O Amor é Sexualmente Transmissível | Isabella Ypiranga Monteiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
44867 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Segunda-feira, 13/5/2013
O Amor é Sexualmente Transmissível
Isabella Ypiranga Monteiro

+ de 7600 Acessos

Marçal Aquino não poderia ter escolhido melhores palavras para dar início à história arrebatadora do casal de amantes Lavínia e Cauby. O título do primeiro capítulo de Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios (Companhia das Letras, 2005), romance adaptado para o cinema no ano passado pelos diretores Beto Brant e Renato Ciasca, sintetiza com precisão a essência de um relacionamento tão impuro quanto o ambiente de guerra onde nasce. O encontro dos personagens, a instável e sedutora ex-prostituta "regenerada" pelo marido, pastor evangélico, e o fotógrafo aventureiro, acontece no interior do Pará, durante uma acirrada disputa pelo ouro entre garimpeiros e mineradoras. Em pouco mais de duzentas páginas, divididas em quatro grandes partes, o paulista descreve de modo impecável a evolução de sentimentos dos protagonistas, desde a atração puramente física até o mais intenso dos amores, com direito a ilustrativos trechos eróticos que deixariam os cinquenta tons de cinza de E. L. James enrubescidos. Jornalista experiente, vencedor do Prêmio Jabuti em 2000 pela aclamada coletânea de contos O amor e outros objetos pontiagudos, o autor recorre, diga-se de passagem, a um truque original para delinear essa trajetória. Cauby, que narra a maior parte do livro, cita com frequência frases antológicas de Benjamim Schianberg na tentativa de justificar o que vai no seu coração. As pérolas de sabedoria do filósofo fictício - que já virou, inclusive, tema de minissérie dirigida também por Brant - e, quem sabe, alter ego de Aquino nos conquistam instantaneamente, a ponto de desejarmos que ele e o seu O que vemos no mundo, espécie de tratado sobre amor e sexo, existissem de verdade. Ou então que o próprio escritor, inspirado por sua criatura, fosse um amigo íntimo com o qual pudéssemos nos sentar em uma mesa de bar para pedir conselhos sentimentais.

"Queremos o que não podemos ter,
diz o professor Schianberg, o mais obscuro dos filósofos do amor.
É normal, saudável. O que diferencia uma pessoa de outra, ele acrescenta,
é o quanto cada um quer o que não pode ter.
Nossa ração de poeira das estrelas".

Engana-se, no entanto, quem imagina que a história se ocupa apenas da dinâmica envolvendo o par central. São, aliás, os ótimos personagens secundários os responsáveis por enriquecer e costurar a trama, que vai muito além das trivialidades de uma relação proibida, da traição conjugal e de suas consequências passionais. Nessa terra sem lei, um microcosmo do Brasil onde matar e morrer beiram a banalidade, questões mais profundas como religião, política e jogo de interesses vêm à tona através da voz ressonante do pastor Ernani, companheiro de Lavínia, e de uma vingança planejada em silêncio pelo sofisticado jornalista Viktor Laurence, amigo de Cauby. No decorrer das páginas, tais figuras acabam colocando em evidência o comportamento de toda uma nação manipulada por poderes que nunca lhe ensinaram lutar pelas causas certas. Já o chinês Chang, agiota e dono da lojinha onde o casal se conhece, fascina e confunde o leitor com tiradas geniais, incompatíveis com a sua condição de pedófilo.

"O segredo, dizia Chang, o china da loja,
não é descobrir o que as pessoas escondem,
e sim entender o que elas mostram".

O romance chama a atenção também pela bela construção do texto, um excelente exemplo de como, mesmo intercalando períodos de tempo diferentes, certas narrativas conseguem soar fluidas e naturais. No vai-volta entre presente e passado, os delírios proféticos e lições de astrologia do fotógrafo oferecem algumas pistas sobre o seu destino, mantendo, claro, o suspense a cada página. Não é à toa que Aquino consegue tornar plausível o improvável amadurecimento de um amor em meio à podridão e ao ódio vigente na inospitaleira cidadezinha paraense. Se tudo no livro parece convergir para os extremos, nota-se o cuidado que ele teve em adequar a forma como a história é contada ao conteúdo. Até as passagens mais contundentes, sejam aquelas que expõem os conflitos emocionais de Lavínia, o impacto alucinante de seu sex appeal em Cauby ou a desordem local, estão descritas de maneira lírica. O autor surpreende ainda ao dar uma dimensão poética a sua prosa. Os diálogos curtos e sem travessão lembram os versos de haikais brancos.

