A novilíngua petista | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
33925 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Namíbia, Não! curtíssima temporada no Sesc Bom Retiro
>>> Ceumar no Sesc Bom Retiro
>>> Mestrinho no Sesc Bom Retiro
>>> Edições Sesc promove bate-papo com Willi Bolle sobre o livro Boca do Amazonas no Sesc Pinheiros
>>> SÁBADO É DIA DE AULÃO GRATUITO DE GINÁSTICA DA SMART FIT NO GRAND PLAZA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
>>> A relação entre Barbie e Stanley Kubrick
>>> Um canhão? Ou é meu coração? Casablanca 80 anos
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
>>> Alma nordestina, admirável gênio
>>> Estrada do tempo
>>> A culpa é dele
>>> Nosotros
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Informação, Redes Sociais e a Revolução
>>> Raul Gil e sua usina de cantores
>>> Os Rolling Stones deveriam ser tombados
>>> Manual prático do ódio
>>> Por que Faraco é a favor da mudança ortográfica
>>> Modernismo e Modernidade
>>> A favor do voto obrigatório
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
>>> Sobre o Ronaldo gordo
>>> A nova escola
Mais Recentes
>>> Oposição Complementar - Opposition Complementaire de Vários Autores pela Os Museus (1996)
>>> Austria In Colour de Kurt Peter Karfeld pela Osterreichische Staatsdruckerei, vienna (1957)
>>> Azincourt de Bernard Cornwell pela Record (2009)
>>> Internet Art - Digital Culture de Ricardo Barreto & Paula Perissinoto pela Imprensa Oficial (2002)
>>> Tempo de Gangorra de Saïd Farhat pela Tag (2023)
>>> Guerra dos Tronos: as Cronicas de Gelo e Fogo - Livro 1 de George R. R. Martin pela Leya (2010)
>>> Inteligência Artificial de Kai-fu Lee pela Globo (2019)
>>> Budismo: Psicologia do Autoconhecimento de Dr. Georges da Silva & Rita Homenko pela Pensamento (1999)
>>> Aços e Ferros Fundidos 6ª Ed de Vicente Chiaverini pela Associação Brasileira de Metal (1990)
>>> Historias Disparatadas de Vic Parker pela Silver Dolphim (2021)
>>> O Monge e o Filosofo: o Budismo Hoje de Jean-françois Revel e Matthieu Ricard pela Mandarim (1998)
>>> Kaplan GMAT 800, 2005-2006 de Vários Autores pela Kaplan Publishing (2005)
>>> Crónica de la Colonia Galesa de la Patagonia de Abraham Matthews pela El Regional (1975)
>>> Le New York de Paul Auster de Gérard de Cortanze , James Rudnick pela Du Chêne (1993)
>>> Effective horsemanship de Noel Jackson pela Arco Publishing (1967)
>>> Livro - Guias de campo- O ceu de Guias de campo pela Escala educacional
>>> Eclipse de Stephenie Meyer pela Intrinseca (2008)
>>> Famílias Terrivelmente Felizes de Marçal Aquino pela Cosac Naify (2003)
>>> Crepusculo de Stephenie Meyer pela Intrinseca (2008)
>>> O Olho Mais Azul de Toni Morrison pela Companhia das Letras (2019)
>>> The White Face de Carl Ruthven Offord pela Robert M. McBride Company (2023)
>>> Belas Maldições de Neil Gaiman Terry Pratchett pela Bertrand do Brasil (2017)
>>> Um dia minha alma se abriu por inteiro de Iyanla Vazant pela Sextante (2000)
>>> Marley e eu de John Grogan pela Prestigio (2006)
>>> Na Companhia de Soldados - o Dia-a-dia da Guerra do Iraque de Rick Atkinson pela Bertrand Brasil
COLUNAS

Segunda-feira, 17/11/2014
A novilíngua petista
Julio Daio Borges
+ de 4800 Acessos

Você já tentou discutir com um petista? Então você sabe do que estou falando. Como se vê todos os dias pelo noticiário, o PT não aceita a contestação. E os petistas não sabem conviver com o "contraditório". Em suas fileiras, apenas discípulos fanáticos. Ou se é um militante cego ou se é considerado um inimigo da seita. Sua guerra também é santa; e eles têm até o seu messias...

