Digestivo Blogs

busca | avançada
49722 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> OBMJazz: OBMJ lança primeiro clipe de novo projeto
>>> Serginho Rezende é entrevistado por Zé Guilherme na série EntreMeios
>>> TOGETHER WE RISE TRAZ UMA HOMENAGEM ÀS PESSOAS QUE FIZERAM PARTE DA HISTÓRIA DO GREEN VALLEY
>>> Instituto Vox realiza debate aberto sobre o livro O Discurso da Estupidez'
>>> A Arte de Amar: curso online desvenda o amor a partir de sua representação na arte e filosofia
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
>>> Filmes de guerra, de outro jeito
>>> Meu reino por uma webcam
>>> Quincas Borba: um dia de cão (Fuvest)
>>> Pílulas Poéticas para uma quarentena
>>> Ficção e previsões para um futuro qualquer
>>> Freud explica
>>> Alma indígena minha
Colunistas
Últimos Posts
>>> Uma aula com Thiago Salomão do Stock Pickers
>>> MercadoLivre, a maior empresa da América Latina
>>> Víkingur Ólafsson toca Rameau
>>> Philip Glass tocando Mad Rush
>>> Elena Landau e o liberalismo à brasileira
>>> O autoritarismo de Bolsonaro avança
>>> Prelúdio e Fuga em Mi Menor, BWV 855
>>> Blooks Resiste
>>> Ambulante teve 3 mil livros queimados
>>> Paul Lewis e a Sonata ao Luar
Últimos Posts
>>> Coincidência?
>>> Gabbeh
>>> Dos segredos do pão
>>> Diário de um desenhista
>>> Uma pedra no caminho...
>>> Sustentar-se
>>> Spiritus sanus
>>> Num piscar de olhos
>>> Sexy Shop
>>> Assinatura
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Nelson Freire em DVD e Celso Furtado na Amazônia
>>> Um caos de informações inúteis
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Parei de fumar
>>> Ford e Eastwood: cineastas da (re)conciliação
>>> Amor à segunda vista
>>> O Gmail (e o E-mail)
>>> Diogo Salles no podcast Guide
Mais Recentes
>>> O sucesso é ser feliz de Roberto Shinyashiki pela Gente (1997)
>>> A Luta Pessoal para Resolver os Problemas da Vida Íntima de Pe. Jonas Adib pela Canção Nova (2004)
>>> A Portrait of the Artist as a Young Man de James Joyce pela Penguin Classics (2000)
>>> Candidíase, A Praga de Sonia Hirsch pela CorreCotia (2010)
>>> A Forma da Água de 1andrea Camilleri pela Record (2000)
>>> Mantenha o Sistema de George Orwell pela Itatiaia (2000)
>>> Guiness World Records 2017 de Diversos pela Harper Collins (2016)
>>> O Segredo Judaico de Resolução de Problemas. de Nilton Bonder pela Imago (1995)
>>> Atlas Geografico FAE de Equipe Diata pela Fae (1984)
>>> Atlas Geografico FAE de Equipe Diata pela Fae (1984)
>>> Calvin & Haroldo - Yukon-Ho! de Bill Watterson pela Conrad (2008)
>>> Atlas da Historia do Mundo de Geoffrey Barraclough Editor pela Folha de Sao Paulo (1995)
>>> Astrorhythms de Mary Orser, Rick e Glory Brightfield pela Harper (1980)
>>> Art Recipes de Doris E. Foley pela F. A. Owen (1960)
>>> Arthur C. Clarke's Mysterious World de Simon Welfare e John Fairley pela AeW (1980)
>>> O Ópio dos Intelectuais (Nova Ortografia) de Raymond Aron pela Três Estrelas (2016)
>>> Monocle May 2017 - Design & Property Special de Diversos pela Monocle (2017)
>>> História do Calendário de Hernâni Donato pela Melhoramentos (1978)
>>> O Arquipelago de Erico Verissimo pela Globo (1961)
>>> Fronteira Gelada de Dra. Jerri Nielsen com Maryanne Vollers pela Rocco (2002)
>>> Monocle 2017 Fashion + Retail Special de Diversos pela Monocle (2017)
>>> Microsoft Frontpage Aprenda em 24 Horas de Andy Shafran pela Campus (1998)
>>> A Guerra das Estrelas de Carlos Chagas pela L & pm (1985)
>>> Monocle November 2017 Design Special - Swiss Survey de Diversos pela Monocle (2017)
>>> Apelo à Razão de Claudio Alves pela Nucleo3 (1986)
>>> A espiã de vermelho de Aline, condessa de Romanones pela Casa Maria (1988)
>>> Antologia Casseta Popular de Arthur Dapieve Organizador pela Desiderata (2008)
>>> Revista da Anpoll 24 de Andre Luis Gomes pela Anpoll (2008)
>>> Monocle September 2018 - Your Steps to Success de Diversos pela Monocle (2018)
>>> Drogas - Constituição - Democracia e Liberdade de Felipe Hasson pela Instituto Memória (2015)
>>> Revista da Anpoll 25 de Andre Luis Gomes pela Anpoll (2008)
>>> Monocle September 2019 This is the Way to Work de Diversos pela Monocle (2019)
>>> Curso de Direito Processual Civil = Vol. III de Humberto Theodoro Júnior pela Forense (2020)
>>> Monocle December 2019/January 2020 Japan Special de Diversos pela Monocle (2020)
>>> Curso de Direito Processual Civil = Vol. I de Humberto Theodoro Júnior pela Forense (1997)
>>> Comentários à CLT de Sérgio Pinto Martins pela Atlas (1998)
>>> Monocle Food & Entertainment Annual 2018 de Diversos pela Monocle (2018)
>>> Manual do Executivo = Organização Comercial de Dr. Aluízio Telles de Meirelles pela Novo Brasil (1987)
>>> Animal Jokes de Glen Singleton pela Himkler (2009)
>>> Amor e Humor de Camillo Filho pela Do Autor (1978)
>>> Monocle March 2019 - France Special de Diversos pela Monocle (2019)
>>> American Folk Tales and Songs de Richard Chase pela Dover (1971)
>>> Monocle The Escapist 2019 Go Further de Diversos pela Monocle (2019)
>>> Sonho e razão, Lucas Lopes, o planejador de JK de Rodrigo Lopes pela Arx (2006)
>>> Alô, Rapaziada de Bussunda pela Record (1995)
>>> Educação do Homem Integral de Huberto Rohden pela Martin Claret
>>> Verbo Cívico Visão Histórico-Sociológico da assembléia legislativa do estado do Ceará de Arnaldo Santos / Juarez Leitão pela Expert (2002)
>>> A Crise da Crise do Marxismo - Introdução a um Debate Contemporâneo de Perry Anderson pela Brasiliense (1987)
>>> Ame e dê Vexame. de Roberto Freire pela Guanabara (1990)
>>> Todos Contra Todos de Leandro Karnal pela Leya (2017)
BLOGS

