Escritora de Bom Censo | Lisandro Gaertner | Digestivo Cultural

busca | avançada
58257 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Sessão Única com Jogo de Escape Game e debate do filme 'Os Bravos Nunca se Calam' em SP
>>> OBRAS INSPIRADAS DURANTE A PANDEMIA GANHAM DESTAQUE NO INSTITUTO CERVANTES, EM SÃO PAULO
>>> Sempre Um Papo com Silvio Almeida
>>> FESTIVAL DE ORQUESTRAS JUVENIS
>>> XIII Festival de Cinema da Fronteira divulga Programação
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> iPad
>>> iPad
>>> iPad
>>> Sátiro e ninfa, óleo s/ tela em 7 fotos e 4 movies
>>> poeta del vacío existencial
>>> Croft & Kidman
>>> Histórias de gatos
>>> Whitesnake, 1987
>>> Por que Dilma tem de sair agora
>>> A árvore da vida
Mais Recentes
>>> D. Pedro I (Perfis Brasileiros) de Isabel Lustosa pela Companhia das Letras (2006)
>>> Quatro Estações de Stephen King pela Objetiva (2001)
>>> Wicca Gardneriana de Mario Martinez pela Gaia (2005)
>>> O Feitiço do Cinema Ensaios de Griffe Sobre a Sétima Arte de Juan Guillermo D. Droguett e Flavio F. A. Andrade pela Saraiva (2009)
>>> Os Últimos Anos da Escravatura no Brasil de Robert Conrad pela Civilização Brasileira (1975)
>>> Recursos Hidricos - Direito Brasileiro e Internacional de Paulo Affonso Leme Machado pela Malheiros (2002)
>>> Responsabilidade Fiscal - Autografado de Kiyoshi Harada - Autografado pela Juarez de Oliveira (2002)
>>> Lugar de Medico e na Cozinha - Cura e Saúde pela Alimentação Viva de Dr. Alberto Peribanez Gonzalez pela Alaúde (2008)
>>> Jung o Mapa da Alma de Murray Stein pela Cultrix (2006)
>>> Candido Mendes : a Aventura da Consciência de Maria Isabel Mendes de Almeida pela Educam (2008)
>>> Freakonomics - o Lado Oculto e Inesperado de Tudo Que nos Afeta de Elsevier pela Campus (2005)
>>> Transmissores Para Iniciantes - 30 projetos de Newton C Braga pela Saber (1994)
>>> A Astrologia e a Psique Moderna: Um astrólogo analisa a psicologia profunda de Dane Rudhyar pela Pensamento (1986)
>>> Sistemagia de Adriano Camargo Monteiro pela Madras (2006)
>>> O Legado da Deusa de Mirella Faur pela Rosa dos tempos (2003)
>>> Pensando a Física de Mário Schenberg pela Brasiliense (1984)
>>> Les Secrets de Florence Nightingale - bibliothèque blanche de Alice Wilburstone-Payne pela Blanche (2005)
>>> A Bíblia na Linguagem de Hoje - O Novo Testamento 3ª edição. de Sociedade Bíblica do Brasil pela Sociedade Bíblica do Brasil (1975)
>>> Histologia Básica - texto/Atlas de Luiz C. Junqueira; José Carneiro pela Guanabara Koogan (2022)
>>> Quando eu Voltei, Tive uma Surpresa de Joel Rufino dos Santos pela Rocco (2000)
>>> O Atraso Econômico em Perspectiva Histórica de Alexander Gerschenkron pela Contraponto (2015)
>>> Pintando Sua Alma - método de desenvolvimento da personalidade criativa de Susan Bello pela Wak (2007)
>>> O Século XX - o tempo das crises - revoluções, fascismos e guerras volume 2 de Daniel Aarão Reis Filho; Jorge Ferreira; Celeste Zenha pela Civilização Brasileira (2000)
>>> O Massacre de Manguinhos de Herman Lent pela Edições Livres (2019)
>>> O Massacre de Manguinhos de Herman Lent pela Edições Livres (2019)
COLUNAS

Sexta-feira, 4/8/2006
Escritora de Bom Censo
Lisandro Gaertner

+ de 7000 Acessos
+ 11 Comentário(s)

