Uma nova forma de captação para projetos culturais | Marcelo Spalding | Digestivo Cultural

busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 3/8/2012
Uma nova forma de captação para projetos culturais
Marcelo Spalding

+ de 3600 Acessos

Ser artista é escrever, pintar, fotografar, desenhar, esculpir, cantar, tocar, atuar, filmar. Ser artista é fazer arte. Mas não só.

Todo artista, pelo menos no começo de sua carreira, depois de concluir seu processo de criação precisou ir além dele para divulgar, distribuir, viabilizar sua arte. Um músico sonha em gravar seu disco (ainda), um escritor em lançar seu livro, um artista em expor em galerias conhecidas. E todos eles deparam-se com o mesmo e grande problema: a captação de recursos.

Dedé Ribeiro, produtora cultural com pós-graduação na Sorbonne, diretora da Liga Produtora e professora de produção cultural no Rio Grande do Sul, afirma que a produção cultural mudou drasticamente nos últimos 20 anos por duas razões: a econômica e a tecnológica. Por um lado, o poder aquisitivo da população melhorou, surgiram mecanismos de incentivo, como leis federais, estaduais e municipais, e o próprio público paulatinamente vem crescendo. Por outro, a internet encurtou as distâncias e facilitou o contato entre as partes envolvidas.

Hoje, realmente, temos no Brasil a famosa Lei Rouanet e diversos editais que gravitam em torno dela, como o Petrobras Cultural e o Natura Cultural. Em muitos Estados, como o Rio Grande do Sul, temos Leis de Incentivo à Cultura, também funcionando pela renúncia fiscal de grandes empresas. E há ainda os Fundos Pro-Cultura, como o FUMPROARTE, de Porto Alegre, que funcionam como uma espécie de premiação.

Entretanto, apesar de relativamente recentes, todas essas alternativas já são bem conhecidas do mercado cultural e estão, em sua grande maioria, saturadas pelas demandas de instituições sólidas e organizadas para receber estes recursos, como prefeituras com suas feiras ou festas, catedrais com suas restaurações, associação de amigos de teatros, bibliotecas, palcos. Sem contar, é claro, na demanda dos grandes artistas, de rostos conhecidos do grande público e da mídia, que lutam pelo mesmo dinheiro.

Por isso é tão comum a queixa de artistas sobre a relativa facilidade para aprovar o projeto numa lei de incentivo, em especial a Lei Rouanet, mas a enorme dificuldade em captar os recursos financeiros necessários depois junto às grandes empresas que podem fazer essa renúncia fiscal.

Aos artistas locais ou iniciantes restam, então, poucas alternativas. Os Fundos Pró-Cultura municipais ainda são a melhor delas, mas aqui gostaria de mencionar uma outra possibilidade que tem se mostrado eficiente em muitos casos e pode ser fundamental como ponto de partida para um projeto cultural: o financiamento colaborativo.

Os sites de financiamento colaborativo são uma espécie de vaquinha da era digital: você envia um projeto para o curador do site avaliar se está dentro de sua política. Sendo aprovado, o projeto vai para o site e as pessoas podem contribuir com seu projeto. Caso o valor total seja atingido, o site repassa o valor integral ao artista, descontando sua comissão; caso o valor não seja atingido, o site devolve aos colaboradores.

Vale salientar que apesar de usar o termo "financiamento", trata-se, na verdade, de uma doação, pois o artista precisará dar apenas a contrapartida mencionada no projeto, mas não pagar pelo valor arrecadado. É, de certa forma, o milenar mecenato, mas agora pulverizado, com várias pessoas contribuindo com um pouco de dinheiro.

Os fotógrafos Ânderson Astor e Marcelo Cury utilizaram-se de um desses sites, o Catarse, para arrecadar os recursos necessários para a produção do projeto de fotografia Caminhos da Praia. O objetivo da dupla era atravessar o vasto litoral gaúcho a pé, no inverno, fotografando as etapas da viagem. Para tanto, precisavam de pouco mais de R$ 5 mil. Conseguiram R$ 6.400,00 em 45 dias.

Ânderson conta que cerca de metade dos colaboradores eram seus conhecidos (amigos e familiares), mas que a outra metade era composta por pessoas que eles jamais haviam visto e atribuem isso à divulgação pelas redes sociais e à qualidade do projeto: "fundamental nesse aspecto é que haja uma contrapartida para os colaboradores, que no caso do Caminhos da Praia era uma cópia fotográfica impressa e assinada, com tamanho e qualidade de impressão de acordo com o valor da contribuição", afirma.

