Cuidado: Texto de Humor | Lisandro Gaertner | Digestivo Cultural

busca | avançada
82307 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Casa Flutuar apresenta agenda cultural com grandes nomes da música eletrônica brasileira
>>> Sarau do Vale participa do projeto de 10 anos do Grupo Rosas Periféricas
>>> Cia Linhas Aéreas serve aperitivo para a temporada presencial de 2022
>>> Rosas Periféricas apresenta Labirinto Selvático e Ladeira das Crianças em novembro
>>> SESI-SP apresenta Filó Machado 60 Anos de Música em teatros de São Paulo e Piracicaba
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
Últimos Posts
>>> Mundo Brasil
>>> Anônimos
>>> Eu tu eles
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Píramo e Tisbe
>>> A Última Ceia de Leonardo da Vinci
>>> O Desprezo de Alberto Moravia e Jean-Luc Godard
>>> Cuba E O Direito de Amar (2)
>>> A Velhice
>>> I know you
>>> Vanguarda e Ditadura Militar
>>> Na Campus Party 2009 II
>>> Um piano pela estrada
>>> The Good Wife visita Private Practice
Mais Recentes
>>> Venda Mais - Os 14 mitos do Marketing - Ano 6 - Nº77 de Vários pela Quantum (2000)
>>> Venda Mais - Por que as empresas quebram? - Ano 6 - Nº80 de Vários pela Quantum (2000)
>>> Venda Mais - Você pode realizar seus sonhos - Ano 6 - Nº 75 de Vários pela Quantum (2021)
>>> Venda Mais - Porque você é do jeito que é - Ano 6 - Nº 78 de Vários pela Quantum (2000)
>>> Venda Mais - Edição aniversário - 7 anos - Vendendo mais e melhor de Vários pela Quantum (2001)
>>> Venda Mais - Negociando para ganhar - Ano 6 Nº 81 de Vários pela Quantum (2000)
>>> Venda Mais - Venda Mais! Venda para nichos de Mercado de Vários pela Quantum (2001)
>>> Torto arado de Itamar Vieira Junior pela Todavia (2020)
>>> O Investidor Inteligente de Benjamin Graham; Lourdes Sette pela Harper Collins (2017)
>>> O Profeta de Gibran Khalil Gibran pela Acigi
>>> Duna 1 - Edição Especial de Neil Gaiman; Frank Herbert; Maria Do Carmo Zanini pela Aleph (2017)
>>> Duna 1 - Edição Especial de Neil Gaiman; Frank Herbert; Maria Do Carmo Zanini pela Aleph (2017)
>>> Quando o Amor Triunfa de Giseti Marques pela Boa Nova (2016)
>>> Baía da Esperança de Jojo Moyes pela Intrinseca (2016)
>>> Milena de Denise Corrêa de Macedo pelo espírito Milena pela Eme (2019)
>>> Episódio da Vida de Tibério de J.W.Rochester Vera Kryzhanovskaia pela Eme (2018)
>>> Técnicas de Venda - Vendas X Produção de Vários pela Quantum (2000)
>>> O Livro da Verdadeira Cruz de Caravaca de Naasson Vieira Peixoto pela Eco
>>> Música, Ídolos e Poder: do Vinil ao Download de Andre Midani pela Nova Fronteira (2008)
>>> La Grande Aventure de La Criminologie de Jurgen Thorwaldo pela Albin Michel (1967)
>>> Português no Ginásio - Gramática e Antologia para 3ª Série de Raul Moreira Lêllis pela Companhia Nacional (1960)
>>> Tipos e Aspectos do Brasil de Sem Autor pela Ibge (1966)
>>> Historia Gráfica del Arte de Joseph Gauthier pela Victor Leru (1944)
>>> Garibaldi una Grande Vita in Breve de Denis Mack Smith pela Lerici (1959)
>>> Arte de Ensinar e Arte de Aprender de Varios pela Fundação Getúlio Vargas (1974)
COLUNAS

Sexta-feira, 28/7/2006
Cuidado: Texto de Humor
Lisandro Gaertner

+ de 13000 Acessos
+ 10 Comentário(s)

Algo que sempre me espanta quando publico qualquer coisa no Digestivo é a reação dos leitores. Alguns elogiam, me recompensando o esforço com pequenas cócegas no ego, enquanto outros levam o texto a sério demais ou simplesmente não aceitam que eu tenha tratado o assunto com tanta leviandade. Durante um certo tempo, eu não entendia o porquê disso, mas, depois de ler com atenção os comentários deixados nos meus artigos, cheguei a uma terrível conclusão. Infelizmente, nessa terra de A Praça é Nossa, em que Jô Soares é considerado um dos maiores intelectuais, eu tento fazer humor. E qual o problema com isso? Nenhum, nenhum. Mas essa conclusão me levou a um questionamento: existe espaço para o humor no Digestivo?

