Zidane e a Marselhesa | Digestivo Cultural

busca | avançada
79202 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> 7ª edição do Fest Rio Judaico acontece no domingo (16 de junho)
>>> Instituto SYN realiza 4ª edição da campanha de arrecadação de agasalhos no RJ
>>> O futuro da inteligência artificial: romance do escritor paranaense Roger Dörl, radicado em Brasília
>>> Cursos de férias: São Paulo Escola De Dança abre inscrições para extensão cultural
>>> Doc 'Sin Embargo, uma Utopia' maestro Kleber Mazziero em Cuba
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
Últimos Posts
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Circo Roda Brasil
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> O corpo-reconstrução de Fernanda Magalhães
>>> Contra os intelectuais
>>> Sem música, a existência seria um erro
>>> Orkut, um sonho impossível?
>>> Charges e bastidores do Roda Viva
>>> Pensamento do dia
>>> Por que votei nulo
>>> A polêmica dos quadrinhos
Mais Recentes
>>> O Heroi dos Tabuleiros - Col. Espelhos de Ricardo Criez pela FTD (2024)
>>> O Livro das Letras - um Alef Beit Místico de Lawrence Kushner pela Madras (2002)
>>> Box - Jornalismo Sitiado - [ 2dvds + Livro ] de Eugenio Bucci - Sidnei Basile pela Log on Cultura Marcas (2004)
>>> Ressignificando Sua Vida de Dr Mohamad Barakat pela Vital (2018)
>>> O Brincar E A Criança Do Nascimento Aos Seis Anos de Vera Barros De Oliveira pela Vozes (2010)
>>> Tua cor é o que eles olham (C/ autografo) de Sonia Euler Mororo pela H. P. Comunicação (2017)
>>> Lonely Planet Italy de Paula Hardy, Alison Bing, Abigail Blasi, Cristian Bonetto, Kerry Christiani, Gregor Clark, Joe Fullman, Duncan Garwood, Robert Landon, Vesna Maric pela Lonely Planet (2012)
>>> O Martelo Das Feiticeiras de Heinrich Kramer E James Sprenger pela Rosa Dos Tempos (2020)
>>> O Último Dia De Dava Shastri de Kirthana Ramisetti pela Astral Cultural (2023)
>>> A Economia Feminista: Por Que A Ciência Econômica Precisa Do Feminismo E Vice-versa de Hélène Périvier pela Bazar Do Tempo (2023)
>>> Abolicionismo. Feminismo. Já. de Angela Y. Davis; Gina Dent; Erica R. Meiners; Beth E. Richie pela Companhia das letras (2023)
>>> Imagens Do Além de Heigorina Cunha; Espírito Lucius pela Instituto De Difusão Espírita (2007)
>>> O livro mágico de aniversário com música e luzes de N/a pela Todolivro (2015)
>>> Wicca - Por Trás Da Bruxaria Branca de William Schnoebelen pela Proposito Eterno (2007)
>>> Quem se esconde na fazenda? de Debbie Tarbett pela Nobel (2018)
>>> From Immigrant to Ethnic Culture de Rakhmiel Peltz pela Stanford (1998)
>>> Revista Cinemin nº63 (5ª série) de Ebal pela Ebal (1990)
>>> Um Dono Para Buscapé de Giselda Laporta Nicolelis; Elisabeth Teixeira pela Moderna (2017)
>>> A Vida Nao Me Assusta Pinturas originais de Jean-Michel Basquiat de Maya Angelou; pela Darkside (2018)
>>> Função Ceo. Descoberta Do Amor - Volume 2 de Tatiana Amaral pela Pandorga
>>> Estalística Estrutural de Michael Riffaterre pela Cultrix (1983)
>>> Patrulha Canina - Livro-teatro de N/a pela Online (2018)
>>> Trilogia Scythe 3 Volumes: O Ceifador / A Nuvem / O Timbre de Neal Shusterman pela Seguinte (2020)
>>> O Livro Dos Porquês E Outras Perguntinhas de N/a pela Usborne (2012)
>>> Crônicas de Excalibur 1 - Pendragon de Jean Luc Istin - Alam Brion pela Mythos (2019)
BLOG >>> Posts

Quarta-feira, 12/7/2006
Zidane e a Marselhesa
+ de 5200 Acessos
+ 4 Comentário(s)

Passadas mais de setenta e duas horas da final, discute-se muito mais a cabeçada de Zidane do que o tetra da Itália. E o mundo ainda se pergunta por que Zidane fez aquilo, o que o zagueiro da Azurra teria dito de tão grave. Pois minha pergunta é outra (embora mais à frente se perceba que as razões são semelhantes): por que Zizou não cantou o hino francês, o empolgante hino francês, o beligerante hino francês, quando o estádio emocionava o mundo ao entoar os famosos versos da Marselhesa? Minha hipótese é simples: porque Zidane entende francês e conhece História.

Nós, aqui do Brasil, sempre assobiamos a melodia da Marselhesa ou cantarolamos "Marchon!, Marchon!" sem necessariamente nos ater à tradução do grande refrão:

"Às armas cidadãos!
Formai vossos batalhões!
Marchemos, marchemos!
Nossa terra do sangue impuro se saciará!"

