O Livro dos Insultos, de H.L. Mencken | Digestivo Cultural

busca | avançada
71995 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Relacionamentos amorosos com homens em cárcere é tema do espetáculo teatral ‘Cartas da Prisão’, monó
>>> Curso da Unil examina aspectos da produção editorial
>>> “MEU QUINTAL É MAIOR DO QUE O MUNDO - ON LINE” TERÁ TEMPORADA ONLINE DE 10 A 25 DE ABRIL
>>> Sesc 24 de Maio apresenta Música Fora da Curva: bate-papos sobre música experimental
>>> Música instrumental e natureza selvagem conectadas em single de estreia de Doug Felício
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
>>> Exposição curiosa aborda sobrevivência na Amazônia
>>> Coral de Piracicaba apresenta produção virtual
>>> Autocombustão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Vida de aspirante a escritor
>>> Cesar Huesca
>>> 24 de Maio #digestivo10anos
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> 22 de Maio #digestivo10anos
>>> Intravenosa
>>> A primeira batalha do resto da guerra
>>> Metal for babies, o disco
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
>>> Sidney Lumet, invisível
Mais Recentes
>>> Fenomenologia e Direito de Aquiles Côrtes Guimarães -( Coordenador) pela Lumen Juris (2005)
>>> Bate - Papo Com o Além de Zibia Gasparetto pelo Espírito Silveira Sampaio pela Espaço Vida e Consciência (1994)
>>> Certain Girls de Jennifer Weiner pela Simon and Schuster (2008)
>>> Mountaing Fears de Stuart Woods pela Penguin Uk (2009)
>>> Danielle Steel de Granny Dan pela Dell (2009)
>>> Thirty Ways of Looking at Hillary: Women Writers Reflect on the Candidate and What Her Campaign Meant de Susan Morrison pela Harper Perennial (2008)
>>> A relíquia de Eça de Queirós pela O globo
>>> Iracema de Jose de Alencar pela Folha
>>> Três autos da alma da barca do inferno de Gil Vicente pela Folha
>>> Clara dos Anjos e outras histórias de Lima Barreto pela Folha
>>> O cortiço de Alusío Azevedo pela O globo
>>> Sonetos de Bocage pela Folha
>>> As pupilas do senhor reitor de Julio Dinis pela Folha
>>> Amor e Perdição de Camilo Castelo Branco pela O globo
>>> O noviço de Martins Pena pela Folha
>>> A relíquia de Eça de Queirós pela Folha
>>> O Leopardo de Giuseppe Tomasi Di Lampedusa pela Companhia Das Letras (2017)
>>> The Host de Stephenie Meyer pela Litle (2009)
>>> Uns e Outros de Helena Terra e Luiz Ruffalo pela Dublinense (2017)
>>> A mulher que escreveu a Bíblia de Moacyer Scilar pela Folha (2012)
>>> Pegasus e o fogo do olimpo de Kate Ohearn pela Leya (2011)
>>> Tempo de Geografia de Axé Silva e Jurandyr Ross pela Brasil (2019)
>>> Pegasus e a batalha pelo olimpo de Kate Ohearn pela Leya (2011)
>>> Pegasus e as origens do olimpo de Kate Ohearn pela Leya (2014)
>>> Pégasus e os novos olímpicos de Kate Ohearn pela Leya (2013)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Imprensa

Quarta-feira, 10/6/2009
O Livro dos Insultos, de H.L. Mencken
Julio Daio Borges

+ de 18500 Acessos
+ 2 Comentário(s)




