Contos Parisienses - Eiffel Segundo e Natasha | Blog de Hector Angelo - Arte Virtual

busca | avançada
31130 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOGS >>> Posts

Segunda-feira, 27/4/2015
Contos Parisienses - Eiffel Segundo e Natasha
Hector Angelo - Arte Virtual

+ de 1100 Acessos

Em Paris há muitos e muitos anos atrás...
Eiffel Segundo, mais conhecido como Segundo, ainda era um jovem, porém não tinha a alegria dos outros rapazes da sua idade, era solitário e triste. Tinha uma única amiga, a Natasha, diferente dele a garota era feliz e sonhadora.
Todas as tardes os garotos da escola subiam numa árvore, no quintal da casa de Segundo para ficarem observando a construção da Torre Eiffel, que como até hoje, despertavam muita curiosidade e encanto.
Segundo- Sabe Natasha, quando a torre que meu pai projetou estiver pronta nós subiremos no último andar.
Natasha- Você vai me levar até lá em cima? O que vamos fazer lá?
Segundo - Para vermos Paris inteira. Deve ser linda a vista lá de cima!!!
Natasha- Mas nós subiremos á noite, pois a torre ficará da altura do céu e eu quero pegar uma estrela.
Segundo - Boa ideia Natasha! Esta estrela será o simbolo de nossa amizade.
No ano seguinte...
A Torre Eiffel já estava quase pronta e todos os moradores da cidade estavam ansiosos pela inauguração do grande monumento.
Senhor Eiffel pai de Segundo, ficaria em Paris somente até o dia da inauguração, ele e sua família iriam se mudar para Londres, pois o engenheiro foi convidado para projetar um grande monumento para a capital londrina.
Infelizmente para Segundo o dia da mudança chegou rápido e sua família já estava com tudo organizado para a mudança, logo após a grande festa de inauguração da Torre Eiffel.
Quando os Eiffel estavam partindo, Natasha surgiu no portão da casa da família. Segundo que já estava na carruagem pula ao encontro da amiga.
Natasha- Você não pode partir!! E a nossa amizade? Não subimos na torre como me prometeu! Não temos uma estrela para representar nossa amizade.
Senhor Eiffel gritava da carruagem:
- Filho, vamos temos que partir! Não podemos viajar à noite!
Segundo- Natasha, tenho que ir! Não podemos conversar agora. Mas tenho um presente para você!
Eiffel Segundo entregou para a amiga Natasha um lindo colar com um pingente de estrela.
Natasha- Uma estrela para representar nossa amizade. Obrigada meu querido!!
Os olhos da garota se enchem de lágrimas. Segundo carinhosamente limpa as lágrimas de Natasha.
Segundo- Natasha queria ser mais que um amigo. Nunca tive coragem de te dizer antes mas, eu te amo!!!
Senhor Eiffel chama o filho mais uma vez. Segundo se vira entra na carruagem e deixa sua amada na calçada de sua antiga casa.
Os anos passaram...
Natasha também amava Segundo e nunca havia esquecido a história dos dois e snunca tirou do pescoço o colar que Segundo havia lhe dado na sua partida para Londres. Seu grande sonho era reencontrar seu grande amor.
Eiffel Segundo se tornou como seu pai um engenheiro muito conceituado e foi convidado para trabalhar em Paris.
Por uma grande coincidência do destino Segundo ao chegar na estação de trem em Paris se esbarra com sua velha amiga e o amor de sua vida Natasha.
Segundo- Perdão senhora! Estava andando muito apressado.
Ao olhar de novo para a moça, Eiffel Segundo percebeu que ela usava o colar com o pingente de estrela que ele havia dado de presente para Natasha.
Segundo - Perdão, qual o seu nome?
Natasha - Meu nome é Natasha. Porque?
Segundo - Você não está lembranda de mim?
Natasha percebe que é Eiffel o grande amor de sua vida e o abraça fortemente.
Natasha- Desculpe-me pelo entusiasmo do meu abraço, mas foram anos sonhando com este momento.
Segundo- Acho que agora podemos subir na Torre Eiffel e capturar a nossa estrela! Fiquei te devendo isso! Lembra?
Natasha - Claro!!! Será uma grande alegria pra mim.
Segundo - Nos encontramos amanhã à noite no topo da torre. Pode ser?
Natasha - Estarei lá!
Na noite seguinte...
Natasha usada um lindo vestido de veludo vermelho. Quando a mulher estava quase aos pés da Torre Eiffel sentiu uma forte dor de cabeça. Natasha colaca a mão na cabeça, a dor é muito forte em seu pensamento vem todos os momentos que viveu com Eiffel Segundo. A mulher desmaia e cai no chão, seu nariz sangra.
Muitas pessoas se reúnem em volta de Natasha. Algumas tentam salvá-la mas já é tarde. O sangue de Natasha se mistura ao vermelho de seu vestido. A amada de Eiffel Segundo tinha um aneurisma e não sabia.
Enquanto isso, Segundo esperava seu grande amor no topo da torre. Horas se passaram e Natasha não chegou ao encontro, o homem desce triste da torre e vai embora.


Postado por Hector Angelo - Arte Virtual
Em 27/4/2015 às 15h40


Mais Blog de Hector Angelo - Arte Virtual
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PALAVRAS DE UM DIA E DE OUTRO
ALOYSIO DE CASTRO
MONTEIRO LOBATO
(1922)
R$ 29,40



TABEBUIAS
CHRISTIANE SUPLICY TEIXEIRA
CIDADE NOVA
(2001)
R$ 6,00



SERESSÊNCIA
JOSÉ ROBERTO MATHIAS
JOÃO SCORTECCI
(1987)
R$ 10,00



EU ESTOU OK VOCÊ ESTÁ OK
DR. THOMAS A. HARRIS
RECORD
(1969)
R$ 8,00



FARMACOTÉCNICA HOMEOPÁTICA SIMPLIFICADA
JOSÉ BARROS DA SILVA
INSTITUTO HAHNEMANNIANO DO BR
(1977)
R$ 17,00



O PROCESSO LEGISLATIVO NA CÂMARA DOS DEPUTADOS - ANÁLISES TEMÁTICAS, PROVAS COMENTADAS, EXERCÍCIOS GABARITADOS
GARDEL AMARAL E MIGUEL GERÔNIMO
DOS AUTORES
(2001)
R$ 15,00



ELEMENTOS DE ANÁLISE DE SISTEMAS LINEARES
LUIZ V. BOFFI; JULIO A. M. COUTINHO
ETEGIL
(1966)
R$ 13,41



COMO VOCÊ PÔDE FAZER ISSO?
DRA. LAURA SCHLESSINGER
RECORD
(1997)
R$ 5,00



A VERDADE SOBRE OS INCAS
ROSELIS VON SASS
ORDEM DO GRAAL NA TERRA
(1979)
R$ 5,70



ENTRE ECOS & OUTROS TRECOS
JOSÉ DE NICOLA
MODERNA
(1991)
R$ 18,00





busca | avançada
31130 visitas/dia
1,3 milhão/mês