A Pérola de Galileu | Arcano9 | Digestivo Cultural

busca | avançada
39917 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Wikipedia

Segunda-feira, 30/4/2007
A Pérola de Galileu
Arcano9

+ de 9400 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Foi assim. Claro que eu sei quem é Galileu, quem nunca ouviu falar de Galileu, o Galilei, o Galilelé? Esse nome, essa aliteração, é inesquecível. Mas eu estava lá escrevendo e reescrevendo textos quando me deparei com essa pérola excêntrica dentre tantas as pérolas noticiosas excêntricas que me ofuscam com seu brilho diariamente, a pérola de Galileu. E Galileu se mostrou vivo em minha memória, vivo com sua luneta, vivo com sua observação das luas de Júpiter.

Vivo, mas fugaz. A notícia é que descobriram, uns doentes por Galileu, desenhos inéditos do cara. Desenhos lindos da Lua, em diferentes fases, com detalhes da sua rugosa geografia. Sem dúvida, um achado valiosíssimo. Ora, imagine encontrar partituras novas de Beethoven ou uma fita demo com uma canção inédita do Nirvana, sei lá, you name it. Galileu se impôs e nos enriqueceu, séculos depois de sua morte. Que sorte.

Mas eu tinha que apresentar o cara no texto. Como diabos apresentar Galileu? Sempre prefiro imaginar o leitor como aquele sujeito zerado, que descobriu que tem que se aculturar um pouquinho. Que não tem culpa de ter entrado no meio do filme que eu estou assistindo. Hm. Hmmmm. O texto original preparado pelo primeiro redator, esse que tenho que reescrever, dizia: "O pai do método científico". "Conhecido pela teoria heliocêntrica, de que a Terra é o centro do universo." Legal. Tudo parece fazer sentido. É.... o cara era fodão.

Peralá. "O pai do método científico"? Mas e Descartes? Pô, juraria que Descartes tinha essa definição também, de "pai do método científico". Lembra? Coordenadas cartesianas? E o Torricelli e seu barômetro? Eles não vieram antes? Diabo, como descobrir isso? Nunca gostei de física. Nem de matemática. Por que você acha que prestei jornalismo?

Eu uso a Wikipedia diariamente. Diariamente não; não, não vou falar assim, dá a impressão que não uso o suficiente. Na verdade uso minutamente, segundamente. Aliás, nas minhas horas vagas curto ficar teclando lá nomes de cidades obscuras do interior do Piauí e do Uzbequistão para ver se o bicho tem alguma anedota local. Me dizem que dá para confiar em muitos casos (datas, locais em que ocorreram eventos, etc.) - "mas cuidado com coisas polêmicas", me disse, com razão, um colega de trabalho certa vez. Sempre tem algum mequetrefe que vai lá e muda para tingir a pobre honra de alguma pessoa. Há o caso Seigenthaler, é claro. Um inimigo do escritor John Seigenthaler mudou a biografia dele no site, indicando um envolvimento do escritor nos assassinatos de John e Robert Kennedy. Ficou quatro meses no ar até ser corrigido. Já ouvi falar também que alguém mudou a biografia da Margaret Thatcher... falando que ela tinha feito filmes adultos antes de virar primeira-ministra na Grã-Bretanha. Não consegui confirmar essa lenda da internet (não está na Wikipedia, hahahahahahaha), mas se rolou foi corrigido celeremente.

Vamos lá, Wikipedia, a solução do jornalista moderno, o supermega Almanaque Abril ao cubo. Ora, vejam. Descartes, Galileu e Torricelli eram da mesmíssima época, um francês, dois italianos, provavelmente ouviram falar uns dos outros quando vivos. Arrisco dizer que possam até ter se encontrado e tomado uma taça de vinho. Torricelli eu logo desprezo - diz a Wikipedia (em inglês) na introdução a ele que ele foi um físico e matemático, inventor do barômetro... nada mais atraente. Vamos ver os outros dois. A Wikipedia diz que Galileu é chamado freqüentemente (por quem?) de pai da moderna astronomia, pai da física moderna e pai da ciência. E que ele estava bastante relacionado com a "revolução científica". Descartes, diz o site, é conhecido como o "fundador da moderna filosofia" e como o "pai da matemática moderna". Ele também foi uma das figuras-chave na "revolução científica". Que conclusão se tira disso tudo? Os dois foram pais prolíficos. Matemática moderna é ciência? Se for, veja só. Galileu é pai da ciência. Descartes é pai da matemática moderna. Logo Galileu é pai de Descartes, que gerou a matemática moderna. E olha que são contemporâneos...

