Livro dos Homens | Rafael Rodrigues | Digestivo Cultural

busca | avançada
48473 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Namíbia, Não! curtíssima temporada no Sesc Bom Retiro
>>> Ceumar no Sesc Bom Retiro
>>> Mestrinho no Sesc Bom Retiro
>>> Edições Sesc promove bate-papo com Willi Bolle sobre o livro Boca do Amazonas no Sesc Pinheiros
>>> SÁBADO É DIA DE AULÃO GRATUITO DE GINÁSTICA DA SMART FIT NO GRAND PLAZA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Compreender para entender
>>> Para meditar
>>> O que há de errado
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
>>> A relação entre Barbie e Stanley Kubrick
>>> Um canhão? Ou é meu coração? Casablanca 80 anos
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
>>> Alma nordestina, admirável gênio
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Fantasmas do antigo Recife
>>> Luther King sobre os fracos
>>> O centenário do Castor
>>> O comercial do Obama
>>> Por que Dilma tem de sair agora
>>> Mininas no Canto Madalena
>>> Quase cinquenta
>>> Bate-papo com Odir Cunha
>>> Entrevista com Sérgio Rodrigues
>>> Leblon
Mais Recentes
>>> Eu Fico Loko -As Desventuras de Um Adolescente Nada Convencional de Christian Figueiredo de Caldas pela Novas Páginas (2015)
>>> Teoria Geral do Direito e Marxismo de Evguiéni B. Pachukanis pela Boitempo (2017)
>>> O Caso dos Dez Negrinhos de Agatha Christie pela Abril Cultural (1981)
>>> A Revolução Russa de 1917 de Marc Ferro pela Perspectiva (1974)
>>> A Questão Urbana de Manuel Castells pela Paz e Terra (1983)
>>> Esquerdismo Doença Infantil do Comunismo de V. I. Lenin pela Expressão Popular (2014)
>>> Crônicas de Nuestra América de Augusto Boal pela Codecri (1977)
>>> A Desumanização da Arte de José Ortega y Gasset pela Cortez (1991)
>>> Homens Em Tempos Sombrios de Hannah Arendt pela Companhia De Bolso (2013)
>>> A Música do Tempo Infinito de Tales A. M .Ab'Sáber pela Cosac & Naify (2012)
>>> Poesia e Filosofia de Antonio Cicero pela Civilização Brasileira (2012)
>>> A Estrada da Noite de Joe Hill pela Sextante (2007)
>>> O ornamento da massa de Siegfried Kracauer pela Cosac & Naify (2009)
>>> O Horror Econômico de Viviane Forrester pela Unesp (1997)
>>> Merleau-ponty e a Educação de Marina Marcondes Machado pela Autentica (2010)
>>> Revoluções de Michael Lowy pela Boitempo (2009)
>>> O Anticristo de Friedrich Nietzsche pela Lpm pocket (2008)
>>> E no Final a Morte de Agatha Christie pela Lpm pocket (2010)
>>> Estetica da Emergencia de Reinaldo Laddaga; Magda Lopes pela Martins Fontes (2012)
>>> Pós-produção: Como a Arte Reprograma o Mundo Contemporâneo de Nicolas Bourriaud pela Martins Fontes (2009)
>>> A saga da família Klabin-Lafer de Ronaldo Costa Couto pela Klabin (2020)
>>> Tudo Pelo Amor Dele de Sandie Jones pela Única (2019)
>>> Um Encontro de Sombras de V E Schwab pela Record (2017)
>>> O Vilarejo de Raphael Montes pela Suma das Letras (2015)
>>> Dança da Escuridão de Marcus Barcelos pela Faro (2016)
COLUNAS

Segunda-feira, 7/8/2006
Livro dos Homens
Rafael Rodrigues
+ de 15000 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Você está em uma grande livraria, prestigiando o lançamento do novo livro de um amigo. É uma manhã de sábado, e a movimentação de pessoas na livraria é grande.

É necessário dizer que você é um leitor compulsivo e, se fosse possível, leria e compraria ao menos um livro por semana. No seu quarto, os livros estão amontoados, quase sem ter mais lugar. A proporção de livros lidos versus a de livros comprados, folheados e não-lidos, é de 40% a 60%. Sua vontade é ler todos os livros do mundo, coisa que jamais fará, sabe disso, mas finge não saber. E, mesmo com tantos títulos para ler, você continua a comprar e comprar.

Justamente por isso você passeia pelas estantes da livraria em busca de um bom título por um preço justo. Afinal, a situação não está pra brincadeira, e a sua grana anda curta. Lembrando que você tem uma lista de prioridades devidamente arquivada num arquivo de texto no seu computador e, de memória, procura alguns deles, porque você saiu às pressas, como sempre faz, e esqueceu de anotar o nome dos livros em uma folha de papel.

Metido a alternativo, só encontra dois livros da tal lista, da qual você lembrou de alguns poucos títulos, pois sua memória não é das melhores. Um deles está caro demais. O outro já está em suas mãos, pois só há um exemplar na estante e você não pode perdê-lo.

Mas você não quer levar apenas um livro. Ao menos dois, até para poder parcelar no cartão de crédito. A desculpa é sempre essa. E assim você sempre dá um jeito de "levar mais uma coisinha". Seus olhos percorrem, famintos, as prateleiras. Você vai pra um lado, vai para o outro, pega um livro, pega outro, mas nada ainda lhe fisgou.

É quando seus olhos se deparam com um de capa vermelha, com o título e o nome do autor em letras pretas e brancas, respectivamente. Ora. Vermelho, preto e branco. As cores do seu time do coração, que só pode ser o São Paulo Futebol Clube.

