A história do bom velhinho | Tatiana Mota | Digestivo Cultural

busca | avançada
21498 visitas/dia
708 mil/mês
Mais Recentes
>>> Mulheres detêm o poder do mundo em eletrizante romance de Naomi Alderman
>>> Comédia Homens no Divã faz curta temporada no Teatro Municipal Paulo Eiró
>>> Ballet Acadêmico da Bahia apresenta STAR DANCE no TCA, dia 07/06 às 20h
>>> Zé Eduardo faz apresentação no Teatro da Rotina, dia 30.05
>>> Revista busca artigos inspirados no trabalho de professores
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
>>> Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco
>>> O Vendedor de Passados
>>> A confissão de Lúcio: as noites cariocas de Rangel
>>> Primavera para iniciantes
>>> Nobel, novo romance de Jacques Fux
>>> De Middangeard à Terra Média
>>> Dos sentidos secretos de cada coisa
>>> O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
>>> Psiu Poético em BH esta semana
Últimos Posts
>>> Lars Von Trier não foi feito para Cannes
>>> O brasileiro e a controvérsia
>>> Greve de caminhoneiros e estupidez econômica
>>> Publicando no Observatório de Alberto Dines
>>> Entre a esperança e a fé
>>> Tom Wolfe
>>> Terra e sonhos
>>> Que comece o espetáculo!
>>> A alforja de minha mãe
>>> Filosofia no colégio
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ao vivo do Roda Viva, pelo Twitter
>>> Os Eleitos, de Tom Wolfe
>>> O Bigode
>>> A dor do inexplicável
>>> Caiu na rede, virou social
>>> Davi, de Michelangelo: o corpo como Ideia
>>> Mas afinal, o que é podcasting?
>>> Contra um Mundo Melhor, de Luiz Felipe Pondé
>>> Nhô Guimarães
>>> Destaques da Mostra Internacional de Cinema
Mais Recentes
>>> Manual de direito penal brasileiro
>>> História das Literaturas- Teatro Vivo
>>> História das Literaturas-Noções ds Literaturas Volume 2
>>> Filoctetes
>>> Enquanto a noite não chega
>>> Contabilidade de custos facil
>>> Sociologia aplicada a administração
>>> História das Literaturas-Clareza e Mistério da Crítica
>>> O Negrinho do Pastoreio - Conto popular
>>> Machado de Assis- histórias mal contadas e outros assuntos
>>> Afrânio Coutinho - Romances Completos
>>> Novas Prioridades Para o Currículo
>>> Revista Brasileira de História Nº 48 - Produção e Divulgação
>>> Educação - Modernização ou Dependência?
>>> Vida e Educação
>>> Hard Times
>>> Aspectos da Formação Brasileira
>>> Ensino, Sua Técnica - Sua Arte - 3ª Edição
>>> Cotidiano e Diferentes Saberes
>>> Educação Para Uma Vida Criativa - 2ª Edição
>>> Oxigênio
>>> Bombardeiros da 2ª Guerra Volume 1
>>> A Guerra do Fim do Mundo - 2ª Edição
>>> No Wonder They Call Him The Savior
>>> Ophélia Speaks
>>> Gaudí
>>> Foto-Grafismo
>>> Arte Moderna no Salão Nacional 1940-1982
>>> The Assassin - The Explosive Badge of Honor Novel
>>> The Wonderful Wizard Of Oz - Penguin Popular Classics
>>> Tempo de Médico
>>> Um Guia Para os Remédios Florais do Dr. Bach
>>> The Rainmaker
>>> The Trailsman - Montana Fire Smoke Nº 130
>>> The Final Diagnosis
>>> A Queda da França Volume 3 - O Colapso da Terceira República
>>> A Queda da França Volume 2 - O Colapso da Terceira República
>>> A Queda da França Volume 1 - O Colapso da Terceira República
>>> O Romano
>>> Parati Entre Dois Pólos
>>> Cem Dias Entre Céu E Mar
>>> Parati Entre Dois Pólos
>>> Viagens internacionais - O Nomadismo da Conscienciologia
>>> Vagamundo
>>> Os Lusíadas
>>> História de Mayta
>>> Erros Médicos
>>> Aspectos do Antigo Egito
>>> Saúde Natural Para Mulheres Gravidas
>>> Um Liberal da República - Volume 1
COLUNAS

Sexta-feira, 10/12/2010
A história do bom velhinho
Tatiana Mota

+ de 2100 Acessos

Dezembro no hemisfério norte, iminência de inverno, com data oficial para chegar em 21 de dezembro. Como se imagina, a coisa pode ficar gelada, especialmente para uma "cara tropical", como eu. A primeira semana do mês na Holanda já assustou com temperaturas negativas e neve, e tinha muito Holandês chorando mais que eu, pois já sofrem aqui há mais temporadas. No primeiro dia em que os flocos caíram eu estava em Amsterdam, totalmente despreparada para sobreviver em tais condições, caí deslizando no tapete branco que se formou, quase vindo a parar na água gelada dos canais.

Esse fim de semana, após ver tantas pessoas quentinhas com casacos fofos e chapéus siberianos, percebi que precisava me preparar para essa estação. Aqui também existem multidões nas lojas em final de ano, mas os itens mais disputados eram sapatos peludos e botas de neve, estas em falta em quase todas as lojas. Mas o mês de dezembro traz pessoas muito especiais, foi aí que eu vi; sim, vi o bom velhinho. Aqui ele chegou a meados de novembro. Cabelos brancos, barba alva, roupas vermelhas, perseguido pelas crianças, seria Papai Noel, certo? Errado, seu nome é Sinterklaas, ou Sint para os íntimos.

Ele vem geralmente de barco, vindo da Espanha, em seu cavalo branco, e por mais inverossímil que possa parecer alguém conseguir vir da Espanha até a Holanda de barco e depois se transportar em um cavalo branco, todos os pequenos acreditam. As famílias comemoram no dia 5 ou nos primeiros dias de dezembro em uma festa regada a comidas tradicionais de inverno, trocando presentes e preparando poemas e surpresinhas adicionais aos presenteados. A criançada, apesar da influência atual de outras culturas, ainda fica fascinada com a passagem desse bom velhinho. Elas colocam seus sapatinhos à frente da lareira e esperam ansiosamente receber um presente no dia seguinte.

Os pequenos comportados, listados no rol do livro vermelho, irão receber seus presentes e vários docinhos típicos da época, como uma letra de chocolate com a inicial do seu nome. Mas os malvados terão carvão no sapato. E para entregar essa quantidade de presentes, doces e carvão, "Sinterklaas" conta com seu ajudante, o Zwarte Piet. Ele é engraçado, meio atrapalhado, e sujo com o carvão da lareira. Nesses dias temos visto Zwarte Piets para todo lado, de todas as idades e tamanhos, homens e mulheres, a maioria de olhos claros e com o rosto todo pintado, o que é engraçado de se ver. Alguns não gostam da conotação que a tradição deu ao Zwarte Piet, mas a criançada adora as brincadeiras dele.

E qualquer semelhança com um senhor chamado Santa Claus não é mera coincidência. O Papai Noel que anda pelo mundo distribuindo presentes em seu trenó deve suas origens ao Sinterklaas, pois estiveram os holandeses em seu século de ouro a ocupar, dentre outros lugares, uma tal de Manhattan, já ouviram falar? Quem conhece a famosíssima ilha basta lembrar que ainda há ruas e bairros com nomes de cidades daqui, como Brooklyn e Harlem. No entanto, a verdadeira identidade de ambos é São, São Nicolau. Ele era um líder religioso no século III, mas foi condenado porque se declarou cristão. A lenda de São Nicolau ligada a essa época do ano conta que ele salvou três moças dando a elas os recursos necessários para ter um dote e poderem assim se casar, na época a única saída decente para donzelas. Conta-se que ele arremessou um saco de áureas moedas pela lareira de cada dama, e caíram justamente nas meias que estavam a secar próximas ao fogo aconchegante. Seria verdade ou mito?

