Millôr e eu | Vitor Diel | Digestivo Cultural

busca | avançada
71417 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Teatro: Sesc Santo André traz O Ovo de Ouro, espetáculo com Duda Mamberti no elenco
>>> PianOrquestra fecha a temporada musical 2021 da Casa Museu Eva Klabin com o espetáculo online “Colet
>>> Primeira temporada da série feminina “Never Mind” já está completa no Youtube da Ursula Monteiro
>>> Peça em homenagem à Maria Clara Machado estreia em teatro de Cidade Dutra, na periferia de São Paulo
>>> Campanha Sonhar o Mundo traz diversificada programação elaborada pelos museus paulistas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
Últimos Posts
>>> Entre outros
>>> Entre o corpo e a alma, o tempo
>>> O tempo é imbatível
>>> Consciência
>>> A cor da tarja é de livre escolha
>>> Desigualdades
>>> Novembro está no fim...
>>> Indizível
>>> Programador - Trabalho Remoto que Paga Bem
>>> Oficinas Culturais no Fly Maria, em Campinas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Pai e Filho
>>> Solaris, o romance do pesadelo da ciência
>>> E o Doria virou político...
>>> A ABSTRATA MARGEM
>>> Salvem os jornais de Portugal
>>> Irmãos Amâncio
>>> Chris Cornell
>>> Nosso Primeiro Periscope
>>> YouTube, lá vou eu
>>> Contra os intelectuais
Mais Recentes
>>> Psicometria Genética (lacrado) de Sara Pain pela Casa do Psicologo (1995)
>>> Solidão de John T. Cacioppo, William Patrick pela Record (2011)
>>> Coaching de Relacionamentos a Dois (lacrado) de Ritah Oliveira pela Qualitymark (2017)
>>> Mitos e Realidades da Qualidade no Brasil de Marco A. Oliveira pela Nobel (1994)
>>> História Global Ensino Médio Volume Único de Gilberto Cotrim pela Saraiva (2016)
>>> Olhos de Madeira de Carlo Ginzburg pela Companhia das Letras (2001)
>>> A Formação da Professora Alfabetizadora - 6ª Ed. de Regina Leite Garcia pela Cortez (1998)
>>> Cinema Brasileiro no Século 21 de Franthiesco Ballerini pela Summus (2012)
>>> Microsoft Project 2007 Gestão e Desenvolvimento de Projetos de Maurício Moreira pela Erica (2009)
>>> O Dinheiro do Diabo (novo) de Pedro Ángel Palou pela Benvirá (2012)
>>> Fernando Pessoa - Homoerotismo Psicanálise Sublimação (lacrado) de Durval Checchinato pela Companhia de Freud (2012)
>>> Linhas de Fuga (lacrado) de Susana Scramim, Marcos Siscar, Alberto Pucheu pela Iluminuras (2016)
>>> Brandscendência - o Espirito das Marcas (lacrado) de Mario Ernesto René Schweriner pela Saraiva (2010)
>>> Fernando Pessoa - Resposta à Decadência (lacrado) de Haquira Osakabe pela Iluminuras (2013)
>>> A Practical Way to English 2 de Joseph Troster pela Não Encontrada (1982)
>>> Ética Concorrencial (lacrado) de Oscar Pilagallo pela Campus / Elsevier (2014)
>>> Viagem à Palestina - Prisão a Céu Aberto de Adriana Mabilia pela Civilização Brasileira (2013)
>>> Made in Japan: Akio Morita e a Sony de Edwin M. Reingold e Mitsuko Shimomura pela Cultura (1986)
>>> Nunca é Tarde Demais de Amy Cohen pela Best Seller (2009)
>>> O Sujeito Não Envelhece - Psicanálise e Velhice de Ângela Mucida pela Autêntica (2007)
>>> Contabilidade Introdutória de Sérgio de Iudícibus pela Atlas (1994)
>>> Perdidos por Aí (lacrado) de Adi Alsaid pela Verus (2015)
>>> The Picture in the Attic de Richard Macandrew / Cathy Lawday pela Cengage Learning (2014)
>>> Viagens de Gulliver de Jonathan Swift pela Abril Cultural (1971)
>>> Minna - Coleção Premio Nobel de Literatura de Karl Gjellerup pela Delta (1963)
COLUNAS >>> Especial Millôr Fernandes

Quinta-feira, 29/3/2012
Millôr e eu
Vitor Diel

+ de 5000 Acessos

Millôr é o autor que eu mais leio e releio. Eu leio Millôr o tempo inteiro. Foi com seus livros que entendi o real significado da expressão leitura de cabeceira.

Por isso também a perda do Millôr é pra mim uma perda pessoal, familiar.