Digestivo nº 419 >>> "Pode-se dizer com bastante segurança que qualquer artista de alguma dignidade é contra seu país". "Todo homem decente se envergonha do governo sob o qual vive". "O principal conhecimento que se adquire lendo livros é que poucos livros merecem ser lidos". Essas e outras frases estão impregnadas no inconsciente de quem passou os últimas décadas lendo atentamente os melhores jornalistas culturais brasileiros do século XX. Porque todos eles, direta ou indiretamente, foram influenciados por H.L. Mencken. A começar por Paulo Francis, que o tinha como um de seus heróis, junto a Bernard Shaw e Edmund Wilson. Emendando com Ruy Castro que, além de compilar essas frases em suas coletâneas de Mau Humor, organizou a mais célebre edição de Mencken em português - justamente, O Livro dos Insultos, que teve sua primeira tiragem em 1988, com tradução e posfácio de Ruy, mais orelha de... Paulo Francis. O livro sai, agora, com novo projeto gráfico, dentro da coleção Jornalismo Literário da Companhia das Letras. Mencken não é bom filósofo, mas estão lá, igualmente, suas opiniões filosóficas. Não gostava de música popular, mas coincidiu com o nosso Vinicius de Moraes quando afirmou que "a paixão é o mais perigoso de todos os inimigos da suposta civilização" (ambos, na verdade, devem ter bebido em Freud). Admirava, imensamente, Beethoven e imaginava que ele devia ter realizado seu ideal de "artista livre": "o homem que ganha a vida, sem nenhum patrão, fazendo coisas que lhe agradam, e que continuaria fazendo mesmo sem pressões econômicas". Mencken soa hoje mais inteligente e engraçado do que literário e profundo. Mas suas observações, de tão verdadeiras, ficam impregnadas em nós. Quando, por exemplo, diz que o camponês que vem para a cidade precisa se alienar, para não se sentir constantemente esmagado e explorado; ou quando conclui que ninguém está imune às opiniões e aos preconceitos de sua própria mulher; ou, ainda, quando prova que toda autobiografia sincera é uma contradição em termos. Mencken escreveu mais do que deveria, mas merece ser decorado, em muitos de seus trechos, como sugeria seu ídolo Nietzsche.
>>> O Livro dos Insultos
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Gabriel García Márquez (1927-2014) (Literatura)
02. We Are Anonymous, de Parmy Olson (Internet)
03. A aquisição de parte da Companhia das Letras pela Penguin (Literatura)
04. Otto Lara Resende sobre Vinicius de Moraes (Literatura)
05. O quadrinho extraordinário de Rafael Sica (Artes)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
13/6/2009
11h39min
Não consigo conceber a ideia de que alguém governa de verdade, basta olhar qualquer cidade deste país e verás que há um crescente processo de desigualdade. Pensando na capital paulista, observo pessoas que dormem nas ruas, que fazem necessidades físicas nas praças, que comem mal, tomam sopas de instituições privadas ou públicas - que parecem desejar manter o status da desgraça como obra de arte pra prosperidade. Se isso é governar, diria que o sadismo está com o governo, que geralmente é alguem que vive no terno e na gravata, mas se mata de rir da desgraça humana e exerce um governo migalhas, como se todos fossem pássaros. Ou, melhor, corvos. Pura sacanagem.
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
14/6/2009
16h01min
Outra do Mencken: "Eu bebo pra tornar os outros interessantes". Li o livro na época do seu lançamento - não tenho mais, se perdeu na poeira do tempo, me arrependo de não ter anotado as frases mais interessantes. A meu ver, porém, no texto, essa é a frase que melhor o define: "soa hoje mais inteligente e engraçado do que literário e profundo". Tenho uma certa prevenção com aforismos, sentenças curtas que, fechadas em si mesmas, parecem querer pretensiosamente assumir a condição de verdades absolutas. Como demonstra o próprio Nietzsche, quando escreve essa pérola da arrogância: "O aforismo, a sentença, nos quais pela primeira vez sou mestre entre os alemães, são formas de 'eternidade'; a minha ambição é dizer em dez frases o que outro qualquer diz num livro - ou que o outro qualquer não diz nem em um livro inteiro".
[Leia outros Comentários de Armando]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Trapaça - o Paraiso dos Amantes - Clínica do Pecado
José Edson Gomes - Ricardo Veronese - Vic Lester
Cedibra
(1977)



Terra - Trilogia Enigma Das Fronteiras V.2
Ana Eduarda
N/d
(2012)



Comunidades de Base no Brasil
Almir Ribeiro Guimarães
Vozes
(1978)



Philia para Colorir
Padre Marcelo Rossi
Principium



Go Girl: uma Nova Brincadeira
Thalia Kalkipsakis
Fundamento
(2007)



Take Over - Volume Único - Livro do Aluno
Denise Santos
Lafonte
(2011)



Guia Para Aguias Que Acreditam Ser Frangos
Mello, Anthony De
Academia



Instituições de Direito Civil- Vol. 5-direito de Família
Caio Mário da Silva Pereira
Forense
(1979)



Alternativas Poético-políticas ao Direito
Willis Santiago Guerra Filho
Lumen Juris
(2014)



Dicas de Alimentos e Plantas para a saúde
Sergio AugustoTeixeira
Ediouro
(1983)





busca | avançada
71995 visitas/dia
2,6 milhões/mês