Brutalidade Urbana | Carlos Benites | Digestivo Cultural

busca | avançada
30052 visitas/dia
922 mil/mês
Mais Recentes
>>> Comédia dirigida por Darson Ribeiro, Homens no Divã faz curta temporada no Teatro Alfredo Mesquita
>>> Companhia de Danças de Diadema leva projeto de dança a crianças de escolas públicas da cidade
>>> Cia. de Teatro Heliópolis encerra temporada da montagem (IN)JUSTIÇA no dia 19 de maio
>>> Um passeio imersivo pelos sebos, livrarias e cafés históricos do Rio de Janeiro
>>> Gaitista Jefferson Gonçalves se apresenta em quinteto de blues no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Numa casa na rua das Frigideiras
>>> Como medir a pretensão de um livro
>>> Nenhum Mistério, poemas de Paulo Henriques Britto
>>> Nos braços de Tião e de Helena
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
>>> O Carnaval que passava embaixo da minha janela
Colunistas
Últimos Posts
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
Últimos Posts
>>> Virtuosismo
>>> Evanescência
>>> Um Certo Olhar de Cinema
>>> PROCURA-SE
>>> Terras da minha terra
>>> A bola da vez
>>> Osmose vital
>>> Direções da véspera V
>>> Sem palavras
>>> Kleber Mendonça volta a Cannes com 'Bacurau'
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Gryphus Editora
>>> Cidades do Algarve
>>> Aos aspirantes a escritor
>>> Para quem acha que conhece de tudo na vida
>>> Música é coração, computadores, não?
>>> Lecto-escritura esquizofrénica
>>> Quase uma despedida
>>> Caí na besteira de ler Nietzsche
>>> Journey
>>> Davi, de Michelangelo: o corpo como Ideia
Mais Recentes
>>> Sacrament of Sexuality - The Spirituality and Psychology of Sex de Morton T. Kelsey, Barbara Kelsey pela Element Books (1991)
>>> Perry Rhodan de Kurt Mahr pela Edições de Ouro (1976)
>>> Perry Rhodan #12 - O Segredo do Cofre de Tempo de Clark Darlton pela Ediouro (1976)
>>> Novo Lobo Solitário - Volume 02 de Kazuo Koike pela Panini (2017)
>>> Odalisca: Dançando com o Diabo numa noite de lua cheia de Yuri Belov pela Novo Século (2015)
>>> Gantz - Volume 18 de Hiroya Oku pela Panini (2009)
>>> Os Mortos - Vivos - Volume 02 de Robert Kirkman pela Hqm (2006)
>>> Os Mortos - Vivos - Volume 01 de Robert Kirkman pela Hqm (2006)
>>> Cânticos de Amor ao Amado de ly Vieitez Lanes pela Mania de Livros (1996)
>>> The Occult Fiction of Dion Fortune de Gareth Knight pela Thoth Publications (2008)
>>> Campeões do Mundo de Dias Gomes pela Bertrand Brasil (2015)
>>> Camille Claudel - Auguste Rodin: La Passion à Quatre Mains de Bernard Lehembre pela Acropole (1999)
>>> Traição em Londres de Len Deighton pela Best Seller (1989)
>>> Brujería y reconstrucción de identidades entre los Africanos y sus descendientes en la Nueva Granada, Siglo XVII de Luz Adriana Maya Restrepo pela Imprenta Nacional de Colombia (2005)
>>> Radiestesia Clássica e Cabalística de António Rodrigues pela Fábrica de Letras (2000)
>>> Ancient Astrology de Tamysn Barton pela Routledge (1994)
>>> Justine de Lawrwncw Durrel pela Verbo (1972)
>>> A Varanda do Frangipani de Mia Couto pela Cia. das Letras (2016)
