occupytheoffice | Lisandro Gaertner | Digestivo Cultural

busca | avançada
58438 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Missão à China
>>> Universidade do Livro desvenda os caminhos da preparação e revisão de texto
>>> Mississippi Delta Blues Festival será On-line
>>> Tykhe realiza encontro com Mauro Mendes Dias sobre O Discurso da Estupidez
>>> Trajetória para um novo cinema queer em debate no Diálogos da WEB-FAAP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Manual prático do ódio
>>> Isn’t it a bliss, don’t you approve
>>> Roberto Carlos:Detalhes em PDF
>>> Olhos de raio x
>>> Os dinossauros resistem, poesia de André L Pinto
>>> Pedro Paulo de Sena Madureira
>>> Fred Trajano sobre Revolução Digital na Verde Week
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> 7 de Setembro
>>> Fazendo as Pazes com o Swing
Mais Recentes
>>> Superdicas Para Escrever Bem Diferentes Tipos de Texto de Edna M. Barian Perrotti pela Saraiva (2006)
>>> Técnica da Redação Comercial de Helena Montezuma pela Tecno Print (1963)
>>> Todo o Mundo Tem Dúvida, Inclusive Você de Édison de Oliveira pela L&PM Pocket (2012)
>>> Manual de Estilo Editora Abril de Vários Autores pela Nova Fronteira (1990)
>>> Soltando a Língua 1 de Sérgio Nogueira pela Gold (2007)
>>> Guia Prático de Redação de Massaud Moisés pela Cultrix (1967)
>>> Estudo Sintético e Racional da Arte e da Técnica de Escrever de Dr. Paulo Acioly pela Exame
>>> Comunique-se Melhor e Desenvolva Sua Memória de Jorge Luiz Brand pela Pe. Berthier (1996)
>>> Os Pecados da Língua – Pequeno Repertório de Grandes Erros de Linguagem de Paulo Flávio Ledur & Paulo Sampaio (Sampaulo) pela Age (1993)
>>> Independence Day - O ressurgimento de Alex irvine pela Nemo (2016)
>>> Técnica de Redação – O Texto nos Meios de Informação de Muniz Sodré e Maria Helena Ferrari pela Francisco Alves (1977)
>>> Óculos, aparelho e Rock ' N ' Roll de Meg Haston pela Intrínseca (2012)
>>> O doador de memórias de Lois Lowry pela Arqueiro (2014)
>>> Dez leis para ser feliz de Augusto Cury pela Sextante (2008)
>>> #Manual da Fossa de Mica Rocha pela Benvirá (2020)
>>> Como Parar O Tempo de Matt Haig pela Harper Collins (2017)
>>> O guia dos curiosos: língua portuguesa de Marcelo Duarte pela Panda Books (2010)
>>> Mentes Geniais: Aumente em 300% a Capacidade do Seu Cérebro de Alberto Dell Isola pela Universo dos Livros (2013)
>>> O Ladrão de Raios de Rick Riordan pela Intríseca (2009)
>>> Tipo Destino: E se sua alma gêmea fosse o namorado de sua melhor amiga? de Susane Colasanti pela Novo Conceito (2013)
>>> Seu Cachorro É O Seu Espelho de Kevin Behan pela Magnitudde (2012)
>>> Os Contos dos Blythes Vol 2 de Lucy Maud Montgomery pela Ciranda Cultural (2020)
>>> O Assassinato de Roger Ackroyd de Agatha Christie pela Globolivros (2014)
>>> Cidade dos Ossos de Cassandra Clare pela Galera (2014)
>>> A Casa de Hades de Rick Riordan pela Intríseca (2013)
>>> Amores impossíveis e outras perturbações quânticas de Lucas Silveira pela Dublinense (2016)
>>> A Marca de Atena de Rick Riordan pela Intríseca (2013)
>>> Will e Will, Um nome, Um Destino de John Green, David Levithan pela Galera (2014)
>>> O Azarão de Markus Zusak pela Bertrand Brasil (2012)
>>> Capitão América: A Ameaça Vermelha de Steve Epting, Mike Perkins, Ed Brubaker pela Panini (2005)
>>> O Fio do Destino de Zibia M. Gasparertto pela Vida e Consciência (1500)
>>> O Fantasma da Ópera de Gaston Leroux pela Principis (2020)
>>> O Evangelho Segundo o Espiritismo de Allan Kardec pela Lafonte (1500)
>>> Coleção folha tributo a Tom Jobim nº8 Tide de Folha de São Paulo pela Mediafashion (2012)
>>> Rostos Do Protestantismo de José Míguez Bonino pela Sinodal/Est (2020)
>>> Coleção folha grandes vozes Fred Astaire nº4 de Folha de São Paulo pela Mediafashion (2012)
>>> Sherlock Holmes – O Vampiro de Sussex e Outras Histórias de Sir Arthur Conan Doyle pela L&PM Pocket (2003)
>>> As pernas de Úrsula e outras possibilidades de Claudia Tajes pela L&PM (2001)
>>> Comer, rezar, amar de Elizabeth Gilbert pela Objetiva (2008)
>>> A vitória final de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2008)
>>> Apoliom de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2005)
>>> O glorioso aparecimento de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2004)
>>> Armagedom de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2004)
>>> Assassinos de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2005)
>>> Nicolae de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2004)
>>> O possuído de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2005)
>>> Profanação de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2004)
>>> O remanescente de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2005)
>>> A marca de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2005)
>>> Comando Tribulação de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2009)
COLUNAS >>> Especial Protestos