Deixa prá lá (eu faço isso muito lendo a Wikipedia, deixar prá lá). Diz o texto que Galileu foi pioneiro no uso de experimentos quantitativos cujos resultados podem ser analisados com precisão matemática. Método científico? Aparentemente sim. Tasca lá, pioneiro do método científico. Por que não pai? Ah, é muito categórico. Daria muito trabalho fazer teste de paternidade. E a Wikipedia não diz pai. Diz que ele foi pioneiro, mais neutro. Até cita outro cara de quem nunca ouvi falar, um tal de William Gilbert, como sendo outro pioneiro. Vai que foi ele que é o pai da criança e não o pobre Galilei.

Parto para a segunda parte do enigma. Heliocentrismo. E o Copérnico? Não foi ele o tal do cara do heliocentrismo? De Revolutionibus Orbium Coelestium é do Copérnico, é a obra "seminal" da idéia. Aliás, Copérnico morreu antes de Galileu nascer. Aí eu lembro. Galileu foi o cara que defendia o heliocentrismo e teve que ir a julgamento por heresia por isso. OK, a Wikipedia me confirma isso, tenho boa memória. Vou colocar isso no texto.

Mas o que é heliocentrismo mesmo? Ah, é a teoria de que a Terra não é o centro, e sim o Sol. O centro. De quê? Do universo? Do sistema solar? Na Wikipedia em inglês: "heliocentrismo é a idéia de que o sol está no centro do universo e/ou sistema solar". E/ou? Socorro! O que é isso? Entro em pânico e suo. Impulsivamente, cego e bobo, vou para a Wikipedia em português: "teoria científica que afirma ser o sol o centro do sistema solar". Ponto final. Ah, vou colocar isso aí. Não, peraí. Volto na Wikipedia em inglês. "A distinção entre sistema solar e universo não ficou clara até os tempos modernos", diz ela. Ah, tá. Parece plausível. Mas então a Wikipedia em português está errada? Não sei, talvez incompleta. Mas eu usei o bom senso, procurei de novo na em inglês. E no Google. Sim, é isso aí.

Claro, seria muito melhor eu ter conversado com um filósofo, ou um astrônomo, sobre minhas descobertas na Wiki. Talvez a Wikipedia esteja deixando tudo mais superficial. Talvez seja uma máquina de estimular a preguiça, e a do pior tipo, a preguiça de quem gosta de dar copy and paste. Mas acho que isso não se aplica a mim. Gosto muito da Wikipedia. Me divirto às pampas com ela. Obviamente tem uma coisa que é bem clara - você tem que encarar o site como complemento para algum conhecimento que você já tem, conhecimento esse que te ajuda a ter bom senso na hora de usar as informações. Tem muita coisa incompleta ou imprecisa... como em qualquer enciclopédia. Melhor encarar o site apenas como um ponto de partida, ou melhor ainda - um lembrete. Um site de lembretes. Levar ao pé da letra, sem confirmar ou sem ter desconfiômetro pode ser uma grande armadilha. Juro que pensei que Descartes era uns séculos mais velho que Galileu. Juro que tinha esquecido do episódio inquisição e Galileu. E eis que Galileu e Descartes se juntaram e - viva a internet! - rapidamente responderam às minhas perguntas.

Mas deixaram muitas outras. Hmmm. Preciso prestar uma faculdade de filosofia. Será que tem um curso pela internet?


