Esta estranha fronteira entre homens desiguais. | Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues

busca | avançada
20340 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOGS >>> Posts

Segunda-feira, 23/11/2015
Esta estranha fronteira entre homens desiguais.
Sonia Regina Rocha Rodrigues

+ de 800 Acessos

Moro em Santos, cidade portuária do Brasil.
Da porta da casa para dentro é tudo limpo, organizado e farto. Na soleira da porta, espreita a sujeira. Mendigos esfarrapados espremem-se nos espaços entre os portões a gemer variações da ladainha bem conhecida "umesmolinhaporamordedeus".
O lixo precisa ser entregue diretamente nas mãos do lixeiro quando o caminhão dobra a esquina, senão eles fuçam tudo e esparramam os restos de comida pelas calçadas.
Roupas e outros objetos usados eu ofereço a eles antes de levar ao brechó da igreja, exceto pelo sapato branco que a vizinha, sem o menor traço de vergonha, arrancou das mãos do pedinte:
- Fico com este, é meu número e a marca é boa.
O sorriso divertido no rosto do mendigo confirmou minha desconfiança: esmolar é mais rentável que salário mínimo e pensão de aposentado. Desconfiança que virou certeza quando minha prima atacou o mais idoso entre eles:
- Ora, se não é o Argemiro, meu vizinho, dono de dois bangalôs, um onde ele mora, outro que ele aluga...
- Leve a mal, não, é que nas ruas ganho mais e não pago impostos.

Nunca dou dinheiro, que irá direto pro dono do bar ou pro bolso do traficante.

Nunca dou nada a quem carrega crianças, a gente nunca sabe se foram raptadas, ou se são gerenciadasdas como fonte de renda.
Comida, vi muita vez jogada fora, como o bife quentinho que dona Maria estava fritando e voou longe com um indignado 'quero é cachaça'.
Onde moro, a rua é um vidão - todas essas cestas básicas distribuídas pelos religiosos, e o café com pão da madrugada oferecido por voluntários esvaziam as filas de candidatos a emprego.
Miséria mesmo, vi em outras paragens, nas rugas secas de olhos sertanejos, nos olhos tristes de refugiados tendo em mãos os passaportes em ordem e nos bolsos, moeda alguma.
Miséria de comover, a do jovem ruivo mal cheiroso, abraçado a um cão perebento, num pranto tão dolorido que até desconfio que ele chorava por si mesmo e não pelo companheirinho.
Pelo que sei, muitos desses jovens são doentes, como o estudante de engenharia...
Essa história é interessante. Eu estava trabalhando quando chegou, trazido pela ambulância, um rapaz que supusemos ser negro. ele foi levado para o banho e voltou brando e loiro. Foi quando minha colega reconheceu o vizinho que, enlouquecido pela dor da perda de ambos os pais, deu para beber e perdeu-se no mundo. A família ignorava o paradeiro dele até aquele dia, quando ela pode informar e salvá-lo do abandono.
Alguns capricham no método de esmolar, mesmo porque, para alguns, a rua é o espaço temporário onde garimpam oportunidades artísticas, Piaffs à espera da revelação. Já ouvi violinestas dignos de uma sinfônica e um criativo sujeito que construiu um órgão com garrafas de água e toca lindas peças clássicas. Nas ruas também há cultura.
A vaca foi o mais criativo recurso em que (quase) tropecei. Foi em um vilarejo da Provença, eu apreciava o passeio pelas sinuosas ruelas amuralhadas, e pulei de susto ao ver a vaca.
Amarela, com seu badalinho encantador, a balançar a cabeça, mugindo indolentemente. Logo percebi a corda presa ao pulso do mendigo ao lado, e neca de cheiro de estábulo. Uma falsa vaca, boneco bem feito, em tamanho natural, que o homem exibia sabe-se lá por que misteriosas razões... digno de um Victor Hugo, o meu mendigo da vaca!



O campeão do bizarro, no entanto, foi o swagman de Sydney. A Austrália festejava seu dia com fogos noturnos na famosa ponte. Milhares de pessoas passeavam pelas baías, e, por pouco, passaria ao largo do corpo abraçado à ' Matilde', tão feio, tão sujo, tão fétido, tão decaído que nem cachorro possuía, mas chamaram-me a atenção, em sua mão,o saltitante, nervoso movimento de...um rato.
A multidão me carregou, eu duvidara do que vira, mas a careta de nojo de minha filha confirmou, era mesmo um preto e peludo habitante de esgotos, e não um simpático camundongozinho de laboratório.



Aquela noite, houve um lindo foguetório, risos de gente alegre espalhados, e um desassossego em minha mente.
Voltei pelo mesmo trajeto, na esperança de esclarecer o engano. Que nada! No vão fatídico, como a escarnecer de minha sensibilidade, o rapaz parece ter escolhido de propósito o momento em que me aproximei para erguer a mão, inclinar o rosto para frente e estalar uma beijoca na boca do rato.

São fatos como esse que me convencem de que, também nas sociedades, existem universos paralelos.

Notas:
swagman = andarilho, na gíria australiana
Matilde = mochila usada pelos andarilhos, na gíria australiana


Postado por Sonia Regina Rocha Rodrigues
Em 23/11/2015 às 13h18


Mais Blog de Sonia Regina Rocha Rodrigues
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DIRETRIZES PARA A CATEQUESE DA CRISMA
DIOCESE DE GUAXUPÉ
DIOCESE DE GUAXUPÉ
(1998)
R$ 6,00



PERCEPÇÃO O PROCESSO BÁSICO DO DESENVOLVIMENTO COGNITIVO
R. H. FORGUS
HERDER
(1971)
R$ 13,00



RUA DA DESILUSÃO
JACQUELYN MITCHARD
RECORD
(2007)
R$ 23,00



HO CHI MINH
JEAN LACOUTURE
NOVA FRONTEIRA
(1979)
R$ 25,00
+ frete grátis



SOR ÉS TEA
W SOMERSET MAUGHAM
IRODALMI KONYVKIADO
(1967)
R$ 20,00



LADINOS E CRIOULOS - ESTUDOS SOBRE O NEGRO NO BRASIL
EDISON CARNEIRO
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1964)
R$ 40,00



A IMAGINAÇÃO SIMBÓLICA
VERA LUCIA G. FELICIO
EDUSP
(1994)
R$ 50,00



OUTRAS DICAS DE ESTÚDIO PARA ARTISTAS E DESIGNERS
BILL GRAY
EDIOURO
(1983)
R$ 9,80



BOTÂNICA
BOTANICA ELEMENTAR
FRANCISCO ALVES
(1911)
R$ 70,00



BRICK BRADFORD Nº 04 8135
BÁRTOLO FITTIPALDI
PALADINO
(1972)
R$ 27,00





busca | avançada
20340 visitas/dia
1,3 milhão/mês