Segunda-feira, 24/6/2013
occupytheoffice
Lisandro Gaertner

+ de 3000 Acessos

Roberto chega ao escritório vazio esperando imprimir na surdina uns capítulos do livro da pós antes que o chefe chegue. Liga o computador, que demora 15 minutos para passar todas as diretivas de segurança, abre o arquivo em seu pen-drive e o envia para impressão.

Erro: Impressora não encontrada

Roberto se levanta e vai até o canto onde a impressora fica, ou, melhor, ficava. No lugar há apenas um cartaz:

Devido à redução de custos e em prol da sustentabilidade, essa impressora foi retirada. Para imprimir algo, favor enviar o arquivo e as páginas que devem ser impressas para a recepcionista do 14o. andar.

8:55

Cláudio chega ao escritório reclamando do trânsito gerado por mais uma manifestação que o fez se atrasar 50 minutos. Sem resposta, procura por Roberto e o encontra fulo da vida tentando ler apressadamente o livro da pós na tela do computador.

- Um absurdo, um absurdo - ele repete.

Cláudio tenta começar a trabalhar em silêncio, mas é interrompido por Roberto que discorre sua já conhecida ladainha sobre a ética protestante do trabalho, o excesso de burocracia no ambiente corporativo e seus malefícios para a raça humana. Vencido pela falta do que fazer de Roberto, Cláudio o acompanha à copa para tomar um café. Chegando lá: surpresa. A máquina de café também foi retirada. No seu lugar um outro cartaz:

Devido à redução de custos e em prol da saúde dos funcionários, essa máquina de café foi retirada. Para tomar café, os funcionários devem pagar com seus próprios meios e em seus horários de intervalo. Cafeína faz mal à saúde.

9:14

Milena encontra Cláudio e Roberto discutindo na copa. Eles lhe contam tudo sobre a retirada da impressora, da máquina de café e compartilham alguns rumores sobre a intenção dos diretores de demitir todos e fugir com seus fundos de pensão para o exterior.

Segundo fontes na administradora do fundo, os rumores são, por assim dizer, infundados. Sem acesso a essa informação, Milena acredita nos colegas.

Roberto sugere uma ação mais assertiva, quiçá, agressiva; Cláudio não vê com bons olhos essa proposta. Milena prefere tomar um iogurte controlador das funções intestinais.

9:36

O resto da equipe, atrasada por conta da mesma manifestação, se une a Cláudio, Roberto e Milena. Os comentários inspirados pelo protesto sobre a violência policial, a má qualidade do transporte e a ambiguidade das intenções dos manifestantes é rapidamente abafada pelas reclamações a respeito da impressora, da máquina de café, e da pretensa desonestidade dos diretores. A essas angústias somam-se uma série de assédios morais, a falta de comunicação e de respeito no escritório e a dificuldade de conseguir reembolso pelos táxis usados em viagens. A acusação de assédio sexual proveniente de Alberto é descartada. Ninguém acredita que a secretária do Gerente Geral iria atacá-lo na festa de Natal. Além disso, assédio sexual só acontece hierarquicamente de cima pra baixo, nunca entre colaterais.