- Bom dia, minha senhora. Sou do IBGE e vim realizar o Censo de 2010. Aqui está o meu crachá.
- Ah, tudo bem. O síndico já havia me falado que o senhor vinha hoje. Além disso, eu vi o cartazinho. Pode entrar, por favor.
- OK.
- O senhor gostaria de tomar alguma coisa? Um café? Um chá? Uns biscoitinhos?
- Não, muito obrigado. Tenho ainda muitos apartamentos para visitar hoje. Será que poderíamos ir direto ao questionário?
- Com certeza. Sente-se, por favor.
- Muito obrigado. Sua idade?
- Não se pergunta isso a uma dama...
- Eu sei, minha senhora, mas eu sou do Censo. Do Cen-So! Preciso saber dessas informações.
- Eu tenho... setenta...
- ...setenta e?
- O senhor me pegou. Setenta e sete.
- OK. Acredito que a senhora seja aposentada.
- Não, não. Eu sou escritora.
- Escritora? A senhora vive disso?
- Claro que não. Quem me dera. Apenas o Paulo Coelho consegue sobreviver de literatura do Brasil. Também, um homem de tanto talento... Dizem que ele até faz chover.
- Tá, sei, já ouvi falar sobre isso. E o que a senhora faz para se manter?
- Ah, eu recebo umas pensõezinhas.
- Umas?
- É, recebo uma do meu pai, que foi militar, e uma do meu marido, com o qual casei apenas no religioso. Além disso, eu fui professora primária.
- OK. Então, que ocupação eu coloco aqui? Sem ocupação ou escritora?
- Põe escritora que é mais bonito.
- Mais bonito... Tá certo. Olha, atualmente o pessoal tá pegando no pé da gente nesse lance de ocupação. Então, eu tenho que fazer umas perguntas para saber se a senhora realmente é escritora segundo os critérios da CBO.
- CB o quê?
- CBO. Classificação Brasileira de Ocupações. A CBO é uma lista que identifica as ocupações existentes no mercado, incluindo áreas de atividade, recursos e competências específicas. Sem isso qualquer um pode dizer que é qualquer coisa e o Censo não vai refletir a realidade. Então, posso perguntar sobre as suas competências de escritora?
- Pode.
- Primeira pergunta: a senhora costuma ler?
- Ler?
- É, ler.
- Tipo o quê?
- Ué, sei lá. Livros, revistas, jornais, esse tipo de coisa.
- Ah, meu filho, eu não leio, não. Quer dizer, hoje em dia, com a minha vista...
- Mas, como a senhora pode escrever se não lê nada?
- Bom, eu já li né. Sabrina, Júlia, essas coisas... ah, e, vez ou outra, no cabeleleiro, eu leio uma Caras, uma Contigo...
- Tá, vamos passar dessa. A senhora domina a língua?
- O que você quer dizer com isso, meu filho?! Tenha respeito! Não vê que eu sou uma senhora?
- Não, a senhora não entendeu. Estou perguntando se a senhora entende bem de português, escreve bem em português, entendeu?
- Ah, o português é uma língua tão complicada, né? Eu erro como todo mundo erra, meu filho. Quando eu era professora ficava com tanta pena dos meus alunos. Eles eram tão burrinhos... mas, vez ou outra, um deles até me corrigia. Isso era tão bonito.
- Tá. Vamos dizer que o seu conhecimento da língua é satisfatório. E sobre criatividade? A senhora é criativa?
- Eu sou muito criativa. Meu último livro, por exemplo, é muito criativo. É a história sobre uma menina que vem do Oriente Médio e se apaixona por um gêmeo. Aí aparece um clone...
- Calma aí. Isso aí não foi uma novela?
- Foi? Eu não lembro direito.
- Tá, vou colocar aqui que a senhora é suuuper criativa!
- Muito obrigado pelo elogio, meu filho.
- Bom, depois dessa, vejo que nem preciso perguntar sobre a sua intuição e senso de observação. Pelo jeito, os dois são ótimos.
- Exatamente. Você também é muito observador.
- OK. Vamos a questões mais práticas. Quando os seus livros foram publicados, a senhora mesma negociou o processo de edição? Entende de direitos autorais?
- Direitos autorais? Não, meu filho. Quem me entendeu errado, agora, foi você. Eu nunca publiquei um livro.
- Nunca?
- Nunca. Pra dizer a verdade, eu nem terminei o meu único livro.
- Não terminou nem um livro?
- Não, para dizer a verdade estou numa encruzilhada. Na minha história uma menina que é apaixonada por um boiadeiro vai para os Estados Unidos procurar fama e fortuna, mas não sei se ela deve ficar com ele no final ou com um americano rico.
- Mas a história não era sobre a menina do Oriente Médio? Deixa pra lá. Vou ser sincero com a senhora. Não acho legal a gente botar que a senhora é escritora. Não condiz muito com a realidade.
- Não dá mesmo? Nem fazendo uma forcinha? Que pena, eu conheço tanta gente que é escritor e não se encaixa nos critérios que o senhor colocou... Alguns até são meio famosos.
- Pois, é. Conheço vários desse tipo. Olha, acho melhor colocar que a senhora simplesmente não tem ocupação.
- Sem ocupação. Que coisa horrível de se dizer. Aposto que deve ser a pior "ocupação" dessa lista.
- Pode ficar tranquila, essa nem chega perto da pior. E olha que tem algumas "escritoras" que se encaixam direitinho nela.


