9º Búzios Jazz & Blues – I | Digestivo Cultural

busca | avançada
68231 visitas/dia
2,5 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Experiência Quase Morte é o tema do Canal Angelini
>>> 20 anos de Bicho de Sete Cabeças: Laís Bodanzky, Rodrigo Santoro e Gullane se reúnem em bate-papo
>>> Arquivivências: literatura e pandemia
>>> Festival Mia Cara promove concurso culinário “Receitas da Nonna”
>>> Joelmir Beting – O jornalista de economia mais influente da história do Brasil
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Em um tempo, sem tempo
>>> Eu, tu e eles
>>> Mãos que colhem
>>> Cia. ODU conclui apresentações de Geração#
>>> Geração#: reapresentação será neste sábado, 24
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 20 de Dezembro #digestivo10anos
>>> Poesia e Guerra: mundo sitiado (parte II)
>>> Notas Obsoletas sobre os Protestos
>>> Uma norma para acabar com os quadrinhos nacionais?
>>> Pode guerrear no meu território
>>> Aconselhamentos aos casais ― módulo II
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Na CDHU, o coração das trevas
>>> A Vida e o Veneno de Wilson Simonal, por Ricardo Alexandre
>>> House, 6ª Temporada
Mais Recentes
>>> O Urso e o Dragão de Tom Clancy pela Record (2003)
>>> Brincando Com a Flauta Doce de Mário Mascarenhas pela Irmãos Vitale (1980)
>>> Urban Legends de Vários Autores pela Reds (2017)
>>> A Última Música de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2012)
>>> Olga de Fernando Morais pela Alfa-Omega (1986)
>>> Fragmentos do Narciso e Outros Poemas de Paul Valéry; Júlio Castañon Guimarães pela Ateliê Editorial (2013)
>>> O Paraíso é uma questão pessoal de Richard Bach pela Record (1974)
>>> O Amor de Dominique Fernandez pela Rocco (1987)
>>> Negotiauctions de Guhan subramanian pela Campus (2010)
>>> A casa do penhasco de Agatha Christie pela Nova Fronteira (1977)
>>> Privilégio exorbitante de Barry eichengreen pela Campus (2011)
>>> O Livro dos Símbolos. Reflexões Sobre Imagens Arquetípicas de Kathleen Martin pela Taschen (2012)
>>> Investindo no povo de Theodore w schultz pela Forense-universitária (1987)
>>> Miragens e milagres de Alain lipietz pela Nobel (1988)
>>> Desilusoes De Um So Solução - Literatura de Odone Vontobel pela Gepe (1986)
>>> Marketing Eleitoral de Carlos Manhanelli pela Geração Editorial (2009)
>>> A Cultura do Romance Volume I de Franco Moretti; Denise Bottmann pela Cosac & Naify (2009)
>>> Livro Piratas do Caribe Disney - 4 Volumes - Ver Descrição - Infanto de Jack SParrow pela Melhoramentos (2007)
>>> A Serviço Secreto de Sua Majestade de Ian Fleming pela Bestseller (1964)
>>> Manual de Boas Maneiras - para Crianças de Todas as Idades de Guto Lins pela Globinho (2013)
>>> Conviver: Língua Portuguesa: Ano Ensino Fundamental de Nove Anos - 5º Ano de Débora Vaz e Elody Nunes Moraes e Rosângela Veliago pela Moderna (2009)
>>> Getting Ahead: a Communication Skills Course For Business English de Sarah Jones Macziola e Greg White pela Cambridge University Press (1997)
>>> Horizonte Mágico Aquariano de Hare Om Maha Deva pela Comunidade Gurudeva (1992)
>>> Das Areias da Praia às Estrelas de Roberto Camargo pela Panorama Comunicações (2003)
>>> Anjos Mensageiros da Luz: Guia para o Crescimento Espiritual de Terry Lynn Taylor pela Pensamento (1999)
BLOG >>> Posts

Sábado, 29/7/2006
9º Búzios Jazz & Blues – I

+ de 5000 Acessos

Vida noturna intensa, bares, galerias de arte e praias de uma beleza estonteante. Onde mais a mistura dos ingredientes cultura e badalação pode dar tão certo? Na penúltima das quatro noites que contemplam o 9º Búzios Jazz & Blues, pude notar que a região central de Búzios abrigava um clima musical inconfundível, já estimulado pelos dias anteriores. Nos primeiros momentos do festival (26 e 27 de julho), prevaleceram logo de cara o virtuosismo e a mistura de gêneros. Passaram por aqui o habilidoso saxofonista Blas Rivera; o grupo carioca de poliritmos e gerações, Garrafieira; o aclamado compositor e instrumentista Marcos Valle; o tradicional, porém inovador Trio Azymuth; e, ainda, o cantor e guitarrista Big Joe Manfra, um dos mais respeitados representantes do blues no Brasil.