9:37

O chefe chega. Todos dão bom dia. Ele não responde. Todos voltam às suas baias e fingem trabalhar.

10:12

Milena repassa à equipe pelo programa de mensagens instantâneas um vídeo de um gatinho tocando oboé. Todos riem:

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Roberto, fazendo eco às mensagens sobre as manifestações que viu nas redes sociais, responde com uma foto de Lenin com a palavra Winning na parte de baixo. Ninguém entende.

Cláudio, numa clara tentativa de desmoralizá-lo, troca o Winning por um texto em russo. Todos continuam sem entender, mas riem:

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

11:09

Roberto envia a todos um e-mail com as reivindicações do grupo. A equipe contribui com novos pedidos e reclamações; alteram uma palavra aqui, uma vírgula ali e o documento parece estar finalizado. Cláudio pede que todos deixem de besteira para não chatear o chefe que já parece muito irritado. Alberto tenta incluir a questão do assédio sexual novamente, mas é rechaçado.

11:56

A equipe aproveita a ida de Cláudio ao banheiro e vai almoçar. Nesse momento ele já é considerado persona non grata dentro do movimento.

Na frente do prédio, o grupo vivencia o primeiro impasse. Parte quer ir no vegetariano, parte no rodízio de massas. Terminam, em busca do consenso, escolhendo a terceira via: comida a quilo.

12:45

Após o almoço, enquanto o jornal local mostra imagens dos confrontos entre a polícia e os manifestantes, o grupo começa a discutir a sua estratégia. Nem todos estão certos sobre o envio do e-mail. Uma confrontação direta parece melhor. Por votação direta decidem que o mais apto a falar com o chefe seria Cláudio. Como ele está fora do movimento, Milena fica responsável por cooptá-lo. No caso de fracasso, o e-mail será enviado. A questão do remetente fica para ser decidida num segundo momento para não desestimular a ação de Milena.

12:57

Na fila para pagar a conta, passam pelo chefe no buffet. Todos o cumprimentam. Ele não responde.

13:12

Depois de um sorvete todos estão de volta ao escritório. Todos cumprimentam Cláudio com um notável excesso de simpatia. Sentam-se em suas baias e aproveitam para checar as redes sociais. O protesto da manhã se multiplicou e toma vulto. O assunto é a tônica das postagens de amigos e familiares da equipe. Parece importante, mas a questão no escritório não sai de suas cabeças.

13:26

Milena manda uma fotomontagem sobre o protesto fazendo graça de um político local. Todos riem:

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

O chefe aparece e se tranca em sua sala. Todos se calam e fingem trabalhar.

13:51

Cláudio levanta para pegar um copo d'água. Milena o segue para cumprir sua missão. Segundo depoimento de Alberto, que se senta próximo à copa, o diálogo entre os dois é o seguinte:

Milena: Oi, Cláudio, tudo bem?
Cláudio: Tudo.
Milena: Chato esse lance do café, né?
Cláudio: É, mas pra mim nem fez muita diferença.
Milena: Não?
Cláudio: Não. Tô tentando reduzir.
Milena: Reduzir?
Cláudio: O café.
Milena: Ah, entendi.

14:04

Por mensagem instantânea, Milena comunica o seu fracasso. O grupo demanda o envio do e-mail mas não concorda sobre o remetente. Roberto se voluntaria para uma nova tentativa com Cláudio.

- Cláudio, você tem um minutinho?
- Claro.

Funciona.

14:05

Na copa, enquanto tomam água, Roberto tenta quebrar o gelo com um assunto não relacionado aos problemas do escritório. Cláudio cai na armadilha e começa a conversar sobre as manifestações.

14:22

Cláudio continua a falar sobre as manifestações. Roberto não sabe bem do que se trata, por isso balança a cabeça para tudo.

14:27

Numa medida desesperada, conforme relato de Alberto, Roberto tenta introduzir seu assunto de qualquer maneira:

Roberto: Exatamente! Por isso precisamos lutar por nossos direitos aqui no trabalho também.
Cláudio: Como assim? Não entendi a ligação.
Roberto: Você estava falando desses lances de protesto e tal. Que não é só os 15 centavos.
Cláudio: 20 centavos.
Roberto: É, que a questão é mais embaixo. Que é um lance de princípio. Direitos, né?
Cláudio: É, direitos. E daí?
Roberto: Pois, é. A impressora e o café são uma questão de direitos também.
Cláudio: Ai, Roberto, não me vem com essa.

Por questão de espaço, resumimos os próximos passos: Roberto tenta argumentar, refuta, reclama, age de forma agressiva, passiva-agressiva, se humilha, pede e finalmente implora pela ajuda de Cláudio.

14:57

Cláudio finalmente concorda, mas quer rever as reivindicações.

15:23

Todos se reúnem na copa para discutir as reinvidicações. Durante a revisão encontram-se questões conflitantes, já resolvidas ou impossíveis de serem tratadas pelo chefe. Além disso, de alguma forma, a acusação de assédio sexual está na lista. Alberto declara não ter nada a ver com isso.

15:49

Dentre todas as reivindicações, as únicas com as quais todos concordam são a volta da máquina de café e da impressora. Com a lista de demandas reduzida, Cláudio se compromete a falar com o chefe. Assim que ele sair de sua sala.

15:50

O chefe continua trancado na sua sala. Todos voltam às suas estações de trabalho. Nas redes sociais acompanham o progresso das manifestações. Muitos se questionam qual será a dificuldade de voltar para casa com o trânsito causado pelo protesto. Milene sugere um happy hour para evitar o congestionamento. Todos concordam.

15:16

O chefe continua trancado na sua sala. Para se distrair, a equipe se reúne em volta da mesa de Milena para ver um vídeo da violência policial durante o protesto enviado pelo seu namorado, estudante de sociologia. Um manifestante vintage.

- Absurdo, porcos malditos!
- Ai, violência gera violência!
- Será que a polícia não tem uma certa razão?
- Esses baderneiros.

Os comentários se revezam, mas ninguém chega a uma conclusão sobre o protesto.

15:49

O Gerente Geral aparece com a sua secretária e entram na sala do chefe. Não cumprimentam, nem olham para ninguém no caminho. Alberto jura de pé juntos que a secretária lhe lançou um olhar libidinoso.

16:51

O chefe sai sozinho da sala carregando uma caixa com seus pertences. Como costumeiro não olha para nem fala com ninguém.

16:52

Ao lado da sua secretária, o Gerente Geral dá uma declaração. Segue a transcrição enviada pelo seu estagiário:

O seu chefe foi demitido. Pisou na bola, rodou. Se disserem que ele roubou, digo que é mentira. Mas que ele é um ladrão safado, é. Não tenho mais nada a dizer. Amanhã arrumamos um substituto. No mais, tudo continua normal. Continuem trabalhando.

16:53

Enquanto o Gerente Geral sai, impulsionado pela equipe, Cláudio leva as reivindicações do grupo:

Cláudio: Senhor?
Gerente Geral: Que é?
Cláudio: Desculpe incomodar, mas.
Gerente Geral: Fala.
Cláudio: É que, quando a gente chegou.
Gerente Geral: Sim? O que é?
Cláudio: A impressora.
Gerente Geral: Tô sabendo. Vou resolver.
Cláudio: E a máquina de café?
Gerente Geral: Pode ficar tranquilo. Agora que aquele filho da puta saiu, vai sobrar dinheiro e a gente traz elas de volta.

Milena tentou dar a sua contribuição:

Milena: E a questão da sustentabilidade? Da saúde?
Gerente Geral: Tá falando sério? Quer mesmo que eu responda?

17:12

Depois de uma breve comemoração no escritório e alguns brindes de água na copa, sem chefe para reprimi-los, a equipe sai pro seu happy hour.

18:48

Depois do sexto chopp, em frente ao bar que a equipe escolheu para seu happy hour, passam os manifestantes saindo do protesto. Carregando cartazes e com uma satisfação de dever cumprido, os manifestantes gritam palavras de ordem alegremente. A equipe levanta seus copos em homenagem aos irmãos de protesto para comemorar a vitória conjunta sobre as forças da opressão e da corrupção.

