A Pérola de Galileu | Arcano9 | Digestivo Cultural

busca | avançada
45137 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Circomuns Com Circo Teatro Palombar
>>> Prêmio AF de Arte Contemporânea abre inscrições para a edição comemorativa de 10 anos
>>> Inscrições abertas para o Prêmio LOBA Festival: objetivo é fomentar o protagonismo de escritoras
>>> 7ª edição do Fest Rio Judaico acontece no domingo (16 de junho)
>>> Instituto SYN realiza 4ª edição da campanha de arrecadação de agasalhos no RJ
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
Últimos Posts
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Micronarrativa e pornografia
>>> Os dois lados da cerca
>>> A primeira vez de uma leitora
>>> Se eu fosse você 2
>>> Banana Republic
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Construção de um sonho
>>> Quem é mesmo massa de manobra?
>>> A crise dos 28
Mais Recentes
>>> Secrets of Yoga de Jennie Bittleston pela Dk (2000)
>>> Stress Você pode ser o Próximo Previna-se de João Vilas Boas pela Vilas (1998)
>>> O que é Ensinar de Regis de Morais pela E.p.u (1986)
>>> As Aventuras de Sandy e Junior de Toni Brandão pela Simbolo
>>> Humor nos tempos do Collor de Jó Soares / Veríssimo / Millôr Fernandes pela L&PM (1992)
>>> Def 2013 Pocket - Dicionário de Especialidades Farmacêuticas de Merck pela Epuc (2013)
>>> O Biscateiro de Abdias José dos Santos pela Vozes (1981)
>>> Deadpool - Meus Queridos Presidentes de Posehn Duggan - Moore pela Panini Comics (2015)
>>> Europa - Guia Visual - Folha De São Paulo de Publifolha pela Publifolha (2005)
>>> Formação de Professores e Trabalho Docente de Vários Autores pela Metodista (2007)
>>> Coleção Enciclopédia Disney - 8 Volumes de Disney pela Planeta (2001)
>>> Fórum dos Coordenadores de Joaquim Barbosa / Bárbara Sicardi pela Metodista (2003)
>>> O Último Portal de Eliana Martins / Rosana Rios pela Seguinte (2003)
>>> Batman Planetary - Edição de Luxo de Warren Ellis - John Cassaday - Dc Comics pela Panini (2014)
>>> Mentes Tranquilas, Almas Felizes de Joyce Meyer pela Thomas Nelson (2001)
>>> Democracia Francesa de V Giscard D Estaing pela Difel (1977)
>>> Esperança Viva - Uma Escolha Inteligente de Ivan Saraiva pela Casa Publicadora (2016)
>>> Manual Merck de Veterinaria de Merck pela Roca (2001)
>>> Conjugar Es Fácil En Español De España Y De América (spanish Edition) de González Hermoso, Alfredo pela Edelsa Grupo Didascalia (1997)
>>> Amy, Minha Filha - Amy, My Daughter de Micht Winehouse pela Record (2012)
>>> Avaliação da Inteligência de Marília Ancona-Lopez pela E.p.u (1987)
>>> O Menino do Dedo Verde de Maurice Druon pela Jose Olympio (1973)
>>> Contos E Lendas - Os Doze Trabalhos De Hércules de Christian Grenier - Carlos Fonseca ilustrador pela Cia Das Letrinhas (2013)
>>> Educação do Olhar Vol2 de Vários Autores pela Mec (1998)
>>> Tres Sombras de Cyril Pedrosa pela Quadrinhos Na Cia (2019)
COLUNAS >>> Especial Wikipedia

Segunda-feira, 30/4/2007
A Pérola de Galileu
Arcano9
+ de 11700 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Foi assim. Claro que eu sei quem é Galileu, quem nunca ouviu falar de Galileu, o Galilei, o Galilelé? Esse nome, essa aliteração, é inesquecível. Mas eu estava lá escrevendo e reescrevendo textos quando me deparei com essa pérola excêntrica dentre tantas as pérolas noticiosas excêntricas que me ofuscam com seu brilho diariamente, a pérola de Galileu. E Galileu se mostrou vivo em minha memória, vivo com sua luneta, vivo com sua observação das luas de Júpiter.

Vivo, mas fugaz. A notícia é que descobriram, uns doentes por Galileu, desenhos inéditos do cara. Desenhos lindos da Lua, em diferentes fases, com detalhes da sua rugosa geografia. Sem dúvida, um achado valiosíssimo. Ora, imagine encontrar partituras novas de Beethoven ou uma fita demo com uma canção inédita do Nirvana, sei lá, you name it. Galileu se impôs e nos enriqueceu, séculos depois de sua morte. Que sorte.

Mas eu tinha que apresentar o cara no texto. Como diabos apresentar Galileu? Sempre prefiro imaginar o leitor como aquele sujeito zerado, que descobriu que tem que se aculturar um pouquinho. Que não tem culpa de ter entrado no meio do filme que eu estou assistindo. Hm. Hmmmm. O texto original preparado pelo primeiro redator, esse que tenho que reescrever, dizia: "O pai do método científico". "Conhecido pela teoria heliocêntrica, de que a Terra é o centro do universo." Legal. Tudo parece fazer sentido. É.... o cara era fodão.