Sábado, 4/7/2020
Digestivo Blogs
Blogueiros

 
No vai e vem da dança

Se quiser entrar no jogo,
Primeiro entre na fila,
Pra buscar a Margarida,
Que o jardim concedeu.

Porém só quem viu foi eu,
Quando a Ana chegou,
O branco cravo a puxou,
Para o centro do salão.

Todos lhe deram a mão,
E começaram a cantar,
Entra Ana, entra Judite,
Traz Arlequim pra dançar.

Também vem o Baltasar,
A Julita dança bem,
Vem o Hélio e o Carlos,
No gostoso vai e vem.

Se não entra nesta dança,
Não consegue a confiança,
Para gostar de alguém,
Entra Ana, entra Judite,
E eu vou entrar também.

[Comente este Post]

Postado por Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
4/7/2020 às 22h14

 
Verdade que não se fala

Hoje vejo que o meu pai foi um homem sábio. Ao se tornar mais experiente e detentor de um longo tempo de vida, costumava afastar-se de nós, filhos e irmãos, ficando a espreitar de longe os nossos movimentos, sem ouvir nossas conversas e não mais participar com opiniões, como costumava fazer em tempos anteriores.

Eu que também ganhava experiência, achava estranho esse comportamento, ele que sempre foi dado a participação, a interação coletiva, agora distanciava-se das nossas aglomerações de camaradagem, fossem de famílias ou não.

