Osesp, 22.10 | Digestivo Cultural

busca | avançada
45069 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projeto cultural leva cinema até paradas de descanso de caminhoneiros
>>> HOMENS NO DIVÃ Ano XV
>>> Paulo Goulart Filho é S. Francisco de Assis na peça de Dario Fo
>>> Momo e o Senhor do Tempo estreia dia 15 de janeiro
>>> Rafa Castro leva canções de Teletransportar ao palco do Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> O melhor da Deutsche Grammophon em 2021
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
Últimos Posts
>>> Fazer o que?
>>> Olhar para longe
>>> Talvez assim
>>> Subversão da alma
>>> Bons e Maus
>>> Sempre há uma próxima vez
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
>>> O tempo é imbatível
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Museu dos brinquedos
>>> O engano do homem que matou Lennon
>>> 1º de Novembro de 2014
>>> Overmanos e Overminas do Brasil, uni-vos!
>>> As palmeiras da Politécnica
>>> BDRs, um guia
>>> Papai Noel Existe
>>> Viva a revolução
>>> Blogs: uma ficção
>>> Livro das Semelhanças, de Ana Martins Marques
Mais Recentes
>>> Da cabeça aos pés: histórias do corpo humano de Gavin Francis pela Zahar (2017)
>>> A Princesa Que Enganou a Morte e Outros Contos de Sonia Salerno Forjaz pela DeLeitura (2011)
>>> A Princesa Que Enganou a Morte e Outros Contos de Sonia Salerno Forjaz pela DeLeitura (2011)
>>> O Homem Que Entendia as Mulheres de Gladis Costa pela AllPrint (2005)
>>> Kafka e a Boneca Viajante de Jordi Sierra i Fabra pela Martins Fontes (2009)
>>> História do Mundo Para Crianças de Monteiro Lobato pela Círculo do Livro (1987)
>>> Sociedade Anônima de Minas Kuyumjian Neto pela Clip (1987)
>>> O Jovem Mandela de Jeosafá Fernandez Gonçalves pela Nova Alexandria (2013)
>>> Lawyers and Other Reptiles de Jess M. Brallier pela Contemporary (1992)
>>> Dictionary of Obstetrics and Gynecology de Vários autores pela Gruyter (2022)
>>> Curas Mediúnicas - Argumentos que Esclarecem, Fatos que Comprovam de Expedito de Miranda e Silva pela Ab (2013)
>>> Mba Compacto - Planejamento de Negócios para o Crescimento de Philip Walcoff pela Campus (2003)
>>> Pode beijar a noiva de Patricia Cabot; Sulamita Pen pela Essencia (2011)
>>> Lava Jato - o Juiz Sérgio Moro e os Bastidores da Operação Que Abalou de Vladimir Netto pela Primeira Pessoa (2016)
>>> A Empresa Pensante de Moshe F Rubinstein; Iris R Firstenberg pela Futura (2000)
>>> Mal Secreto de Zuenir Ventura pela Objetiva (1988)
>>> As 100+: O guia de estilo que toda mulher fashion deve ter de Nina Garcia pela BestSeller (2009)
>>> Caderno de Rabiscos Para Adultos Entediados no Trabalho de Claire Faÿ pela Intrínseca (2008)
>>> Filha, Mãe, Avó e Puta: A história de uma mulher que decidiu ser prostituta de Gabriela Leite pela Objetiva (2009)
>>> O Filme Perfeito: picture perfect de Jodi Picoult pela Planeta (2009)
>>> Lealdade E-loyalty de Ellen Reid Smith pela Campus (2001)
>>> Histórias Amareladas de Sonia Rosa pela Rovelle (2015)
>>> Os Judeus Povo Ou Religião? de Francisco Corrêa Neto pela Francisco Corrêa Neto (1987)
>>> Gerenciando Pessoas de Idalberto Chiavenato pela Makron Books (1992)
>>> Santinho de Luis Fernando Verissimo pela Cia Das Letrinhas (2017)
BLOG >>> Posts

Segunda-feira, 24/10/2005
Osesp, 22.10

+ de 1000 Acessos

No último sábado, a Osesp repetiu o concerto que havia feito em homenagem a Vladimir Herzog na quinta-feira, dia 20. Em relação ao programa, o nome que aparecia em destaque era o do flautista húngaro András Adorjan, com participação na peça de Felix Mendelssohn. Como os leitores vão notar, esta obra "competiu", no melhor sentido do termo, com a Sinfonia nº4 em dó menor, Op.43, de Dmitri Shostakovich. Em outras palavras, é correto dizer que as duas obras dividiram as atenções do público que, mais uma vez, lotava a Sala São Paulo, com direito à presença de animadas turistas alemãs que estavam ao lado deste repórter. Com todas essas atrações, o concerto começou com a Abertura Heróica, de Andrzej Panufik. E a reação não poderia ter sido menos plural.

