Jornalismo de todos para todos | Gabriela Vargas | Digestivo Cultural

busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> “Bella Cenci” Estreia em formato virtual com a atriz Thais Patez
>>> Espetáculo teatral conta a história de menina que sonha em ser astronauta
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
>>> MAB FAAP seleciona artista para exposição de 2022
>>> MIRADAS AGROECOLÓGICAS - COMIDA MANIFESTO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Carma & darma
>>> Sultão & Bonifácio, parte II
>>> Ensaio autobiográfico, de Jorge Luis Borges
>>> O código dos gênios
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Para você estar passando adiante
>>> Blogs roubam audiência
>>> O enigma da 21ª letra
>>> Crise dos 40
>>> Marcelotas
Mais Recentes
>>> Querido John de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2013)
>>> Saudável aos 100 Anos de John Robbins pela Fontanar (2009)
>>> Chico Buarque Letra e Música - 2 Volumes de Chico Buarque de Hollanda pela Companhia das Letras (1989)
>>> Songbook Caetano Veloso - Vol. 2 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Songbook Bossa Nova - Vol. 1 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Médio Dicionário Aurélio de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira pela Nova Fronteira (1980)
>>> Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa de Antônio Geraldo da Cunha pela Nova Fronteira (1982)
>>> Dolce Casa - Manuale Di Sopravvivenza Domestica de Grazia Dominici pela La Spiga (1984)
>>> Meu Mundo Caiu. a Bossa e a Fossa de Maysa. a Bossa e a Fossa de Maysa de Eduardo Logullo pela Novo Século (2007)
>>> Haroldo Costa de Vários Autores pela Rio (2003)
>>> Cancioneiro Popular Português e Brasileiro de Nuno Ctharino Cardoso pela Portugal-brasil Ltda (1921)
>>> Retratos - Dadá Cardoso de Dada Cardoso pela Avatar (1999)
>>> A Informação no Rádio de Gisela Swetlana Ortriwano pela Summus Editorial (1985)
>>> Yes, nos Temos Bananas - História e Receitas de Heloisa de Freitas Valle; Márcia Masca pela Senac São Paulo (2003)
>>> Manual de Modelismo de Albert Jackson; David Day pela Hermann Blume (1981)
>>> Madeira-mamoré. Patrimônio da Humanidade de Hércules Góes pela Ecoturismo (2005)
>>> Uma História de Agendas de João Rothschild pela Ernesto Rothschild (1990)
>>> Estética. La Cuestion del Arte de Elena Oliveras pela Aemecé (2007)
>>> Conheça o Pantanal de Nicia Wendel de Magalhães pela Terragraph (1992)
>>> Corpo de Baile de João Guimarães Rosa pela José Olympio (1956)
>>> Línguas de Fogo. Ensaio Sobre Clarice Lispector de Claire Varin pela Limiar (2002)
>>> Pedagogia Diferemciada : das Intenções à Ação de Philippe Perrenoud pela Artmed (2000)
>>> Um General na Biblioteca de Italo Calvino pela Companhia das Letras (2007)
>>> Linéia no Jardim de Monet de Christina Bjork; Llena Anderson pela Salamandra (1992)
>>> Fausto de Goethe pela Itatiaia (1997)
COLUNAS >>> Especial Blogueiros e Jornalistas

Terça-feira, 15/4/2008
Jornalismo de todos para todos
Gabriela Vargas

+ de 5500 Acessos
+ 5 Comentário(s)

Com a explosão da Web 2.0, que estremeceu o modelo broadcasting (de um para todos) e que trabalha na consolidação de um modelo altamente interativo "de todos para todos", os jornalistas tiveram que se atualizar ou, se ainda não o fizeram, terão de fazer, pois a convergência de mídias ― vídeo, áudio, texto e imagem juntos na internet ― está mudando o perfil do jornalismo. Segundo o professor da PUCRS, especialista em Jornalismo On-line, Eduardo Campos Pellanda, cerca de 3.700 mil pessoas não foram despedidas apenas por contenção de despesas na BBC de Londres em março de 2005, mas também por falta de qualificação nessa nova fase do jornalismo em que a interatividade é soberana.