* * *

Millôr nunca fez faculdade. Dizia ter se formado na Universidade do Méier ― bairro do subúrbio carioca que o preparou para a vida. Quando entrei no Facebook, não pensei duas vezes antes de indicar a instituição de ensino na qual estudei: Universidade do Méier ― Ensino à distância.

A comunidade da UdM chora.

* * *

Meu trabalho de conclusão na faculdade foi sobre Millôr Fernandes. Meu orientador sugeriu que eu negociasse uma entrevista com o Guru do Méier. Corri atrás e consegui o telefone do Millôr. Liguei. Caiu na secretária eletrônica:

― Fale ou fax!

Fiquei nervoso e desliguei. Jamais o entrevistei, faltou-me coragem. Orientador cobrou: você está me devendo, deixe isso para o mestrado. Conferi a agenda do celular agora: ainda tenho o telefone do Millôr, mas sem mestrado à vista.

* * *

Muita gente não sabe, mas o nome do Millôr era, originalmente, Milton: Milton Viola Fernandes. "Na certidão, expedida no dia 28 de maio de 1924, o T, aberto na parte superior, teve seu traço colocado apenas sobre a letra O, e o N ficou inconcluso ― sugerindo o nome Millôr, em vez de Milton".

Fonte: Cadernos de Literatura Brasileira: Millôr Fernandes.

* * *

Entre 2008 e 2010, eu comi, bebi e respirei Millôr Fernandes. Lembro até hoje quando abri um livro seu pela primeira vez, na biblioteca: O livro vermelho dos pensamentos de Millôr Fernandes mudou a minha vida. Com ele, aprendi que era possível fazer o que o Millôr fazia desde os anos 40: provocar reflexão afiada com graça.

Millôr foi meu mestre, professor, pai, amigo, amor. Ainda hoje, quando preciso destravar a escrita de um texto, leio Millôr. Sua obra é o óleo lubrificante do meu motor. Meu tesão, minha graça, minha paixão, minha inspiração.

No ano passado, perdi Moacyr Scliar. Agora, perco Millôr. Estou zonzo. Eu os amava e sempre os amarei. Amo suas obras e a tremenda contribuição que deram à cultura e ao povo deste País.

Millôr formou-me. Me fez alguém, fez eu me encontrar e o faz toda vez em que o leio. Nunca o conheci pessoalmente, mas, ingenuamente, sonhava acordado com esse encontro. Uma vez, disseram-me "se o encontrares, aja com naturalidade, ele não gosta de tietagem". Também me disseram que a assustadora carga de conhecimento acumulado em vida era transmitida pelo seu olhar, algo normal para quem tem mais de 5 mil livros em sua biblioteca particular ― dos quais se gabava ter lido todos.

Hoje, perdi a chance de encontrá-lo. Aqui, ao meu lado, agora, um exemplar de Millôr Fernandes ― A entrevista, e outro de Conpozissõis Imfãtis me dizem: o Millôr tá vivo! O Millôr nunca vai morrer. Chamem de desespero ou negação, mas eu sinto que o Millôr nunca vai morrer.

Porém, em 1971, ele escreveu: "Viver é desenhar sem borracha". E Millôr não vai mais desenhar. Todo mundo, um dia, para de desenhar. No fim, muitos deixam para o mundo garatujas e rabiscos insípidos, em folhas de papel reutilizadas como blocos de anotações. Outros, deixam obras. É o caso do Millôr. Seus rabiscos mudaram vidas. A minha, pelo menos, mudou.


Vitor Diel
Porto Alegre, 29/3/2012


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Cidade surreal de Elisa Andrade Buzzo
02. Estrangeirismos, empréstimos ou neocolonialismo? de Marcelo Spalding
03. Um brasileiro no Uzbequistão (I) de Arcano9


Mais Vitor Diel
Mais Especial Millôr Fernandes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Java Magazine - o Avanço do Springframework
Varios Autores
Devmedia



Seara Vermelha
Jorge Amado
Martins



Os Gêmeos Corintianos
Anna Flora
Ática
(1998)



Os Meus 40 Anos de Observatório Nacional
Odílio Ferreira Brandão
Mast
(1999)



Descobrindo o Mundo dos Dinossauros Vol. 1 - Tyrannosaurus Rex
José Cuerda
Salvat
(2000)



Sinopses Juridicas Direito Ambiental
Maria Do Socorro Freire, Francisco^ M.
Vida Livros
(2014)



História para o Ensino Médio: Volume único
Cláudio Vicentino
Scipione
(2001)



Construir o Homem e o Mundo
Michel Quoist
Duas cidades
(1960)



A Palavra da Vida Nº134
Pedro Lima Vasconcellos e Rafael R. da Silva
Centro de Estudos Bíblicos
(1999)



Os Três Mosqueteiros - Reencontro Infantil
Alexandre Dumas
Scipione
(2014)





busca | avançada
71417 visitas/dia
1,9 milhão/mês