A novilíngua petista | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
67107 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado encerra circulação do concerto 60 Anos de Música com apresentação no MIS
>>> Mundo Suassuna, no Sesc Bom Retiro, apresenta o universo da cultura popular na obra do autor paraiba
>>> Liberdade Só - A Sombra da Montanha é a Montanha”: A Reflexão de Marisa Nunes na ART LAB Gallery
>>> Evento beneficente celebra as memórias de pais e filhos com menu de Neka M. Barreto e Martin Casilli
>>> Tião Carvalho participa de Terreiros Nômades Encontro com a Comunidade que reúne escola, família e c
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Future World (1987)
>>> A juventude nas livrarias
>>> Entrevista com Ruy Castro
>>> Diga: trinta e três
>>> O Casal 2000 da literatura brasileira
>>> Lucas vs. Spielberg
>>> Do desprezo e da admiração
>>> A pulsão Oblómov
>>> Arte Brasileira Hoje: um arquipélago
>>> Sobre o som e a fúria
Mais Recentes
>>> A Estrutura Interior do Tai Chi - Tai Chi Chi Kung I de Mantak Chia; Juan Li pela Pensamento (2007)
>>> Que Es El Tiempo ? de Damm Antje pela Iamique (2011)
>>> A Colonização Alemã no Rio Grande do Sul de Aldair Marli Lando; Eliane Cruxên Barros pela Movimento (1982)
>>> Encontro Poesia Brasília de Arisnaldo dos Santos Januário pela Da Autore (1984)
>>> Onde Moras? Moradia e Fraternidade de Campanha da Fraternidade pela Aec (1993)
>>> Festa na Floresta Itaúna de Márcia Regina Morais pela Vile (2008)
>>> Anime Do Especial Número 9 Dragon Ball de Lisa Matsuzaka pela Escala
>>> Revista Anime Do Número 5 de Lilian Maruyama pela Escala
>>> Defensores de Tóquio Número 3 de Eduardo Leão pela Trama
>>> O Castelo De Otranto de Horace Walpole pela Nova Alexandria (1996)
>>> O Ânus Solar de Georges Bataille pela Hiena (1985)
>>> O Perigo das Radiações de Jack Schubert; Ralph E. Lapp pela Ibrasa (1960)
>>> Apometria: Um instrumento para a harmonia e para a felicidade a nova ciencia da alma de J S Godinho pela Holus (2012)
>>> The Little Prince de Antoine de Saint-Exupéry pela Harbrace (1971)
>>> Livro MILAGRES de Vera Nappi pela A Vida é Bela (2003)
>>> Você Pode Curar Sua Vida 126ª edição. de Louise L Hay pela Best Seller (2021)
>>> Livro CANTO ALGUM de Flávia Reis pela Reformátório (2020)
>>> Apologia de Sócrates - clássicos de bolso ediouro de Platão ( tradução de Maria Lacerda de Moura) pela Ediouro (2002)
>>> Mediunidade e Apometria: Terapêutica e Apometria edição. revista e atualizada de J S Godinho pela Holus (2012)
>>> Livro Mulher V Moderna, à moda antiga de Cristiane Cardoso pela Thomas Nelson (2013)
>>> Der Kleine Prinz de Antoine de Saint-Exupéry pela Harbrace (1971)
>>> Der Kleine Prinz de Antoine de Saint-Exupéry pela Karl Rauch
>>> Brief an Den Vater de Franz Kafka pela Fischer (1989)
>>> Sonhos de Bunker Hill de John Fante pela L&pm (2003)
>>> I Ching - O Livro das Mutações de Desconhecido pela Trevo (2004)
COLUNAS

Segunda-feira, 17/11/2014
A novilíngua petista
Julio Daio Borges
+ de 5400 Acessos

Você já tentou discutir com um petista? Então você sabe do que estou falando. Como se vê todos os dias pelo noticiário, o PT não aceita a contestação. E os petistas não sabem conviver com o "contraditório". Em suas fileiras, apenas discípulos fanáticos. Ou se é um militante cego ou se é considerado um inimigo da seita. Sua guerra também é santa; e eles têm até o seu messias...

Fiz este "manual" para mostrar que petistas não discutem, apenas mimetizam a discussão. Logo, se você entrar numa "discussão" com eles, e tiver lido este texto, já sabe o que vai encontrar...

Novilíngua é um termo de "1984", o romance de George Orwell. Na distopia de Orwell, o governo central, ou Big Brother, inverte os termos, para justificar um regime totalitário. Assim, o Ministério da Verdade cuida da falsificação do noticiário, e da reescrita da História; e o Ministério da Paz vive de fazer a guerra indefinidamente. Qualquer semelhança - com o que estamos vivendo - *não é* mera coincidência...

* "Mentira virando verdade" - Vimos isso durante a campanha eleitoral. Era *mentira*, por exemplo, que a inflação estava "controlada" - mas a informação foi veiculada como *verdade*, e até repetida, pela presidente, durante os debates. Finda a eleição, qual foi uma das primeiras medidas tomadas? O aumento dos juros - para controlar a inflação.

* "Verdade virando mentira" - Do mesmo modo, era *verdade* aquela informação, na matéria de capa da Veja, de que Dilma e Lula "sabiam de tudo". Exemplares da revista foram apreendidos, a sede da editora Abril foi vandalizada e a presidente, inclusive, veio a público "desmentir" a reportagem... Acontece que a própria Folha repercutiu a informação contida em Veja. O Globo a colocou inicialmente em dúvida; mas depois voltou atrás. E o Estadão, recentemente, emplacou o seguinte editorial: "Lula e Dilma sempre souberam". Ou seja, era *verdade*.

* "Bandidos virando heróis" - Essa prática se consagrou durante o julgamento do mensalão, em 2012. Primeiro, tentaram caracterizar o Supremo como um "tribunal de exceção". Depois, insistiam que era um julgamento "político" (e, não, técnico). E, por fim, como os heróis da resistência à ditadura militar foram mesmo condenados, pelo STF, a saída foi convertê-los em mártires ou *heróis da pátria*. Eram *criminosos*. Nunca deixaram de sê-lo. Pelo menos, para quem acredita nas leis brasileiras e respeita as decisões da Justiça...

* "Heróis virando bandidos" - Assim como Joaquim Barbosa presidiu exemplarmente o Supremo, durante o julgamento do mensalão, a operação Lava Jato tem sido um marco - na desmontagem de um "esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas"... Pois, bem: o ministro da Justiça, do governo Dilma, anunciou que vai "investigar" os delegados que atuam na Lava Jato (!) - simplesmente porque, durante as eleições, eles manifestaram, em privado, suas preferências políticas (em favor do candidato da oposição). *Heróis*... tratados como *bandidos*.

* "Fora-da-lei virando dentro da lei" - Antes, falávamos de julgamentos e de investigações. Agora, trata-se de legislar em causa própria. Estamos falando da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Por essa lei, o governo federal, assim como os estados e municípios, está obrigado a cumprir uma meta de superávit fiscal. Como não vai conseguir cumprir, pela primeira vez desde que a lei foi criada (no ano 2000), o governo federal quer alterar a LDO - a seu favor, claro. Ou seja: o governo pede a aprovação, do Congresso Nacional, para transformar uma *infração* em *lei* - o que é *ilegal* (descumprir a LDO) passará a ser *legal* (graças ao que, eufemisticamente, chamam de "revisão" na meta...).

* "Dentro da lei virando fora-da-lei" - E todo mundo ficou sabendo daquele caso, da agente de trânsito, que, ao repreender um juiz por dirigir sem placa e sem documentação, durante uma "blitz" da Lei Seca, teve sua ordem de prisão decretada (pelo mesmo juiz infrator). E, ao processar o juiz por danos morais, a agente foi surpreendida com uma decisão contrária a si - sendo obrigada a pagar uma multa (ao mesmo juiz). Só depois de extensíssima repercussão, a OAB - a mesma que negou registro de advogado a Joaquim Barbosa, um verdadeiro herói da pátria - resolveu afastar o juiz...

* "Ditadura virando democracia" - Quem acha exagerado o uso de termos como "bolivarianismo" e "venezualização", aplicados ao presente momento do Brasil, deveria ler o documento "Resolução Política" - oficial do PT - e prestar atenção ao uso do termo "hegemonia"... Na Venezuela e em outras repúblicas bolivarianas da América Latina, a "hegemonia" tem sido alcançada através da *democracia*. Hegemonia nada mais é que controle do Executivo, do Parlamento, das polícias, da Justiça e dos meios de comunicação. Quando forem ver, a democracia se transformou... em *ditadura*.

* "Democracia virando ditadura" - E estamos assistindo a dezenas de manifestações pacíficas, em todo o Brasil, serem tachadas de "golpistas". Quando são manifestações "a favor" do governo - mesmo que defendam a "cubanização" do nosso País -, são consideradas "democráticas". Já quando são contrárias a um governo que flerta com o autoritarismo, ou contrárias a um partido com ambições totalitárias, as manifestações são consideradas *antidemocráticas*...

Temos novos exemplos da "novilíngua petista" todos os dias. Desde o ministro da Fazenda, demitido há meses, que faz previsões sobre a política econômica... em 2015 (!). Desde a candidata que prometeu "mais mudanças", e, reeleita, entrega... "mais do mesmo". E, ao se ver cada vez mais enredada em escândalos de corrupção, diz que ela própria mandou investigar (a si e aos seus?). Ou um governo que fala em "diálogo" - no discurso da vitória -, mas revela-se cada vez mais afeito ao "monólogo" (segundo sua ministra da Cultura demissionária)...

Enfim, uma gente que projeta seus defeitos nos "outros". Ataca quando deveria procurar se defender. Acusa outros governos, onde avanços institucionais foram históricos, de "retrocesso". E chama de "progressista" a vanguarda do atraso na América Latina...

Delírios desse tipo - a História mostrou - nunca acabaram bem. Fernando Collor, Claudio Humberto narra, isolou-se do mundo em seu gabinete. Defenestrado, pegou o avião - todos se lembram da cena - como se nada tivesse acontecido. Vargas - sem saída - acabou com a própria vida ("para entrar na História"). Jânio acusou as "forças ocultas". Jango acabou em golpe...

A novilíngua pode ser um recurso ficcional originalíssimo. Mas, historicamente, a realidade acaba se impondo...

Para ir além
Compartilhar


Julio Daio Borges
São Paulo, 17/11/2014

Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2014
01. Como detectar MAVs (e bloquear) - 22/10/2014
02. Sobre o caso Idelber Avelar - 8/12/2014
03. 40 - 29/1/2014
04. Meu Primeiro Livro - 18/6/2014
05. Mamãe - 19/1/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Os cinco paradoxos da modernidade
Antoine Compagnon
Ufmg
(1999)
+ frete grátis



Livro Literatura Estrangeira Casa-Grande
Gilberto Freyre
Jose Olympio
(1977)



La Critica D'Arte Moderna
Roberto Salvini
Larco Firenze



O Retrato de Dorian Gray
Oscar Wilde
Círculo do Livro



O Livro do bem 313
Ariane Freitas
Gutenberg
(2014)



Eneida
Virgílio
Nova Cultural
(2003)



Curso de Iniciação Logosófica
Carlos Bernardo Gonzalez Pecotche
Logosofica
(2009)



Pierre et le loup por
Serge Prokofiev, Marcel Tillard
Le Chant du monde
(2006)



Calafrio
Maggie Stiefvater
Agir
(2010)



Livro Infantil Tiger Team 3 Progress Journal
Carol Read, Mark Ormerod
Macmillan
(2013)





busca | avançada
67107 visitas/dia
2,1 milhões/mês