Sim e não. Grande parte dos mais bem humorados escritores que conheço me foi apresentada por essa publicação. Rafael Lima, velho amigo, Alexandre Soares Silva, Polzonoff, Paulo Salles, Fabio Danesi Rossi, dentre tantos colunistas que já deixaram a sua marca aqui, usaram de humor em excelentes colunas sobre os mais variados assuntos. Mas, por outro lado, eles não eram, nem se apresentavam como humoristas. Para complicar, o Digestivo é um lugar também de ensaios e artigos escritos por grandes figuras como Sérgio Augusto e Sonia Nolasco. Gente que, quando faz algum comentário bem humorado, não conta piada, ridiculariza a realidade. Como posso, então, eu, colunista popularesco, formado pela coleção Para Gostar de Ler e pela revista MAD, me encaixar aqui? Depois de analisar longamente esse dilema, durante duas viagens de ônibus, com engarrafamento, diga-se de passagem, cheguei a três respostas para essa questão.

A primeira, sair daqui. Peço desculpas ao Julio e, usando um dos meus já famosos pretextos para não publicar me despeço dizendo: "Os leitores não me entendem". Contudo, essa não me parece uma opção razoável. Afinal, quando o escritor diz uma coisa dessas, pode crer, o problema é dele mesmo que, por não prestar atenção suficiente nas aulas de redação, pontuação e gramática, resolveu transformar a sua falta de habilidade com a língua portuguesa num gênero literário marginal. Imaginem, só, se eu me dou a um desfrute desses? Daqui a pouco vocês iriam me ver na FLIP participando de uma mesa redonda sobre o papel do solvente e da maconha na criação literária. Brrrr... Tétrico.

Minha segunda opção é tentar me adequar aos leitores. Coisa dificílima por essas bandas. Quando eu tinha uns 10 anos de idade, nem briga de moral eu ganhava. E olha que o mais capaz dos meus opositores só tinha lido metade de Os Meninos da Rua Paulo. Agora, se eu fosse desafiado por algum de vocês, apesar de não ter o físico necessário, eu preferiria partir mesmo é pra porrada, mesmo antecipando a surra que iria levar. O abismo intelectual entre nós é tão sério que, acredito, nunca houve um descompasso tão grande entre o colunista e os que o lêem desde a publicação da Clarah Averbuck na Tribuna da Imprensa ou mesmo da Maria Mariana na Capricho. Desculpem o último comentário, mas me senti obrigado a deixá-lo no texto final só para mostrar como sou baixo. Tá vendo? Até cachorro morto, eu chuto.

A terceira e derradeira opção é contar com a sua compreensão. Isso mesmo, com a sua compreensão. Eu sei que lá no fundo você tem alguma. Você agüenta os grupos de pagode que circundam os bares sem atirar pedras nos pretensos músicos, conversa com o seu síndico numa descida de elevador sem ter um surto psicótico e participa de todas as festas do escritório sem sugerir que enfiem a cara do maldito aniversariante dentro do bolo. Viu, só? Você é uma pessoa muito compreensiva. Por isso, eu lhe peço: toda vez que vir um artigo assinado por mim, mesmo que o título mencione Crise no Oriente Médio, Congresso Nacional, Final de Novela das Oito ou Gravidez de Estrela Global, tenha cuidado, provavelmente é um texto de humor.

Ou não, como diria o nosso por enquanto ministro da Cultura, Ozzy Osbourne. Pêra aí, nosso ministro não é o Ozzy, é o Gil. Desculpe o engano. Sabe como é: os dois não falam coisa com coisa e têm filhas gordas e escandalosas. As similaridades são tantas que a gente confunde...

Ai, esse é um dos problemas de fazer de humor: a gente nunca sabe quando, onde, como e por que parar.