Certa vez estávamos reunidos, entre família e amigos, ele saiu da varanda, andando com um certo esforço, acometido de fortes dores no joelho, caminhou por cerca de 50 metros e sentou-se sobre o caule de um jenipapeiro, que havia sido derrubado e posto em frente à casa da bodega.

Cabeça baixa, embora com o olhar em nossa direção, creio eu, fazendo conjecturas, da própria vida e por certo das nossas. Não hesitei, pedi licença aos amigos e caminhei em sua direção, sentei-me ao seu lado, sorrindo indaguei, gosta de estar sozinho pai?

Ele esboça um sorriso e diz: também já fui jovem, curti e vivi cada momento, cada oportunidade que a vida me ofereceu, agora é o momento de vocês, por isso fico a observar as oportunidades que o tempo lhes oferecem. Vivam uma vida bem vivida, como tenho eu convicção de ter vivido a minha.

Senti um pesar no peito, como nunca havia sentido. Aquele era o meu pai, parando para descansar o corpo e purificar a alma dos laboriosos anos de lutas, das preocupações que o acompanharam por tanto tempo e que agora o serenava por meio da sutil contemplação.

Com um olhar fundo e cansado, encarou meus olhos e perguntou: - Você conhece a história do elefante que conduz a sua manada por anos nas pradarias africanas? Respondi: - Sinceramente não pai.

- Então escute o que eu vou lhe contar, isso serve para o elefante, para mim e por certo para você também, que já constituiu a sua família. Pois bem, o elefante passa anos de sua vida conduzindo a família, para os diversos campos de pastagens, ele é o esteio da manada, enquanto jovem e um forte adulto.

Mas o tempo passa para todos, continuou ele, então a medida que vai envelhecendo, deixa o comando com os mais novos e vai se afastando da manada, ficando para trás, até o seu completo isolamento do grupo que liderou por muito tempo. De repente toma uma nova direção e sozinho permanece até o seu último dia de vida.

Mas isso não é o seu caso pai? Eu lhe falei. Ele contestou, é sim e também será o seu um dia, a natureza nos impõe isso, não há como fugir, é da vida animal e da vida humana. Estou a lhe falar porque você perguntou, aprendi com a vida e geralmente não falo, mas é assim que funciona.

Quanta sabedoria meu pai, que nosso Deus te abençoe e te conceda a eterna vida dos santos. Conduziste-me pelo caminho da verdade e me guiastes pelas sendas da virtude e do dever. Por assim ser busquei levar aos meus os teus ensinamentos e hoje caminhando suavemente e em paz contemplo os meus a minha frente

[Comente este Post]

Postado por Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
2/7/2020 às 05h47

 
Transcorrências

O passado
é infindo
e não
apenas
uma página
ocorrida

mas
uma página
a ser
virada

lenta como
o sol
a percorrer
nossas cabeças
por todo
um dia...

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
22/6/2020 às 21h17

 
Iapoti Kaba

O que é
o que é?

Fica forrado
de estrelas

e depois
se enche
de olhos
negros?

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
22/6/2020 às 21h03

 
Seda dos ventos

Palavras
afetadas
qual
nota
tangida

Grão
febril
a
germinar
nos
solos
dos
ventos

Quando
os
ventos
cessam
confabulam
os
pássaros

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
19/6/2020 às 22h11

 
O estranho que me completa

Lugar das metamorfoses, o jardim.

Chuva que se torna tempo.
Poça que não se faz temporalidade.
Queda que não cai em corredeira.
Água que se torna invenção.

Teia dos ciclos da luz, o lago.

Fugindo das turbulências,
fugindo das repetições,
minhas mãos descem
à imagem.

Narciso, o estranho
que me completa o dia e o sexo,
ao aprendizado das transfigurações.

Minhas.
E do outro.


(Do livro: Vazadouro)

[Comente este Post]

Postado por Blog da Mirian
18/6/2020 às 19h22

 
Desbotar

Na
feira
da
cor
quando
se
grita
mais
alto

o
pastel
é
bom
e
o
acrílico
é
ótimo

A
primeira
impressão
logo
decresce

O
bom
permanece
e
o
ótimo
se
desvanece...

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
12/6/2020 às 17h30

 
Dia & Noite. Noite & Dia

As
pálpebras
das
águas

ao
rés
das
areias

ora
velam
ora
revelam

a
jornada
das
ondas...