>>> Sete Novelas Fantásticas de Isak Dinesen pela Civilização Brasileira (1979)
>>> Gnosticismo - uma Nova Interpretação da Tradição Oculta de Stephan A. Hoeller pela Nova Era (2005)
>>> Às portas da revolução: Escritos de Lenin de 1917 de Slavoj Zizek pela Boitempo (2005)
>>> Arte e Sociedade - Escritos estéticos (1932 - 1967) de György Lukács pela Ufrj (2009)
>>> Um Hino de Natal de Charles Dickens - Tradução de Cecília Meirelles pela Reade's Digest
>>> Qabalah, Tarot & the Western Mystery Tradition - the 22 Connecting Path on the Tree of Life de Clifford Bias (sobre Cabala) pela Samuel Weiser (1997)
>>> A Representação Feminina na Obra de Virginia Woolf: Um Diálogo Entre o Projeto Político e o Estético de Maria A. de Oliveira pela Paco Editorial (2017)
>>> A Queda de Albert Camus pela Best Bolso (2007)
>>> Sublime Obessão de Lloyde C. Douglas pela Record (1980)
>>> A Política e as Letras - Entrevistas da New Left Review de Raymond Williams pela Unesp (2013)
>>> A Suspeita de Friedrich Durrenmatt pela Círculo do Livro (1975)
>>> A Suspeita de Friedrich Durrenmatt pela Círculo do Livro (1975)
>>> A década de 50: Populismo e metas desenvolvimentistas no Brasil de Marly Rodrigues pela Ática (1996)
>>> Vontade de Viver - A Bicicleta Azul vol. 2 de Régine Deforges pela Best Seller (1985)
>>> Vontade de Viver - A Bicicleta Azul vol. 2 de Régine Deforges pela Best Seller (1985)
>>> O Vôo Imperial 109 de Richard Doyle pela Record (1977)
>>> Superman #18 (Universo DC Renascimento) de Patrick Gleason, Peter J. Tomasi, Jaime Mendoza, Doug Mahnke pela Panini (2018)
>>> Os Conspiradores (Coleção Saraiva) de Barbey D'Aurevilly pela Saraiva (1950)
>>> Genshiken - Volume 02 de Kio Shimoku pela Jbc (2013)
>>> O Amante de Marguerite Duras pela Record (1995)
>>> A Questão Agrária no Brasil. O Debate na Década de 1990 - volume 6 de João Pedro Stédile (org) pela Expressão Popular (2013)
>>> Genshiken - Volume 01 de Kio Shimoku pela Jbc (2013)
>>> A Questão Agrária no Brasil. História e Natureza das Ligas Camponesas: 1954-1964 - volume 4 de João Pedro Stédile (org) pela Expressão Popular (2012)
>>> David Copperfield 2 vols. de Charfles Dickens pela Cered/Objetivo (1997)
>>> A Questão Agrária no Brasil. Programas de Reforma Agrária: 1946-2003 - volume 3 de João Pedro Stédile (org) pela Expressão Popular (2012)
>>> Aço e Arquitetura: Estudo de Edificações no Brasil de Luís Andrade de Mattos Dias pela Zigurate (2019)
>>> Innocent - Volume 5 de Shinichi Sakamoto pela Panini (2018)
>>> Ich Schenk dir cine Geschichte de wlttag des Buches pela Omnibus (2007)
>>> A Questão Agrária no Brasil. O debate tradicional: 1500-1960 - volume 1 de João Pedro Stédile (org) pela Expressão Popular (2011)
>>> Conspiração Violenta de Peter Driscoll pela Record (1972)
>>> Marcos Acayaba de Hugo Segawa, Julio Katinsky e Guilherme Wisnik pela Cosac Naify (2007)
>>> Gênios da Pintura Nº 64: Caravaggio/ (1ª Ed. sem Grampo)/ a Maior Coleção de Arte do Mundo de Pietro Maria Bardi: Supervisão pela Abril (1968)
COLUNAS