Os principais jornais do Brasil disponibilizam hoje na rede não apenas o seu conteúdo impresso, mas outras opções como vídeos, notícias atualizadas minuto a minuto e muito mais, além de dar espaço para o cidadão-repórter, como é chamado no país, ou para o UGC (Conteúdo Gerado pelo Usuário), como é conhecido nos EUA, que pode participar mandando notícias, fotos ― até mesmo tiradas pelos celulares ― e vídeos. Ou seja, está se concretizando uma mídia de todos para todos, e talvez seja exatamente com isso que alguns jornalistas, mais conservadores, não saibam lidar.

Pode ter virado motivo para críticas amargas de alguns, porém não se pode negar que realmente está acontecendo a tal democratização dos meios de comunicação e os modelos estão se alterando rapidamente. O jornalista que apenas redige textos, que só tira fotos ou edita áudio está entrando em extinção. As empresas de comunicação estão à procura de jornalistas multimídia, e as focas saem das universidades cada vez mais preparadas para lidar com esse tipo de tecnologia, mas sem a experiência dos grandes profissionais.

Com toda essa mudança na forma de comunicar, que se deve, praticamente, a um dos cientistas mais importantes da atualidade, o inventor da web Tim Berners-Lee, houve a explosão dos messengers, da música digital e dos blogs. Porém, são os eles que têm gerado polêmicas com os jornalistas. Em 2004 houve o estouro dos blogs, e hoje, o Brasil conta com cerca de 10 milhões de leitores desse tipo de site.

Creio que os blogueiros não queiram tomar o lugar dos jornalistas, como alguns pensam, mas apenas ter um lugar no qual postar suas críticas, opiniões e visões tanto sobre as questões mais banais, quanto sobre as questões mais complexas. Um bom blog é construído a partir da credibilidade que se adquire pelo julgamento do leitor. As pessoas gostam desse tom pessoal. Há quem se identifique com a visão de uma adolescente sobre os seus problemas juvenis, ou de um advogado que posta sobre sua visão de mundo.

Jornalistas também podem ser blogueiros, mas as duas atividades não se equivalem. Em primeiro lugar, Jornalismo é uma profissão, e, pelo menos aqui no Brasil, é necessário que tu tenhas um diploma para exercê-la. Enquanto que num blog, esse tipo de certificado não tem importância nenhuma. O que realmente faz um blog se destacar entre tantos outros é o jeito como a pessoa escreve e o que passa para os leitores, além da interação que exerce com os tais. Para isso, então, pode-se ser um jornalista ou um contador, basta ter bom senso, idéias boas e dedicação; afinal, as pessoas gostam de posts atualizados.

Um exemplo famoso no Brasil é o Alessandro Martins, jornalista e blogueiro, dono de quatro blogs de muito respeito nesse meio. Em um dos seus blogs, ele escreve muito sobre essa polêmica entre blogueiros e jornalistas. Em alguns dos seus posts, como "5 coisas que os blogueiros ensinam aos jornalistas" e "5 coisas que os jornalistas ensinam aos blogueiros", ele faz pensar se realmente existe essa oposição entre ambos e mostra como podem se completar, ou, pelo menos, ajudar.

O blogueiro não tem uma pauta determinada, escreve sobre o que tiver vontade, desde o complexo acidente da TAM até os simples problemas do dia-a-dia. Além disso, não sofre cortes nos seus posts e os leitores têm possibilidade de interagir, expondo suas opiniões sobre os assuntos tratados. Alguns jornais no Brasil já disponibilizam não apenas um, mas diversos blogs cheios de conteúdo. Um exemplo é o Zero Hora, que tem uma parte do seu conteúdo on-line direcionada apenas para os blogs de seus colunistas, onde eles escrevem além do que sai nas tiragens do jornal e interagem com os leitores.