Fiz este "manual" para mostrar que petistas não discutem, apenas mimetizam a discussão. Logo, se você entrar numa "discussão" com eles, e tiver lido este texto, já sabe o que vai encontrar...

Novilíngua é um termo de "1984", o romance de George Orwell. Na distopia de Orwell, o governo central, ou Big Brother, inverte os termos, para justificar um regime totalitário. Assim, o Ministério da Verdade cuida da falsificação do noticiário, e da reescrita da História; e o Ministério da Paz vive de fazer a guerra indefinidamente. Qualquer semelhança - com o que estamos vivendo - *não é* mera coincidência...

* "Mentira virando verdade" - Vimos isso durante a campanha eleitoral. Era *mentira*, por exemplo, que a inflação estava "controlada" - mas a informação foi veiculada como *verdade*, e até repetida, pela presidente, durante os debates. Finda a eleição, qual foi uma das primeiras medidas tomadas? O aumento dos juros - para controlar a inflação.

* "Verdade virando mentira" - Do mesmo modo, era *verdade* aquela informação, na matéria de capa da Veja, de que Dilma e Lula "sabiam de tudo". Exemplares da revista foram apreendidos, a sede da editora Abril foi vandalizada e a presidente, inclusive, veio a público "desmentir" a reportagem... Acontece que a própria Folha repercutiu a informação contida em Veja. O Globo a colocou inicialmente em dúvida; mas depois voltou atrás. E o Estadão, recentemente, emplacou o seguinte editorial: "Lula e Dilma sempre souberam". Ou seja, era *verdade*.

* "Bandidos virando heróis" - Essa prática se consagrou durante o julgamento do mensalão, em 2012. Primeiro, tentaram caracterizar o Supremo como um "tribunal de exceção". Depois, insistiam que era um julgamento "político" (e, não, técnico). E, por fim, como os heróis da resistência à ditadura militar foram mesmo condenados, pelo STF, a saída foi convertê-los em mártires ou *heróis da pátria*. Eram *criminosos*. Nunca deixaram de sê-lo. Pelo menos, para quem acredita nas leis brasileiras e respeita as decisões da Justiça...

* "Heróis virando bandidos" - Assim como Joaquim Barbosa presidiu exemplarmente o Supremo, durante o julgamento do mensalão, a operação Lava Jato tem sido um marco - na desmontagem de um "esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas"... Pois, bem: o ministro da Justiça, do governo Dilma, anunciou que vai "investigar" os delegados que atuam na Lava Jato (!) - simplesmente porque, durante as eleições, eles manifestaram, em privado, suas preferências políticas (em favor do candidato da oposição). *Heróis*... tratados como *bandidos*.

* "Fora-da-lei virando dentro da lei" - Antes, falávamos de julgamentos e de investigações. Agora, trata-se de legislar em causa própria. Estamos falando da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Por essa lei, o governo federal, assim como os estados e municípios, está obrigado a cumprir uma meta de superávit fiscal. Como não vai conseguir cumprir, pela primeira vez desde que a lei foi criada (no ano 2000), o governo federal quer alterar a LDO - a seu favor, claro. Ou seja: o governo pede a aprovação, do Congresso Nacional, para transformar uma *infração* em *lei* - o que é *ilegal* (descumprir a LDO) passará a ser *legal* (graças ao que, eufemisticamente, chamam de "revisão" na meta...).

* "Dentro da lei virando fora-da-lei" - E todo mundo ficou sabendo daquele caso, da agente de trânsito, que, ao repreender um juiz por dirigir sem placa e sem documentação, durante uma "blitz" da Lei Seca, teve sua ordem de prisão decretada (pelo mesmo juiz infrator). E, ao processar o juiz por danos morais, a agente foi surpreendida com uma decisão contrária a si - sendo obrigada a pagar uma multa (ao mesmo juiz). Só depois de extensíssima repercussão, a OAB - a mesma que negou registro de advogado a Joaquim Barbosa, um verdadeiro herói da pátria - resolveu afastar o juiz...