Peralá. "O pai do método científico"? Mas e Descartes? Pô, juraria que Descartes tinha essa definição também, de "pai do método científico". Lembra? Coordenadas cartesianas? E o Torricelli e seu barômetro? Eles não vieram antes? Diabo, como descobrir isso? Nunca gostei de física. Nem de matemática. Por que você acha que prestei jornalismo?

Eu uso a Wikipedia diariamente. Diariamente não; não, não vou falar assim, dá a impressão que não uso o suficiente. Na verdade uso minutamente, segundamente. Aliás, nas minhas horas vagas curto ficar teclando lá nomes de cidades obscuras do interior do Piauí e do Uzbequistão para ver se o bicho tem alguma anedota local. Me dizem que dá para confiar em muitos casos (datas, locais em que ocorreram eventos, etc.) - "mas cuidado com coisas polêmicas", me disse, com razão, um colega de trabalho certa vez. Sempre tem algum mequetrefe que vai lá e muda para tingir a pobre honra de alguma pessoa. Há o caso Seigenthaler, é claro. Um inimigo do escritor John Seigenthaler mudou a biografia dele no site, indicando um envolvimento do escritor nos assassinatos de John e Robert Kennedy. Ficou quatro meses no ar até ser corrigido. Já ouvi falar também que alguém mudou a biografia da Margaret Thatcher... falando que ela tinha feito filmes adultos antes de virar primeira-ministra na Grã-Bretanha. Não consegui confirmar essa lenda da internet (não está na Wikipedia, hahahahahahaha), mas se rolou foi corrigido celeremente.

Vamos lá, Wikipedia, a solução do jornalista moderno, o supermega Almanaque Abril ao cubo. Ora, vejam. Descartes, Galileu e Torricelli eram da mesmíssima época, um francês, dois italianos, provavelmente ouviram falar uns dos outros quando vivos. Arrisco dizer que possam até ter se encontrado e tomado uma taça de vinho. Torricelli eu logo desprezo - diz a Wikipedia (em inglês) na introdução a ele que ele foi um físico e matemático, inventor do barômetro... nada mais atraente. Vamos ver os outros dois. A Wikipedia diz que Galileu é chamado freqüentemente (por quem?) de pai da moderna astronomia, pai da física moderna e pai da ciência. E que ele estava bastante relacionado com a "revolução científica". Descartes, diz o site, é conhecido como o "fundador da moderna filosofia" e como o "pai da matemática moderna". Ele também foi uma das figuras-chave na "revolução científica". Que conclusão se tira disso tudo? Os dois foram pais prolíficos. Matemática moderna é ciência? Se for, veja só. Galileu é pai da ciência. Descartes é pai da matemática moderna. Logo Galileu é pai de Descartes, que gerou a matemática moderna. E olha que são contemporâneos...

Deixa prá lá (eu faço isso muito lendo a Wikipedia, deixar prá lá). Diz o texto que Galileu foi pioneiro no uso de experimentos quantitativos cujos resultados podem ser analisados com precisão matemática. Método científico? Aparentemente sim. Tasca lá, pioneiro do método científico. Por que não pai? Ah, é muito categórico. Daria muito trabalho fazer teste de paternidade. E a Wikipedia não diz pai. Diz que ele foi pioneiro, mais neutro. Até cita outro cara de quem nunca ouvi falar, um tal de William Gilbert, como sendo outro pioneiro. Vai que foi ele que é o pai da criança e não o pobre Galilei.

Parto para a segunda parte do enigma. Heliocentrismo. E o Copérnico? Não foi ele o tal do cara do heliocentrismo? De Revolutionibus Orbium Coelestium é do Copérnico, é a obra "seminal" da idéia. Aliás, Copérnico morreu antes de Galileu nascer. Aí eu lembro. Galileu foi o cara que defendia o heliocentrismo e teve que ir a julgamento por heresia por isso. OK, a Wikipedia me confirma isso, tenho boa memória. Vou colocar isso no texto.

Mas o que é heliocentrismo mesmo? Ah, é a teoria de que a Terra não é o centro, e sim o Sol. O centro. De quê? Do universo? Do sistema solar? Na Wikipedia em inglês: "heliocentrismo é a idéia de que o sol está no centro do universo e/ou sistema solar". E/ou? Socorro! O que é isso? Entro em pânico e suo. Impulsivamente, cego e bobo, vou para a Wikipedia em português: "teoria científica que afirma ser o sol o centro do sistema solar". Ponto final. Ah, vou colocar isso aí. Não, peraí. Volto na Wikipedia em inglês. "A distinção entre sistema solar e universo não ficou clara até os tempos modernos", diz ela. Ah, tá. Parece plausível. Mas então a Wikipedia em português está errada? Não sei, talvez incompleta. Mas eu usei o bom senso, procurei de novo na em inglês. E no Google. Sim, é isso aí.

