Cada dia mais jovem - um retrato de minha mãe | Blog da Monipin

busca | avançada
79202 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> 7ª edição do Fest Rio Judaico acontece no domingo (16 de junho)
>>> Instituto SYN realiza 4ª edição da campanha de arrecadação de agasalhos no RJ
>>> O futuro da inteligência artificial: romance do escritor paranaense Roger Dörl, radicado em Brasília
>>> Cursos de férias: São Paulo Escola De Dança abre inscrições para extensão cultural
>>> Doc 'Sin Embargo, uma Utopia' maestro Kleber Mazziero em Cuba
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
Últimos Posts
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Bate-papo com Jeanette Rozsas
>>> Mais Kaizen
>>> O Cabotino reloaded
>>> Deleter
>>> O roteirista profissional: televisão e cinema
>>> Clínica de Guitarra de Brasil
>>> Vestibular, Dois Irmãos e Milton Hatoum
>>> Circo Roda Brasil
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> O corpo-reconstrução de Fernanda Magalhães
Mais Recentes
>>> Nova História e Novo Mundo (col. Debates 13) de Frédéric Mauro pela Perspectiva (1969)
>>> O Gerente Eficaz Em Aco Drucker Peter Fer Ed. 2007 de Drucker pela Gen (2007)
>>> Um Ano Para Enriquecer de Napoleon Hill pela Record (1998)
>>> Leituras De Escritor de Moacyr Scliar pela Sm (2015)
>>> Formaciones Económicas Precapitalistas de Carlos Marx pela Anteo (1973)
>>> A Revolução das Bonecas de José Carlos Oliveira pela Sabiá (1967)
>>> Por Que Ninguém Me Disse Isso Antes?: Ferramentas Para Enfrentar Os Altos E Baixos Da Vida de Julie Smith pela Mixfly (2022)
>>> O Positivismo Jurídico: Lições Da Filosofia Do Direito de Norberto Bobbio pela Icone (1995)
>>> O Falecido Mattia Pascal de Luigi Pirandello pela Civilização Brasileira (1971)
>>> Inovaçao: A Arte De Steve Jobs de Carmine Gallo pela Lua De Papel (2010)
>>> Illustrated Directory Of Guitars de Ray Bonds pela Barnes & Noble (2006)
>>> Dinamite Mental de Napoleon Hill pela Citadel
>>> Amar e Ser Amado de Pierre Weil - Roland Tompakow Ilustrações pela Civilização Brasileira (1965)
>>> Manual De Introdução Ao Estudo Do Direito de Rizzatto Nunes pela Saraiva (2009)
>>> Maneiras De Amar - Como A Ciencia Do Apego Adulto Pode Ajudar Voce A Encontrar ¿ E Manter ¿ O Amor de Amir Levine pela Sextante (2021)
>>> Guia Atemporal Das Noivas Com Estilo de Carol Hungria pela 3R Studio (2018)
>>> Os Cinco Príncípios Essenciais De Napoleon Hill de Napoleon Hill pela Citadel Press (2022)
>>> Os Dez Mandamentos Da Etica de Gabriel Chalita pela Nova Fronteira (2003)
>>> O Quarto Em Chamas de Michael Connelly pela Suma (2018)
>>> Dinamite Mental de Napoleon Hill pela Citadel
>>> Venda À Mente, Não Ao Cliente de Jurgen Klaric pela Planeta Estrategia (2017)
>>> Processo Decisório de Max H. Bazerman pela Elsevier (2004)
>>> O que é leitura de Maria helena martins pela Brasiliense (1982)
>>> Atriz de Mônica de castro pela Vida E Consciencia (2009)
>>> Trilhando a linha do tempo da reforma de Aecep pela Aecep
BLOGS >>> Posts

Domingo, 9/4/2017
Cada dia mais jovem - um retrato de minha mãe
Monica Cotrim
+ de 4000 Acessos

Acordei com a sensação de ter dormido mais do que deveria. Ainda deitada, lembrei num sobressalto de que, nesse dia, estava fazendo oito anos que minha mãe se havia ido. "Que estranho, parece que já faz mais tempo", pensei comigo mesma, ainda sonolenta, esforçando-me mentalmente para confirmar contas e datas. Já com os pés firmes no chão, estanquei num susto: "Epa! Não faz somente oito, mas dezoito anos!" Refiz as contas e vi que, de fato, já se havia passado todo aquele tempo desde que mamãe e eu havíamos estado juntas pela última vez. Como foi que pude me enganar numa conta dessas - um erro de nada menos do que uma década inteira, a contar de uma data tão importante na minha vida?

O passar do tempo tem uma relatividade afetiva que nem todas as teorias einsteinianas são capazes de desvendar. Dez anos a mais ou a menos causam grande impacto em qualquer agenda pessoal, mas agora descobri que podem significar muito pouco no nosso calendário emocional.

Passei o dia pensando naquela mulher alegre, espontânea e bem humorada, que me trouxe ao mundo. Batizada como Maria do Carmo, era chamada pelos pais e pelos cinco irmãos de Carmita e, por muitos de seus amigos, conhecida simplesmente como Mariazinha.

Como era desejável entre as mulheres de sua geração, mamãe se casou cedo e engravidou logo em seguida, deixando o trabalho de secretária no recém-inaugurado Hospital dos Servidores do Estado para cuidar da família. Antes mesmo de meus pais completarem um ano de casados, eu já havia nascido. Poucos dias depois de completar meu primeiro ano de vida, minha irmã Angela nasceu. Não me lembro de nenhum dia de minha infância em que mamãe não estivesse lá ao nosso lado, disponível e atenta.

Mamãe era divertida. Gostava de participar das nossas brincadeiras e, muitas vezes, era mais "moleca" do que as próprias filhas. Lembro-me especialmente de uma noite em que papai estava dando plantão no hospital e, depois do jantar, mamãe colocou na "vitrola" um disco de marchinhas de carnaval que ela adorava. Ficamos as três dançando na sala, cantando alto e rindo às gargalhadas até tarde, muito além do horário previsto - jamais discutido ou negociável - da gente ir para a cama. Foi uma das melhores noites da minha infância.

Nas férias de verão, era ela quem nos levava todos os dias à praia. No mar, quando a gente insistia em avançar de encontro à rebentação, ela nos levava "até o fundo", onde as ondas nos davam imensos "caldos", dos quais emergíamos em risadas resfolegantes, os fundilhos de nossos maiôs pesados de areia.

Às vezes mamãe deixava à mostra seu lado inseguro - o que, aos olhos de uma filha, tinha um efeito intrigante. Orgulhava-se, por exemplo, de ter passado "de primeira" no exame para obter a carteira de motorista, mas depois disso jamais teve coragem de dirigir um carro sozinha.

O prazer de cozinhar lhe veio mais tarde na vida, já com as filhas casadas, e mudou a rotina da família. Mamãe preparava almoços caprichados nos fins de semana, em geral com pratos que lhe traziam boas lembranças da infância no Maranhão. Farinha d'água, molho de pimenta ardida e doce de sapoti eram motivo de intermináveis conversas à mesa. Ninguém fazia fritada de camarão ou caruru melhor do que ela.

A chegada dos quatro netos encheu sua vida de novas cores e alegrias. Bordou carinhosamente lindos tapetes arraiolos para os quartos dos bebês, pintou camisetas com estampas engraçadas, jogou Mico Preto e biriba com a garotada, assistiu dezenas de vezes ao musical Noviça Rebelde em videocassete e às aventuras dos Trapalhões e do Sítio do Picapau Amarelo na TV. O banho na banheira da vovó era outra atividade memorável na rotina familiar das crianças.

Com o passar dos anos, vieram problemas de saúde e preocupações diversas que, aos poucos, invadiram seu coração. Poucas semanas depois de completar setenta anos de idade, ela faleceu de repente, sem tempo para se despedir nem dar trabalho a ninguém. Recebi a notícia inesperada pelo telefone de minha casa na Flórida, bem na hora do jantar. Não tive tempo a perder, nem mesmo para absorver a ideia completamente absurda de que minha mãe tinha morrido naquele dia. Joguei apressadamente algumas roupas na mala e rumei direto ao aeroporto. Em pouco mais de duas horas, já estava a bordo do avião que me levaria ao Rio de Janeiro, justo a tempo para o enterro. Sozinha e no escuro, viajando a noite inteira acordada, pude finalmente fazer uma parada interior para, emocionalmente exausta, tentar absorver o que estava acontecendo ao meu redor.

Tudo isso aconteceu há exatos dezoito anos. Ou seriam mesmo só oito? De qualquer maneira, que diferença faz medir o tempo de calendário com precisão absoluta, quando o tempo do coração faz o que bem entender?

De repente me dou conta de um fato curioso: à medida que o tempo avança, a lembrança que tenho de minha mãe vai-se modificando. Rugas e lágrimas dissolvem-se aos poucos na minha memória até desaparecerem por completo. E mamãe se torna cada dia mais jovem, mais bonita e mais feliz.





Essa transformação gradual, tão delicada e bem vinda, me tranquiliza o coração.


Postado por Monica Cotrim
Em 9/4/2017 às 11h52

Mais Blog da Monipin
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Memória
Jonathan K. Foster - Camila Werner
Lpm
(2011)



Podemos dizer adeus mais de uma vez
David Servan-Schreiber
Fontanar
(2011)



Livro Relativismo
Raymond
Loyola
(2010)



Guia Completo De Aromaterapia
Joanna Hoare
Pensamento
(2010)



Ser Médium
Carlos A. Baccelli
Didier
(1997)



Por Que o Uso da Droga
Menyr A. B. Zaitter
Do Autor



Livro Gibis Azumanga Daioh 4
Kiyohiko Azuma
New Pop
(2015)



O despertar do bebê: práticas de educação psicomotora
Janine Lévy
Martins fontes
(2001)



Livro Saúde Eu Não Consigo Emagrecer A dieta francesa que conquistou mais de 30 milhões de leitores
Pierre Dukan; Ana Adao
Best Seller
(2012)



Livro Religião Os Mistérios da Vida de Jesus
Dom João E. M. Terra Sj
Ave Maria
(2009)





busca | avançada
79202 visitas/dia
2,3 milhões/mês