A história do amor | Rafael Rodrigues | Digestivo Cultural

busca | avançada
39766 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
>>> O espelho quebrado da aurora, poemas de Tito Leite
Colunistas
Últimos Posts
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> El sueño de la razón
>>> Machado de Assis dos folhetins ao Orkut
>>> Super Campeões, trocas culturais de Brasil e Japão
>>> Daumier, um caricaturista contra o poder
>>> Daumier, um caricaturista contra o poder
>>> Curtas e Grossas
>>> Ribamar, de José Castello
>>> Whoopee
>>> Caso Richthofen: uma história de amor
>>> Os Romances de Mainardi
Mais Recentes
>>> A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak pela Íntriseca (2013)
>>> O anjo do Adeus de Ignacio de Loyola Brandão pela Global (1995)
>>> Iniciação ao Direito do Trabalho de Amauri Mascaro Nascimento pela LTr (2005)
>>> O verde Violentou o Muro de Ignacio de Loyola Brandão pela Global (1984)
>>> o Dia em Que Comeram o Ministro de Fausto Wolff pela Codecri/ RJ. (1982)
>>> o Dia em Que Comeram o Ministro de Fausto Wolff pela Codecri/ RJ. (1984)
>>> Nancy Maria Mendes de Apesar do Tempo... pela Scriptum/ Belo Horiznte
>>> Recados da Lua - Amor e Romantismo de Helena Jobim pela Record/ RJ. (2001)
>>> Inovação -A Arte de Steve Jobs de Carmine Gallo pela Lua de Papel (2010)
>>> Machado de Assis de Augusto Meyer pela Globo/ Porto Alegre (1935)
>>> Os Putos de Altino Total pela Livr. Sá daCosta/ Lisboa (1980)
>>> Vinte E Quatro Horas na Vida de uma Mulher e outras Novelas de Stefan Zweig pela Record/ RJ. (1999)
>>> Empresas de ComércioInternacional: Organização e Operacionalidade de Dalton Daemon pela Edit. da FURBE (1993)
>>> Princípios e procedimentos notariais de Odelmir Bilhalva Teixeira pela Russell (2009)
>>> Elogio da Loucura de Erasmo de Roterdam pela Ediouro/ RJ.
>>> Os Possessos 2 Volumes de Dostoiewsky pela Livraria Progredior Porto
>>> Em Busca da Arca de Noé de Dave Balsiger Charles E. Sellier Jr pela Record (1976)
>>> Noite de Erico Verissimo pela Globo (1954)
>>> O Discípulo de Paulo Bourget pela Irmãos Pongetti (1944)
>>> O mito da neutralidade científica de Hilton japiassu pela Imago (1975)
>>> Curso de direito civil brasileiro 7 volume responsabilidade civil de Maria helena diniz pela Saraiva (2001)
>>> Patrícia Bins de Janela do Sonho pela Nova Fronteira/ RJ. (1986)
>>> Introdução ao estudo do direito de Tercio sampaio ferraz jr pela Atlas (1994)
>>> Themen 2- Lehrwerk Für Deustsch als Fremdsprache - Kursbuch de Hartmut Auderstrabe/ Heikop Bock/ Helmut Müller pela Max Huber/ EPU (1993)
>>> Organon da arte de curar de Samuel hahnemann pela Ihfl (1995)
>>> Noite na taverna de Alvares de azevedo pela Klick
>>> Mini) Reforma Tributária: Reflexões Sobre a Lei N. 10. 637/2002 (... de Fábio Junqueira de Carvalho (...) Coord. pela Mandamentos (2003)
>>> Vademecum do direito de família e sucessões de Márcia Cristina Ananias Neves pela Jurídica brasileira (2006)
>>> Guida Allo Studio Della Linguistica Storica (i) Profilo Storico... de Benvenuto Terracini pela EdizioneDell Ateneo/ Roma (1948)
>>> Curso de direito civil brasileiro 5 volume direito da família de Maria helena diniz pela Saraiva (2000)
>>> Escola, Estado e sociedade de Bárbara freitag pela Corte (1979)
>>> Las Lenguas y los Pueblos Indoeuropeos - Con Mapas En Colores de P. Kretschmer y B. Hrozný pela Madrid (1934)
>>> La Parola Quale Mezzo D Espressione de Vittorio Bertoldi pela Raffaele Pironte & Figli/ Ital (1946)
>>> Archivio Glottologico Italiano (vol. X L - Fascícolo I) de Benvenuto Terracini/ Bruno Migliorini...Diretto pela Casa Editrice Felice Mounier/ Firenze (1955)
>>> Archivio Glottologico Italiano (vol. X L - Fascícolo I I) de Benvenuto Terracini/ Bruno Migliorini: Diretto pela Casa Editrice Felice Mounier/ Firenze (1955)
>>> O Abismal de Maria Helena Nóvoa pela Melhoramentos/ Bienal Nestlé (1986)
>>> Prática dos registros públicos de Ozeias J. Santos pela Fapi (2007)
>>> Fordlândia de Eduardo Sguiglia pela Iluminuras (1997)
>>> Não Verás Nenum País Como Este: Um Relato Cronlógico da Violência e do Arbítrio - A Censura, As Negociatas, a Corrupção Impune de Sebastião Pereira da Costa pela Record/ RJ. (1992)
>>> Novo Código civil explicado e aplicado ao processo 2 volumes de Wilson Gianulo pela Jurídica brasileira (2006)
>>> Novo dicionário de economia de Organização; Paulo Sandroni pela Best Seller (1998)
>>> Um Velho Velhaco e Seu Neto Bundão de Lourenço Cazarré pela Atual/ Sp. (1993)
>>> A Vingança do Timão de Carlos Moraes pela Brasiliense/ SP (1982)
>>> Um Herege Vai ao Paraíso: Cosmologia de um Ex- Colono Condenado P/ Inquisição (1680-1744) de Plínio Freire Gomes pela Companhia das Letras/SP. (1997)
>>> Sociedade pós-capitalista de Peter Drucker pela Pioneira (1999)
>>> Um Chute na Rotina: os Quatro Papéis Essenciais do Processo Criativo de Roger Von Oech/ Ilustr. C. Scatamacchia pela Cultura Editores Associados (1998)
>>> Um Toc na Cuca: Técnicas para quem quer Ter Mais Criatividade na Vida de Roger Von Oech/ Ilustr. C. Scatamacchia pela Cultura Ed. Associados (1990)
>>> A filosofia na obra de Machado de Assis de Miguel Reale pela Pioneira (1982)
>>> La Rose du Peuple - La poésie de Carlos Drummond de Andrade de Dionysio Toledo- Wander Mello de Miranda- Celso Libânio (orgs.) pela Ufmg (2019)
>>> Cristianismo e Espiritismo de Léon Denis pela Feb (1994)
COLUNAS