Prefiro acreditar na lenda, com essa conotação especial de São Nicolau, assim me sentirei melhor quando tiver que arrancar o último brinquedo da mão da mãe holandesa para levar de presente e ver meu guri se divertindo com a embalagem. Brincadeira, jamais faria isso, as mães holandesas são altas e têm um jeitão que só de olhar já sairei da loja uivando como um filhotinho.

Muitas crianças recebem seus melhores presentes nesse dia, e para o Natal sobra uma lembrancinha mais simples. A decoração de luzinhas e pinheiro de Natal também é geralmente exibida após a celebração do bom velhinho holandês. Durante a semana darei conta de comprar uma letra com a inicial do meu presenteado(a) de Sint, preparar um poema sobre ele/ela, comprar um presente e inventar alguma surpresinha fazendo graça com ele/ela para divertir os convidados, mas a identidade do sortudo(a) só será revelada quando os presentes e surpresinhas forem abertos. Não querendo desmerecer os docinhos saborosos que Sinterklaas trouxe no lombo de seu belo equino, vou preparar uma sobremesa típica da época de frio no Brasil, uma canjica de coco para adoçar o paladar dos que nos visitarão.

As festas de Sinterklaas do modo holandês também ocorrem em outros países do norte da Europa e em cidades brasileiras com presença de imigração desses países como, por exemplo, a cidade de Holambra, no estado de São Paulo. Estive em uma celebração com um Sinterklaas muito especial, o homem por trás da barba branca é filho de um famoso Sint que esteve por muitos anos alegrando as crianças na TV. Ele tem o jeitinho calmo e encantador típico desses bons senhores que no final do ano colocam uma roupa vermelha e fazem a alegria dos pequenos. Vida longa a todos os Sint e Papais Noéis.


Tatiana Mota
Hilversum, 10/12/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A noite do meu bem, de Ruy Castro de Julio Daio Borges
02. E+ ou: O Estadão tentando ser jovem, mais uma vez de Julio Daio Borges
03. Nunca fomos tão vulgares de Julio Daio Borges
04. Apresentação: Ficção e Sociedade de Heloisa Pait
05. Apresentação - Luís Fernando Amâncio de Luís Fernando Amâncio


Mais Tatiana Mota
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




TODO RISCO, O OFÍCIO DA PAIXÃO
DAMÁRIO DACRUZ
LIVRO COM
(2012)
R$ 25,00



DIÁRIO DE UM ZUMBI DO MINECRAFT 3 - FÉRIAS DO TERROR
HOROBRINE BOOKS
SEXTANTE
(2015)
R$ 28,00
+ frete grátis



MODERNAS TÉCNICAS EMPRESARIAIS VOL. 6 TÉCNICAS DE LIDERANÇA
OSWALDO DORIA
GRAFIPAR
(1970)
R$ 8,26



O RABI DE BACHERACH
HEINRICH HEINE
HUCITEC
(1992)
R$ 10,00



MEGUILAT ESTER
BEGUM SCHMUL OSHER
LUBAVITCH
(2010)
R$ 25,00



CARTA VIVA SEM LENHA O FOGO SE APAGARÁ Nº 62
R. R. SOARES
IGREJA INTERNACIONAL DA GRAÇA DE DEUS
(2001)
R$ 3,00



COLEÇÃO OS PENSADORES: NIETZSCHE
NIETZSCHE
ABRIL CULTURAL
(1983)
R$ 20,00



TIEMPO CON SHAKESPEARE - MARIO RODRÍGUEZ ALEMÁN (EM ESPANHOL)
MARIO RODRÍGUEZ ALEMÁN
EDITORIAL LETRAS CUBANAS - CUBA
(1982)
R$ 25,00



MOISÉS
IVAN FRANKÓ
CIA BRASILEIRA ARTES GRAFICAS
(1981)
R$ 8,99



OS ENIGMAS DA SOBREVIVÊNCIA
JACQUES ALEXANDER
EDIÇÕES 70
(1977)
R$ 26,00





busca | avançada
21498 visitas/dia
708 mil/mês