Que "sangue impuro" é esse? Talvez à época se referisse aos invasores, aos pagãos, até aos ingleses, mas não é fácil associar esse verdadeiro grito de guerra ao velado racismo que os imigrantes sofrem na França? Aos cidadãos que deixaram as ex-colônias francesas, empobrecidas, miseráveis, em busca de alguma oportunidade na terra do sangue puro? E ironia das ironias, Zidane, craque da seleção francesa que faz o hino ecoar por milhões de lares do mundo, é filho de argelinos.

Em artigo anterior, "Você se sente mais brasileiro por causa da Copa?", eu já havia falado a respeito do nacionalismo em tempos de Copa, dos paradoxos desse nacionalismo, mas parece que a grande final colocou de vez a política ao lado do esporte. Não bastasse esse simbólico gesto do craque francês de não cantar o hino, houve a cabeçada. E mais do que isso, as especulações em torno do porquê da cabeçada. E mais ainda, as repercussões.

Circula nos jornais uma infeliz frase de Roberto Calderoli, vice-presidente do senado italiano: "Foi uma vitória de nossa identidade, onde lombardos, calabreses e napolitanos venceram uma seleção que sacrificou sua identidade ao escalar negros, muçulmanos e comunistas."

Por favor!

Em pleno ano 2006, depois de uma festa multirracial como a Copa do Mundo, um importante governante do país campeão profere uma frase digna de Mussolini ou Hitler! Primeiro, ele beira a idéia de que a raça italiana é pura e, por isso, melhor que as demais. Depois, ele mistura negros, uma etnia, com muçulmanos, uma religião, e comunistas, uma ideologia política, como se os colocando todos à margem, evidenciando ódios e pelo menos três tipos de racismo.

Zidane por acaso é branco. Por acaso é francês. Talvez muito provavelmente não seja comunista. Mas talvez seja muçulmano. De certo é filho da colônia escravizada pela França. E aparentemente é um homem bastante inteligente. Zidane não cantou e nem poderia cantar o hino louvando o sangue puro que sujou o sangue de seus descendentes. E provavelmente Zidane tenha motivos sérios para dar aquela cabeçada, deixando de lado a hipocrisia de herói nacional dos esportes para assumir a condição de homem engajado em uma causa. Não se sabe "a causa". Talvez nunca se saiba. Mas uma coisa é certa: estivesse eu no senado italiano quando o senhor Calderoli proferiu aquela pérola, teria imitado a atitude do craque francês.


Postado por Marcelo Spalding
Em 12/7/2006 às 08h05

Mais Marcelo Spalding no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
11/7/2006
14h25min
Criticar sempre é fácil. Zidane naquele momento do jogo devia estar uma pilha. Você joga futebol? Sabe o que é correr 90 minutos + 15 e escutar um farabuto dizer algo que deve ter machucado muito o grande jogador Zidane? Bom, não sabemos o que foi dito ainda. Zidade se aposenta e não quis levar desaforo para casa. Não sei se ele está certo ou errado. Não temos condições de julgar. Ivo Samel
[Leia outros Comentários de Ivo Samel]
11/7/2006
16h07min
O vice-presidente do senado italiano foi completamente infeliz nessa declaração. A FIFA está investigando a peitada do Materazzi na cabeça do Zidane, e tem uma organização contra o racismo que está trabalhando nisso também, não lembro o nome dela. Tomara que tomem alguma providencia em relação ao sr. perfeitinho Calderoli. Ele não deveria estar representando ninguém no senado.
[Leia outros Comentários de Rafael Rodrigues]
12/7/2006
16h23min
Realmente essa história tem mais elementos do que a gente sabe. Pena que o Zidane não conseguiu se controlar, e tomara que a investigação esclareça tudo. E a cabeçada no tal senador seria uma boa, sim! Ótimo texto. Abraços
[Leia outros Comentários de Matheus]
17/7/2006
16h16min
É isso. Isso acontece o tempo todo no futebol, na rua, na chuva ou na fazenda, em qualquer estádio ou campinho de periferia. Às vezes você bate no cara que está enchendo o saco. Ou não. Ou é você que está enchendo o saco do cara. Jogadores de futebol não são diplomatas e duvido que sejam adeptos do sen-cho-no-ie. Talvez devessem. Ou não. Tinha uns dois zagueiros da França que viviam metendo o braço na cara dos italianos a cada bola dividida. Ninguém falou nada. O time da França é catimbeiro mesmo. Os adversários devem ficar mais espertos. Ou não. Tanto faz.
[Leia outros Comentários de Guga Schultze]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Informática na Educação: Novas Ferramentas Pedagógica
Sanmya Feitosa Tajra
Saraiva
(2017)



As competências das pessoas
Cláudio Queiroz
Dvs
(2010)



Livro Gibis Tenjho Tenge 9
Oh Great
Jbc
(2009)



O Mito de Arata 02
Yuu Watase
Panini Comics



Questões do Coração
Emily Giffin
Novo Conceito
(2011)



Galeria Nacional de Washington
Vários Autores
Codex
(1967)



O Livro das Maravilhas Parte II
Lúlio Félix
Escala
(2009)



Livro Literatura Estrangeira Macacos Malvados
Matt Ruff
Companhia das Letras
(2008)



A vida naquela hora
João Anzanello
Fnde
(2013)



13 Dos Melhores Contos de Amor
Rosa Amanda Strausz
Ediouro
(2003)





busca | avançada
79202 visitas/dia
2,3 milhões/mês