10 razões para esquecer 2005 | Marcelo Maroldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
49077 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Melhores de 2005

Segunda-feira, 16/1/2006
10 razões para esquecer 2005
Marcelo Maroldi

+ de 5700 Acessos
+ 7 Comentário(s)

Não é possível! Para onde eu olho, tudo o que eu leio, todos com quem falo, só ouço a proclamação inconteste de quão maravilhoso foi 2005. Parece até quando você descobre que aquele seu vizinho bigodudo está doente, ou mesmo morreu. Ele era um idiota, batia na mulher, você o detestava, etc., mas, é só o mesmo anunciar seu estado de doente que parece que essas coisas todas perdem a importância. Ele não era tão ruim assim, coitadinho! Era um bom homem, até... O cara vira santo de um dia para o outro, só porque sua vida está próxima do fim. Com 2005 está sendo a mesma coisa. Um ano terrível, mas, somente porque acabou, virou excelente! Não! Vou dar apenas 10 razões pelas quais o ano passado não foi nada bom. Veja você o que acha.

Cinema - O cinema - brasileiro ou não - deixou muito a desejar. Eu não sou especialista no assunto e a minha análise é puramente a análise de um leigo. Mas, vejamos: de qual filme de 2005 você se lembrará até os últimos dias da sua vida?, diz aí. Nenhum, nenhum! Só assistimos a filmes medíocres, "meia-boca", ou péssimos mesmo. Aqui no Brasil, o melhor de todos foi um filme sobre uma dupla sertaneja, a mesma em que o segunda voz afirma gostar de Mozart e entender de música clássica, mesmo não o sabendo na realidade (o que, para muitos, é entendido como arrogância e até vergonha da vida simples e ignorante que tivera antes da fama), e é o mesmo filme em que nosso querido presidente da república, no seu avião caro de primeiro mundo, assistiu em cópia pirata! (só aqui mesmo). Que ano péssimo para o cinema!, cadê os filmes sensacionais?

Televisão, música, literatura - A televisão eu não precisaria nem comentar. Excetuando-se Hoje é dia de Maria e Lost, mais nada prestou, para ser bem sincero. A TV passou mais tempo falando do casamento fracassado do Ronaldinho e da Cicarelli do que qualquer outra coisa. O chato do Raul Gil continua, o Netinho bateu no Vesgo do Pânico, que, aliás, já começou a perder a graça também, o Saia Justa ficou insuportável de assistir, o Ratinho foi transferido para as 17 hs., ou seja, quase nada mudou, a nossa televisão é muito fraquinha. O que mudou, mudou para pior. Na música brasileira, que grande disco foi lançado?, que grande show percorreu o Brasil todo causando alvoroço?, que novo cantor surgiu? Não teve nada, foi uma tristeza também. Tivemos que aturar a banda Calypso praticamente em todos os canais de TV e todos os dias, ou aquele Funk pornográfico (e ridículo!) do Rio de Janeiro que eu queria saber quem foi que disse que é música! E A Sheila saiu do Tchan, acredite se quiser. Por que isso foi ruim? Ora, porque o Gugu transmitiu essa presepada durante meses! Em literatura também não teve nada. Nem os grandes lançamentos prometidos foram tão grandes assim. Passou em branco, de fato. Bom, mas, nesse caso, sempre temos os livros velhos em casa para nos socorrer.

Política - O Brasil, enfim, descobriu o Partido dos Trabalhadores, concluiu que ter um presidente semi-analfabeto é um perigo incomensurável (palavra que o Lula aprendeu esses dias só para usar na entrevista exclusiva dada ao Pedro Bial. A entrevista de verdade, digo, não aquela comprada, lá na Europa, só para falar que ele não sabia do mensalão) e que a corrupção é generalizada e maciça, feito Flamenguistas no Rio de Janeiro.

Brasil - Não bastasse o item anterior, soltaram aquela menina que mandou matar os pais, soltaram Paulo Maluf, queimaram um ônibus com pessoas trabalhadoras dentro (parece filme!), as CPIs estão com cara que vão "dar em nada", pagaram 3 salários extras para cada congressista não fazer nada nas férias, o país teve um crescimento econômico pífio, o álcool disparou, nossa vizinha Argentina nos espetou durante todo o ano, o eixo Caracas-Brasília ficou mais curto, a cúpula das Américas deu água, o Severino inventou o mensalinho, nosso presidente não sabe de nada do que acontece, e por aí vai...