* "Ditadura virando democracia" - Quem acha exagerado o uso de termos como "bolivarianismo" e "venezualização", aplicados ao presente momento do Brasil, deveria ler o documento "Resolução Política" - oficial do PT - e prestar atenção ao uso do termo "hegemonia"... Na Venezuela e em outras repúblicas bolivarianas da América Latina, a "hegemonia" tem sido alcançada através da *democracia*. Hegemonia nada mais é que controle do Executivo, do Parlamento, das polícias, da Justiça e dos meios de comunicação. Quando forem ver, a democracia se transformou... em *ditadura*.

* "Democracia virando ditadura" - E estamos assistindo a dezenas de manifestações pacíficas, em todo o Brasil, serem tachadas de "golpistas". Quando são manifestações "a favor" do governo - mesmo que defendam a "cubanização" do nosso País -, são consideradas "democráticas". Já quando são contrárias a um governo que flerta com o autoritarismo, ou contrárias a um partido com ambições totalitárias, as manifestações são consideradas *antidemocráticas*...

Temos novos exemplos da "novilíngua petista" todos os dias. Desde o ministro da Fazenda, demitido há meses, que faz previsões sobre a política econômica... em 2015 (!). Desde a candidata que prometeu "mais mudanças", e, reeleita, entrega... "mais do mesmo". E, ao se ver cada vez mais enredada em escândalos de corrupção, diz que ela própria mandou investigar (a si e aos seus?). Ou um governo que fala em "diálogo" - no discurso da vitória -, mas revela-se cada vez mais afeito ao "monólogo" (segundo sua ministra da Cultura demissionária)...

Enfim, uma gente que projeta seus defeitos nos "outros". Ataca quando deveria procurar se defender. Acusa outros governos, onde avanços institucionais foram históricos, de "retrocesso". E chama de "progressista" a vanguarda do atraso na América Latina...

Delírios desse tipo - a História mostrou - nunca acabaram bem. Fernando Collor, Claudio Humberto narra, isolou-se do mundo em seu gabinete. Defenestrado, pegou o avião - todos se lembram da cena - como se nada tivesse acontecido. Vargas - sem saída - acabou com a própria vida ("para entrar na História"). Jânio acusou as "forças ocultas". Jango acabou em golpe...

A novilíngua pode ser um recurso ficcional originalíssimo. Mas, historicamente, a realidade acaba se impondo...

Para ir além
Compartilhar


Julio Daio Borges
São Paulo, 17/11/2014

Quem leu este, também leu esse(s):
01. O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas) de Renato Alessandro dos Santos
02. Jogando com Cortázar de Cassionei Niches Petry
03. Nenhum Mistério, poemas de Paulo Henriques Britto de Jardel Dias Cavalcanti
04. Os Doze Trabalhos de Mónika. 3. Um Jogo de Poker de Heloisa Pait
05. Procure saber: os novos donos da história de Gian Danton


Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2014
01. Como detectar MAVs (e bloquear) - 22/10/2014
02. 40 - 29/1/2014
03. Sobre o caso Idelber Avelar - 8/12/2014
04. Meu Primeiro Livro - 18/6/2014
05. Mamãe - 19/1/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Pássaro Que Não Queria Voar
Cláudia Felício
Cetip
(2010)



50 Anos Depois
Vários
Mndh
(2001)



A Espada e a Balança
Jason Tércio
Jorge Zahar
(2002)



Brás, Bexiga e Barra Funda: Notícias Paulistas
Antonio de Alcantara Machado
Nova Alexandria
(1995)



Nossa Senhora do Pilar um Culto Emboaba: Nova História de Minas Gerais
José Efigênio Pinto Coelho
Ufop
(1991)



Literatura Comentada: José Louzeiro
José Louzeiro
Abril
(1982)



Miroca e Suas Botinas
Juciara Rodrigues
Formato
(2010)



Dez Motivos para Amar os Livros / 5ª Ed - Confira !!!
Jonas Ribeiro; Lucia; Tati Toledo
Elementar
(2018)



Winnie At the Seaside -
Valerie Thomas and Korky
Oxford University Press
(2005)



Cartas de Lejos
V. I. Lenin
Anteo
(1957)





busca | avançada
33925 visitas/dia
1,4 milhão/mês