Como ser um Medina | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
28528 visitas/dia
922 mil/mês
Mais Recentes
>>> Comédia dirigida por Darson Ribeiro, Homens no Divã faz curta temporada no Teatro Alfredo Mesquita
>>> Companhia de Danças de Diadema leva projeto de dança a crianças de escolas públicas da cidade
>>> Cia. de Teatro Heliópolis encerra temporada da montagem (IN)JUSTIÇA no dia 19 de maio
>>> Um passeio imersivo pelos sebos, livrarias e cafés históricos do Rio de Janeiro
>>> Gaitista Jefferson Gonçalves se apresenta em quinteto de blues no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho
>>> Numa casa na rua das Frigideiras
>>> Como medir a pretensão de um livro
>>> Nenhum Mistério, poemas de Paulo Henriques Britto
>>> Nos braços de Tião e de Helena
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
Colunistas
Últimos Posts
>>> Juntos e Shallow Now
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
Últimos Posts
>>> Pós-graduação
>>> Virtuosismo
>>> Evanescência
>>> Um Certo Olhar de Cinema
>>> PROCURA-SE
>>> Terras da minha terra
>>> A bola da vez
>>> Osmose vital
>>> Direções da véspera V
>>> Sem palavras
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco
>>> Lulu Santos versus Faustão
>>> Aperte o play
>>> Banana Republic
>>> Em terra de cego, quem tem olho é Pelé
>>> O MP3 aconselha
>>> Cultura pop
>>> Monteiro Lobato: fragmentos, opiniões e miscelânea
>>> Super-heróis ou vilões?
>>> Borges: uma vida, por Edwin Williamson
Mais Recentes
>>> O Modernismo de Affonso Ávila pela Perspectiva (2002)
>>> Sempre é Tempo de Wanda A. Canutti pela Eme (2007)
>>> Não leve a Vida tão a Sério de Hugh Prather pela Sextante (2003)
>>> Gestão da Emoção de Augusto Cury pela Benvirá (2015)
>>> Sem medo de ser Feliz de José Carlos De Lucca pela Petit (1999)
>>> Schifaizfavoire de Mário Prata pela Planeta (2011)
>>> Casais Inteligentes Enriquecem Juntos de Gustavo Cerbassi pela Gente (2004)
>>> O Mulato de Aluísio Azevedo pela Ática (1998)
>>> Senhora de José de Alencar pela Ática (1996)
>>> Fome de Milagres de Virgil Gheorghiu pela Difusão Europeia do livro (1959)
>>> O Maior Vendedor do Mundo - 2ª parte de Og Mandino pela Record (1988)
>>> Monsehor Quixote 4ªed. de Graham Grene pela Record (1982)
>>> Mrs Polifaz e o Triângulo Dourado de Dorothy Gilman pela Casa Maria (1988)
>>> O Dossiê Pelicano de John Grisham pela Rocco (1993)
>>> Introdução à Economia Solidária de Paul Singer pela Perseu Abramo (2013)
>>> Tchapaiev - Coleção Romances do Povo - Direção de Jorge Amado de Dimitri Furmanov pela Vitoria (1954)
>>> O Dia do Chacal - Clássicos Modernos 6 de Frederick Forsyth pela Abril Cultural (1974)
>>> Drácula de Bram Stoker pela Nova Cultural (2002)
>>> Don Juan ou a Fascinante Vida de Lord Byron de André Maurois pela Nova Fronteira (1966)
>>> Resistência de Agnés Humbert pela Nova Fronteira (2008)
>>> Episódio da Vida de Tibério de J. W. Rochester psicografado por Wera Krijanowsky pela Lake (1999)
>>> Tutaméia - Terceiras Estórias de João Guimarães Rosa pela José Olympio (1979)
>>> Dias Perdidos de Lúcio Cardoso pela Civilização Brasileira (2006)
>>> Fauna Terrestre no Direito Penal Brasileiro de Luciana Caetano da Silva pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2001)
>>> Filosofia do Estado Em Hegel (Capa dura) de Célio César Paduani pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2005)
>>> Filosofia do Estado Em Hegel (Capa dura) de Célio César Paduani/ Autografado pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2005)
>>> Criação de Alister Mcgrath pela Hagnos (2011)
>>> Processo de Hermenêutica na Tutela Penal dos Direitos Fundamentais de Eugênio Pacelli de Oliveira pela Del Rey/ Belo Horizonte (2004)
>>> Organismos Geneticamente Modificados de Marcelo Dias Varella/ Ana Flávia Barros- Platiau pela Del Rey/ Belo Horizonte (2005)
>>> Constituição e Hermenêutica Constitucional de Márcio Augusto Vasconcelos Diniz pela Mandamentos (2002)
>>> O Eden Perdido de Poliana R. Ramos pela Casa Publicadora Brasileira (1974)
>>> Servidor Público: Doutrina e Jurisprudência/ Capa Dura de Reinaldo Moreira Bruno e Manolo del Olmo pela Del Rey/ Mandamentos (2006)
>>> O Homem no Teto de Jules Feiffer pela Companhia das Letras (1995)
>>> Mais Veja Como se Faz de Derek Fagerstrom / Lauren Smith pela Sextante (2013)
>>> O Grupo de Empresas no Direito do Trabalho de Carine Murta Nagem Cabral: Coord. pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2019)
>>> Aspectos Semiológicos do Direito do Ambiente de Patrícia Bressan da Silva pela Del Rey/ Belo Horizonte (2004)
>>> Mulheres de Marilyn French pela Rio Gráfica (1986)
>>> Politicos do Brasil de Fernando Rodrigues pela Publifolha (2006)
>>> Hermenêutica Jurídica Clássica de Glauco Barreira Magalhães Filho pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2003)
>>> Instituições de Direito Eleitoral (capa Dura) de Adriano Soares da Costa pela Del Rey/ Belo Horizonte (2006)
>>> A Fúria de John Farris pela Record (1980)
>>> O Quebra-Ossos - A Obstinação de um milionário louco agita o mundo do turfe de Dick Francis pela Nova Fronteira (1988)
>>> Caçada Sem Fim de Bryan Forbes pela Best Seller (1986)
>>> Nasce um povo de Michel Bergmann pela Vozes (2019)
>>> Teatro Flutuante 1º Vol. de Edna Ferber pela Saraiva (1962)
>>> Isso sim, é real ... de César Azambuja pela Do autor (2004)
>>> Viva Melhor! Com a Medicina Natural - Edição e Luxo de Luiz Carlos Costa pela Vida Plena Edições/ Sp. (1996)
>>> Noções de Psicofarmacoterapia na Prática de Jair Salim pela Educ/ EPU/ SP. (1987)
>>> O poder que vem do seu nome de Aparecida Liberato - Beto Junqueira pela Sextante (2005)
>>> Formulaire Cosmétique et Esthétique (Avec figures dans le texte)/ (Enc de Paul Gastou (Le Docteur) pela J.- B. Baillière/ Paris (1939)
COLUNAS

Sexta-feira, 16/1/2015
Como ser um Medina
Ana Elisa Ribeiro

+ de 3400 Acessos

Não me ligo em surfe. Não entendo as regras nem lhufas. Não sei o apelido de nenhuma manobra. Kelly Slater era um nome que me soava familiar, mas talvez eu não soubesse responder sobre ele a um quiz de múltipla escolha. Só que certas coisas acontecem e a notícia vem como uma onda pra cima da gente. É um esquema meio tsunami: você não quer saber, mas todo mundo diz, todo mundo comenta, todo jornal dá notícia, todo programa mostra, as revistas estampam, todos os amigos e conhecidos têm algo a dizer a respeito do ocorrido. Então eu tomei contato com a história - meio distorcidinha - do Gabriel Medina.

Só que eu não sou dessas pessoas que passam a gostar de tudo o que está na crista da onda. Eu não sei nada de surfe nem de tênis, e continuo sem saber. Eu sei respeitar e admirar o cara (ou a moça) que está lá no pódio, mas eu não viro uma chefa de fã clube depois que algo assim acontece. E também não nego que acontecimentos assim possam despertar alguns gênios para a coisa. Bom, o problema é quando as pessoas acham que vão "virar", mais ou menos como as borboletas. Elas querem ser a exceção, querem se transformar. Aí, não. Aí eu acho que algo ficou mal explicado. Como disse um amigo meu, esse pessoal que cresceu na "pedagogia do gostoso". Pois é. Esforço e disciplina valem como regra. E olhe lá.

Dia desses, eu trafeguei de avião de uma cidade para outra, neste Brasilzão, e resolvi ler a revista de bordo. No meu bolsão não tinha, mas aí eu pedi a revista que dava sopa no bolsão ao lado. Meu vizinho, muito simpático, com jeito de homem de negócios, deixou que eu tomasse de empréstimo aquele volume de textura gostosa. E a capa era bem uma foto grande e iluminada do campeão Medina. Então, corri pra ler um perfil dele, personagem sobre o qual eu já cultivava alguma curiosidade.

Aí eu me dei conta da simpatia que eu sentia pelo garoto, apesar de lamentar pela idade dele, mas de curtir aquela família unida e alerta, e de achar que "não há como segurar a primavera" - como diria um grande amigo meu -, mas de confiar na possível boa criação do rapazote. O elemento que me comoveu não foi a onda perfeita, nem foi o choro do menino, nem mesmo foi a bela história que ele tem com um padrasto que insiste em adotar como pai - a despeito de uma imprensa que insiste em não deixar que eles se adotem. O que me comoveu foi a narrativa sobre o esforço e a dedicação de Medina.

Li a matéria da revista a cada minuto mais encantada com aquele guri que disse o que queria ser, que sabia o que queria ser, que encontrou uns caras que o ajudassem e apoiassem de verdade, que tinha uma família confiante, que estudou, estudou, estudou - sim, surfe também se estuda -, que enfrentou disciplina e foco, para ir se aperfeiçoando, superando e tal e coisa até se tornar campeão mundial.

Não adiantava ter costas quentes nem largas; ser amigo do rei; ganhar tickets pra Pasárgada; conhecer a filha do dono; paquerar a prima do imperador; ter amigos no staff; pedir a ajuda da comunidade; fazer propaganda comovente; ter nascido em berço de ouro ou disto e daquilo; arranjar estágio na empresa de prancha... Não adiantava. Não fazia a menor diferença. O lance é que, pra ser o campeão mundial de surfe, o cara, o próprio cara, tem de surfar bem, fazer a manobra perfeita, na hora certa, quando o mar tá pra peixe. O cara precisa surfar muito, ter muitas horas dormidas e mal dormidas, muito campeonato perdido, muito patrocínio crente, muito desgaste nas juntas, muita prancha quebrada, muito maiô puído, muita salada de alface... muito tudo o que ele fez - com a ajuda sincera de uns e outros - para chegar lá. E quando ele chegou, não esqueceu de ninguém. E um montão de gente, de repente, se lembrou dele, e começou a ser amigo dele, e a chamá-lo para as festas.

O que me comove, resumindo, é raça. É gente que sabe o que quer, mas que sabe também o que tem de projetar e fazer pra chegar lá. E faz. E chega, quando dá. E gente que ouve, que aprende, que tem o apoio de gente mais experiente, que traça um caminho - ou vários - e manda ver. Aí eu fiquei vendo aquele adolescente que se dedicou a ser campeão. E fiquei pensando que nem todo mundo quer ser campeão, claro. Nem precisa querer. E me lembrei do Fernando Pessoa, quando ele dizia que todos os amigos dele eram campeões em tudo, mas que ele era reles e vil. Mas, todo mundo sabe, o Pessoa era uma fera. Uma fera!

Então não adiantava o Medina ter amigos na diretoria nem ser filho do dono do campeonato. Pra ser campeão em algumas coisas, a pessoa precisa estudar, mandar bala, endurecer, apertar, por as duas mãos na massa. Não adianta namorar a princesa nem ser vizinho do gerente. Sacumé?

Deve rolar politicagem, lobby, diz-que-diz, atravessamentos, desqualificação. Deve sim. Mas quem define, ó, é o cara ali, em cima da prancha. Boa prancha, bom atleta, ondas perfeitas. Fazer o quê? Não é matemática. É uma mistura de arte com um monte de outras coisas. Não é como em outros campos, feito, sei lá, a literatura, por exemplo. Mas deixa essa história pra lá, né, Medina?


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 16/1/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Três filmes sobre juventude no novo século de Guilherme Carvalhal
02. Breve resenha sobre um livro hediondo de Cassionei Niches Petry
03. Uma livrada na cara de Guilherme Carvalhal
04. Proibir ou não proibir? de Cassionei Niches Petry
05. Seriados made in the USA de Juliana Lima Dehne


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2015
01. Para que serve a poesia? - 26/6/2015
02. A pomba gíria - 1/5/2015
03. Como ser um Medina - 16/1/2015
04. Momento ideal & conciliação - 25/9/2015
05. Leitura, curadoria e imbecilização - 11/9/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS RETIRANTES I
JOSÉ DO PATROCÍNIO
TRES
(1973)
R$ 9,20



MULATO: NEGRO-NÃO NEGRO, BRANCO NÃO-BRANCO
ENEIDA ALMEIDA DOS REIS
ALTANA
(2002)
R$ 15,00



A INTERAÇÃO UNIVERSIDADE-EMPRESA E O DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO
DANIEL PEDRO PUFFAL
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 454,00



MARKETING MÓVEL
ALEXANDRE LAS CASAS
SAINT PAUL
(2009)
R$ 57,00



MUNICÍPIO QUE EDUCA APRENDIZAGENS SIGNIFICATIVAS
PADILHA, PAULO ROBERTO E MARQUES FILHO, ALBER
INSTITUTO PAULO FREIRE
(2013)
R$ 11,00



PORTUGUÊS VOL 2 LÍNGUA LITERATURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS
ERNANI TERRA E JOSÉ DE NICOLA
SCIPIONE
(2003)
R$ 4,00



O ORGULHO E A VERGONHA
BRIGITTE LABBÉ / MICHEL PUECH
SCIPIONE
(2004)
R$ 10,00



REVISTA OCCIDENTAL: ANO 14 NÚMERO 1 DE 1997
DIVERSOS AUTORES
IICLA (MÉXICO)
(1997)
R$ 26,00



PROBLEMAS? OBA! - 20ª EDIÇÃO
ROBERTO SHINYASHIKI
GENTE
(2011)
R$ 19,00



CARRASCOS DE PARIS: A DINASTIA DOS SANSON
BERNARD LECHERBONNIER
MERCURYO
(1991)
R$ 17,82





busca | avançada
28528 visitas/dia
922 mil/mês