[Comente este Post]

Postado por Metáforas do Zé
12/6/2020 às 13h18

 
O Estranho Racismo Preconceituoso do Brasil


2020 não está pra brincadeiras e só faz escancarar as feridas mundiais, doa a quem doer! Mais uma prova disso são as manifestações que estão ocorrendo em prol das vidas negras, respingando em todas as nações. Mas embora o (Black Lives Matter - Vidas Negras Importam) esteja fazendo uma excelente demonstração de força e conscientização, em comparação com o Brasil, podemos apontar diversos fatores que divergem e mostram uma história de racismo e preconceito um tanto atípica com relação aos outros países.

Pra começar, um dado surpreendente é que nos Estados Unidos a população negra representa apenas 12% da nação, enquanto que no Brasil mais de 55% do povo se declara preto ou pardo. Então, porque a história conhecida depõe tanta disparidade entre os dois países pra essas pessoas?

A resposta é simples, mas o desconhecimento da população é apenas a ponta do iceberg que gerou esse abismo. Trata-se de conhecer a ti e a tua própria história como povo, uma coisa que o brasileiro não está acostumado a saber pela completa falta de incentivo. Dessa forma, a massa do país está habituada a lutar por si, numa batalha de classes onde só se modernizou o sistema de tratamento.

Obviamente, que os negros retintos são os indivíduos mais prejudicados nessa sociedade construída pra ser uma pirâmide. Contudo, o Brasil é formado de miscigenação, em que sua grande maioria - os que completam o grosso dos tais 55% e muitos que se consideram brancos - estão na base, enquanto que apenas alguns poucos formam esse topo imaginário e erroneamente abusivo. Mas se é assim, porque há tanta discórdia entre uma população que se encontra praticamente no mesmo patamar?

Aí vem de novo a simples resposta pra aquela pergunta acima... Porque o povo brasileiro desconhece sua história. Porque estiveram durante séculos expostos ao conformismo e a crença de que as coisas são como são e nada poderá mudar. Portanto, mesmo com o passar dos anos e com a modernização da sociedade, ainda existem certos tabus que colocam pessoas somente em determinadas posições, profissões, situações, causando a guerra urbana que é presenciada diariamente.

Desse modo, quem tem um pouco mais espezinha o que vem logo depois, só pra se sentir melhor com seus méritos de vida. É o tal doutor que não se formou em nada e a madame entojada com R$ 100,00 no banco. Achando que diminuindo o outro se eleva pra um nível superior. E ninguém se livra de fato desse mecanismo, medido pelos volumes dos bolsos, pelos tons das peles e por tudo o que o indivíduo representa ser, como um presente super vistoso ou que foi embrulhado meio xoxo na última hora.

Assim, muitas pessoas tentam mostrar o que não são, preferindo o desconforto a enfrentar as situações que um chinelo no shopping ou uma roupa esportiva podem trazer. Não se tratando de onde mais quando irá acontecer, porque sempre acontece. Então, ouse em ser o diferente e dê-lhe o benefício da dúvida. Com certeza o questionado agradecerá e poderá ter esperança por dias em que essa reação seja normal.

A origem mesmo, somente um DNA poderia provar, no entanto, todo mundo tem um argumento descabido pra agir de maneira descerebrada. Resta a questão de que se a maioria segue um padrão, porque sou obrigado a reagir diferente quando vejo um negro de terno e penso ser um segurança, ou uma mulher de branco sem ser babá ou empregada, um cara vindo em minha direção e não segurar a bolsa mais forte?

E óbvio que há um padrão na população do país, mas isso foi gerado porque desde séculos atrás não foram dados os incentivos corretos pra que a massa brasileira se integrasse de forma a se tornar um país funcional. Onde os negros foram jogados a própria sorte depois da abolição, criando guetos e morros que se estenderam pelos estados.

Em que também já havia uma grande camada de brancos degredados pobres, analfabetos, índios, exilados e imigrantes aventureiros espalhados por todo o Brasil, que mais tarde, com a ajuda da emigração, revoltas, pandemia, a imigração europeia e asiática por motivos de guerra no começo do século XX e tantas outras coisas mais, se transformou no povo brasileiro.