Claro, seria muito melhor eu ter conversado com um filósofo, ou um astrônomo, sobre minhas descobertas na Wiki. Talvez a Wikipedia esteja deixando tudo mais superficial. Talvez seja uma máquina de estimular a preguiça, e a do pior tipo, a preguiça de quem gosta de dar copy and paste. Mas acho que isso não se aplica a mim. Gosto muito da Wikipedia. Me divirto às pampas com ela. Obviamente tem uma coisa que é bem clara - você tem que encarar o site como complemento para algum conhecimento que você já tem, conhecimento esse que te ajuda a ter bom senso na hora de usar as informações. Tem muita coisa incompleta ou imprecisa... como em qualquer enciclopédia. Melhor encarar o site apenas como um ponto de partida, ou melhor ainda - um lembrete. Um site de lembretes. Levar ao pé da letra, sem confirmar ou sem ter desconfiômetro pode ser uma grande armadilha. Juro que pensei que Descartes era uns séculos mais velho que Galileu. Juro que tinha esquecido do episódio inquisição e Galileu. E eis que Galileu e Descartes se juntaram e - viva a internet! - rapidamente responderam às minhas perguntas.

Mas deixaram muitas outras. Hmmm. Preciso prestar uma faculdade de filosofia. Será que tem um curso pela internet?


Arcano9
São Paulo, 30/4/2007

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Sex and the City de Débora Costa e Silva


Mais Arcano9
Mais Acessadas de Arcano9
01. Quem somos nós para julgar Michael Jackson? - 10/2/2003
02. A Pérola de Galileu - 30/4/2007
03. It’s my shout - 18/3/2002
04. Um brasileiro no Uzbequistão (V) - 8/9/2003
05. Sombras Persas (V) - 4/5/2006


Mais Especial Wikipedia
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/4/2007
13h29min
"Sempre prefiro imaginar o leitor como aquele sujeito zerado, que descobriu que tem que se aculturar um pouquinho." Haha, muito bom cara. Um conhecido (vergonha de falar amigo) passou alguns meses tentando alterar a Wikipedia para escrever que o Bussunda na verdade não morreu, mas se mudou para uma ilha para fugir do assédio dos fans, etc. O objetivo da Wiki é nobre, mas as pessoas não ajudam.
[Leia outros Comentários de Bloom]
30/4/2007
15h51min
Legal. A bíblia comenta a inutilidade de se jogar pérolas aos porcos. Mas Galileu, Kepler e outros tantos não têm ou tiveram muita opção... a igreja não pode (nem nunca quis) abandonar a teoria do geocentrismo. A religião é completamente geocêntrica: é deus criando o homem como seu reflexo (imagem e semelhança), é enviando seu único filho pra cá, é escolhendo uns, amaldiçoando outros, é se envolvendo em intrigas tribais, é se preocupando estupidamente se a mulher de jazabão tava dando igual xuxu na serra, ou não, é dando palpites atravessados nas confusões dos patriarcas e por aí vai. E continua, mesmo depois da Terra ser tirada do centro universal e colocada como um grão entre trocentilhões de grãozinhos de poeira cósmica. A turma continua achando que aqui é a central da criação e que deus é uma espécie de telespectador de bigbrother, hehehe. Geocentrismo é só egocentrismo multiplicado. Lá se foi o Galileu se desculpar com os padrecos do santo ofício... pobre Galileu.
[Leia outros Comentários de Guga Schultze]
3/12/2007
11h46min
A Wikipédia, em minha opinião é assim: traz informações que não são completas, que algumas vezes estão erradas, mas traz também informações corretas e com conteúdo. Cabe a cada um, a seu próprio critério, avaliar o que lê. Nas enciclopédias impressas e adquiridas com uma soma significativa de dinheiro também existem erros e muito mais informações desatualizadas. E ninguém reclama ou faz polêmica. Precisamos apenas parar criticar e achar defeitos em tudo que é novo. Precisamos também parar de esperar por conhecimento pronto, como tudo na vida precisamos aprender a escolher. Escolher se aquela informação nos serve ou não. Se está completa e satisfaz a necessidade para o que procuro.
[Leia outros Comentários de Mirian]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




The Perfect Heresy
S. O'shea
Profile Books
(2011)



Comentários às novas regras conrábeis brasileiras
Osmar Reis Azevedo
IoB
(2010)



Moscow City Guide
Mara Vorhees
Lonely Planet
(2006)



Vida de Don Quijote y Sancho
Miguel de Unamuno
Alianza
(2000)



Revista Bravo! Ano 3 Número 28
Phillippe Starck; Lobo Antunes; Antonio Araújo; Arrigo Barnabé; Bigas Luna
Davila
(2000)



O Camelô Figura Emblemática da Comunicação
Jean Yves Mollier
Edusp
(2009)



Meditação integral: Mindfulness como um caminho para crescer, despertar e estar presente em sua vida
Ken Wilber
Vozes
(2020)



Um amanhecer para recomeçar
Gilvanize balbino pereira pelo espirito saul
Petit
(2010)



Problemas de Cristalografia
P. Ducros - J. Lajzerowicz - Bonneteali
Paraninfo
(1968)



The Mediterranean Table
Sonoma Press
Sonoma Press
(2015)





busca | avançada
45137 visitas/dia
2,3 milhões/mês