Cumprindo o que prometeu, a noite de ontem (28) atraiu um público eclético, formado por turistas - casais, famílias, crianças, estrangeiros, teens e idosos - e nativos (a grande minoria). A praça Santos Dumont - que abriga o Palco Tim de Música - até então tomada apenas por feiras de artesanato, ficou apinhada, lá pelas 20h30, logo que o grupo argentino Memphis la Blusera colocou seus instrumentos para funcionar. Grande sucesso internacional, a banda de veteranos surgida nos anos 60 conseguiu, sem grande esforço, mas com suor, fazer o que muitos tentam sem sucesso: o público dançou, literalmente, nos estreitos espaços da multidão. Sim, a praça ficou pequena ao som de jazz "dançante", e o Memphis cresceu com o fôlego do vocalista Adrian Otero, que alternou agitação e romantismo. Isso sem falar nos solos, absolutamente oportunos, no comando de Daniel Beiserman (baixo acústico), Emilio Villanueva (sax), German Weidemer (órgão) e Lucas Sedler (guitarra). Cada um a seu tempo, sem exageros e com muita propriedade.

Pouco depois, mesmo antes da banda encerrar, um som distante entrecortava o espetáculo. Vinha da Rua das Pedras - a mais badalada de Búzios. Era o Dixie Square Band, e que surpresa: passando por vários pontos da via, a banda de jazz fazia o público interagir musicalmente, formando quase uma "orquestra paralela" de percussão em palmas junto dos melódicos instrumentos de sopro. Durante todas as noites do festival, o grupo passeia a céu aberto tocando clássicos estrangeiros e nacionais, entre eles "Aquarela do Brasil", a imortal composição de Ary Barroso. Abro um parêntese para uma observação que não pode passar incólume. É a primeira vez que presencio uma interação tão grande entre público e jazz em espetáculos abertos. A contemplação fria e o distanciamento a ritmos "não convencionais" quase sempre prevaleceram por parte de um público, diga-se, diversificado. Para um gênero tão complexo e seletivo, Búzios é um verdadeiro milagre musical no que se refere à quebra de códigos entre o popular e erudito.

Claro que há exceções, como as apresentações fechadas do Pátio Havana, que aconteceram ontem por volta das 23h. As reservas para assistir ao consagrado pianista Bobby Lyle se esgotaram em pouco tempo. Um público distinto e comportado ficou notoriamente hipnotizado pela sofisticação do blues ao piano, acompanhado no baixo por Alberto Continentino, na bateria por Allen Pontes e no sax por Leo Gandelman, destacado com louvor na edição anterior do festival. Arriscando um português correto, Lyle expressou a satisfação de tocar em uma noite e um local "tão especiais". E pode colocar especial nisso. O Pátio Havana dá de cara para um mar gigante, iluminado pela costa e pela lua, e confere um clima que - aliado à alta performance do som - é um verdadeiro privilégio dentro do balneário. Incansável, o show alcançou a madrugada sem desviar o interesse do público.

Para encerrar a noite - e que noite - o Chez Michou, logo em frente ao Havana, recebeu, por volta das 2h, a mistura das mais variadas sonoridades brasileiras com o trio Bossacucanova. O grupo, formado por Alex Moreira, Marcelinho DaLua e Márcio Menescal (filho do Roberto Menescal), nasceu de experimentações em estúdio que propunham misturar batidas eletrônicas a ritmos convencionais como o samba e a bossa nova. Resultado: um estouro há oito anos na Europa, EUA e Brasil. O ponto alto do grupo são as releituras do acid jazz, que fundem a sofisticada harmonia melódica com os beats do rap e do funk. O som no Chez Michou agradou principalmente a um público mais jovem, que bem antes já lotava o espaço à espera do grupo. Mais uma prova de que jazz e agitação combinam mesmo, principalmente em Búzios.

Amanhã tem mais. A última noite do festival promete com mais presenças ilustres. E nós vamos acompanhar.


Postado por Tais Laporta
Em 29/7/2006 às 13h21


Quem leu este, também leu esse(s):
01. 1º de Novembro de 2014 de Julio Daio Borges
02. ¿Qué te pasa brazuca? de Julio Daio Borges
03. Pollini, Abbado e Brahms, o 2º de Julio Daio Borges
04. 21º de Mozart: Pollini e Muti de Julio Daio Borges
05. Sinfonia nº 6, Beethoven de Vicente Escudero


Mais Tais Laporta no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Castelã de Upton
Guy Champfleury
Empresa



Reformas Sanitarias En Europa y La Eleccion del Usuario
Pedro San Jose Garces
Ediciones Diaz de Santos
(1994)



Guard Your Tongue
Chofetz Chaim
Benei Yakov
(1975)



Cândido ou o Otimismo
Voltaire
LPM Pocket
(2018)



Pequena Historia do Bananal
Agostinho Ramos
Conselho Estadual de Artes
(1978)



A Madrasta
Nancy Thayer
Círculo do Livro
(1987)



Como Se Preparar para o Exame da Ordem: Constitucional
Antônio Silva, Adriano de Oliveira (constitucional
Método
(2004)



American Adventures Intermediate Teacher S Book
Mick Gammidge/ben Wetz
Oxford
(2005)



Le Dixième Cercle
Mempo Giardinelli
Métailié
(1999)



Odisséia Ambiental - uma Aventura no Tempo
Emanuel Souto e Cayo Ogam
Prazer de Ler
(2006)





busca | avançada
68231 visitas/dia
2,5 milhões/mês