OS 50 TONS DE CINZA | Blog de Gilberto Antunes Godoi

busca | avançada
77305 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
>>> MAB FAAP seleciona artista para exposição de 2022
>>> MIRADAS AGROECOLÓGICAS - COMIDA MANIFESTO
>>> Editora PAULUS apresenta 2ª ed. de 'Psicologia Profunda e Nova Ética', de Erich Neumann
>>> 1ª Mostra e Seminário A Arte da Coreografia de 17 a 20 de junho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Daslusp
>>> A essência de Aldous Huxley
>>> 80 anos de Alfredo Zitarrosa
>>> Dize-me com quem andas e eu te direi quem és
>>> 7 de Setembro
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Sultão & Bonifácio, parte I
>>> Retrato de corpo inteiro de um tirano comum
>>> Você é rico?
>>> Podcasters do mundo, uni-vos!
Mais Recentes
>>> Cadernos Cidade de São Paulo: Avenida Paulista de Instituto Cultural Itau pela Ici (1902)
>>> Free Riders de Luiz H. Rose; Maiza Fatureto; Tereza Sekiya pela Cambridge (2008)
>>> Difícil Decisão de Juciara Rodrigues pela Atual (1996)
>>> A História Vazia da Garrafa Vazia de Jonas Ribeiro pela Do Brasil (2004)
>>> A Cadelinha Lambada de Márcia Glória Rodriguez pela Icone (1997)
>>> Pra Você Eu Conto de Moacyr Scliar pela Atual (1998)
>>> Meio Circulante de Edison Rodrigues Filho; Walter Vasconcelos pela Melhoramentos (2012)
>>> The Big Picture Level 1 de Sue Leather pela Cambridge do Brasil (2001)
>>> The Big Picture Level 1 de Sue Leather pela Cambridge do Brasil (2001)
>>> A Dieta dos 17 Dias de Mike Moreno pela Sextante (2011)
>>> Atitude Vencedora de John Maxwell pela Cpad (2004)
>>> Os Adolescentes e o Sexo de Mary Kehle pela Mundo Cristão (1989)
>>> Sonhos Mais Que Possíveis de Odir Cunha pela Planeta do Brasil (2008)
>>> 101 Idéias Criativas para o Culto Doméstico de David J. Merkh pela Hagnos (2002)
>>> A Droga da Obediência: a Primeira Aventura dos Karas! de Pedro Bandeira pela Moderna (2003)
>>> Cinco Minutos / a Viuvinha de José de Alencar pela Atica (1995)
>>> O Homem do Bone Cinzento e Outros Contos de Murilo Rubião pela Companhia das Letras (2007)
>>> Sabor de Vitória de Fernando Vaz; Jean; Cris pela Saraiva Didáticos (2010)
>>> A Autêntica Cozinha Vegetariana de Rose Elliot pela Manole
>>> Pássaros Feridos de Collen Mc Cullough pela Circulo do Livro
>>> Setembro de Rosamunde Pilcher pela Bertrand Brasil
>>> Campanhas Inesquecíveis - Propaganda Que Fez História no Brasil de Meio & Mensagem pela Meio & Mensagem
>>> História da Civilização de Will e Ariel Durant pela Companhia Editorial Nacional
>>> Vetor de Robin Cook pela Record
>>> Os Maias de Eça de Queiros pela L&pm
BLOGS >>> Posts

