicho - a saga de um fato social brasileiro de Simone Simões Ferreira Soares pela Bertrand (1993)
>>> São Francisco de Assis e o Espírito Franciscano de Ivan Gobry pela Agir (1959)
>>> A Matemática na Lenda e na História de Malba Tahan pela Bloch (1974)
>>> A Pedra da Luz - Paneb, o ardoroso de Christian Jacq pela Bertrand (2000)
>>> Turma da Mônica Jovem (Mangá) nº 28 de Maurício de Souza pela Panini Comics (2010)
>>> Times da qualidade de Peter R. Scholtes pela Qualimark (2002)
>>> Identitá della scuola e "comunitá educante" - N° 1-2 de Vários autores pela Gennaio (1986)
>>> Sobredotação. Vol. 8 de Vários autores pela A.n.e.i.s (2007)
>>> Étvdes de Vários autores pela Ser-As (2012)
>>> Tempo Geológico de Don L. Eicher pela Edgard Blücher (1969)
>>> Sistemas Lineares 2 de Ralph J. Schwarz; Bernard Friedland pela Segrega (1972)
>>> Revista Trabajo Social - N° 10 de Vários autores pela Universidad de Antioquia (2009)
>>> Os cem melhores contos brasileiros do século de Vários autores pela Objetiva (2001)
>>> Journal of education for teching. Vol. 29 N° 2 de Vários autores pela Carfax (2003)
>>> Paradoxos Organizacionais - Uma visão transformacional de Vários autores pela Thompson (2004)
>>> As 100 Melhores Idéias de Negócios de Ken Langdon pela Best Seller (2000)
>>> Autralian Journal of Education - Vol. 56 - N° 2 de Vários autores pela Aje (2012)
>>> Revista do migrante - N°66 de Vários autores pela Travessia (2010)
>>> Solução Rápida de Problemas de David Straker pela Nobel (1999)
>>> Administração educacional - N°2 de Vários autores pela Gráfica 2000
>>> Contruindo planos de negócios - Todos os passos necessários de Vários autores pela Campus (2003)
BLOG >>> Posts

Domingo, 18/8/2013
O compositor e a imperatriz
+ de 1900 Acessos

para d. Mariinha Fleury,
no mês do aniversário

Em O Sol se põe em São Paulo (Cia das Letras,2007), Bernardo de Carvalho escreve que inverno é uma estação que não existe nessa cidade. O domingo de hoje, com temperaturas siberianas, contradisse a afirmação. Sair na tarde gélida valeu a pena para os que se dirigiram à apresentação da Orquestra de Câmara da OSESP, sob a regência exímia de Cláudio Cruz, na Sala São Paulo. Tiveram a honra de presenciar a estréia mundial do concerto nº 2 para piano em Dó Maior, composto em 1785 por Leopold Kozeluch (1747-1818).

Por dois séculos os manuscritos da peça, dedicada pelo autor à imperatriz Maria Leopoldina (quando esta ainda era arquiduquesa e sua aluna em Viena) repousaram nas prateleiras da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro. Descoberta na década de 1950, pela fundadora da Divisão de Música daquela instituição, junto com os originais de mais dois concertos, a recuperação dessa peça histórica é atribuída ao trabalho de Sonia Rubinsky, brilhante pianista paulista que, nessa tarde de domingo, respondeu por sua execução.

Kozeluch, nascido na Boêmia, na época parte do império austro-húngaro, sucedeu a Mozart no cargo de Compositor da Câmara Imperial. Foi um prolífico compositor: óperas, oratóros, obras sinfônicas e de câmera. Assumiu, também, a educação musical das filhas do imperador da Áustria, Francisco I. Entre elas, as arquiduquesas Maria Luísa, futura imperatriz dos franceses, mulher de Napoleão, e Leopoldina, futura imperatriz do Brasil, mulher de d. Pedro I. Por sinal, através de carta, esta última reclamava àquela primeira que o professor de piano era muito exigente, apertando-lhe os dedos com força, a qualquer erro.

Leopoldina trouxe para o Brasil, em 1817, um sem número de partituras de Salieri, Hümmel, Clementi, Neukomm, entre outros, além das primeiras edições abrangentes de compositores como Haydn, Mozart e Beethoven. Coincidentemente, seu marido, o então príncipe da Beira, Pedro de Bragança, posteriormente à Independência, imperador Pedro I, entre outros atributos, também tinha o dom musical: aluno, no Rio de Janeiro, do padre José Mauricio Garcia e de Neukomm, além do hino da Independência, compôs uma missa cantada, sinfonias e um Te Deum. Entre outros instrumentos, tocava piano, cravo, violino, flauta e violão. Toda essa música, porém, não assegurou uma união feliz entre o casal imperial, como todos sabem. Mas a platéia da sala São Paulo experimentou momentos de prazer durante o concerto desta tarde fria.

E nem só dos clássicos vivem os ouvintes: Rubinsky, como extra, presenteou o auditório com uma peça romântica,um estudo de Chopin (opus 10, nº 6, aquele sempre tão apaixonadamente tocado por aquela que consta na dedicatória). Encore, na interpretação de Maurizio Pollini.





Postado por Eugenia Zerbini
Em 18/8/2013 às 23h02

Mais Eugenia Zerbini no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Árvores Ornamentais na cidade de São Paulo/ Flowering Tress in the city of São Paulo
Jean Irwin Smith
Terceiro Nome
(2001)



As Antenas do Caracol
Dirce Waltrick do Amarante
Iluminuras
(2012)



A Contribuição Batista para a Educação Brasileira
José Nemésio Machado
Juerp
(1994)



Introdução as Ciencias Penais e ao Estudo do Direito Penal
Aldo Rodrigues de Souza / Luciano Pereira de Souza
Verbatim
(2015)



Correria: Histórias do Universo da Corrida
Sérgio Xavier Filho
Arquipélago Editorial
(2013)



The International Journal of Psychoanalysis Volume 82 Part 1
Vários Autores
David Tuckett
(2001)



O Milagre Brasileiro
Murilomelo Filho
Bloch
(1972)



Revista Entre Livros 12
Josélia Aguiar
Duetto



Lições Sobre Amar e Viver
Morrie Schwartz
Sextante
(2005)



Sentenças trabalhistas gaúchas
Maria Inês Cunha Dornelles org.
Hs
(2002)





busca | avançada
40144 visitas/dia
1,2 milhão/mês