"Entrei no banheiro e puxei a cortina de plástico. Ela ensaboava o corpo.
Tô pensando em ir embora daqui.
Pra onde?
Não sei ainda. Talvez eu volte para São Paulo.
Lavínia passou o sabonete entre as pernas, levantou um monte de espuma. E sonho.
O que foi, bateu saudade?
Não posso ficar aqui pra sempre, tenho que dar um jeito na minha vida.
Ela guiou o jato do chuveirinho para o púbis. Desfez a espuma, não o sonho".

Ajustes necessários à parte, a versão cinematográfica de Eu receberia... foi prejudicada pela extinção do encantador Careca, colega de pensão do fotógrafo que lhe relata a sua malfadada paixão platônica por Marinês - o que, por sinal, já daria um bom conto -, e do próprio professor Schianberg, personagem indispensável à obra. O ponto alto do longa, contudo, é, sem dúvida, a interpretação de Camila Pitanga no papel principal. Nenhuma outra atriz poderia encarnar a beleza e a loucura da ex-prostituta de forma tão visceral quanto ela. O último parágrafo do romance, daqueles capazes de arrepiar a mais insensível das almas, também ficou de fora no filme. Um dos encarregados do roteiro, Aquino optou por conservar o desfecho trágico e, ao mesmo tempo, redentor dos amantes nas telas, mas as cenas finais não chegam a comover tanto como a sua "poesia" impressa. Dizem que uma imagem vale mais que mil palavras. Não neste caso. Cauby receberia as piores notícias dos lindos lábios de Lavínia e eu leria esse livro de novo, de novo e de novo...

"O papel dobrado que encontrei continha uma mensagem curta.
Daria um telegrama lacônico e definitivo. Uma notícia primordial de um amor vira-lata.
Apenas duas palavras. Escritas numa letra redonda, graciosa, quase infantil.
'Amo você'. Entendeu agora por que eu fiquei"?

Para ir além



Isabella Ypiranga Monteiro
Rio de Janeiro, 13/5/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A Copa, o Mundo, é das mulheres de Luís Fernando Amâncio
02. Manual para revisores novatos de Ana Elisa Ribeiro
03. A cidade e o que se espera dela de Luís Fernando Amâncio
04. De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho de Renato Alessandro dos Santos
05. A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Isabella Ypiranga Monteiro
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COMPLEXO DE CINDERELA
COLETTE DOWLING
MELHORAMENTOS
(1986)
R$ 4,50



HISTÓRIA DO IMPÉRIO A ELABORAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA TOMO 2
TOBIAS MONTEIRO
ITATIAIA
(1981)
R$ 23,00



PEQUENAS COISAS QUE FAZEM UM HOMEM FELIZ
CRISTINA VON
CLARIDADE
(2003)
R$ 4,25



O HOMEM E O PODER AUTOGRAFADO
JOSÉ MARIA RODRIGUES DA SILVA
BERTRAND
(1988)
R$ 50,00



A PRINCESINHA QUE FALAVA SAPOS - RUBEM ALVES (LITERATURA INFANTIL)
RUBEM ALVES
PAULUS
(2005)
R$ 7,00



NOVO -DESENVOLVIDO PARA A MORTE
TED TRAINER
GAIA
(1989)
R$ 8,69



JÉSSICA EDIÇÃO 79 - O LIMITE DO DESEJO
SARA CRAVEN
HARLEQUIN
(2008)
R$ 7,19



ARTE DO RELAX
HERMAN SCHWARTZ
FORENSE
(1954)
R$ 12,00



O ERMITÃO DA GLÓRIA/A PATA DA GAZELA
JOSÉ DE ALENCAR
GUANABARA
R$ 4,00



O ATENEU
RAUL POMPÉIA
NOVA CULTURAL
(2003)
R$ 8,00





busca | avançada
44867 visitas/dia
1,2 milhão/mês