Lisandro Gaertner
Rio de Janeiro, 4/8/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Fahrenheit 451, Oralidade e Memória de Mariana Portela
02. Millôr Fernandes, o gênio do caos de Diogo Salles
03. New Hollywood de David Donato


Mais Lisandro Gaertner
Mais Acessadas de Lisandro Gaertner em 2006
01. E Viva a Abolição – a peça - 1/6/2006
02. Cuidado: Texto de Humor - 28/7/2006
03. Orkut: fim de caso - 10/2/2006
04. Escritora de Bom Censo - 4/8/2006
05. Um presidente relutante - 18/8/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
2/8/2006
08h48min
Muuuito bom! Eu já tava dando risada ao longo do texto, mas com o link de "escritoras" final eu juro que desabei. Uma pérola, "Seu" Lisandro!
[Leia outros Comentários de Lívia Santana]
2/8/2006
15h39min
Bem, Lisandro, deixando um pouco de lado a sua ótima observação sobre a escritora, aproveito a oportunidade para levantar uma questão que me irrita na carreira literária. O MTE tem em sua classificação de ocupação "Profissionais da Escrita"; o DPF tem em seu formulário de passaporte o código de profissão "546 ESCRITOR"; no entanto, a profissão de escritor, "profissionalmente", não é reconhecida, assim como a de músicos, atores etc. Eu penso da seguinte forma: antes de ficar reclamando de uma série de fatores que são inerentes à vida de um escritor e se brigar por leis de incentivos, é preciso refletir e tentar fazer "aquilo" que os escritores nunca fizeram, que é o reconhecimento e a profissionalização do escritor. No mais, seu texto tem muita coerência, mas, vale lembrar que vivemos num mundo onde tudo é voltado para o lado comercial e, os oportunistas de plantão, sabem muito bem disso. Sds...Elaine Paiva
[Leia outros Comentários de Elaine Paiva]
2/8/2006
3. !
16h50min
Muito bom!
[Leia outros Comentários de Daniela Castilho]
2/8/2006
18h16min
Ó, se não fosse por você, eu nunca, mas nuuuuuunca saberia da existência dessa tal de CBO. Agora, deixa eu ir correeeeendo pra casa porque daqui do trabalho não consegui abrir o último link ("Sr. Usuário, o acesso a páginas não profissionais está indisponível.") Há espaço pro humor no Digestivo, graças a Zeus!
[Leia outros Comentários de Ana Claudia]
3/8/2006
07h32min
Sua finalização matou-me de rir. Você acabou de receber um diploma do censo como membro emérito do bom humor. Beijos. Saudações Poéticas!
[Leia outros Comentários de Versos & Acordes]
3/8/2006
11h28min
Putz, também gostei pra caramba do link no final. Essa foi ótima! Abraços.
[Leia outros Comentários de Janethe Fontes]
4/8/2006
07h39min
O personagem da velhinha (quase) escritora é ótimo.
[Leia outros Comentários de Alvaro]
4/8/2006
10h36min
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk! ótimooooooooo! muito bom! Lisandro, vc está de parabéns... foi impossível não rir dessa crônica sua! boa d+... e olha q eu nunca tinha te "reparado" por aqui, mesmo seu gênero sendo um dos meus preferidos... cbo? eu nunca soube dessa maluquice de requisito do censo...ai ai ai! mas e agora? que porcaria! não vou poder nem mais mentir qdo o moço do censo passar lá em casa... justo esse ano q eu queria me passar por escritora... beijo e mais uma vez, parabéns!
[Leia outros Comentários de janaina sorna]
4/8/2006
16h40min
curioso e muito engraçado, essa profissão louca e sem teto salarial, sem registro, sem cálculos trabalhistas, muito massa a crônica, valeu!!!
[Leia outros Comentários de andré Balbino ]
4/8/2006
17h52min
Em um país onde até mesmo Bruna Surfistinha se julga escritora, eu acho que o censor deveria ter atendido ao desejo da velhinha. Muito bom!
[Leia outros Comentários de Claine Brasília]
5/8/2006
03h03min
Aprecio bastante sua coluna, mas achei o humor deste texto previsível. Talvez seja somente que eu já tenha ouvido muito esse tipo de piada... E parabéns pelos textos anteriores!
[Leia outros Comentários de Junior Martuchelli]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Horizontes da Vida
João Nunes Maia
fonte viva
(1989)



Como Aprendi a Pensar - os Filósofos Que Me Formaram
Luiz Felipe Pondé
Planeta
(2019)



Dia a Dia Com o Evangelho 2019: Ano C - São Lucas
Paulus Editora
Paulus
(2018)



Planejamento Estratégico Empresarial
Maurício Castelo Branco Valadares
Qualitymark
(2003)



Livro - O Primo Basílio
Eça de Queirós
Nova Cultural



Relatos de Uma Alma
Dorita Moraes Barros
lacerda
(1999)



Big Bang
Heather Couper e Nigel Henbest
Moderna
(1997)



Avalon e o Graal
H. Gerenstadt
madras
(2002)



Auto da Barca do Inferno
Gil Vivente
Ftd
(1997)



Psicossomática Hoje
Julio de Mello Filho / Miriam Burd
Artmed
(2010)





busca | avançada
58257 visitas/dia
1,6 milhão/mês