Terça-feira, 31/7/2001
Brutalidade Urbana
Carlos Benites

+ de 2000 Acessos

Estou eu reclinado no desconfortável banco daquilo que eu insisto em chamar de automóvel, quando presencio uma das mais grotescas cenas desde a minha chegada à metrópole paulistana. O semáforo fecha, Alfa FM no rádio, quando à minha esquerda um Chevette azul dá uma daquelas "encostadinhas" na traseira de um Gol verde. Até então tudo normal. Nada que não tivesse visto antes. Previsivelmente, a dona do Gol desce do carro pisando duro e vai tirar satisfações com a condutora do Chevette. A moça de trás abre o vidro e parece escutar o que a que está em pé está falando (ou sussurrando, pois mal se podia ouvir o que a moça dizia...). É então que sai um braço de dentro do carro é dá um sonoro tapa no rosto da moça de pé. Esta ajeita os óculos e continua a reclamar, agora com voz um pouco mais audível. A moça do Chevette, não contente, sai também do carro e, não bem fecha a porta, desfere um outro tapa, agora do outro lado do rosto da adversária (além de atrevida, ambidestra!). De semblante totalmente rubro, resultado da inevitável raiva e também da agressão, a dona do Gol recua um passo e ameaça esbravejar numa voz já esganiçada pelo nó na garganta. Nem bem completa a primeira frase e recebe o derradeiro golpe, ainda mais estalado. Atônita, com as lágrimas já saltando incontroláveis, a dona do Gol, a que teve seu veículo abalroado, entra impotente no seu carro. A outra, nem se digna a observar o estrago causado pela colisão e também adentra o seu Chevette.

O semáforo abre. A moça do Gol, certamente se recuperando do choque, hesita. E uma buzina irritante e insistente vem do Chevette. Embasbacado, ainda assim movimento o meu carro. Senão levo um buzinão também.

O Sonho Acabou

Quem viu a Internet nascer para o mundo civil nos idos de 94, certamente se decepciona com o rumo que as coisas estão tomando. O sonho de um universo paralelo, sem distâncias geográficas ou sociais, onde a moeda corrente era o conhecimento, havia se tornado realidade então. Hoje vemos dois fenômenos embrionários, mas que tem uma forte tendência de preponderância. Um econômico que tenta transformar a rede numa zona de livre comercio sem fronteiras (muita gente está tentando aproveitar enquanto a coisa não está bem regulamentada). O outro social, onde as pessoas se unem em comunidades virtuais para trocarem idéias auto-alimentadas, e criam sofisticados instrumentos de segregação ideológica e social.

Claro que a livre informação e o espírito de liberdade ainda fluem pelos gigabits. Afinal a ferramenta não mudou. Porém o instinto humano mais uma vez toma conta, e utiliza a tecnologia de democratização para o espólio e a auto-afirmação.

A Internet vai revolucionar a comunicação interpessoal? Sim, mas não mais que o correio ou o telefone o fizeram em suas eras. O que veremos não será uma globalização, mas sim uma micro-fragmentação cultural independente de barreiras geográficas.

A regulamentação virá. E quem tem o poder para controlar a vida das pessoas ganhará um pouco mais de poder. Talvez existam alguns lugares seguros nesta rede do futuro. Oásis de sabedoria onde cientistas possam divulgar dados experimentais e trocar conhecimento sem medo dos ladrões de patentes.

Tomara que eu esteja errado, afinal não sou nenhum tipo de profeta cibernético. Tomara que iniciativas como este digestivo tenham espaço para crescer num cyber-universo dominado pela mídia do futuro. Tomara que volte o tempo em que uma idéia na cabeça e um servidor web eram o suficiente para se ganhar algum dinheiro. Não pretendo ser elitista (e inevitavelmente sonhador), mas tomara que alguém consiga parar este processo geométrico de banalização da Internet.