Lisandro Gaertner
Belo Horizonte, 28/7/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Geração X-Tudo de Adriane Pasa
02. A vida dos outros de Guilherme Pontes Coelho
03. Amor e relacionamentos em tempos de transição de Luis Eduardo Matta
04. Knutilidade Pública de Verônica Mambrini
05. Ditadura e um urso gostoso de Marcelo Miranda


Mais Lisandro Gaertner
Mais Acessadas de Lisandro Gaertner em 2006
01. E Viva a Abolição – a peça - 1/6/2006
02. Cuidado: Texto de Humor - 28/7/2006
03. Orkut: fim de caso - 10/2/2006
04. Escritora de Bom Censo - 4/8/2006
05. Um presidente relutante - 18/8/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
26/7/2006
10h35min
é sempre interessante ver alguém entregando os pontos, a não ser, é claro, que vc esteja fazendo humor agora também. pôxa, agora caiu a ficha! é de morrer de rir!!!
[Leia outros Comentários de eassis]
26/7/2006
12h33min
Acredite, eu te entendo. O meu humor é muito mais ácido e corrosivo que o seu, mas as pessoas que lêem o Digestivo também não o compreendem, em sua maioria. Às vezes dou sortte e pego um leitor inteligente e com fino senso de humor que aprecia o que escrevo, mas eu recebo cada pedrada... mas eu não ligo. Continuo escrevendo o que me dá na telha.
[Leia outros Comentários de Daniela Castilho]
26/7/2006
14h52min
Hilário. Simples assim... E não, não é ironia... O quê? Mas eu juro que não é!... Não, pela minha mãe mortinha, não, que aí você já tá extrapolando... E quer saber? Larga a mão de ser temperamental, oras! Passar bem!
[Leia outros Comentários de Lívia Santana]
26/7/2006
15h20min
Até gosto do Gilberto Gil. Mesmo para ministro da cultura. Mas a comparação foi demais. Contei para os colegas daqui do trabalho e foi risada geral. Continue com o humor, que é fundamental. Toda conversa de bar, de festa, de churrascada, tem que ser regada a humor inteligente. E só leio artigos de quem sabe usar humor para criticar coisa séria (ou não muito séria). Comentários inflamados e ofendidos são o combustível disto tudo. E viva a vaia.
[Leia outros Comentários de Sergio Colotto]
26/7/2006
22h01min
É. Acho que será possível continuar lendo os seus textos... "continuar" do verbo "eu já lia antes". Não cometa suicídio, por favor. Abraços
[Leia outros Comentários de Mourão Paiva]
27/7/2006
09h25min
Lisandro, vou considerar que este seu texto agora também é uma piada, digo, apenas gozando da gente. Não vá embora. Humor inteligente hoje em dia está tão raro que seria uma grande perda sua saida. Um grande abraço, Ivo Samel
[Leia outros Comentários de Ivo Samel]
27/7/2006
09h27min
Eu gosto muito de ler seus textos. Assemelham-se a um leve desabafo ou a uma conversa com os próprios botões. Gosto dessa sua naturalidade despreocupada com que desenvolve seus temas e pensamentos. Não importa se sua formação veio dos livros Para Gostar de Ler, o melhor de você é por você ser você. Saudações Poéticas!
[Leia outros Comentários de Versos & Acordes]
30/7/2006
19h22min
E cada vez mais, convenço-me de que a humildade não é atributo de escritores de qualquer gênero. Nossa, alguns leitores estão até desesperados! Ou será que eu não entendi o texto?
[Leia outros Comentários de Joyce]
10/8/2006
09h54min
Bingo! Depois deste, não deixo de ler nunca mais seus textos. Perfect!
[Leia outros Comentários de Jaque]
3/11/2006
06h08min
De vez em quando me pego conversando coisa séria em barzinho. E barzinhos definitivamente não foram feitos para papos sérios (só de qdo em vez). Preciso ler mais seus textos caramba!
[Leia outros Comentários de carlos eduardo perei]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Guia Facil para Entender a Biblia
Larry Richards
Thomas Nelson
(2013)



Comentários à Lei de Mobilidade Urbana - 2ª Ed.
Geraldo Spagno Guimarães
Fórum
(2019)



Dialogos I e II
Platao
Edipro
(2007)



Hora de Alimentar Serpentes
Marina Colasanti
Global
(2013)



Danem-se os Normais
João Estrella de Bettecourt
Casa da Palavra
(2014)



Ana Terra
Erico Veríssimo
Globo Antigo
(1990)



Viva Como Voce Quer Viver
Eduardo Shinyashiki
Gente
(2004)



Fronteiras da Ciência e da Fé
Dr. Roque Marcos Savioli
Gaiva
(2006)



Denário do Sonho
Marguerite Yourcenar
Nova Fronteira
(1982)



Pimbinha
Pedro Bloch
Moderna





busca | avançada
82307 visitas/dia
1,8 milhão/mês