Algo, que se for analisar, está se repetindo nos últimos anos. Curioso, não? Ainda mais levando em consideração que certas coisas, como a política nunca mudam. Voltando a diferença dos países, os negros e outros povos americanos tiveram melhor formação e consciência porque lutaram, porque se protegeram inicialmente em comunidades que depois se organizaram e vem correndo atrás dos seus direitos, pois está longe da perfeição, enquanto que nessa nação a situação desintegra seus habitantes e os transforma em adversários numa guerra pelos melhores recursos, pois nunca há pra todos e quem consegue dita as regras.

O que o brasileiro se esquece é que aos olhos do mundo são um povo só: latino. Onde poucos podem provar sua real descendência x, embora muitos usem desse argumento pra humilhar um rosto e sofrerem igual quando forem ao exterior. E que direito descendente é esse? Qual a finalidade? Só num país que nunca se livrou da síndrome de colônia vira-lata. Sem saber que de repente julgou e menosprezou alguém com muito mais instrução, empatia e sapiência. Um ser que em decorrência de sua aparência foi sentenciado mais um dia em que comemorava uma promoção, a vida saudável, um reencontro, etc.

Por fim, qual seria a solução pra todo esse dilema infindável? E claro que repetitivamente a chave será a educação. Pois só a educação poderá fazer com que as pessoas conheçam sua história de um modo geral, abrindo as mentes pra algo maior, gerando empatia. Só pela instrução será possível a identificação e afabilidade com o outro, além de que indivíduos instruídos não precisam, nem querem roubar, matar, brigar por motivos corriqueiros, quebrando um circulo vicioso que ainda levará muito tempo pra parar de girar.

A meritocracia é de fato um sistema válido, porém pra que possa funcionar, todos precisam ter as mesmas oportunidades, pra que consigam escolher e competir em pé de igualdade. Isso vale pra negros, brancos, pobres, ricos de qualquer gênero e motivação religiosa.

Mas o povo brasileiro, aos trancos e barrancos chegou até aqui e com certeza irá mais longe, até o dia em que textos como esse se tornarão obsoletos, tragados pela história. E pessoas, independentes de sua origem possam ser apenas indivíduos na multidão sem desconfianças nem julgamento prévio. Por isso, pais e mães, lutem pela própria educação e pela dignidade de seus filhos.



[Comente este Post]

Postado por Blog de Camila Oliveira Santos
8/6/2020 às 23h36

 
Arvore da porta

Quarenta anos de vida verde,
Fincada a frente da portaria dois,
Homens vestindo a cor laranja,
Cortaram-na, nada para depois.

Qual o crime cometido?
Crescer muito e ficar frondosa,
Te jogastes por cima dos fios,
Não te viram como venturosa.

O que são e o que fazem os fios?
Eles, “sem fosfore e sem pavios”,
Acendem todos os lampiões”.

Homens e suas tecnologias!
Em menos de meio dia,
Teu viçoso caule e verdes folhas,
Sobre os paralelepípedos jaziam,
Aquebrantando sensíveis corações.

[Comente este Post]

Postado por Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
1/6/2020 às 15h41

Mais Posts >>>

Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS 100 SEGREDOS DAS PESSOAS DE SUCESSO
DAVID NIVEN
SEXTANTE
(2002)
R$ 6,97



DEUSA DA ROSA
P. C. CAST
NOVO SECULO
(2012)
R$ 30,00



POR QUE VOCÊ NÃO QUER MAIS IR À IGREJA
WAYNE JACOBSEN/DAVE COLEMAN
SEXTANTE
(2009)
R$ 19,00



THE CHANGING URBAN SCHOOL
ROBERT THORNBURY
METHUEN
(1978)
R$ 49,28



PRECISO DE TI, PERTURBAÇÕES PSICOSSOSICAIS EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES
PEDRO STRECHT
ASSÍRIO E ALVIM
(1999)
R$ 32,38