Outro projeto totalmente financiado por este tipo de plataforma e que tem chamado a atenção aqui no RS é o novo CD de Vitor Ramil, Foi no mês que vem. O período de captação ainda nem encerrou e já foram arrecadados quase R$ 70 mil reais, mais do que os R$ 60 mil necessários para a produção do CD. Para sensibilizar os apoiadores, a produção do músico dividiu a contribuição em faixas que vão de R$ 10,00 a R$ 2 mil, variando a contrapartida de acordo com a faixa de valor.

Quem contribui com R$ 20,00, por exemplo, tem direito a download do álbum duplo Foi no mês que vem antes do seu lançamento e acesso a vídeos das sessões de gravação na internet. Já quem contribui com R$ 100,00 tem direito a um songbook autografado de Vitor Ramil com 60 músicas, o álbum duplo Foi no mês que vem autografado, download do álbum duplo Foi no mês que vem antes do seu lançamento e acesso a vídeos das sessões de gravação na internet. E quem contribui com R$ 2 mil leva uma gravura original que deu origem à capa do disco, 5 unidades do álbum duplo Foi no mês que vem, camiseta, songbook autografado de Vitor Ramil com 60 músicas, download do álbum antes do seu lançamento e acesso a vídeos das sessões de gravação na internet.

Dedé Ribeiro diverte-se ao lembrar que ainda nos anos 80 utilizou-se de uma estratégia parecida para a produção daqueles que seriam alguns dos primeiros discos independentes do Rio Grande do Sul: a emissão de bônus. A fim de produzir os discos de músicos como Nei Lisboa e de Nelson Coelho de Castro, eram vendidos bônus com a promessa de entrega do LP assim que este ficasse pronto, e com o dinheiro arrecadado era feita a produção. O bônus que ajudou Nei Lisboa a lançar seu primeiro disco é lembrado até hoje pelo inventivo nome de "neilisbônus": "antes tínhamos que ficar em volta apenas das pessoas que conhecíamos", lembra Dedé, que se entusiasma com as possibilidades que a internet traz para esse tipo de negócio.

Evidentemente não é nada fácil bancar a produção de um longa-metragem ou uma turnê pela Europa com esse tipo de financiamento, e pelo bem da verdade a maioria dos projetos publicados nos sites não atinge o valor necessário. Tais plataformas, entretanto, têm se mostrado uma alternativa viável para o ponto de partida de um artista (não por acaso o maior site norte-americano de financiamento para projetos criativos chama-se KickStarter). E assim vai se fazendo, produzindo e viabilizando arte de forma independente, sem a ajuda dos governos ou das empresas, mas com o carinho e o entusiasmo dos amigos.



Marcelo Spalding
Porto Alegre, 3/8/2012


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Entrevista com o poeta mineiro Carlos Ávila de Jardel Dias Cavalcanti
02. Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto de Jardel Dias Cavalcanti
03. 'Hysteria' Revisitada de Duanne Ribeiro
04. Aqui sempre alguém morou de Elisa Andrade Buzzo
05. A futebolização da política de Luís Fernando Amâncio


Mais Marcelo Spalding
Mais Acessadas de Marcelo Spalding em 2012
01. Figuras de linguagem e a escrita criativa - 21/12/2012
02. Capacidade de expressão X capacidade linguística - 30/3/2012
03. O centenário de Contos Gauchescos - 17/2/2012
04. Literatura, Interação e Interatividade - 24/8/2012
05. 3 dicas para a escrita criativa - 12/10/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O JOGO DO RESGATE VOLUME 78 COL. CAMINHO POLICIAL
HOWARD ENGEL
CAMINHO
(1988)
R$ 28,00



O CHARME DOS BANHEIROS
LILIAN DO AMARAL VIEIRA ORG.
MELHORAMENTOS
(2006)
R$ 39,66
+ frete grátis



A POLAQUINHA E PÃO E SANGUE
DALTON TREVISAN
CIRCULO DO LIVRO
R$ 10,00



COMO SE TORNAR UM LÍDER SERVIDOR
JAMES C. HUNTER
SEXTANTE
(2006)
R$ 10,00



EURICO O PRESBÍTERO
HERCULANO
DIFEL
(1965)
R$ 16,07



HOMENS GOSTAM DE MULHERES QUE GOSTAM DE SI MESMAS
STEVEN CARTER - JULIA SOKOL
SEXTANTE
(2008)
R$ 7,80



EM BUSCA DAS COORDENADAS - A DESCOBERTA DAS COORDENADAS
ERNESTO ROSA NETO
ATICA
(2001)
R$ 9,90



PERIGOSO DEMAIS
S. C. STEPHENS
VALENTINA
(2015)
R$ 20,00



MARCAS DO CAMINHO
FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER
ANDRÉ LUIS
(1994)
R$ 5,90



LA SCULPTURE GRECQUE CLASSIQUE
JEAN CHARBONNEAUX
MEDIATIONS
(1964)
R$ 25,28





busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês