Momento ideal & conciliação | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
78105 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
>>> Cassio Scapin e artistas de grandes musicais fazem campanha contra o abuso sexual infantil
>>> Terça Aberta na Quarentena une teatro e a dança
>>> “Um pé de biblioteca” estimula imaginação e ajuda a criar novas bibliotecas pelo Brasil
>>> Diálogos na Web FAAP: Na pauta, festivais de cinema e crítica cinematográfica
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Escrevendo um currículo
>>> Frases que soubessem tudo sobre mim
>>> Por que somos piratas musicais
>>> 6 pedras preciosas do rock
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST)
>>> Para você que vai votar...
>>> A medida do sucesso
>>> Fuvest divulga lista de livros para 2017
>>> 35 anos do Clube da Esquina
>>> É Julio mesmo, sem acento
Mais Recentes
>>> A Cizânia de R. Goscinny - A. Uderzo pela Record (2002)
>>> Consciência operária no Brasil - Revista Ensaios n. 39 de Celso Frederico pela Ática (1978)
>>> O Sítio no Descobrimento: a turma do Picapau amarelo na expedição de Pedro Álvares Cabral de Luciana Sandroni pela Globo (2000)
>>> Zelia, uma Paixão de Fernando Sabino pela Record (1989)
>>> Volta ao Lar de Nora Roberts pela Harlequin Books (2006)
>>> Você Pode Curar Sua Vida de Louise L. Hay pela Best Seller (1984)
>>> Você é Tímido? de Núria Roca pela Companhia Nacional (2008)
>>> Vivências de Vozes pela Vozes
>>> Violetas na Janela de Vera Lucia Marinzeck de Carvalho Tipo: Semin pela Petit (2013)
>>> Vinte Anos de David Nicholls pela Intrínseca (2011)
>>> Vingadores Todos Querem Dominar o Mundo Marvel de Dan Abnett pela Novo Século (2015)
>>> Vidas Secas de Graciliano Ramos pela Record (1981)
>>> Vida Depois da Vida o Que Acontece Quando uma Pessoa Morre? de Dr. Raymond A. Moody pela Círculo de Livro (1979)
>>> Vida de Droga Sinal Aberto de Aberto Walcyr Carrasco pela Ática (2007)
>>> Vice-versa ao Contrário de Heloisa Prieto; Spacca pela Cia das Letrinhas (1994)
>>> Viagens de Gulliver Série Reencontro de Jonathan Swift pela Scipione
>>> Viagens de Gulliver de Jonathan Swift - Ad. Paulo Sergio de Vasconcellos pela Objetivo
>>> Vestido de Noivo de Pierre Lemaitre pela Vertigo (2013)
>>> Veronika Decide Morrer de Paulo Coelho pela Rocco (2003)
>>> Vencendo o Passado ( Bolso) de Zibia Gasparetto pela Vida e Consciência (2017)
>>> Várias Histórias Coleção a Obra-prima de Cada Autor de Machado de Assis pela Martin Claret (2003)
>>> Van Gogh Museum Vida, Obra y Coetáneos de Vicent Van Gogh pela Ne
>>> Valores para Viver Inspirações para Refletir de Maria Isabel Borja e Márcio Vassallo pela Guarda Chuva (2005)
>>> Urso Com Música na Barriga Ilustrações de Eva Furnari de Erico Verissimo pela Companhia das Letrinhas (2002)
>>> Uma Torre Além do Tempo: a Colmeia de Almas de Francisco José B. Sá pela Mnêmio Túlio (1999)
>>> Uma Questão de Tempo de Alvaro Esteves pela Objetiva
>>> Uma História de Sabedoria e Riqueza de Mark Fisher pela Ediouro
>>> Um Pai Criminalista um Ensaio Sobre Educação Infantil e Administração de Chistian Mirkos pela Ceitec (2008)
>>> Um Homem de Sorte Edição de Bolso de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2011)
>>> Um Estranho Segredo de Marcos Diego Mogami pela Db (2014)
>>> Um Estranho no Espelho de Sidney Sheldon pela Klick (1997)
>>> Um Dia de Bradley Trevor Greive pela Sextante (2001)
>>> Um Caso Muito Sujo de Shirley Souza pela Paulus (2011)
>>> Um Caldeirão de Poemas Vol 2 de Tatiana Belinky pela Companhia das Letrinhas (2007)
>>> Um Anjo Em Nossa Vida de Célia Xavier de Camargo pela Petit (2014)
>>> Um Amor Conquistado de Danielle Steel pela Record (1984)
>>> Ubirajara Série Bom Livro de José de Alencar pela Ática (1998)
>>> Turma da Mônica Jovem um Novo Amor? Número 82 de Mauricio de Sousa pela Panini Comics (2015)
>>> Turma da Mônica Jovem N° 63 Dia das Bruxas de Mauricio de Sousa pela Panini Brasil (2013)
>>> Turma da Mônica Jovem no País das Maravilhas Parte 2 de 2 de Mauricio de Sousa pela Panini (2010)
>>> Tudo Tem Seu Preço de Zibia Gasparetto pela Vida & Consciência
>>> Tudo Aquilo Que Nunca foi Dito de Marc Levy pela Suma de Letras (2011)
>>> Tudo a Ganhar de Barbara Taylor Bradford pela Record (1995)
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma Ler é Aprender Volume 18 de Lima Barreto pela Klick
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma Ler é Aprender Volume 18 de Lima Barreto pela Klick
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma (pocket) de Lima Barreto pela L&pm Pocket
>>> Tio Sam Chega ao Brasil a Penetração Cultural Americana de Gerson Moura pela Brasiliense (1988)
>>> Til Coleção a Obra-prima de Cada Autor de José de Alencar pela Martin Claret
>>> The Testament de John Grisham pela Penguin Readers (1999)
>>> The Plays and Sonnets of William Shakespeare Vol 2 de Shakespeare pela Britannica
COLUNAS

Sexta-feira, 25/9/2015
Momento ideal & conciliação
Ana Elisa Ribeiro

+ de 3400 Acessos

"Professora, tive de faltar à sua aula ontem por motivos muito sérios. É que..."

"Ah, desisti porque minha vida está complicada..."

"Vou deixar para depois. Vou esperar o momento ideal."

Professor precisa escutar muita coisa. E precisa ouvir com paciência. Fazer o esforço de compreender verdadeiramente. E nem sempre responder nada. É opcional pegar a papelada em cima da mesa e sair, sem fazer expressão de desdém ou de comoção profunda. Ou, de outro modo, parar, largar tudo no chão, abraçar a pessoa e dizer palavras duras. Talvez palavras doces. Não dizer nada, mas demonstrar calor no abraço. Alegria ou vazio.

Cada aluno que desiste é uma história. Uns somem, simplesmente, sem deixar vestígio. Às vezes, dão sinais anteriores de fadiga ou de desmotivação. Às vezes, nem isso. Simplesmente desaparecem. Outros optam por dar satisfação. Chegam perto, dizem umas coisas, ensaiadas ou não, e se vão. Trocam de curso, mudam de cidade, ficam em casa, tentam de novo, não tentam nunca mais. Os motivos são muitos, vários e às vezes insondáveis.

Certa vez, uma aluna muito antipática, desde sempre desalinhada com tudo, com todos, com a turma e com os professores, deixou de comparecer. Era previsível. Era um alívio. Mas ela parou no corredor, por um breve momento, para dizer a um professor: "Ó, estou saindo fora. Não me adaptei. Isto aqui não é minha praia." Estava na cara. Ela demorou mais do que todos nós para descobrir sua resposta. Enfim, fez questão de desdenhar da escola, antes de sair, como quem deixa a sala depois de bater a porta com má educação.

Há alunos, no entanto, que vêm contar dificuldades. E estou, como se nota, falando de alunos adultos. São estudantes de cursos de graduação, de graduação tecnológica ou mesmo de pós-graduação. São profissionais, ainda jovens, mas em sua maioria mais velhos, muitos casados, com filhos, problemas familiares e uma história notável atrás de si.

Não estou falando de jovens iniciantes da faculdade, estes que fizeram tudo a termo e podem estudar em tempo integral, contando com o financiamento dos pais. Não. Não é também de estudantes de cursos "de elite" (embora isso vá se desfazendo, muito aos poucos). Trato aqui dos cursos noturnos que muita gente busca já depois de certa experiência profissional ou após uma vida correndo atrás das atualizações necessárias. Ou de um sonho, quem sabe?

Esse aluno, essa aluna, vem dizer que desistirá. E não que a aula seja ruim, que a escola seja precária, que os colegas sejam intragáveis. Não. Este estudante vem quase pedir desculpas por ter entrado. Ele vem pedir desculpas pela vaga que ocupou. E lamentar que não tenha feito jus à proposta que fez aos outros e a si.

Quando a pessoa diz que tem problemas, que não pode, que não quer, em tom decidido, sem subterfúgios, eu ofereço meu olhar de solidariedade. Mas eu jamais me calo. Eu sinto a necessidade de fazer perguntas óbvias, como: Tem certeza? Não tem jeito mesmo? Vale a pena? Você não vai se arrepender? Vai perder o pique depois?

No entanto, quando a pessoa me dá o argumento da dificuldade de "conciliação", ah, não, aí eu não perdoo. Eu não perdoo porque a vida de adulto é, eternamente, conciliar. Não existirá mais o famigerado "momento ideal". Ele simplesmente não virá. Ele se perderá entra as contas de água e luz; se esconderá entre os filhos, na hora do almoço; se deixará levar pelas horas do trabalho assalariado; ele morrerá nos sonhos de uma profissão.

Desde a entrada na vida adulta, o tempo escasseia. Passa a ser contado às avessas, uns dias a menos, os horários de despertador, os timings dos outros, sempre os outros. O tempo passa a ser uma variável quase indomável. E as pessoas continuam se empregando, se casando, proliferando. As outras coisas virão, tomarão seus lugares, menos ou mais amplos. E os estudos ficarão para depois.

Só que depois é logo. Nessa escala de adulto, depois é ali. Depois é o ano e meio da especialização, os dois anos do mestrado. Os quatro da graduação, noturna, talvez. O certo é que passarão rapidamente. E o arrependimento é quase inevitável.

Uma aluna de mestrado quis desistir. Teve problemas pessoais típicos de um adulto: vida financeira precisando melhorar, morar só, o noivado acabou, a tristeza tomou conta, o emprego ruim, um concurso público em vista. E ela queria desistir. O mestrado pela metade, o investimento feito. Os olhos fundos de cansaço e tristeza. Mas o modelo de felicidade - casa, marido, descanso e empregão - não a deixava em paz. Quase caiu. Não deixei. Fui dura. "Você não pode desistir no meio! Vai passar rápido! Valerá a pena. Pode aumentar suas possibilidades. Mas, antes disso, já pensou? Como você vai se encarar depois de desistir no meio?"

Bom, ela foi. Ela seguiu. Sempre acho emocionantes os fechamentos de cursos. Em todas as etapas, do ensino médio à pós-graduação, as pessoas mudam muito. Os graduandos crescem, florescem, mostram coisas insuspeitadas a nós, que estamos ali participando de suas caminhadas. Os pós-graduandos tornam-se pensadores, muitos. Vários, não. Mas muitos passam à vida de formadores, profissionais, professores e vão semear mais. É absolutamente emocionante assistir à defesa de mestrado, só para um exemplo, de uma pessoa que chegou tímida e sem qualquer noção da teoria X ou Y. E mais emocionante ainda é ver como ela conclui um trabalho após a superação de um leque grande de dificuldades da vida adulta: a pressão, a doença, a morte até. Superou a falta, o despreparo, os horários de trabalho, o sono, a vigília, o nervosismo. Conciliou com o fim do noivado ou com o casamento. O marido, a gravidez, quem sabe? Conciliou com as viagens ao interior. Conciliou com a diversão, as férias em família, o intercâmbio. Conciliou consigo mesma, quando deu a impressão de que não teria forças para continuar.

Pela vontade dessa conciliação, as pessoas já mereceriam os parabéns. Mas elas fizeram mais. E alcançaram um grau, uma graça, um outro horizonte. E se eu estiver soando otimista demais, perdoem. É isso mesmo.

Os alunos nos olham e querem saber nossas histórias. Quando eles nos admiram, eles querem saber como foi que conseguimos. Muitos acham que tivemos condições muito melhores para fazer o que fizemos, para chegar até ali, até aquela condição de formadores. E então pode ser bom contar uma história absolutamente igual à deles. As moças querem saber como conciliei marido, filho, casa. Os moços querem saber como conciliei viagens e estudos. E há os que mostram surpresa grande quando sabem que tenho filho! Quando não a perplexidade de algumas ao descobrirem que ainda há maridos que sabotam as esposas que saem para se qualificar.

Não existe mais o momento ideal, eu disse a um dos meus alunos. Não existe. Afirmei de novo. A vida vai fazer todos esses movimentos, simultâneos. E eles serão sempre simultâneos. E se você não jogar mais este ingrediente aí nesse redemoinho, você não vai mais estudar. Faça o plano, olhe o calendário com firmeza e toque em frente. No dia da sua defesa, estarei lá para assistir e te dar um abraço meio assim: "Viu só, mestre? Eu não disse que daria?"

Fábrica de Chocolates



Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 25/9/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A Casa das Aranhas, de Márcia Barbieri de Jardel Dias Cavalcanti
02. Neste Natal etc. e tal de Elisa Andrade Buzzo
03. Pokémon Go, você foi pego de Luís Fernando Amâncio
04. Nos tempos de Street Fighter II de Luís Fernando Amâncio
05. Como ser um Medina de Ana Elisa Ribeiro


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2015
01. Para que serve a poesia? - 26/6/2015
02. A pomba gíria - 1/5/2015
03. Como ser um Medina - 16/1/2015
04. Momento ideal & conciliação - 25/9/2015
05. Leitura, curadoria e imbecilização - 11/9/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




FUTEBOL 100% PROFISSIONAL
JOSÉ CARLOS BRUNORO - ANTONIO AFIF
GENTE
(1997)
R$ 9,42



CREWEL LYE - A CAUSTIC YARN
PIERS ANTHONY
A DEL REY
(1984)
R$ 15,00



THINK LEVEL 2 WORKBOOK B1
HERBERT PUCHTA; JEFF STRANKS; PETER LEWIS JONES
CAMBRIDGE UNIVERSITY PRESS
(2015)
R$ 19,90



O ATENEU (CRÔNICAS DE SAUDADES) - 7ª EDIÇÃO
RAUL POMPÉIA
ÁTICA
(1980)
R$ 7,00



MUNDO ESTRANHO POR DENTRO DO TERRORISMO
VÁRIOS AUTORES
ABRIL
(2006)
R$ 5,99



PETIÇÕES, CONTESTAÇÕES E RECURSOS: AUXILIAR AO EXAME DA OAB
VALDEMAR P. DA LUZ (CAPA DURA) 3ª EDIÇÃO
FORENSE
(2003)
R$ 19,28



SYDNEY 2000
GREGORYS
GOT AUSTRALIA COVERED
(2000)
R$ 49,16



BRINKMANN O CINEMA EM PALAVRAS
ROLF DIETER
FENDA
(1995)
R$ 49,70



APRENDA COM OS VENCEDORES - VOCÊ S/A
VARIOS AUTORES
ABRIL
R$ 8,00



THE BILIARY TRACT
GERALD S. DOWDY
LEA E FEBIGER
(1969)
R$ 33,49





busca | avançada
78105 visitas/dia
2,2 milhões/mês