Arcano9
São Paulo, 30/4/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Crônica em sustenido de Ana Elisa Ribeiro
02. A cidade e o que se espera dela de Luís Fernando Amâncio
03. Lançamentos de literatura fantástica (1) de Luís Fernando Amâncio
04. Como eu escrevo de Luís Fernando Amâncio
05. Alice in Chains, Rainier Fog (2018) de Luís Fernando Amâncio


Mais Arcano9
Mais Acessadas de Arcano9
01. Quem somos nós para julgar Michael Jackson? - 10/2/2003
02. A Pérola de Galileu - 30/4/2007
03. It’s my shout - 18/3/2002
04. Um brasileiro no Uzbequistão (V) - 8/9/2003
05. Duas formas de perder a virgindade no West End - 5/3/2001


Mais Especial Wikipedia
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/4/2007
13h29min
"Sempre prefiro imaginar o leitor como aquele sujeito zerado, que descobriu que tem que se aculturar um pouquinho." Haha, muito bom cara. Um conhecido (vergonha de falar amigo) passou alguns meses tentando alterar a Wikipedia para escrever que o Bussunda na verdade não morreu, mas se mudou para uma ilha para fugir do assédio dos fans, etc. O objetivo da Wiki é nobre, mas as pessoas não ajudam.
[Leia outros Comentários de Bloom]
30/4/2007
15h51min
Legal. A bíblia comenta a inutilidade de se jogar pérolas aos porcos. Mas Galileu, Kepler e outros tantos não têm ou tiveram muita opção... a igreja não pode (nem nunca quis) abandonar a teoria do geocentrismo. A religião é completamente geocêntrica: é deus criando o homem como seu reflexo (imagem e semelhança), é enviando seu único filho pra cá, é escolhendo uns, amaldiçoando outros, é se envolvendo em intrigas tribais, é se preocupando estupidamente se a mulher de jazabão tava dando igual xuxu na serra, ou não, é dando palpites atravessados nas confusões dos patriarcas e por aí vai. E continua, mesmo depois da Terra ser tirada do centro universal e colocada como um grão entre trocentilhões de grãozinhos de poeira cósmica. A turma continua achando que aqui é a central da criação e que deus é uma espécie de telespectador de bigbrother, hehehe. Geocentrismo é só egocentrismo multiplicado. Lá se foi o Galileu se desculpar com os padrecos do santo ofício... pobre Galileu.
[Leia outros Comentários de Guga Schultze]
3/12/2007
11h46min
A Wikipédia, em minha opinião é assim: traz informações que não são completas, que algumas vezes estão erradas, mas traz também informações corretas e com conteúdo. Cabe a cada um, a seu próprio critério, avaliar o que lê. Nas enciclopédias impressas e adquiridas com uma soma significativa de dinheiro também existem erros e muito mais informações desatualizadas. E ninguém reclama ou faz polêmica. Precisamos apenas parar criticar e achar defeitos em tudo que é novo. Precisamos também parar de esperar por conhecimento pronto, como tudo na vida precisamos aprender a escolher. Escolher se aquela informação nos serve ou não. Se está completa e satisfaz a necessidade para o que procuro.
[Leia outros Comentários de Mirian]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CAXIAS- NUME TUTELAR DA NACIONALIDADE
PAULO MATOS PEIXOTO
EDICO
(1973)
R$ 29,90
+ frete grátis



A MORENINHA
JOAQUIM MANUEL DE MACEDO
RECORD
(1998)
R$ 10,00



INGLÊS EM CASA LIVRO 3
BIPEM - VÁRIOS AUTORES
BIPEM
(1981)
R$ 5,00



VALUE AT RISK - A NOVA FONTE DE REFERENCIA PARA O CONTROLE DO RISCO
PHILIPPE JORION
BM&F / CULTURA
(1997)
R$ 70,00



TV POR ASSINATURA: 20 ANOS DE EVOLUÇÃO
SAMUEL POSSEBON
SETA
(2009)
R$ 12,00



GERENTES E EXECUTIVOS PODEROSOS
CHUCK MARTIN
M. BOOKS
(2007)
R$ 13,00



VIOLÊNCIA DO MUNDO
JEAN BAUDRILLARD
ANIMA
(2004)
R$ 11,00



NÃO VAI SER NADA FÁCIL - AS SELEÇÕES QUE AMEAÇAM O HEXA...
REVISTA ÉPOCA Nº 838 DE 23 JUNHO 2014
GLOBO
(2014)
R$ 13,00



HISTÓRIA DOS DESCOBRIMENTOS VOLUME 2
DUARTE LEITE
COSMOS
(1958)
R$ 82,00



DRUMMOND RIMA ITABIRA MUNDO
EMANUEL DE MORAES
JOSÉ OLYMPIO (RJ)
(1972)
R$ 10,82





busca | avançada
39917 visitas/dia
1,1 milhão/mês