Mundo - Há guerras e guerrilhas por toda parte e nunca aconteceram tantos atentados terroristas no mundo, muito sangue inocente lavou esse chão miserável, o Iraque continua ensacando dezenas de milhares de cadáveres (americanos e iraquianos) diariamente e um brasileiro foi seqüestrado e, provavelmente, morto no Oriente Médio. Na terra da rainha (onde o príncipe casou com a plebéia em 2005 também), assassinaram, com munição proibida, aliás, um jovem brasileiro inocente. Na França, a garotada rebelde, mas com comida farta, vinho bom na mesa e assistência médica gratuita, queimou dezenas de milhares de carros, que não eram chineses, ainda, nas ruas (os piadistas de plantão anunciaram que naquele momento começava o ano do Brasil na França, nosso próximo item). E, não posso esquecer dos tsunamis, dos furacões e dos terremotos que dizimaram milhares e milhares de vidas.

Ano do Brasil na França - A França é um país tão legal, por que os torturamos levando para lá o que levamos? Eles mereciam coisa melhor. Nosso ministro, o músico, levou toda a sua patota para a Europa, e deixou de fora o verdadeiro Brasil. Nosso ministro governa para os amigos, é o que dizem. Para falar a verdade, nosso querido ministro merecia um item aqui nesse meu "10 piores", pois ele conseguiu ser bem ruinzinho, e recebeu muitas críticas merecidas de quase todos os setores artísticos e culturais do nosso país, onde, a propósito, passou pouco tempo, preferindo ir tocar tambor "pros lado de lá". Não precisava ter voltado, camará.

Esporte - O esporte brasileiro não foi tão ruim. Talvez, se ignorarmos o papel ridículo do Barichello na F1, a queda espetacular, de bunda, da nossa ginasta "imbatível" Daiane do Santos no mundial, o esforço da TV Globo para que o filho do Galvão Bueno ganhasse o campeonato de Stock Car (que, felizmente, ele perdeu! Oba!) e a comercialização lamentável do Corinthians com empresários russos para lavagem de dinheiro, até que fomos bem. Mas, seja como for, o Tevez ser eleito o melhor jogador do campeonato brasileiro de futebol é algo que prefiro fingir que não existiu. Isso sem dúvida é pra se esquecer (deixo passar o fato de que o Romário, 40 anos, foi artilheiro deste mesmo campeonato)! O Robinho se foi, mais rico, claro, vários jogadores brasileiros foram vítimas de racismo em gramados europeus, a maioria dos atletas brasileiros na NBA foi rejeitada pela liga ou se contundiu, as obras necessárias para a realização do Pan-Americano em 2007 estão atrasadas. E, claro, foi comprovado esquema para "arrumação" de resultados no futebol cinco vezes campeão do mundo (o mais engraçado é que o árbitro vai processar a Federação Paulista de Futebol)!

Por fim, o Digestivo Cultural promoveu sua festa de 5 anos de existência, com chope importado grátis, e eu não pude comparecer. (Essa foi uma das que mais me doeu! Maldito 2005!)

Marcelo Maroldi
São Carlos, 16/1/2006



Quem leu este, também leu esse(s):
01. Notas confessionais de um angustiado (VII) de Cassionei Niches Petry
02. O Olhar das Bruxas: Quatro Versões de 'Macbeth' de Duanne Ribeiro
03. O primeiro e pior emprego de Marta Barcellos
04. Para que serve a poesia? de Ana Elisa Ribeiro
05. É Tabu, Ninguém Quer Saber de Marilia Mota Silva


Mais Marcelo Maroldi
Mais Acessadas de Marcelo Maroldi em 2006
01. Receita para se esquecer um grande amor - 3/8/2006
02. Dos amores possíveis - 20/3/2006
03. A educação atual de nossas crianças - 27/2/2006
04. A crise dos 28 - 30/1/2006
05. Orkut way of life - 13/2/2006