Segunda-feira, 24/7/2006
A história do amor
Rafael Rodrigues

+ de 16900 Acessos
+ 2 Comentário(s)


Ilustra by Tartaruga Feliz

É interessante como nas artes, uma obra leva à outra. Na música é assim, quando ouvimos um grupo ou cantor(a) e procuramos saber quais foram suas influências. Ou no cinema, quando gostamos muito de um filme e procuramos saber quem foi o diretor, o roteirista, para poder assistir uma outra filmagem escrita ou dirigida por aqueles tais.

Na literatura isso também acontece. Sempre que posso, pesquiso autores citados pelo escritor do livro que estou lendo no momento. No caso de A história do amor (Companhia das Letras, 2006, 320 págs.), da americana Nicole Krauss, o que atiçou minha curiosidade foi o fato de ela ser esposa do também americano e escritor Jonathan Safran Foer, autor de Tudo se ilumina (Rocco, 2005, 368 págs), um excelente livro.

Depois de tê-lo lido, pensei: por que não ler também A história do amor? Não vi ninguém falando dele, mas fui no site da Companhia das Letras, li a sinopse, achei interessante, consegui o exemplar e pronto: lá estava eu, lendo o romance.

No começo a narrativa me pareceu um tanto quanto estranha. Mas depois de algumas páginas, a leitura prosseguiu sem nenhum obstáculo. Muito pelo contrário: à medida que ia avançando nas páginas, eu queria ler mais e mais, e ficava aborrecido quando precisava interromper a leitura por algum motivo. Mas enfim, vamos ao romance.