Anti-caspa

Relutei um pouco, mas a patroa disse que era uma comédia legal e que valia a pena. Compramos os tickets e fomos ver Evolução (Evolution). Afinal, até poderia ser bacana pois quem faz o papel do protagonista é o David Duchovny (Fox Mulder). Digamos que o filme tem algo de inovador, com um roteiro de comedia sci-fi de piadas esporádicas e exageradas, lembrando o estilo de direção dos irmãos Farrelly (Quem Vai Ficar com Mary). O interessante é que o filme tem um ritmo de piadas absurdas crescente, começando quase sério e terminando com uma sandice extrema. Depois de muitos efeitos especiais CGI e clichês a respeito de militares idiotas, você tem a impressão de que a produção não passou de um comercial, com uma hora em meia de duração, de um shampoo anti-caspa. Que tenta te convencer de que os fungos que causam a caspa são alienígenas e a que a sua única chance de se livrar deles é usando o tal shampoo, que tem um composto ativo com selênio.

Alto e, principalmente, bom som

Quem gosta de underground, é fã do Radiohead e já furou o OK Computer de tanto tocar, tem mais uma opção: Muse. A banda inglesa tem sonoridade peculiar, letras profundas e um vocal que, de cara, lembra muito o Tom Yorke do Radiohead. O segundo album da banda, Showbiz, está longe de ser plano, tendo visíveis influências não só do Radiohead, como também de bandas como Nirvana, Police e Faith no More. No máximo da excentricidade, os caras até engatam um tango! Cheio de seqüências melódicas desconcertantes e batidas às vezes exóticas, o disco está longe de ser pop, mas também não sofre de ataques de estrelismo artístico como o Amnesiac. O som não chega a ser experimental e, ao que parece, eles primam por não utilizar samplers e repetições. O álbum cativa e parece que fica no subconsciente, com composições que fogem das obviedades cotidianas e transportam a um mundo interior obscuro.

Destaque para Sunburn, primeira faixa do disco, de caráter extraordinariamente emocional, criado por contrastes que levam ao clímax do refrão.

Vale a pena conferir. Não é tão fácil de achar no Brasil, mas dá para importar pela Amazon e similares.


Carlos Benites
São Paulo, 31/7/2001


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O papel aceita tudo de Jardel Dias Cavalcanti
02. Autoajuda e Poesia de Mariana Portela
03. A casa da Poesia de Mariana Portela
04. Anos 90, lado B de Noah Mera
05. Entrelinhas de Guga Schultze


Mais Carlos Benites
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PROGRAMA SEMEANDO: OS SEGREDOS DAS ÁGUAS
ELIANA SANT ANNA E MARLI SALES
SENAR E FAEMG
(2006)
R$ 4,00



GRIMÓRIO DO PAPA HONÓRIO- OS MISTERIOSOS SEGREDOS OCULTOS DO PAPA HONÓ
PAPA HONÓRIO
CIÊNCIAS OCULTAS
R$ 480,00



DICIONÁRIO DOS SONHOS (5445)
LADY S. ROBINSON E TOM CORBETT
CÍRCULO DO LIVRO
(1985)
R$ 14,00



TOM JONES
HENRY FIELDING
SUZANO
(2002)
R$ 12,00



FILOSOFIA - VOLUME UNICO
CELITO MEIER
ESFERA
(2016)
R$ 130,00



UM SHOW EM JERUSÁLEM - O REI NA TERRA SANTA
LÉA PENTEADO
GLOBO
(2011)
R$ 21,82



A EMPRESA CONTEMPORÂNEA E SUAS NECESSIDADES
MARINA PALHARINI UND MARIA BARRETO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00



ESTUDO DE ROUBANDO O FOGO DOS CÉUS DE STEPHEN MACE
TESLA DI MURBOX
TESLA DI MURBOX
R$ 47,00



OPERAÇÃO RHINEMANN
ROBERT LUDLUM
RECORD
(1974)
R$ 8,10



O PÚBLICO, O PRIVADO E O ENSINO FLUMINENSE (1954-1970)
PABLO SILVA MACHADO BISPO DOS SANTOS
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 447,00





busca | avançada
30052 visitas/dia
922 mil/mês