O Vendedor de Livros | O Equilibrista

busca | avançada
40230 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOGS >>> Posts

Sábado, 16/4/2016
O Vendedor de Livros
Heberti Rodrigo

+ de 500 Acessos


Icaro, Henri Matisse

"Todo mundo tem um talento. O que é raro é a coragem de seguir o talento para o lugar escuro onde ele leva." Erica Jong


Quando a campainha tocou, eu estava apoiado sobre a escrivaninha tentando escrever. Confesso que me senti aliviado ao ouvi-la. Não conseguia trabalhar e, como não conseguia, começava a me preocupar com as contas a pagar. Além disso, tornava a me questionar sobre o que as pessoas enaltecem como talento ou vocação sem que tenham experimentado o real significado dessas palavras em suas próprias vidas. É comum esse tipo de pensamento ocupar minha cabeça quando estou sentado à escrivaninha e me deparo com a dificuldade de escrever.

Ao abrir a porta, foi como se o meu passado estivesse diante de mim. Há alguns anos fazia o que aquele homem estava fazendo. Um dia resolvi não vender mais porra nenhuma do que me empurravam os livreiros. Por quê? Dizia que vendia porque precisava de dinheiro. Era mentira. É certo que eu não tinha um centavo para o almoço do dia seguinte, mas não estava mais tão convicto de que pela mera necessidade de dinheiro valia a pena bater à porta dos outros, tentando convencê-los da importância de ter em casa livros que nem ao menos considerava dignos de serem lidos.

“Por que o senhor está vendendo seus livros?” - perguntou-me certa vez um menino que abriu a porta para mim, com a maior inocência. Respondi-lhe o que qualquer um diria em meu lugar: “Preciso ganhar a vida.”. Ele, então, encarou-me como se o que eu lhe tivesse dito não fizesse sentido. A seguir, disparou “Quanto custa cada livro?” A partir daquele instante, de um modo que não sei explicar, comecei a sentir-me encurralado, feito gado metido num curral à espera do momento do abate.

“Quanto custa cada livro? Quantos preciso vender para ganhar a vida?”, questionei-me pela primeira vez, pouco depois de o menino fechar a porta, enquanto aguardava o elevador. Todo aquele processo automatizado em que até então consistia a minha vida começou a ser desfeito com estas perguntas. Habituei-me a tal ponto a repetir aos outros as meias-verdades que me foram ensinadas, enquanto ocupava-me com o cumprimento de minha meta de venda, que irrefletidamente comecei eu próprio a acreditar nelas. Nas semanas seguintes, não pensava noutra coisa, e fui tornando-me incapaz de vender tais livros. Sentia imenso desconforto a cada venda concluída. Não entendia o que estava acontecendo comigo. Questionava tudo à minha volta, revoltava-me contra o mundo, sentia raiva de tudo e de todos. Meus dias iam se tornando cada vez mais difíceis. Todas as manhãs, ao acordar, me faltava ânimo para sair da cama. O que antes era absolutamente natural, agora exigia de mim um esforço sobre-humano para ser executado. Tudo parecia ter-se tornado estúpido, oneroso e sem sentido. A realidade é que precisava de dinheiro, mas eu não queria, não podia mais viver daquele modo. “Quanto ainda terei de vender para ganhar a vida?”, repetia constantemente. Não mais me sentia capaz de seguir em frente com as vendas e, mesmo quando conseguia reunir forças para encarar um dia de trabalho, era impossível sair de casa sem lastimar-me: “Não estou ganhando a vida; estou vendendo-a por uma ninharia”.

Começou a parecer-me mais razoável dar um fim àquela situação do que seguir esperando a morte de uma maneira tão deplorável e covarde. Foi o que fiz. Decidi não me sujeitar mais a uma rotina tão maquinal, de respostas impensadas. Talvez tenha sido esta minha recusa em continuar a fazer parte desse automatismo teatral a que todos se habituaram a chamar de “vida” que tenha feito de mim o que sou hoje. Se tornasse a vender livros novamente, que fossem os livros que eu viesse a escrever. Pouco depois, de fato, pus-me a escrever. Não apenas por dinheiro, mas, sobretudo, para viver a minha vida de um modo que fizesse sentido para mim.

Assim que me despedi do vendedor, sentei-me novamente à escrivaninha. Sua visita reafirmou minha convicção de que, a despeito das dificuldades que enfrento, não posso voltar atrás. Se quiser ganhar a vida, tenho que escrever. Agora, quando me perguntam se ter me tornado escritor é consequência de uma vocação ou talento, ainda hoje não me sinto capaz de assegurar coisa alguma. O que tenho para mim é que quando alguém toma uma decisão como a minha, não se pode justificá-la simplesmente evocando essas palavras. Acho que há algo mais.


Postado por Heberti Rodrigo
Em 16/4/2016 às 10h50


Mais O Equilibrista
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




VIAJANDO PELA EUROPA E PELO MUNDO
JOSÉ CRETELLA JUNIOR
T A QUEIROZ
(1985)
R$ 10,49



NINGUÉM É DE NINGUÉM
HAROLD ROBBINS
RECORD
(1954)
R$ 5,00



RESTAURANTE ANIMAL (LACRADO)
BLANDINA FRANCO, JOSÉ CARLOS LOLLO
FTD
(2015)
R$ 44,00



SUPERNOVA - O ENCANTADOR DE FLECHAS
RENAN CARVALHO
NOVO CONCEITO
(2015)
R$ 26,00



VERBRAUCHERPRIVATRECHT
PETER BÜLOW E MARKUS ARTZ
C. F. MÜLLER
(2016)
R$ 30,00



A CORRIDA PARA O SÉCULO XXI
NICOLAU SEVCENKO
COMPANHIA DAS LETRAS
(2002)
R$ 16,11



NAZISMO COMO ELE PÔDE ACONTECER 7980
EDUARDO SZKLARS
ABRIL
R$ 21,00



CLAUDIUS THE GOD AND HIS WIFE MESSALINA
ROBERT GRAVES
RANDOM HOUSE
(1989)
R$ 40,00



RELAÇÕES SEXUAIS: SUA TÉCNICA ANTES E DEPOIS DO CASAMENTO
VAN DE VELDE
DO AUTOR
(1976)
R$ 7,90



O TAPETE VERMELHO
MARTA LYNCH
EXPRESSÃO E CULTURA
(1973)
R$ 7,00





busca | avançada
40230 visitas/dia
1,3 milhão/mês