- É pelos direitos - Roberto gritou fervorosamente.

Todos riem.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

O namorado de Milena surge do grupo de manifestantes e a leva para acompanhar a passeata improvisada.

19:30

Os últimos membros da equipe pagam a conta e saem do bar. Em poucas horas começa um novo expediente com um novo chefe. A máquina de café e a impressora podem voltar em breve mas ainda há muito pelo que se lutar. Eles não são bobos, sabem que há a hora de se rebelar e a hora de obedecer. A vitória de hoje não muda a obediência de amanhã.

Além disso, ser rebelde cansa.

19:44

Roberto e Cláudio dividem um táxi. Conversam amenidades, fazem as pazes e voltam a discutir. Amanhã não vão lembrar de nada.

Milena dança com o namorado em meio à multidão na última manifestação do dia. É bom ser jovem e achar que pode mudar o mundo. Às vezes, é até verdade.

20:18

Alberto volta ao escritório, pois esqueceu seu celular. Segundo relato próprio, a secretária do Gerente Geral o espera. Mais uma vez se declara vítima de assédio sexual. Ninguém acredita. A equipe sabe que reivindicação é uma coisa e fantasia é outra. É preciso saber diferenciar.

00:00

Amanhã é outro dia, mas nem parece. A luta continua.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no blog de Lisandro Gaertner.


Lisandro Gaertner
Belo Horizonte, 24/6/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Crônica à la Caio Fernando Abreu de Elisa Andrade Buzzo
02. Os Doze Trabalhos de Mónika. 6. Nas Asas da Panair de Heloisa Pait
03. Aquarius, quebrando as expectativas de Guilherme Carvalhal
04. 'Hysteria' Revisitada de Duanne Ribeiro
05. Shows da década (parte 2) de Diogo Salles


Mais Lisandro Gaertner
Mais Acessadas de Lisandro Gaertner
01. E Viva a Abolição – a peça - 1/6/2006
02. Cuidado: Texto de Humor - 28/7/2006
03. A História das Notas de Rodapé - 3/1/2002
04. Blogueiros vs. Jornalistas? ROTFLOL (-:> - 23/4/2008
05. Orkut: fim de caso - 10/2/2006


Mais Especial Protestos
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A TEORIA DE TUDO: A EXTRAORDINÁRIA HISTÓRIA DE JANE E STEPHEN HAWKING - O LIVRO QUE INSPIROU O FILME!: A ESXTRAORDINÁRIA HISTÓRIA DE JANE E STEPHEN HAWKING - O LIVRO QUE INSPIROU O FILME!
JANE HAWKING
ÚNICA
(2014)
R$ 22,89



CALVIN E HAROLDO - O LIVRO DO DECIMO ANIVERSARIO
BILL WATTERSON; ALEXANDRE BOIDE
CONRAD
(2013)
R$ 14,90



SEGUINDO JUNTOS
FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER
GEEM
(1982)
R$ 5,00



ALTERNATIVAS DA EDUCAÇÃO
ESTHER DE FIGUEIREDO FERRAZ
LIVRARIA JOSÉ OLYMPIO
(1976)
R$ 12,03



GO GIRL! UMA NOVA BRINCADEIRA
THALIA KALKIPSAKIS
FUNDAMENTO
(2007)
R$ 11,90



CULTURAS INFANTIS E DESIGUALDADES SOCIAIS
DEISE ARENHART
VOZES
(2016)
R$ 40,95



COMO SE NÃO HOUVESSE AMANHÃ
HENRIQUE RODRIGUES
RECORD
(2010)
R$ 9,80



DIREITO COMERCIAL
WALDIRIO BULGARELLI
ATLAS
(1980)
R$ 10,00



THE CHEMISTRY OF ORGANIC MEDICINAL PRODUCTS
GLENN L. JENKINS WALTER H. HARTUNG
JOHN WILLEY
(1943)
R$ 34,50



TRAPAÇA
JAMES SIEGEL
RECORD
(2011)
R$ 18,00





busca | avançada
58438 visitas/dia
2,1 milhões/mês