CONTOS
EÇA DE QUEIROZ
LELLO & IRMAO
R$ 6,90



LA OBRA PICTÓRICA DE CÉZANNE
ALFONSO GATTO / SANDRA ORIENTI
NOGUER / MADRID
(1971)
R$ 22,00



BRINCANDO COM FOGO
GORDON RANSAY
BEST SELLER
(2010)
R$ 30,00



LARR LATIN AMERICAN RESEARCH REVIEW VOLUME 45 NUMBER 3
LATIN AMERICAN RESEARCH REVIEW
LARR
(2010)
R$ 34,00



VISÃO SISTÊMICA E ADMINISTRAÇÃO-CONCEITOS, METODOLOGIAS E APLICAÇÕES
DANTE MARTINELL
SARAIVA
(2006)
R$ 43,50




>>> A Lanterna Mágica
>>> Abrindo a Lata por Helena Seger
>>> Blog belohorizontina
>>> Blog da Mirian
>>> Blog da Monipin
>>> Blog de Aden Leonardo Camargos
>>> Blog de Alex Caldas
>>> Blog de Ana Lucia Vasconcelos
>>> Blog de Anchieta Rocha
>>> Blog de ANDRÉ LUIZ ALVEZ
>>> Blog de Angélica Amâncio
>>> Blog de Antonio Carlos de A. Bueno
>>> Blog de Arislane Straioto
>>> Blog de CaKo Machini
>>> Blog de Camila Oliveira Santos
>>> Blog de Carla Lopes
>>> Blog de Carlos Armando Benedusi Luca
>>> Blog de Cassionei Niches Petry
>>> Blog de Cind Mendes Canuto da Silva
>>> Blog de Cláudia Aparecida Franco de Oliveira
>>> Blog de Claudio Spiguel
>>> Blog de Dinah dos Santos Monteiro
>>> Blog de Eduardo Pereira
>>> Blog de Ely Lopes Fernandes
>>> Blog de Enderson Oliveira
>>> Blog de Expedito Aníbal de Castro
>>> Blog de Fabiano Leal
>>> Blog de Fernanda Barbosa
>>> Blog de Geraldo Generoso
>>> Blog de Gilberto Antunes Godoi
>>> Blog de Haelmo Coelho de Almeida
>>> Blog de Hector Angelo - Arte Virtual
>>> Blog de Humberto Alitto
>>> Blog de Isaac Rincaweski
>>> Blog de João Luiz Peçanha Couto
>>> Blog de JOÃO MONTEIRO NETO
>>> Blog de João Werner
>>> Blog de Joaquim Pontes Brito
>>> Blog de José Carlos Camargo
>>> Blog de José Carlos Moutinho
>>> Blog de Kamilla Correa Barcelos
>>> Blog de Lourival Holanda
>>> Blog de Lúcia Maria Ribeiro Alves
>>> Blog de Luís Fernando Amâncio
>>> Blog de Marcio Acselrad
>>> Blog de Marco Garcia
>>> Blog de Maria da Graça Almeida
>>> Blog de Nathalie Bernardo da Câmara
>>> Blog de onivaldo carlos de paiva
>>> Blog de Paulo de Tarso Cheida Sans
>>> Blog de Raimundo Santos de Castro
>>> Blog de Renato Alessandro dos Santos
>>> Blog de Rita de Cássia Oliveira
>>> Blog de Rodolfo Felipe Neder
>>> Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues
>>> Blog de Sophia Parente
>>> Blog de suzana lucia andres caram
>>> Blog de TAIS KERCHE
>>> Blog de Thereza Simoes
>>> Blog de Valdeck Almeida de Jesus
>>> Blog de Vera Carvalho Assumpção
>>> Blog de vera schettino
>>> Blog de Vinícius Ferreira de Oliveira
>>> Blog de Vininha F. Carvalho
>>> Blog de Wilson Giglio
>>> Blog do Carvalhal
>>> Blog Feitosa dos Santos - Prosas & Poemas
>>> Blog Ophicina de Arte & Prosa
>>> Cinema Independente na Estrada
>>> Consultório Poético
>>> Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida
>>> Cultura Transversal em Tempo de Mutação, blog de Edvaldo Pereira Lima
>>> Escrita & Escritos
>>> Eugênio Christi Celebrante de Casamentos
>>> Ezequiel Sena, BLOG
>>> Flávio Sanso
>>> Fotografia e afins por Everton Onofre
>>> Impressões Digitais
>>> Me avise quando for a hora...
>>> Metáforas do Zé
>>> O Blog do Pait
>>> O Equilibrista
>>> Relivaldo Pinho
>>> Ricardo Gessner
>>> Sobre as Artes, por Mauro Henrique
>>> Voz de Leigo

busca | avançada
49722 visitas/dia
2,6 milhões/mês