Sábado, 20/6/2015
OS 50 TONS DE CINZA
Gilberto Antunes Godoi

+ de 1100 Acessos

50 Tons de Cinza parece o nome ou frase ou titulo que no momento se equivale de se saber responder como se perguntasse como que é arroz ou feijão?qualquer um sabe.E estes(arroz e feijão tão comuns) quebrariam o clima(Risos).Teria que ser um alimento quente ou de queimar,apimentado.Um romance erótico que teve a atenção na capa das principais revistas e programa de tv.Um best seller sem qualquer dúvida.O Código da Vinci outro fenômeno de venda vendeu em 5 anos 90 milhões de cópias.50 tons de cinza já chegou a isso em mais um ano.Por que todo esse sucesso?Por que fala de sexo?Ou porque a erotização dos relacionamentos ainda deixa a desejar?Depois de um libero geral,restou tabus que o livro oportunamente trouxe à tona?Com certeza trouxe um apelo naquilo que desde os homens das cavernas está em nós:Sexo.Para chegar mais perto sexualidade.Que vai além de genitalidade.Ah,as mulheres foram as que mais compraram...e para elas esta questão é muito mais complicado que para os homens.O homem para se excitar é simples.Basta a imagem do corpo nu da mulher.As mulheres de um ritual que chega quase criptogramas,nem se falando em neuroses, em consequência da falta de harmonia por essa exigência... No romance 50 Tons de cinza e de retumbante sucesso que virou filme e de estrondoso sucesso nas telonas.A história de um casal com os esteorótipos apelativos.E,no caso desse casal se admite práticas de submissão as quais não se toleraria nestes tempos libertos...Ou algo não resolvido nas fantasias tão restringido pela cultura...entrando no tipo de Wood allen:"Tudo o que você quis saber sobre sexo ou nunca teve a coragem de perguntar..."(risos).Ou preenchendo uma lacuna que se por hora se pensava estar esgotado...?Por que desde os anos 60 houve tantas manifestação pelo por um sexo mais livre e sem vergonha ou preconceito?E,assim supostamente o tema estaria saturado.Ainda muito pudor e conflitos.E,por isso 50 Tons de Cinza vem como porta-voz dos desejos carnais ainda remanescentes ou não devidamente assumidos.(Risos).Ainda se sentindo como impulsos anormais...E, chega 50 Tons de Cinza com mais de 50 tons e multiplas variações de fantasias e desejos aparentemente reprimidos e talvez proibidos,ou mais correto dizer autoproibidos por uma moral ainda condenatória... As mulheres compraram muiiito o livro.E abertamente lendo.No ônibus antes de descer na parada.Com ele a mão na frente da casa conversando sobre o mesmo com as amigas.Creio que a história dos amantes envolva mas fica dificil separar suas quentes cenas ou palavras que apimentam da mesma história.O atrativo mesmo para a obra virar bestseller é o sexo que mesmo num tempo avançado libertam as mulheres nem que seja simbolicamente do ainda papai e mamãe na cama...de certa forma por tantos tabus que resistem sair Então, nenhuma apreciação como literatura?(Podemos dizer que tanto o Código da Vinte como os 50 Tons de Cinza são excepcionalmente envoltes pelo tema).Mas quem que disse que sexo não faz parte da literatura?Muito antes pelo contrário...faz parte mesmo que disfarçado,ou mascarado,ou ainda indireto,todavia,dando sentido a tudo,pois está na essência da natureza homem/mulher.Bastante compreensivel porquê tanta sucesso com as leitoras femininas,Pois, elas são maravilhosamente mais complexas, e por que não mais estéticas?Homems com sua tesão fácil e simples.(Risos). Entretanto,mesmo com suas explicações ou justificativas o romance Os 50 Tons de Cinza teve quase uma unaminidade na procura por um apelo sexual ou puxado unicamente por um instinto.E, não correspondentes procuras por outros romances com a mesma ávidez, bem longe disto.Autores como PHilip Roth com romances memoráveis(O Complexo de POrtnoy)e eterno candidato ao Nobel de literatura um tanto esquecido dos leitores mesmo com recentes lançamentos.O meu amigo e irreverente,como celebridade por onde passa igual um Pop Star o romancista inglês Martin Amis.Mesmo um bestseller, seu último romance Zona de Interesse uma abordagem inusitada de personagens do campos de concentração Auschwitz o horror do holocausto promovido pelos Nazistas,destacado pela critica,nem perto da procura se compararado com Os 50 Tons de Cinza.E um escritor novo suiço Joel Dicker.Seu romance policial A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert,com 575 páginas têm leitores incrivelmente lendo em apenas um dia...a explicação é que a curiosidade(devido a condução da trama pela narrativa),dá mais e mais vontade de ler e sem parar até que chegue a última página...Ah, já vendeu no mundo todo 2 milhões de cópias.Injustamente também muito atrás das vendas do 50 Tons de Cinza.Assim como tantos autores, romancistas sofrendo está injustiça vindo da parte dos leitores,se deixassem a indiferença de lado se envolveriam com a leitura e ao mesmo tempo que se deliciassem iriam reparar a tal injustiça com os romancistas...(Risos).

Postado por Gilberto Antunes Godoi
Em 20/6/2015 às 22h02


Mais Blog de Gilberto Antunes Godoi
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Grã Bretanha na Nova Fase da Impressão e da Embalagem;
Revista Remag, Nº 113, Ano Xi de 1974
Métodos
(1974)



Diccionario Practico de Sinonimos y Antonimos
Armando Ghio
Do Autor
(1968)



Gestão de Pessoas: uma Vantagem Competitiva?
Maria Zélia de a Souza e Vera Lúcia de Souza
Fgv
(2016)



Pauixão, Paixão
Munir Guérios
Nagycolor
(1991)



Conselhos Municipais de Educação: Organização e Atribuições Nos
Bertha de Borja R do Valle e Maria C Chaves
Quartet
(2012)



A Mala Encantada
Hans Christian Andersen
Prazer de Ler
(2010)



Guia Azul
Lourival Gomes
Brasvias (sp)



Papos de Anjo
Sylvia Orthof
Galera Junior
(2014)



Lecture et Prise de Notes: Gestion Mentale et Acquisition de Meth
Brigitte Chevalier
Armand Colin
(1992)



Chimie Term S
André Durupthy
Hachette
(1995)





busca | avançada
77305 visitas/dia
2,7 milhões/mês