Isso porque o ataque inicial desta peça de conturbados seis minutos causou "choque" na platéia. Tal reação era esperada, se se observar que a Abertura, conforme consta no programa do espetáculo, tinha como objetivo de compor uma homenagem patriótica, mas que se tornou uma espécie de protesto em virtude das circunstâncias políticas. O que importa, no entanto, é de que forma isso se materializa: tom marcial, devidamente demarcado pela percussão, chegando, inclusive, a aludir uma espécie de parada militar. De outra parte, o naipe de cordas consegue, a um só tempo, agir e reagir, como se desse a real forma do sentimento, severo, imaginado pelo compositor. A platéia, por sua vez, não deixou de aplaudir, da mesma maneira como ressaltou um certo incômodo em relação ao que ouviu - certamente, uma peça que não está entre as mais tocadas quando se pensa em música de concerto.

Para a Transcrição para Flauta do Concerto para Violino, de Mendelssohn, houve mudanças estruturais. O forro móvel da Sala São Paulo entrou em ação e adequou-se para o solo do flautista András Adorjan. Nesta peça, ao contrário de uma ebulição inicial, ocorreu, sim, uma condução harmoniosa, sempre pontuada pela participação do solista. Com virtuosismo e sem afetação gestual, Adorjan substituiu a força pela leveza, graças a um toque suave, porém bem definido. Cabe destacar o momento em que a orquestra fez pausa e o flautista solou soberano - até as tosses pararam!

Caso terminasse aqui, teríamos, já, um ótimo concerto. Faltava, no entanto, a segunda parte. Então, depois do intervalo, os espectadores foram tomados de assalto pela veemência da obra de Dmitri Shostakovich. De fato, contrastando com a peça executada antes do intervalo, aqui a Osesp se fez notar tanto pela formação - voltaram boa parte dos instrumentos, com direito a duas harpas e a percussão - como pela sonoridade que passava por todos os naipes, das cordas aos metais. Nesse sentido, era a orquestra o principal elemento. Curiosamente, o público ficou impressionado, para o bem e para o mal. Com o andar dos movimentos, alguns deixaram a Sala, talvez incomodados pelo que ouviram. Esta presença sonora é, sem dúvida, acentuada pela duração da pela - pouco mais de uma hora - com movimentos circulares que remontam, sempre, a temas-chave. No final, a platéia que aguardou até a última nota (que, singular, se fazia notar graças ao silêncio do conjunto) aplaudiu calorosamente a orquestra, como que fazendo as vezes daqueles que já tinham ido embora.


Postado por Fabio Silvestre Cardoso
Em 24/10/2005 às 10h10


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Mil e uma noites de Caruso de Gian Danton


Mais Fabio Silvestre Cardoso no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Vida Assistida (lacrado)
Tess Gerritsen
Record
(2012)



Maigret, je ne déduis jamais : la méthode abductive chez Simenon
Els Wouters
Céfal
(1998)



Fim - Notas Sobre os últimos Dias do Império Americano
G. a Matiasz
Conrad
(2001)



O Que é Umbanda
Patrícia Birman
Brasiliense
(1985)



Força Interior Ensinamentos Práticos para uma Vida Melhor
Carlos França
Circulo do Livro
(1988)



A Bíblia para Crianças Em 36 Lições
Tony Castle
Loyola
(1994)



O contador de histórias
Harold Robbins
Record



The Hound of the Baskervilles
Arthur Conan Doyle Tricia Hedge 4
Oxford University Press
(2000)



Mar de Histórias Antologia do Conto Mundial 9
Aurélio Buarque de Holanda Ferreira
Nova Fronteira
(1999)



Jacarandás Em Flor
Maria Christina Lins do Rego Veras
José Olympio
(2010)





busca | avançada
45069 visitas/dia
1,9 milhão/mês