A história do amor é narrado por diferentes personagens que têm seus caminhos ligados, direta ou indiretamente, por um livro chamado justamente... A história do amor.

Ele foi escrito por Leopold Gursky, um jovem polonês de vinte anos de idade, como forma de declaração de amor à sua musa inspiradora, o amor de sua vida: Alma Meremski, com quem teve um curto relacionamento. Leopold precisou deixar a Polônia às pressas, devido aos nazistas estarem invadindo o país e dizimando os judeus (ele é um). Antes, deixou seu manuscrito aos cuidados de um amigo.

É Leopold Gursky (agora Leo Gursky) sessenta anos mais velho que inicia o romance de Nicole Krauss: "Quando escreverem meu obituário. Amanhã. Ou no dia seguinte. Vai estar escrito: 'Leo Gursky deixou um apartamento cheio de m...'".

Constantemente preocupado com sua morte, o velho e solitário polonês, que agora vive em Nova York, faz de tudo para chamar a atenção das pessoas aonde quer que vá: "Faço de tudo para ser visto. Às vezes, quando estou na rua, compro um suco mesmo sem estar com sede. Se a loja estiver cheia, sou capaz de derramar meus trocados no chão, espalhando os centavos por todo lado. E me ponho de joelhos. Ajoelhar. É para mim um grande esforço, e me erguer, um esforço ainda maior. E no entanto. Talvez eu pareça um idiota".

Além disso, ele carrega consigo uma ficha com os dizeres: "Meu nome é Leo Gursky não tenho família por favor ligue para o cemitério Pinelawn tenho um terreno lá na parte judaica obrigado pela consideração".

Outra narradora do romance é a jovem americana Alma Singer. "Quando nasci, minha mãe escolheu meu nome em homenagem a todas as garotas de um livro que meu pai havia dado (sic) a ela, intitulado A história do amor".

Alma é uma garota introspectiva e muito curiosa. Em diversos trechos ela diz estar pesquisando algo ou ter feito uma pesquisa no Google. Ela tem quinze anos e vive com sua mãe, uma tradutora de livros, e seu irmão mais novo, apelidado de Bird. Seu pai falecera há cerca de oito anos, e sua mãe não superou o fato, apesar de aparentemente levar uma vida normal. Mas Alma sabe que, no fundo, sua mãe não está bem e tenta conseguir alguém para lhe fazer companhia e, quem sabe, minimizar a tristeza que a acompanha desde a morte do marido. Por coincidência, um editor europeu envia uma carta à Charlotte, mãe de Alma, propondo-lhe o seguinte trabalho: traduzir um livro de um "escritor pouco conhecido, Zvi Litvinoff, que fugiu da Polônia para o Chile em 1941 e cujo único trabalho publicado, escrito em Espanhol, se chama A história do amor".

Alma lê a carta e tem a idéia de respondê-la como sendo sua mãe, "no final da carta eu acrescentaria alguma coisa no sentido de minha mãe ser solteira." O que ela realmente faz, mas sem sucesso.

Curiosa que é, Alma passa a ler os capítulos de A história do amor, à medida que sua mãe os vai traduzindo. E inicia uma busca incessante pela mulher que "lhe deu" o nome.

Há uma terceira voz narrativa no livro, que pode ser o narrador onisciente (o que tudo sabe, tudo vê e pouco - ou nada - interfere) ou um crítico literário escrevendo sobre Zvi Litvinoff. Sua função (da voz) é de, aos poucos, esclarecer como o manuscrito, escrito por Leo Gursky sessenta anos antes, foi publicado por um escritor de mesma nacionalidade, anos depois, no Chile.

As tramas paralelas ainda contam com o primeiro beijo de Alma, o filho que Leo Gursky tem, mas nunca teve coragem de assumir, e as interessantes e engraçadas aventuras de Bird, que é o responsável pelo encontro de Alma e Leo no desfecho do livro.

Nicole Krauss ainda encontra espaço para citar Jorge Luis Borges e Julio Cortázar em seu romance. Admiradora da literatura latino-americana, ela declarou em uma entrevista a um site americano, que leu Budapeste, de Chico Buarque, e iria reler, de tão bom que achou. (Pra quem não gostou do romance do Chico, como eu, não julguem a moça por esse deslize...).

A história do amor é muito bem escrito, sem explicações ou reviravoltas mirabolantes. Cada voz narrativa tem sua própria linguagem, seu próprio "jeito de falar". O que dá uma maior autenticidade aos escritos.

Nicole Krauss é uma das convidadas da FLIP (Festa Literária Internacional de Parati), que acontece em agosto, e virá acompanhada do marido, que também é um dos convidados.

Aliás, o primeiro romance de Jonathan, Tudo se ilumina, tem uma estrutura bem parecida com a de A história do amor, com mais de uma voz narrando o livro, além de ter como pano de fundo os terrores provocados pelos nazistas (tema explorado "mais a fundo" por Jonathan).

E aí fica a pergunta: será que Tudo se ilumina é o A história do amor de Nicole e Jonathan? Será que foi o romance dele que os "ligou"? Quem for à FLIP, faça essa "pergunta-de-tiete" a um dos dois, por favor. Eu agradeço.

Nota do Editor
Rafael Rodrigues é estudante de Letras e também publica no blog Entretantos.

Para ir além






Rafael Rodrigues
Feira de Santana, 24/7/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A fotografia é um produto ou um serviço? de Fabio Gomes
02. Casa Arrumada de Ricardo de Mattos
03. Notas confessionais de um angustiado (III) de Cassionei Niches Petry
04. Regras de civilidade (ou de civilização) de Julio Daio Borges
05. Guimarães Rosa: um baiano de sangue de Ivan Bilheiro


Mais Rafael Rodrigues
Mais Acessadas de Rafael Rodrigues em 2006
01. A história do amor - 24/7/2006
02. Livro dos Homens - 7/8/2006
03. O soldado absoluto - 18/9/2006
04. O encontro marcado: 50 anos - 16/10/2006
05. Carta de um jovem contestador - 9/5/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/7/2006
15h17min
Nao li o livro da esposa. Mas pela sua descricao me parece que ela aderiu ao movimento de Princeton na literatura americana, com a ideia de personagens que revivem a historia de seus antepassados em um presente pos-moderno, sem referencias... A linguagem e os personagens costumam refletir isso... Por isso, acho mais plausivel que os livros sejam primos um do outro, e nao alguma respsota cuidadosa e trabalhada de um para outro... Eu prefiro o nosso casal de autores, que tiveram uma belissima historia de amor: Jorge Amado e Zelia Gattai. Dois autores muito bons por sinal.
[Leia outros Comentários de Ram]
13/9/2006
11h39min
O Safran Foer também gostou do Budapeste, aliás. hehe
[Leia outros Comentários de Jonas]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS SEGREDOS DOS HOMENS
KEN DRUCK E JAMES SIMMONS
SARAIVA
(1989)
R$ 10,00



A TUMBA DA FAMÍLIA DE JESUS
SIMCHA JACOBOVICI E CHARLES PELLEGRINO
PLANETA
(2007)
R$ 12,00



EL OJO DEL TIGRE
WILBUR SMITH
EMECE
(1975)
R$ 7,50



OS JOGOS NO ENSINO DE CONCEITOS DE GEOMETRIA
LÚCIA HELENA SOARES DE OLIVEIRA UND PATRÍCIA SÁNCHEZ LIZARDI
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



O ROCHEDO DOS AMANTES (ESPÍRITO ANTÔNIO CARLOS)
VERA LÚCIA MARINZECK DE CARVALHO
LÚMEN
(1995)
R$ 10,00



O LUSTRE CLARICE LISPECTOR
CLARICE LISPECTOR
EDIÇÕES DE OURO
R$ 6,90



A MAIS EFICAZ DAS ORGANIZAÇÕES
ROBERT WATSON / BEN BROWN
VIDA
(2003)
R$ 10,00



CLEÓPATRA - A HISTÓRIA DE UMA RAINHA
EMIL LUDWING
OUTROS
(1943)
R$ 8,64



FAZENDO O QUE IMPORTA
JAMES M. KILTS
CULTRIX
(2009)
R$ 23,90



HOLDINGS E JOINT VENTURES
RASMUSSEN
ADUANEIRAS
(1988)
R$ 21,82





busca | avançada
39766 visitas/dia
1,0 milhão/mês