Trata-se de Livro dos Homens (CosacNaify, 2005, 176 págs.), de Ronaldo Correia de Brito. Você o retira da prateleira e percebe que se trata de mais uma belíssima edição da editora CosacNaify. Na contra-capa está escrito:

"A justiça de Deus tarda, mas não falha. A dos homens tarda e falha. Com firmeza e coragem, ela podia ser apressada. O nome de Oliveira estava registrado no livro dos homens, na paróquia onde foi batizado. Honrasse o livro ou nunca mais voltasse para casa".

Você se interessa em saber mais sobre o livro e parte para ler a orelha dele.

A seguinte frase lhe deixa de boca aberta: "Posso afirmar sem erro que este é um dos livros mais importantes de que tenho notícia nesses últimos anos".

Quem afirma isso é Marco Lucchesi, de quem você já ouviu falar - e muito bem. Aliás, fica sabendo, também pela orelha (do livro), que o autor tem outro volume de contos bastante elogiado. Trata-se de Faca, publicado em 2003 pela mesma editora.

E então você resolve comprá-lo. Não sem antes pedir a opinião do seu amigo escritor que está lançando um livro. Ele recomenda sem pestanejar.

Dois meses depois - porque você tem muitas leituras acumuladas, lembra? - você inicia a lê-lo. Gosta muito dos contos, que são lidos rapidamente. O quarto conto, em especial, ficará marcado em sua memória.

"Brincar com veneno" é o título dele e, na sua opinião, é o melhor conto que já leu.

Depois de algum tempo, você termina de ler o livro. Está surpreso e contente por ler uma obra tão boa. Por ser um aspirante a escritor e por colaborar com alguns sites literários, pensa em fazer uma resenha sobre Livro dos Homens e entrevistar seu autor, para publicar em algum deles.

É possível que consiga.

* * *


Chove na maioria dos contos de Livro dos Homens. E neles, alguém morre ou está prestes a. Mas não é ela - a morte - o assunto principal dos contos de Ronaldo Correia de Brito.

O assunto principal, dois, na verdade, são os homens e suas histórias. É o corpo de um homem (morto) encontrado às margens do rio Jaguaribe e que faz a população de uma cidade inventar para ele uma vida heróica, atribuindo-lhe até realização de milagres; é a espera de dona Eufrásia Mendes pelo marido, que se encontra resolvendo pendências com "o que veio de longe"; é a perseverança de Maria Antônia, que parte em busca de sua avó a pedido de seu pai recém-falecido e acaba resultando na doença seguida de morte ou recuperação milagrosa do marido, o leitor decide.

Todos os contos têm a mesma qualidade: excelentes. Podem dizer que a literatura de Ronaldo Correia de Brito é regional, mas não é. Muito pelo contrário. Sua literatura é universal. Suas histórias podem acontecer em qualquer lugar, com qualquer um.

"Brincar com veneno", merece uma menção honrosa, mas não resumirei sua história. Digo apenas que é um conto belíssimo, de qualidade ímpar. Merece ser lido e relido, sempre, como todos os outros contos de Livro dos Homens.

* * *


* O amigo em questão é Mayrant Gallo, escritor baiano, que na ocasião lançava seu livro Dizer adeus, de contos, pela Edições K.. Mayrant Gallo tem publicado O inédito de Kafka, também de contos, pela CosacNaify, além de outros livros de contos e poesias.

** Livro dos Homens foi recentemente listado entre os 30 livros mais citados pelo Júri Inicial do Prêmio Portugal Telecom de Literatura Brasileira.

*** Texto publicado originalmente (em uma versão mais curta) no site Argumento.

Nota do Editor
Rafael Rodrigues é estudante de Letras e também publica no blog Entretantos.

Para ir além






Rafael Rodrigues
Feira de Santana, 7/8/2006

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Fui assaltado de Julio Daio Borges


Mais Rafael Rodrigues
Mais Acessadas de Rafael Rodrigues em 2006
01. A história do amor - 24/7/2006
02. Livro dos Homens - 7/8/2006
03. O soldado absoluto - 18/9/2006
04. O encontro marcado: 50 anos - 16/10/2006
05. Carta de um jovem contestador - 9/5/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
7/8/2006
02h53min
Muito bom, Rafael. Você acabou escrevendo um pequeno conto sobre todos nós, ratos de biblioteca (ou livrarias). Não foi você quem comentou que os livros nos escolhem? Quero dizer, os livros que lemos. Nada mais certo. É assim mesmo. Ótimo texto.
[Leia outros Comentários de Guga Schultze]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Mens Sana: a Angústia do Homem Em Busca da Felicidade / Vol 3
Albino Aresi / Capa Dura
Mens Sana
(1984)



Livro - O Encouraçado Potemkin
Folha de São Paulo
Moderna
(2011)



Novelas - Concursos Literários do Piauí
Sergio Batista e Outros
Publique
(2005)



O Pirata eletrônico e o Samurai
Jeff Goodell
Campus
(1996)



A Lenda do Muri- Keko
Marcos Bagno
Sm
(2005)



Senhora Rezadeira
Denise Rochael
Cortez
(2004)



A Camada de Ozonio
M. Bright
Melhoramentos
(2000)



Descubra Seu Corpo
Nigel Nélson
Impala
(1996)



O Patinho Feio
Vários Autores
Ftd
(1996)



O Fio do Destino (1991)
Zibia Gasparetto
Vida e Consciencia
(1991)





busca | avançada
48473 visitas/dia
1,4 milhão/mês