Mais Especial Melhores de 2005
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
16/1/2006
06h12min
Como eu disse a você, este entra direto para a galeria "O Melhor do Mau Humor".
[Leia outros Comentários de Claire]
16/1/2006
2. 2005
13h25min
Quanto barro, quanta lama.
[Leia outros Comentários de Charles Fountaine]
17/1/2006
12h03min
Mas é como dizem sobre a têvê: só temos as notícias ruins – parece que é o que dá mais audiência... Posso garantir que coisas boas aconteceram em 2005, mas a gente se lembra mais fácil das outras.
[Leia outros Comentários de Fábio S.]
18/1/2006
11h26min
Ops, faltou dizer que, pela primeira vez, um filme brasileiro ganhou uma mostra internacional.
[Leia outros Comentários de paula]
18/1/2006
13h09min
Bom, mesmo, o ano que esta chegando... 2006. Data redonda (?!)... e a gente ainda esta' inocente, nao sabe de nada que vai acontecer, ou seja, sabemos, sim: * carnaval, * semana dita santa, * copa do mundo, * eleiçoes. Quem viver.... Recolho-me 'a minha insignificancia diante dos acontecimentos, do ano que passou e os de 2006. 10 Razões para esquecer 2005: Gostei do texto. Obrigada. Neide
[Leia outros Comentários de Neide Pessoa]
18/1/2006
16h27min
É, realmente, 2005 foi ruim. As pessoas o fizeram ruim. O mundo e as relações humanas, empobrecidos, assim se expressaram, nesse último e malfadado ano, nas artes, nos esportes, na política, na cultura... Vivemos a decadência dos antigos valores sem havermos descoberto os seus substitutos. Lamentável e preocupante. Qual será o nosso conceito, ao final de 2006, para a humanidade e seus desvarios?
[Leia outros Comentários de Elizabeth Silveira C]
26/1/2006
14h38min
2005 foi o ano do Brasil na França. Mas dada a recente (falta) de contribuição deste lindo país 'a cultura mundial (tá bom, exceto revoltas de imigrantes, e a quase vitória do Le Pen, a França colaborou popularizando Paulo Coelho), o ano deveria ter sido trocado... Deveria ter sido o ano da França no Brasil, com Lula bebendo um Romanee Conti, e apresentação das infindáveis tolices ideológicas que foram pregadas durante o ano pelos nossos contistas da fome. Quanto a 2005 ser ruim... Talvez tenha sido o ano em que fizemos contato com a realidade, que para mim é coisa boa. De vez em quando, até no país do samba, carnival and Pelé, é bom deixar o caviar de lado, e o Stalin na prateleira e vislumbrar o mundo como é... Incluindo aí, todas as obras de "conscienização social" que são vendidas como entretenimento.
[Leia outros Comentários de Ram]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




EI! TEM ALGUÉM AÍ?
JOSTEIN GAARDER
CIA DAS LETRINHAS
(1997)
R$ 25,00
+ frete grátis



BRASIL 1° DE ABRIL
ARAKEN TÁVORA
DO AUTOR
(1964)
R$ 10,00



FAMILIA E A CURA, A
MATTHEWS-SIMONTON, STEPHANIE
SUMMUS EDITORIAL
R$ 49,50



LIÇÕES PARA O COTIDIANO
MASAHARU TANIGUCHI
SEICHO-NO-IE
(1981)
R$ 7,50



LUXURIA
ALEXANDRE CARVALHO
LEYA
(2015)
R$ 8,00



O ASSASSINATO DE JESSE JAMES PELO COVARDE ROBERT FORD
RON HANSEN
NOVO CONCEITO
(2007)
R$ 13,00



ELETRÔNICA DIGITAL
MALITRON IND E COM. DE PRODUTOS ELETRO
MALITRON IND E COM. DE PRODUTO
R$ 20,00



A REPÚBLICA VELHA - I. INSTITUIÇÕES E CLASSES SOCIAIS (AUTOGRAFADO)
EDGARD CARONE
DIFUSÃO EUROPÉIA
(1969)
R$ 150,00



GERALDO RIBEIRO: ALMA VIGILANTE DE JK
MARIA DE LOURDES RIBEIRO
DA AUTORA
R$ 24,82



TROPICÁLIA. A HISTÓRIA DE UMA REVOLUÇÃO MUSICAL
CARLOS CALADO
34
(1997)
R$ 30,00





busca | avançada
49077 visitas/dia
1,4 milhão/mês