Essa tal crise talvez não exista de verdade, e o que pode estar a acontecer seja desconhecimento por parte das pessoas que, muitas vezes, não sabem lidar com essa nova forma de comunicação. Como boa blogueira e estudante de jornalismo, não consigo ver grandes perdas causadas por essa mudança; pelo contrário: acho que só temos a ganhar se soubermos aproveitar. A tecnologia está mostrando novas formas de comunicar e todas elas podem ser aproveitadas, desde que estejamos de acordo em pelo menos experimentá-las.

Afinal, desde sempre, o ruim foi descartado e isso não vai mudar se um blog for de má qualidade ou se um jornalista não for competente.


Gabriela Vargas
Porto Alegre, 15/4/2008


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O suicídio na literatura de Cassionei Niches Petry
02. Nós o Povo de Marilia Mota Silva
03. Vaidade, inveja e violência de Carla Ceres
04. Os dilemas de uma sociedade em Escudo de Palha de Guilherme Carvalhal
05. Hilda Hilst, o IPTU e a Chave da Cidade de Yuri Vieira


Mais Gabriela Vargas
Mais Especial Blogueiros e Jornalistas
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/4/2008
10h21min
Muito bom! Eu vivo batendo na tecla de que se todo mundo interagir a internet será um lugar melhor! Pena que ainda tem muita gente usando cabresto né?
[Leia outros Comentários de Carol]
16/4/2008
10h22min
Gabriela, parabéns pelo artigo e obrigado pela citação. É legal saber que as nossas aulas contribuem. Continue assim.
[Leia outros Comentários de Eduardo Pellanda]
17/4/2008
13h41min
Gabriela Vargas, após um encontro tão breve com o brilhantismo de seu artigo, rápida vou ser... Há blogs que não respeitam opiniões, e cortam a carne dos comentaristas. Grata, calypso escobar
[Leia outros Comentários de calypso escobar]
17/4/2008
15h39min
Adorei seu texto, Gabriela. É importante entender que há espaço para todos. Sou jornalista e tenho um blog, onde posso me expressar, postar sobre quem e o quê eu quiser, formatar e ilustrar minhas matérias, mas sempre seguindo o critério jornalístico que aprendi. Penso que saber escrever é um ponto importante tanto para jornalistas quanto blogueiros. Imprescindível. Quando postamos, estamos interagindo e postar um comentário também faz parte dessa troca. A vida fica mais rica de informações e sabemos que, enfim, não estamos sós.
[Leia outros Comentários de Solange de Paula]
28/4/2008
12h38min
Verdade. Toda interação será sempre saudável. Um aquário com um Beta pequeno ao lado de um aquário com um Beta grande, faz com que os dois fiquem agressivos, cresçam de tamanho para exibir força, mas nunca se tocarão. Mas também nunca ficarão apáticos...
[Leia outros Comentários de Guto Maia]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Cinderela - Minha Princesa Preferida - Disney Princesa
Culturama
Culturama
(2016)



Cenários construtivistas: temas e problemas
Daniela Beccaccia Versiani e Heidrun Krieger Olinto (orgs.)
7Letras
(2010)



Cirurgia do Ombro
Charles S Neer II
Revinter
(1995)



O Cinza de Solidão
M. P. Haickel
Thesaurus
(2011)



Poder, Sofrimento Psíquico e Contemporaneidade (xx Congresso 2ª P
Revista Brasileira Psicanalise Vol 39, Nº 3
Rbp
(2005)



Os Monopólios 2ª Edição
Jean Pierre Delilez
Estampa
(1976)



Miramón, El Hombre
Jose Fuentes Mares
Contrapuntos (méxico)
(1975)



Kirlian El Diagnostico Preventivo de Su Salud. Manual y Guia Prac
Norma Tagle
Kier (buenos Aires)
(1995)



Espanhol para Brasileiros
Juan Kattán-ibarra
Pioneira
(1995)



Cabeça de Porco
Luiz Eduardo Soares, MV Bill e Celso Athayde
Objetiva
(2005)





busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês